Sonho de criança: de Santo André para Campo Grande

Toda criança, e mesmo adultos, ao ouvirem a música do comercial da Dolly irão, inevitavelmente, cantarolarem, nem que seja apenas nos pensamentos. Foi o que aconteceu com Rian, de 10 anos e morador de Campo Grande. Assíduo espectador dos desenhos em canais fechados, frequentemente assiste também os comerciais para todo o país. E o sonho de uma criança faria o inusitado trajeto Santo André x Campo Grande.

Para uma mãe da região sudeste, por exemplo, não seria problema se deparar com o pedido do filho. Rian desejava experimentar o guaraná Dolly. Porém, não há distribuição da bebida em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. O que fazer?

Rian é autista, e Viviane, sua mãe, procurou as formas possíveis para presentear seu filho, criança amável e carinhosa. A primeira alternativa seria enviar pelos Correios. Todavia, os valores para frete eram absurdos, inviabilizando o envio. A segunda, veio de forma inusitada. A família tem como amiga Luciana, moradora de Santo André, e a solução veio por meio do Senhor Getúlio, em conversa sobre … uma horta.

Luciana havia solicitado carro de aplicativo para ir ao dentista. No farol da Avenida Giovanni Bastista Pirelli, o motorista Getúlio fez um comentário sobre a Horta que estava ao lado, e começaram a conversar sobre mandioca (em Mato Grosso do Sul, a mandioca é tradicional). Getúlio disse que iria pra lá no dia seguinte, pois seu pai estava doente e tinha comprado a passagem, mas infelizmente ele veio a falecer. Ainda assim, disse que iria pra rever a irmã. Luciana comentou sobre Rian e sonho de conhecer o guaraná Dolly. De prontidão, Senhor Getúlio aceitou o pedido, mesmo de luto.

Liguei para Viviane e combinei com ela, falei para que tava levando um presente para o Rian. Não falei o quê que era, falei para ela que dentro de 2 minutos eu chego aí na sua casa e já tava perto já tava na rua.

Sr Getúlio

Rian era só alegria com a surpresa, agradecendo ao Sr. Getúlio todo instante. “Estou muito feliz mamãe, ele trouxe pra mim, ele lembrou de mim”, disse o pequeno fã da Dolly.

Ela já veio me receber e o garoto veio também para receber o presente, que era o guaraná Dolly. Eu me senti assim muito feliz de realizar o sonho do garoto. Porque para uma criança, uma simples bebida faz muita diferença. Ele ficou muito feliz, a gente tirou uma foto eu a minha irmã ele. E assim foi graças a Deus deu tudo certo!

SR GETÚLIO

A mãe ainda relata que ficou muito feliz e agradecida pelo gesto de bondade, que para muitos não significa nada, mas que para ela e o filho é um ato para ser lembrado e guardado com todo o carinho.

Sonho de criança: de Santo André para Campo Grande
Rian, com Sr. Getúlio e sua irmã, e o presente vindo de Santo André Foto: Arquivo de família

Gostou “Sonho de criança: de Santo André para Campo Grande”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Leia as últimas notícias e conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 3.067 outros assinantes

Felicidade é onde o meu cachorro está!

Pedro Döhnert, gerente geral do Doral Guarujá, é autor de “Felicidade é onde o meu cachorro está!”.

Não há como negar que os cachorros nos cativam e se tornam um dos nossos melhores amigos. Essa aliança começou há milhares de anos e, hoje, compartilhamos histórias com os pets que complementam cada aspecto de nossas vidas. Eles lutam ao nosso lado, nos protegem, fazem companhia e, em tempos de home office, até mesmo trabalham com a gente.

Tratados como membros da família, ganharam espaço nas casas dos brasileiros e se adaptam às selvas de pedras. De acordo com dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2019, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 46,1% das residências contam com pelo menos um cachorro. 

Os animais domésticos são constantemente paparicados pelos seus donos. Segundo a Euromonitor International, o Brasil chegou ao ranking do segundo maior mercado de produtos pet, com 6,4% de participação global, pela primeira vez acima do Reino Unido (6,1%), perdendo somente para os Estados Unidos, que têm 50% do mercado.

Os dogs são sinônimo de amizade, lealdade e companheirismo. Durante a pandemia da covid-19, os sentimentos de solidão e isolamento ficaram mais aflorados e, por isso, o número de adoção de pets cresceu. A União Internacional Protetora dos Animais (UIPA) registrou aumento de 400% na procura por cães e gatos neste período. 

E na hotelaria o cenário não foi diferente. As buscas no Google por hotéis com serviços pet friendly cresceram 300% para viagens de março a setembro de 2020. Em pesquisa realizada pela Hoteis.com, foi revelado que 82% dos brasileiros participantes do estudo pretendem viajar com seus animais. O levantamento ainda apresentou que 67% dos entrevistados já levaram seu companheiro de estimação em uma viagem. Em geral, as praias (57%) foram as vencedoras para o turismo pet, seguidas pelas cidades pequenas (53%) e destinos urbanos (52%). 

Hoje, existe uma vasta opção de serviços pet friendly ou dog friendly (estabelecimentos que aceitam apenas cachorros). Cresceram as estratégias de hotéis, restaurantes e espaços para atrair esse perfil de consumidor. 

E para você se dar bem em uma hospedagem com seu amigo de pelos, uma dica  é pesquisar hotéis com selo da Universidade Pet Friendly, criado para ensinar e estruturar os locais para receber da melhor maneira os animais. Outra forma de se sentir confiante na viagem é consultar posts em blogs especializados, matérias em veículos de comunicação confiáveis e publicações de influencers pet nas redes sociais. Certamente, eles trazem as melhores opções! 

Aconselho também que, antes de viajar, você observe a estrutura do hotel, quais as suas regras, se aceitam todos os tipos de raças e tamanhos, o que oferece como kits, quais os espaços dedicados aos pets, se há espaço para ele brincar e, principalmente, se é um ambiente seguro. Analise as restrições da região onde irá se hospedar, ou seja, veja se o estabelecimento fica em um local com atrações para o pet; caso fique em uma área litorânea, verifique se na praia é permitido caminhar com animais; e planeje passeios com experiências únicas direcionadas, como trilhas, cachoeiras e tours de barcos, entre outros.

Mas muita atenção! Veterinários aconselham que antes de levar o seu pet para viajar, repare se a sua carteirinha de vacinação está em dia e se ele está em perfeitas condições de saúde, procure uma clínica veterinária e faça um check-up. 

Por fim, não importa onde vivemos, esses nossos companheiros aperfeiçoaram a arte da amizade sem nem precisar dizer uma única palavra. 

Felicidade é onde o meu cachorro está!
Felicidade é onde o meu cachorro está. Foto de Kat Jayne no Pexels

Gostou da nossa matéria “Felicidade é onde o meu cachorro está!“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 3.067 outros assinantes

Universo Paralelo

Lorena Pelais é autora de “Universo Paralelo”.

Embora tenhamos muitas dúvidas sobre o universo e seu funcionamento, nossa relação de existência nesse espaço físico tão grandioso o qual chamamos de casa, o planta Terra, que existem vidas em outros planetas , que a viagem a Marte seja a mais sonhada para alguns, que os seres possuem características similares a nossa, mas sua aparência não é tão “formosa” como a nossa, que os seres extra terrestres possuem “superpoderes” capazes de ler mentes e mover objetos e a mais destacável de todas sua pele geralmente é verde.

Uauuuuu, quantas suposições temos, se já é difícil cuidarmos das nossas próprias vidas, porque nos interessamos tanto a compreender a existência de seres em outros planetas?!?
Porque os consideramos tão grandiosos?!?
Quando na verdade, cada um carrega individualmente um poder consigo.

Não seria muito mais fácil, tentarmos nos compreender primeiramente , saber exatamente para que e como funciona cada parte de nossa mente?

Sei que tudo pode parecer uma grande bobagem, poderia eu estar imergida em meu universo Paralelo nesse momento, onde suponho minha coexistência, onde todas as pesquisas , estudos estejam verdadeiramente certos, ao invés de, estudarmos a mente do povo que aqui habita e tentar aperfeiço-lá para assim tentarmos sanar um pouco das dores causadas pelos desencontros que ocasionamos com a nossa própria existência.

Em sua maioria, em quase sempre todos momentos, partimos contra as leis da criação, não seguimos a risca os mandamentos, outrora questionamos que as escrituras foram registradas por meros homens comuns, questionando inclusive que talvez esteja desatualizada com o avançar dos tempos…

Não sou estudiosa, apenas uma entusiasta, mas percebo que nos deram regras simples e não conseguimos segui-las, seria desvio de caráter, ou por tendências naturais do espírito?!?

Respostas que em sua maioria não a teremos tão facilmente, não existe um órgão de serviço de proteção ao crédito da existência, ou uma sociedade preservadora dos direitos inquestionáveis , nem mesmo um confessionário de respostas celestiais imediato.

Sabe, a criação do universo pode ter sido gerada através de uma grande explosão, onde supostamente ainda não havia Deus e nem mesmo não existia nada.

Somos livres para cremos no que nos faz sentir melhor, mas temos que elevar sim a mente e pensar, se partimos do princípio que antes o universo era escuro e nada havia, houve uma explosão e surgiu Deus , dando início à obra da criação, dias da semana foram criados, a escuridão passou a ser temporária e representada pela lua, indicado o anoitecer, a luz se fez presente, o dia carrega a esperança de um amanhecer melhor , vidas foram criadas.

Que existem vidas em toda parte do universo, sempre será algo contestável.
Que civilizações antigas tinham métodos próprios para contagem do tempo, criações foram desenvolvidas aprimorando métodos que utilizamos e perpetuarão, que somos capazes de ir além do que vemos, chegar a patamares desconhecido, mas sob orientação de “fonte desconhecida”, que brilhantemente nos conduz a um lugar melhor.

Porque nos fechamos tanto a novas informações, acreditando que somos conhecedores de muitos mistérios, onde nossa mente é um grande universo com partes escuras que talvez jamais encontrem a luz ,ou seja, do Sol ou Divina que assim permaneceram as idéias imergidas na finita escuridão interior que habitamos .

Já imaginou que talvez sejamos seres tão primatas que não estejamos preparados para conhecer os “dominadores” dos poderes ocultos da nossa própria mente e por esse motivo não tivemos a devida apresentação.

A vida nos apresenta universos paralelos a todo instante, desde que chegamos o céu e o inferno, o plano que vivemos entre a carne e o espírito é o limiar.

Tantos avanços, tantas tecnologias, tantos conhecimentos e de que forma é associado pela mente?
Como fazemos uso de todas as descobertas o quão evoluímos com elas?

Como nos sentimos diante das regras , das orientações prévias que recebemos?

Falamos sempre o externo, esquecendo de priorizar o íntimo e primordial a mente.

Assim como somos o Universo, todos temos nosso próprio Universo Paralelo, nosso faz de conta, nossos medos, inseguranças, até mesmo vestígios de vidas que aparentemente não vivemos, de tempos que desconhecemos, lembranças saudosistas de imagens, fragrâncias, sabores de experiência que nunca tivemos.

Universo Paralelo
Foto de Rakicevic Nenad no Pexels

Que existe explicação, existe , mas convence a todos o que você ou eu acreditamos que possa ser a “verdade completa” ou apenas uma de todas as faces que podem ser apresentadas, muitas teorias, pouca prática e assim seguimos na dúvida da expansão do universo sem conhecer o universo individual que nos habita .🎇

Lorena Pelais ॐ∞

Gostou de “Universo Paralelo”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu emai. Aproveite, leia mais artigos da autora Lorena Pelais. Veja também nosso parceiro Entre Séries.

Junte-se a 3.067 outros assinantes

Resultados do Estudo de Demanda Turística de Santo André

Iniciativa realizada em parceria com a Strong Esags; Resultados do estudo de demanda foram apresentados em reunião do Conselho Municipal de Turismo

A Prefeitura de Santo André divulgou nesta quarta-feira (14) os resultados do Estudo de Demanda Turística, ação realizada em parceria com a Strong Esags que mapeou a atividade turística da cidade. Os números foram divulgados em reunião virtual do Conselho Municipal de Turismo (Comtur).

A iniciativa teve início em outubro de 2020 e teve como objetivo identificar o perfil socioeconômico e hábitos de consumo de turistas de Santo André, bem como seu nível de conhecimento e percepções sobre os serviços e atrativos turísticos oferecidos na cidade. Os resultados são utilizados para alinhar as políticas públicas que promovam e alavanquem o turismo como eixo de desenvolvimento econômico.

A pesquisa desenvolvida atende ao Plano Diretor de Turismo de Santo André e levou em consideração a avaliação dos turistas a respeito da cidade. Como forma de apoio, a Strong Esags utilizou alunos de todos os cursos para suporte técnico e operacional, como projeto interdisciplinar de extensão.

O estudo concluiu que a parte do público que procura lazer e descanso em Paranapiacaba, busca locais próximos à sua moradia para roteiros de curta estadia com bom custo-benefício para viagens em família e com amigos, e a outra parte do público que frequenta a cidade a negócios tem permanência maior e vem de localidades mais distantes, viajando também em grupos, porém menores ou com a família.

No estudo, foi possível verificar que 30% dos visitantes possuem faixa etária de 30 a 39 anos, sendo 51% homens e 49% mulheres. O levantamento mostra ainda que 87% dos visitantes são do próprio Estado de São Paulo e 29% visitam a cidade acompanhados dos filhos. Ao todo, 44% dos turistas são assalariados e 32% possuem ensino superior completo.

A maior parte dos turistas retorna para sua cidade de origem no mesmo dia e visita Santo André a lazer e turismo com veículo próprio. Entre os que fazem pernoite da cidade, 55% se hospedam em hotéis. Quase metade dos turistas gastam até R$ 100 no município, sendo 70% em restaurantes.

Ao todo, foram 638 questionários válidos preenchidos e os resultados têm margem de erro de 5%. A pesquisa foi realizada de forma digital na Vila de Paranapiacaba e em shoppings, hotéis, estações, parques, templos religiosos e centros comerciais.

Para José Marcos Santos, membro titular do Comtur e membro do Conselho de administração do Hotel Blue Tree, o Estudo de Demanda Turística é fundamental para o mapeamento dos turistas da cidade. “Gostaria de elogiar a iniciativa da Prefeitura e a organização do trabalho do Comtur. A pesquisa foi fundamentada para ser colhida em vários locais e isso acaba gerando um resultado muito interessante que nós não tínhamos. Uma informação de qualidade. Vemos com bons olhos e vamos estudar com muito carinho, pois dali vamos tirar várias propostas para trabalhar e inclusive atrair turistas para a nossa hotelaria”, contou.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Evandro Banzato, as atividades ligadas ao turismo são consideradas estratégicas para a gestão pública, principalmente na retomada econômica após a pandemia.

“Teremos o lançamento do Portal de Turismo de Santo André, campanha dos pontos mais importantes do município, solicitação do selo MIT (Município de Interesse Turístico) e também parte de todo este trabalho contempla o Estudo. Ele foi feito em uma parceria muito importante com a Strong Esags, que nos auxiliou na interpretação dos dados. É com muita alegria que compartilhamos o resultado deste estudo com a comunidade andreense e do Grande ABC”, disse o secretário.

O Estudo de Demanda Turística completo pode ser acessado no site http://www3.santoandre.sp.gov.br/turismosantoandre/wp-content/uploads/2021/02/Estudo-de-Demanda-Tur%C3%ADstica-de-Santo-Andr%C3%A9-2020.pdf.

Município de Interesse Turístico – O Estudo de Demanda Turística é uma das exigências para que Santo André seja reconhecida como Município de Interesse Turístico (MIT). No último mês, o deputado estadual Thiago Auricchio (PL), a pedido da Prefeitura, protocolou na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo a requisição para o reconhecimento de Santo André como cidade turística. A iniciativa agora passará por uma análise técnica pela Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo.

A cada três anos, o Grupo Técnico de Análise dos Municípios Turísticos (GAMT), do Governo do Estado, faz um ranking entre as cidades com interesses turísticos. O próximo deverá ser realizado ainda este ano e, caso Santo André tenha uma boa colocação, terá a oportunidade de se tornar MIT, podendo obter recursos de até R$ 700 mil por ano, mediante a apresentação de projetos turísticos ou de infraestrutura turística.

Para que uma cidade possa se tornar MIT, seguindo a Lei 1261/15, ela precisa cumprir quatro exigências: entregar estudo de demanda turística referente ao ano anterior ao projeto de lei, inventário da oferta turística, plano diretor municipal de turismo e Conselho Municipal de Turismo instituído e atuante.

Turismo de Santo André – Com seus mais de 700 mil habitantes e sua história de 468 anos, Santo André passou a ter a atividade turística como preponderante em decorrência da ascensão da Vila de Paranapiacaba como patrimônio histórico e ambiental, tombado pelo Condephaat (Estado de São Paulo) em 1987, pelo Iphan (Federal) em 2002 e pelo Comdephaapasa (Municipal) em 2003. A Vila de Paranapiacaba foi incluída entre os 100 monumentos mais importantes do mundo pelo World Monuments Fund, organização não governamental que atua na área de preservação de sítios históricos.

Dessa forma, tendo a Vila como principal atrativo, outras vocações turísticas altamente relevantes foram sendo desenvolvidas, como a gastronômica, referência na Região Metropolitana de São Paulo, e a do turismo de negócios, contando com uma ampla rede hoteleira preparada para receber trabalhadores, técnicos e especialistas que visitam as inúmeras empresas de alta tecnologia instaladas no local.

Desde 2019, o turismo de negócios também vem sendo fortalecido pela atuação do novo Parque Tecnológico de Santo André, que fomenta a inovação na cidade, e pelo programa Turismo Industrial e de Inovação, que realiza visitas guiadas a grandes empresas.

Além disso, o município possui uma série de atrações de lazer, educacionais e religiosas, que a qualificam para o recebimento do título de Município de Interesse Turístico do Estado de São Paulo.

A cidade conta com 11 parques, sendo oito localizados na parte urbana e duas unidades de grande porte situadas em áreas de proteção ambiental: o Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba e o Parque Natural Municipal do Pedroso, este banhado pela Represa Billings, propiciando a possibilidade do turismo ecológico e de aventura.

Como referências do turismo na área educacional, a cidade possui a Sabina – Escola Parque do Conhecimento, com o Planetário Johannes Kepler, um dos mais modernos da América Latina, atraindo milhares de visitantes todos os anos. O município ainda possui mais de dez instituições de ensino superior, dentre elas Universidade Federal do ABC, Senai, Senac, FGV Strong, Fatec e Etec, que atraem visitantes, cientistas e pesquisadores em decorrência dos cursos, eventos e palestras oferecidos por todas estas instituições.

Como não bastassem tantas modalidades turísticas, Santo André também é referência nacional no turismo religioso, em especial por conta do Santuário Nacional da Umbanda, reconhecido em 2019 como patrimônio imaterial do Estado de São Paulo. Trata-se de uma referência nacional e internacional para os seguidores da Umbanda e Candomblé, recebendo anualmente milhares de visitantes de diversas cidades e estados brasileiros.

A cidade ainda tem o benefício de estar em localização privilegiada, no centro da Região Metropolitana de São Paulo, maior mercado consumidor do Brasil, facilmente acessada por transportes públicos (trem e ônibus) e servida diretamente por rodovias como Anchieta e Imigrantes, estando muito próxima ao Rodoanel. Além disso, está próxima do Aeroporto de Congonhas, do aeroporto de Guarulhos e do Porto de Santos.

Gostou da nossa matéria “Resultados do Estudo de Demanda Turística de Santo André“?

Resultados do Estudo de Demanda Turística de Santo André
Resultados do Estudo de Demanda Turística de Santo André. Pinguinário Sabina. Foto: Ricardo Trida/PSA

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 3.067 outros assinantes

Prazo para reembolsar passagens aéreas é prorrogado até outubro

O objetivo da medida é garantir o direito dos passageiros e a sobrevivência das empresas aéreas. Estas, fortemente afetadas pela pandemia em 2020. Confira sobre o prazo para reembolsar passagens.

Consumidores que precisam pedir o reembolso de voos eventualmente cancelados por conta da pandemia de Covid-19 ganharam mais prazo para realizar o pedido. Nesse sentido, o Governo Federal prorrogou até o dia 31 de outubro deste ano as regras para o reembolso de passagens aéreas. 

O objetivo da medida, garantir o direito dos passageiros e a sobrevivência das empresas aéreas, fortemente afetadas pela pandemia em 2020. As regras continuam as mesmas, as companhias aéreas têm o prazo de 12 meses, a contar da data do voo cancelado, para realizar a devolução do dinheiro, caso o passageiro solicite. 

O valor terá atualização com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e, quando cabível, oferecer assistência material. Além disso, a legislação dá ao consumidor o direito de obter crédito do valor correspondente ao da passagem aérea, sem incidência de qualquer penalidade contratual. A expectativa é de que a medida melhore a programação pelo consumidor e pelas companhias aéreas num período de insegurança.

“Prazo para reembolsar passagens aéreas é prorrogado até outubro” em parceria com Brasil 61

Gostou da matéria “Prazo para reembolsar passagens aéreas …”?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que publicadas, ou como desejar. Portanto, para periodicidade, confira informações no email recebido. Então, aproveite e leia mais sobre Economia.

Prazo para reembolsar passagens
Brasília – Chega a Brasília o avião trazendo a lanterna que contém a Chama Olímpica (Antonio Cruz/Agência Brasil)

5 DICAS PARA SEU PET NAS FESTAS DE FINAL DE ANO

O medo de som alto e fogos de artifícios é muito comum entre os animais de estimação e para protegê-los e acalmá-los, é necessário realizar alguns protocolos durante o barulho comum nas noites de Natal e Ano Novo. A Ideia Glass, que recentemente lançou um Kit de Porta para espaços com pets, lista 5 dicas para seu pet de como proporcionar maior segurança aos animais de estimaçãoAs festas de final de ano estão chegando e com elas vêm também os barulhos, fogos de artifícios, música alta e bagunça, o que pode amedrontar e até estressar os pets.

Pensando nisso, a Ideia Glass, marca especialista em kits de ferragens para box de banho e portas de vidro divisórias de ambientes, que trouxe ao mercado um Kit para Porta destinada aos espaços com pets, ideais para proteger e dar segurança à eles, reuniu algumas dicas que também auxiliam para acalmar o animal de estimação nesse período. Veja a seguir!

:: DEMARCAÇÃO DE LUGAR

Manter o pet em um lugar seguro, que ele já esteja familiarizado, e de preferência seja mais escurinho, ajudará o animal a passar pelas horas de barulho de maneira mais tranquila. Para que ele se sinta mais calmo, é importante deixar no local a caminha e brinquedos, além de comida e água.

Outra ação essencial é manter janelas e passagens fechadas, pois no susto, os pets podem escapar e se machucar. Uma dica, para fechar o local onde o animalzinho ficará, é utilizar uma porta de vidro, que diferente das de ferro, impede que ele machuque as patas ao tentar escapar pelas frestas ou prenda a cabeça entre as grades.

Foi pensando nisso que a Ideia Glass lançou no mercado as ferragens do Kit Certo, em um tamanho reduzido. Além de agregar ao visual do local, o Kit Certo para Pets garante maior segurança e acessibilidade, principalmente em casas com crianças e idosos. Com design moderno e clean, o produto possui abertura 180°, para dentro e para fora, otimizando espaço.

:: COLETE OU FAIXA PROTETORA

Para aliviar a tensão no pet, outra dica é colocar nele um colete protetor ou até mesmo amará-lo com uma faixa ao redor do seu corpo. É uma forma do animalzinho se sentir abraçado e acolhido, o que poderá diminuir o medo do barulho.

Se a opção escolhida for a faixa, é preciso seguir um “manual” para que a tática de proteção seja efetiva. O processo é simples! Afinal, basta colocar a faixa na altura do peito do animal e cruzar as pontas depois do pescoço, na altura do dorso; depois é preciso fazer o mesmo abaixo, na altura do dorso; por fim, é necessário dar nó firme, perto da coluna. A técnica é simples, mas sempre vale consultar um veterinário para receber todas as instruções e manter o pet realmente segurol.

Mas fica o alerta! É importante garantir que o pano não esteja apertando ou machucando o pet.

:: PROTEJA OS OUVIDOS

Os ouvidos do animal também precisam ser protegidos para que o impacto com os barulhos seja menor.

Para isso, é importante utilizar protetores auriculares ou até mesmo um algodão nos ouvidos do pet, já que eles já estão acostumados com esse material por ser utilizado também durante os banhos. Na dúvida de como realizar a técnica, o ideal é visitar um médico veterinário nos dias que antecedem as festas e pegar todas as orientações.

:: ACOSTUME-OS COM OS BARULHOS

O ideal é acostumar os animais com barulhos e agitos, para que ele não sofra e nem se estresse tanto em momentos de festas. Portanto, se ao longo do ano a casa é mais calma, uma boa dica é, uns dias antes das comemorações, habituar o pet com música alta.

Deixe a televisão ligada durante a queima de fogos, caso nada disso adiantar. Dessa forma, com o volume alto, e em uma programação que possa chamar a atenção do animal.

:: MEDICAÇÃO

Para quem já tentou de tudo, sem sucesso, recomendamos consultar um médico veterinário. Animais muito sensíveis à barulhos, talvez precisem tomar medicação, como floral, para ficar um pouco mais calmo.

Sobre a Ideia Glass

A Ideia Glass está presente no mercado de kits e ferragens para boxes e oferece kits que valorizam todos os ambientes por sua beleza e elegância. Suas soluções em produtos têm forte apelo decorativo, modernizando espaços diversos que requerem beleza e sofisticação. Inovando em materiais e em design, a Ideia Glass conquista cada vez mais consumidores pelo respeito, seriedade e compromisso com que atua em seu segmento. Para mais informações sobre a empresa, acesse o site www.ideiaglass.com.br ou ligue para o SAC (11) 3016-9300.

Lá vamos nós: Portugal

Dia 29 de janeiro pegava algumas malas, minha família e embarcava no avião com o peito cheio de esperança para um novo recomeço em Portugal.
Após uma longa viagem chegamos no dia seguinte finalmente no aeroporto do Porto e lá alguém nos esperava para nos levar para nossa nova cidade, aonde ali coloquei minha esperança para recomeçar.

Foto: Erika Teles

Chegando em Aveiro foi impossível não se apaixonar, primeiramente o frio que fez toda diferença para tornar o ambiente mais lindo e acolhedor, era quase final de inverno havia folhas caindo.

Foto: Erika Teles

No dia seguinte nossa saga de vida de imigrante deu início, fomos na busca de emprego e procurar uma casa para chamar de nossa, todos os dias andávamos muito e com isso íamos conhecendo a cidade, primeiro lugar que conhecemos foi a Ria de Aveiro lugar encantador, romântico e acolhedor, ali passa as gôndolas fazem o percurso por toda extensão da ria, sim aqui não se chama rio e sim ria. Vocês também vão se acostumar e aprender o português de Portugal

Na ria temos o Fórum é igual a um shopping a céu aberto lugar confortável para passear ou trabalhar, tem várias lojas e restaurantes ao seu redor, na margem tem bancos para sentar se e admirar, lá também tem a famosa ponte da amizade muito famosa pelas fitas amaradas com promessas de amor eterno e também de amizades, ao longo do seu percurso tem o monumento dos famosos e típicos ovos moles, e no outro sentindo da ria encontra se a ponte do laço já na praça do peixe onde tem uma vasta diversidade de restaurantes, bares e lojas.

Aveiro me recebeu de braços abertos e temos um sentimento de voltar pra casa todas as vezes que lá vamos, mais infelizmente não foi lá que conseguimos progredir, pouco tempo após chegarmos o mundo começou a parar, e com isso nosso sonho por pouco virou pesadelo. Mais conhecemos grandes pessoas que foram importantíssimas para que nós não desistíssemos.

Viver uma Pandemia fora do seu país, sem casa, com pouco dinheiro, sem trabalho, sem amigos ou família por perto para ajudar é muito difícil , temos que ter algo pra se agarrar e nós temos nossa fé e nossa família que mesmo do Brasil nunca mediram esforços para nós ajudar financeiramente e psicologicamente.

Quando finalmente conseguimos uma casa já tínhamos nos mudado de alojamento três vezes e seria a quarta mudança para o apartamento que finalmente conseguimos. Enfim mudamos era muito bem localizado de frente ao Parque Infante Dom Pedro . Parque simplesmente magnífico , muita área verde , quadras esportivas escorregas pras crianças, e também com uma arquitetura histórica magnífica.

E por mais que estivéssemos fazendo de lá nossa casa , realmente começamos a criar vínculos não estávamos tendo oportunidades, e então como um último suspiro de esperança decidimos mudar de cidade e viemos recomeçar mais uma vez em Coimbra.

Demos então um até logo a Aveiro após três meses de muitas batalhas, choros, amizades e aprendizados, tire sempre proveito de tudo que acontece na sua vida independente de boa ou ruim, devemos ser fortes e nunca ter medo do novo!