Sistema de higienização de mãos inédito criado por brasileiros

O produto não é inflamável, além de ser dermatologicamente aprovado e testado, diferente do álcool líquido 70%. Confira sobre o sistema de higienização de mãos inédito

Três amigos desenvolveram uma forma inovadora de higienizar as mãos de um jeito rápido, seguro e eficiente através de um sistema automático chamado WashWoosh.

Com uma tecnologia de ponta, o aparelho possui um jato pulverizador automático que libera uma solução antisséptica a base de clorexidina, 100 % aprovada e testada pela ANVISA, que elimina 99,9% de vírus e bactérias, inclusive a COVID-19, higienizando as mãos em 3 segundos. Sua capacidade é para 20 litros de armazenamento, possibilitando até oito mil disparos.  A máquina tem um design moderno e elegante, e ainda permite que seja personalizada de acordo com a empresa ou local em que será instalada.

A ideia do negócio surgiu quando os empreendedores se deram conta que a única opção no mercado para a higienização das mãos era o álcool em gel ou líquido, que esta longe de ser a melhor opção para essa finalidade. “O álcool 70% líquido é um produto sanitizante que foi feito para ser usado em limpeza para desinfecção de superfícies, e não para as mãos. Já o nosso líquido foi desenvolvido para ser usado na pele e é dermatologicamente aprovado, além de não ser inflamável, não poluir e hidratar as mãos.”, explica Leonel Yassuda, diretor comercial da WashWoosh.

Especialistas da área da saúde alertam que o uso de álcool na pele de forma constante pode causar dermatites, sem contar os riscos de incêndio e cegueira, especialmente em crianças.

“A maioria das pessoas tem um frasco de álcool 70% por perto, mas esquecem de que o produto é altamente inflamável, especialmente para os fumantes que manuseiam fósforos e isqueiros próximos do item.”, alerta o empreendedor.

“O equipamento foi projetado para higienizar as mãos sem contato algum – 100% automático, de forma prática, segura e confortável. O usuário recebe uma quantidade ideal  de produto pulverizado, que ajuda no espalhamento e posterior fricção das mãos, que continuam sendo necessárias para a higienização.”, explica o diretor industrial da WashWoosh, Luiz Fernando Imai.

O modelo de negócio (locação/comodato do equipamento) – reduz o investimento inicial dos clientes, que teriam que comprar um ativo com alto valor, traz maior mobilidade em caso de expansão ou necessidade de mais equipamentos e isenta o estabelecimento de qualquer manutenção ou problema adicional ao seu negocio. “Nossos equipamentos possuem um corpo básico e modular. Conseguimos reparar ou mesmo trocar um equipamento em ate 48 horas.”, afirma o diretor de operações da WashWoosh, Hugo Murahara.

O investimento inicial para o início do negócio foi de R$ 500 mil. Atualmente possuem mais de 100 clientes dos segmentos de restaurante, eventos, salão de beleza, lojas, concessionárias de veículos, escolas e clinicas médicas e odontológicas. A previsão é chegar a dezembro de 2021 com mais de 1 mil clientes. As máquinas WashWoosh  podem ser locadas a partir de R$ 350,00. O antisséptico é vendido à parte, com valor de R$ 100 – 5 litros, com autonomia de 2 mil disparos e R$ 350 – o galão de 20 litros com autonomia de 8 mil disparos.

Gostou de “Sistema de higienização de mãos inédito criado por brasileiros?

Sistema de higienização de mãos inédito criado por brasileiros
WashWoosh. Foto: Divulgação

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Confira as notícias do Brasil. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.370 outros assinantes