O Museu é Nerd! é destaque da programação de maio do MM Gerdau

Principal destaque da programação do mês, que será realizada nos dias 19, 20 e 21 de maio, O Museu É Nerd integra as atividades propostas pelo MM Gerdau para a 19ª Semana Nacional de Museus pelo Ibram.  A proposta é reverberar a temática nerd em diálogo com o recorte curatorial do museu por meio de atividades como bate-papos, workshop, exposições, concurso de cosplay, K-pop, RPG, Games, HQs, além de um inédito e inovador Artist’s Alley virtual

A cada atividade cultural proposta pelo MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, o espaço busca, ao máximo, promover discussões teóricas e atividades práticas a fim de pensar o museu que se virtualiza e cria novas relações com outros campos e esferas. É a partir desta premissa que o MM Gerdau realiza o Museu É Nerd – iniciativa que integra a programação do museu desde 2017 – nos próximos dias 19, 20 e 21 de maio. Este ano a ação faz parte da 19º Semana Nacional de Museus pelo Ibram, que, em 2021,dialoga com o tema geral proposto: “O futuro dos museus – recuperar e reimaginar”.

Agora, em maio de 2021, a intenção é incentivar a discussão e a troca (por meio de atividades como apresentações de cosplay, K-pop, RPG, games, HQs, feira, espaço para jogos, bate-papo, workshops, exposições, etc) entre um universo que já nasce imerso no imaginário science fiction (sci-fi),  e espaços museológicos, já que, na suspensão de atividades físicas, o tecnológico, o digital e o ficcional, passam a ser também uma expansão de olhares para as constituições dos museus.

As conversações propõem, também, um paralelo interessante entre o surgimento do universo nerd no fim dos anos 30 – com a criação de Superman (1938) e Batman (1939) para os quadrinhos – e sua relação com o contexto pós-Revolução Industrial, da mesmo forma como, em 2021, a digitalização e a virtualização da vida se tornaram as questões temporais que imergem o mundo geek em um futurismo centenário de temas como universos ampliados e estendidos, NFT – arte digital e cryptoart, preload de games e animação, The GDMC Competition.

Todos estes temas e recortes serão discutidos e condutores para as atividades que contam com nomes como Carlos Fraiha, animador brasileiro indicado ao Oscar de animação com o filme “Os Guardiões da Galáxia” com os criadores do game brasileiro “Lampião Verde – A maldição da botija”, de Campina Grande, com o professor Claus Aranha da Universidade de Tsukuba, no Japão, e com o professor Gabriel Menotti, da Queen’s University, Canadá. Esses são alguns dos convidados para a construção de diálogos entre o universo nerd e o futuro dos museus.

Todas as atividades são gratuitas e serão realizadas de forma 100% online, uma vez que o museu segue com todas as ações em âmbito virtual como medida de combate à pandemia do COVID-19.

PROGRAMAÇÃO / O MUSEU É NERD:

Trilha: “Universos estendidos e ampliados” – 19/05

– 19/05, às 10h: “The GDMC Competition – A Inteligência Artificial e a experiência Minecraf” com Prof. Claus Aranha | Universidade Tsukuba (JP)

O Museu é Nerd! é destaque da programação de maio do MM Gerdau - Museu das Minas
MM Gerdau/Divulgação Claus Aranha – Universidade Tsukuba – O Museu é Nerd!

Transmissão ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

Mediação: Rangel Soares

Sinopse da atividade: Entre 2020 e 2021, o mundo mergulhou no metaverso; saímos dos encontros presenciais para encontros virtuais; a Realidade Estendida (XR-Extended Reality) passou a fazer parte de nossos dias; os vários lugares de uma realidade ficcional nos provocou a intensificação dos usos da tecnologia para a vivência em experiências com interfaces computacionais baseadas em Realidade Aumentada (AR-Augmented Reality), Realidade Virtual (VR-Virtual Reality) e Realidade Mista (MR-Mix Reality). É provável que, se você fez uma visita aos museus nos últimos anos, óculos de Realidade Virtual estiveram presentes para garantir sua imersão na obra. Quantos filtros AR você usou no Instagram? Já parou para pensar? As conferências de tecnologia ou os megas shows de música trouxeram a AR para a sala da sua casa, podendo, em um futuro próximo, acelerar a possibilidade de outras experiências coletivas – da arte à ciência. A trilha Universos estendidos e ampliados se inicia com a apresentação do professor da Universidade de Tsukuba – Japão, o maranhense Claus Aranha, que orienta alunos sobre o uso da Inteligência Artificial na competição de Design Generativo no Minecraft – The GDMC Competition (Generative Design Competition in Minecraft). O design generativo tem na tecnologia a relação de criação conjunta, e, através de algoritmos, a capacidade criativa é expandida. A competição tem auxiliado no desenvolvimento de novas possibilidades para se pensar o planejamento urbano, e o jogo Minecraft é a base para a criação.

Convidado: Claus Aranha | Universidade Tsukuba (JP)

Claus Aranha se formou na UNICAMP e hoje é professor na Universidade de Tsukuba, Japão. Sua pesquisa é focada em Vida Artificial, Evolução Computacional e Inteligência Artificial para jogos como Lobisomem e Minecraft. Nas horas vagas, gosta de participar de Game Jams.

Mediação: Rangel Sales | Docente UNI-BH e Doutorando na Escola de Design – UEMG (BR)

Docente no Centro Universitário de Belo Horizonte – UniBH desde 2010, atua profissionalmente nas áreas de design gráfico e editorial. Seus interesses acadêmicos são comunicação, educação e museologia. Tem experiência profissional em coordenação acadêmica, docência e pesquisa em design. É graduado em Comunicação Social, especializado em Projetos Editoriais e é Mestre em Educação Tecnológica. Atualmente, dedica-se à pesquisa, para doutoramento em Design, intitulada: “Do imaginário ao representativo: a atuação do design emocional na concepção dos espaços museais da hipermodernidade” no programa de Pós-Graduação em Design da Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG, sob orientação da Profa. Dra .Marcelina das Graças de Almeida.

14:30   Visita Virtual Mediada – “Entre Blocos e Picaretas: uma visita craftada”

(ação educativa do MM Gerdau por meio das plataformas Zoom ou Meeting, traduzida em LIBRAS)

“Entre Blocos e Picaretas: uma visita craftada” é um convite para uma aventura virtual pelo Museu, inspirada nos modelos de mundo aberto à maneira de alguns jogos contemporâneos e, mais especificamente, ao Minecraft, criado por Markus Persson. Enquanto estiverem “logados” conosco, os visitantes serão estimulados a explorar o ambiente, conhecer suas características e a descobrir minerais presentes na produção tecnológica. Ao longo dessa jornada o visitante poderá refletir sobre as potencialidades dos jogos virtuais e suas conexões entre diferentes mundos.

Inscrições individuais:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfdSZ-ZgVVYxN9HC_mDmO2TRUrz66aAa0gMf6UbRDufFh32Jg/viewform

Inscrições para grupos pelo e-maileducativomm@mmgerdau.org.br

– 19/05, às 19h: “Museu sem Paredes”, com Prof. Gabriel Menotti | Queen’s University (CA)

Transmissão ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

Hervan Rossi Gabriel Menotti / Queen’s University – O Museu é Nerd!

Mediação: Karla Danitza

Sinopse da atividade: Na mesma trilha, professor assistente em curadoria e imagem em movimento na Queen’s University, em Ontário, Gabriel Menotti, antecipa as conexões da semana: ele apresenta o projeto “Museus sem Paredes” realizado em parceria com o Museu de Artes do Espírito Santo – MAES, com o apoio do Social Sciences and Humanities Research Council do Canadá e da Agnes Etherington Art Centre, Canadá. O encontro é um convite para se pensar que futuro há no presente da virtualização das realidades.

Convidado: Prof. Gabriel Menotti | Universidade Federal do Espírito Santo (BR)

Gabriel Menotti é pesquisador e curador independente, atuando em diversas formas de cinema. Atualmente trabalha como professor assistente em curadoria e imagem em movimento na Queen’s University, em Ontário. É autor e organizador de diversas publicações sobre imagem e tecnologia lançadas no Brasil e no exterior. Seu livro mais recente é “Practices of Projection: Histories and Technologies” (Oxford University Press, 2020), co-editado com Virginia Crisp. Coordena a rede de pesquisa e festival Besides the Screen.

– 19/05, às 20h /  “NFTs e CryptoArt, a Arte em um universo intangível e não fungível”, com Mônica Rizzoli e Shima Hirokazu Shimabukuro (BR)

Transmissão ao vivo no canal do YouTube e na Twitch TV do Museu, com tradução em LIBRAS.

Acervo pessoal Shima Hirokazu Shimabukuro – O Museu é Nerd!

Mediação: Shima Hirokazu

Sinopse da atividade: Os debates do dia se encerram com a mais recente discussão sobre mercados, propriedade intelectual e autenticidade na produção artística arquivada no digital: o NFT – Non-Fungible Tokens, tokens não fungíveis ou bens de dados únicos. NFTs e cryptoart ganharam força nos últimos meses e têm provocado controvérsias sobre sua efetividade como geração de recursos, visto que usa criptomoedas, como a Ethereum ou a mais conhecida, a Bitcoin, para compra e venda de obras de arte no universo intangível e, agora, não fungível do digital.

Convidada: Mônica Rizzoli | Artista Plástica (BR)

Monica Rizzolli é artista-programadora, estudou no Instituto de Artes da UNESP e na Kunsthochschule Kassel (Alemanha). Participou de projetos internacionais como MAK Center Artists and Architects (EUA), Creatives in Residence (China), Sweet Home (Espanha) e A.I.R. DRAWinternational (França). Recebeu o prêmio MAK Schindler, do MAK – Museum of Applied Arts Vienna. É co-fundadora da Noite de Processing e co-organizadora do Processing Community Day São Paulo de 2019, evento anual da Processing Foundation. É sócia da type foundry Just in Type e do estúdio de design Contrast – programação, tipografia e design.

Mediador: Shima Hirokazu Shimabukuro (BR)

Shima (São Paulo, 1978), vive e trabalha em Belo Horizonte/MG. É artista, pesquisador e professor em artes visuais formado em Desenho Industrial e pós-graduado em Gestão Cultural Contemporânea. Sua produção artística envolve performances, instalações, intervenções urbanas, audiovisuais, pinturas, desenhos e fotografias. Coordena o Espaço Efêmero, em Carrancas/MG e orienta artistas na construção de ferramentas para gestionar a carreira. É chef executivo no bistrô A Casa da Agnes e Designer na Agência New Friends on the Block, voltado para o mercado de Blockchains. Recentemente ingressou no mercado das NFT e participa da criação da comunidade CryptoArtBr e da 1ª Exposição Brasileira de CryptoArt. http://www.shima.art.br

– 21h / “Streaming Games – Among us com Canal RZero, GM Station Oficial, Capitão Serket (BR)”

Onde: Na Twitch TV do MM Gerdau

Mediação: Organizadoras do Museu é Nerd

Streamers Convidados:

– canal_rzero: Raphael Zero, carioca que mora em SP, ótimo em piadas ruins e fazer rimas aleatórias. Fã de JRPGs, RPGs Táticos, Roguelikes, Metroidvanias, indies e jogos de aventura.

– gmstation: George, cosplayer, editor de vídeo, criador de conteúdo e streamer na GM Station. Paulistano de nascimento, atualmente mora em BH. Curte jogos de RPG, de aventura, mundo aberto e plataforma. Gosta de focar na exploração do enredo e aproveita a aventura para conhecer mais sobre a obra, suas ligações e referências.

– capitaoserket: Felipe Cássio, conhecido como Serket, é streamer e cosplayer, especializado em Legends of Runeterra, Magic e League of legends. Aos 27, é atualmente o maior streamer de Legends of Runeterra do Brasil.

Organizadoras e apresentadoras do Museu é Nerd:

– Melânya Fiaux (Mel) é professora de inglês, tradutora, atriz e dubladora. É cosplayer desde 2006 e trabalha apresentando eventos em Belo Horizonte e região desde 2013. Melânya faz parte da equipe organizadora do “Museu é Nerd” desde sua primeira edição.

– RachAsakawa: Rachel é cosplayer desde 1999, apresentadora de palcos desde 2004, assim como juíza e organizadora de concursos em diversos eventos pelo país. Também conhecida por seu trabalho de cosplay e fotografia junto de sua esposa Rizzy, formando o time Praia de Concreto, nome também do canal de streaming da dupla.

– Rayara Eckhardt, ou Rizzy, como é conhecida nas redes sociais, é fotógrafa e cosplayer há aproximadamente 8 anos. Já participou e venceu diversos concursos cosplays e hoje é organizadora/jurada de concursos cosplays.

– Vitória Barros, conhecida também como Vii Princess, se dedica há 11 anos à divulgação da moda japonesa como coordenadora do grupo Moda Harajuku MG. Nesse tempo, já passou por Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba representando o grupo e palestrando sobre o estilo de Harajuku. Antes disso foi cosplayer desde os 13 anos de idade, e desde os 18 participa da organização de eventos dedicados à cultura pop japonesa no estado de Minas Gerais. 

Trilha: Universos Nerd – 20/05

Sinopse da atividade: Já em sua 5ª edição, o Museu é Nerd tem a intenção de aproximar o público nerd do Museu das Minas e do Metal. Ele compõe a trilha que traz workshop, concurso e feira. Do universo recente do K-pop à feira no estilo Artist’s Alley dos grande eventos nerd, quatro garotas nerds, Mel, Rach, Ray e Vic fazem um convite aos cosplayers, gamers, streamers, dubladores e um professor de língua japonesa para a exibição de uma programação diversa. Entre os convidados estão a campeã nacional e jurada da CCXP – Comic Con Experience, Thais Yuki, Júlio Shirou – vencedor da CCXP 2019 e Nando Grey, representante do Brasil no Mundial de Cosplay WCS (World Cosplay Summit).

O Museu é Nerd! é destaque da programação de maio do MM Gerdau - Museu das Minas
Thais Yuki /Divulgação Cosplay Mulher Gato – Thais Yuki – O Museu é Nerd!

– 20/05, às 15h: Workshop – K-Pop com Giulia Chan (BR)

Duração: 1h

Canal: Zoom

Quantidade de participantes: 20

Faixa Etária: livre

Inscrições pelo Sympla

Sinopse da atividade: O k-pop se popularizou nos últimos anos, puxados pela popularidade de ídolos que alcançaram fama internacional como Psy – Gangnam Style, Black Pink e BTS. As coreografias elaboradas fazem sucesso com o público. Oficina de introdução aos passos de dança K-Pop.

Professora: Giulia Chan é professora de Kpop há 4 anos e acompanha o estilo musical desde 2014!  Se dedica à dança há aproximadamente 9 anos, tendo feito aulas de jazz e danças urbanas. Atualmente faz parte de um grupo cover de Kpop chamado B&W Dance Crew.

Acervo pessoal Giulia Chan

– 20/05, às 16h: Workshop – Cosplay com Thaís Yuki (BR)

Duração: 1h

Quantidade de participantes: 20

Faixa Etária: 16+

Canal: Zoom
Inscrições pelo Sympla

Sinopse da atividade: A campeã nacional e jurada da CCXP Thais Yuki ministra uma oficina de cosplay ao vivo, ensinando técnicas de construção de acessórios com a oficina de elaboração de circuito de LED para iluminar armaduras e outros props.

Sobre Thaís Jussimmais conhecida como Yuki Lefay, é uma referência do cosplay nacional. Durante anos venceu diversos concursos em todo o país, e foi  representante brasileira no WCS Japão. Cenógrafa, figurinista, maquiadora profissional e produtora atuante principalmente no mercado publicitário e de eventos, também é sócia da Cosplay Art, empresa responsável pela organização e curadoria das atividades de cosplay dos maiores eventos do país. Frequentemente convidada a participar e julgar concursos em grandes eventos por todo o mundo, Yuki conta com mais de 70 cosplays realizados, e diversos títulos acumulados. Por sua vasta experiência e conhecimento nas mais diversas áreas do cosplay, é jurada de concurso de cosplay e consultora em eventos como CCXP, BGS, GameXP, Geek City, entre outros.

– 20/05, às 18h: Bate Papo – Dublagem em filmes, games e animações com Melânya Fiaux e Luciano Vivacqua (BR)

Transmissão ao vivo no canal do YouTube e Twitch TV do Museu, com tradução em LIBRAS.

Sinopse da atividadeA dublagem é umas das principais profissões ligadas ao entretenimento e que desperta muita curiosidade entre os fãs de jogos, filmes e animações. Na live, os dubladores profissionais Melânya Fiaux e Luciano Vivacqua contam mais sobre a profissão, como se tornar um dublador e técnicas de dublagem.

Convidados:

– Luciano Vivacqua é Bacharel em Literatura pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP, 2003) e Ator pelo Centro de Formação Artístico e Tecnológico (CEFART, 2006). Dublador e diretor de dublagem há mais de dez anos, Luciano tem seus trabalhos como dublador e voice over exibidos em canais como SBT, HBO, AMC, Netflix, Paramount, Studio Universal, National Geografic, entre outros. Como diretor de dublagem, já contabilizou mais de uma centena de filmes dirigidos em versão brasileira, desde voice over, passando por desenhos animados, séries, longas e curtas metragens. 

– Melânya Fiaux (Mel) é professora de inglês, tradutora, atriz e dubladora. É cosplayer desde 2006 e trabalha apresentando eventos em Belo Horizonte e região desde 2013. Melânya faz parte da equipe organizadora do “Museu é Nerd” desde sua primeira edição.

– 20/05, às 19h30 – Premiação – Concurso Cosplay (BR)

Informações sobre regras de participação e premiação serão informadas no Instagram do MM Gerdau – Em breve

Transmissão ao vivo no canal do YouTube e Twitch TV do Museu, com tradução em LIBRAS.

Jurados: Paula Kamei (jurada do WCS Belo Horizonte), Júlio Shirou (vencedor da CCXP 2019) e Nando Grey (representante do Brasil no Mundial de Cosplay WCS).

Bios jurados:

– Júlio Shirou (BR): Júlio César, cosplayer mineiro, conhecido no meio cosplay como “Shirou” e praticante do hobby desde 2007. A parte que mais gosto do cosplay é o play (performance), representar uma cena em palco retratando meus personagens favoritos. Sou também apaixonado pela criação artística de props para cosplay das mais diversas técnicas, formas e materiais. Os trabalhos que mais me inspiram estão diante do cenário competitivo pois posso atrelar o amor ao cos e ao play de maneira completa.

– Nando Grey (BR): Cosplayer desde 2010, 4 vezes finalista do world cosplay summit Brasil, e campeão brasileiro em 2014, representando o Brasil no Japão em 2015. Além de competidor, também atua como jurado desde 2014, tendo integrado o júri de dezenas de concursos em diversos estados brasileiros.

– Paula Kamei (BR): Olá, sou Kamei, sou cosplayer e frequento eventos geek desde 2008. Com o passar dos anos aprendi a produzir meus cosplays, costurar, fazer props, estilizar perucas, maquiagem e muito mais. O hobby me ajudou tanto pessoalmente como profissionalmente, trabalhei em muitos eventos e ações como cosplayer. Fico muito feliz de ser novamente convidada pelo O Museu é Nerd para ser júri do concurso cosplay!

Trilha: Preload – 21/05

Recorte curatorial: Em jogos, o game preloading é a possibilidade de se realizar a descarga/download dos jogos antes de eles estarem disponíveis. No Preload da Semana Nacional de Museus,  jogo e animação são partes da reflexão sobre o futuro dos museus. Em um universo de realidades estendidas e ampliadas, a virtualização e a digitalização são também a gamificação das artes, das ciências e da vida? Há mais de oitenta anos o historiador Johan Huizinga escreveu sobre o homem e o jogo. Em seu livro Homo ludens: o jogo como elemento da cultura (1938), ele fala sobre o homem que transcende o sapiens, o faber e passa a ser ludens. Para o historiador “é no jogo e pelo jogo que a civilização surge e se desenvolve”.

– 21/05, às 14h30: Workshop – Japonês com Tsuyoshi (BR)

Sinopse da atividade: O professor do Centro de Língua Japonesa de BH, Tsuyoshi, apresenta uma aula online em que ensina o básico da língua japonesa para os participantes. Exibição de trechos curtos, de menos de 20 segundos, de animações japonesas e páginas de quadrinhos para contextualização da aula.

Duração: 1h

Canal: Zoom

Quantidade de participantes: 20

Faixa Etária: 13+

Inscrições pelo Sympla

Professor: Renato Tsuyoshi é professor de língua japonesa há 12 anos, tendo atuado na escola modelo de língua japonesa de Minas Gerais e é um dos fundadores do Centro de Língua Japonesa de Belo Horizonte. Em 2014 foi para o Japão como bolsista do programa JICA para formação de professores de japonês. Suas aulas tem como foco a cultura japonesa associada ao aprendizado da língua.

– 21/05, às 16h – Ceci n’est pas une mouche – Isto não é uma mosca, com Carlos Fraiha (CA)

Mediação: Karla Danitza

Transmissão ao vivo no canal do YouTube e Twitch TV do Museu, com tradução em LIBRAS.

Sinopse da atividadeCeci n’est pas une mouche – Isto não é uma mosca, traz um bate papo sobre a animação que conta o percurso do belo-horizontino Carlos Fraiha, animador profissional desde 2008. Ceci n’est pas une mouche – Isto não é uma mosca talvez seja uma aventura sobre o imaginário nos museus. Carlos integrou a equipe vencedora do Oscar de efeitos especiais de 2017, por Mogli: o menino lobo. Em 2021 concorre ao Oscar com A Caminho da Lua como melhor longa de animação.

ConvidadoCarlos Fraiha é animador profissional desde 2008, com passagem por alguns dos principais estúdios do mundo na área, como a Industrial Light & Magic e Weta Digital. Atualmente faz parte da equipe de animação da Sony Pictures Imageworks, no Canadá. Entre seus trabalhos estão os filmes Guardiões da Galáxia, Vingadores: Guerra Infinita, Mogli, O Hobbit, Planeta dos Macacos: A Guerra, Jurassic World: Fallen Kingdom, e o longa de animação A Caminho da Lua.

– 21/05, às 18h – Mundo acessível com Christian Bernauer | AbleGamers (BR) + Lucas Ramon | Educativo MM Gerdau

Mediação: Mateus Nogueira

Transmissão ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

Sinopse da atividade: Em preload, a acessibilidade e a inclusão são discutidas em colaboração com a AbleGamers, que trata especificamente do desenvolvimento de suportes para atendimento às diversidades das Pessoas com Deficiências. Nesse encontro, o museu lança o seu Librário Digital, um jogo de libras que ensina a todos a Língua Brasileira de Sinais – LIbras.

ConvidadoChristian Bernauer | AbleGamers (BR) | Representante da AbleGamers no Brasil, instituição que há mais de 15 anos atua para tornar videogames mais acessíveis para pessoas com deficiência (PcD). Desde 2017 organizando eventos para arrecadar fundos para a AbleGamers e discutindo o tema de acessibilidade em videogames. Ex-apresentador do Xbox Drops e Sextou Xbox, programas do canal oficial de Xbox Brasil no Youtube. Ex-redator no blog Nós Nerds. Idealizador da campanha Rod In Brazil, que mobilizou a comunidade de Xbox para trazer Rod Fergusson, diretor da franquia Gears of War para a BGS 2018.

ConvidadoLucas Ramon – Educativo MM Gerdau | Lucas Ramon é cartunista e surdo brasileiro. Apresentou desenhos no Festival Internacional de  Quadrinhos em 2015 sobre os Três Patetas Surdos. Após este evento passou a ministrar palestra em quase todos os estados no Brasil com o mesmo tema. Aos 25 anos de idade, se profissionalizou em desenho, curso ofertado pela Casa dos Quadrinhos, em Belo Horizonte, onde conheceu o mundo das histórias em quadrinho e animação Cartoon Network, onde se apaixonou. O livro “Três Patetas Surdos” foi lançado no Bienal Minas Gerais em 2016. Lucas também fez exposição de seus desenhos na Gibiteca de Curitiba; deu entrevistas para emissoras de TVS Rede Minas, Record e outras; foi convidado para participar do dia dos quadrinhos em Belo Horizonte-MG (2016, 2017 e 2018), e lançou o livro “Os Dinossauros Sobrevivem”, que até 2021 já alcançou 1720 unidades vendidas.

– 21/05, às 19h – Sertão Profundo e o game brasileiro “Lampião Verde – A maldição da botija” com Rubem Medeiros

Mediação: Luciano Jorge

Transmissão ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

Sinopse da atividade: Nascido em Campina Grande, na Paraíba – “Lampião Verde – A maldição da botija” é um jogo brasileiro inspirado no herói Lanterna Verde. O game é um passeio pelas culturas nordestinas do sertão e os imaginários nas histórias de Lampião. Em um pequeno trecho sobre o desenvolvimento, que a turma do Narsvera mantém updates sobre o processo de criação, há indicações dos caminhos do que veremos no game. Já Sertão Profundo é um jogo de ação e aventura ambientado num universo fantástico inspirado no imaginário da cultura nordestina. Com jogabilidade que conta com exploração, combates e puzzles, o jogo conta a história de um Lampião moribundo que vai entrar nesse novo mundo e tentar refazer seu bando enquanto lida com seu passado de terror.

Convidados:

– Rubem Medeiros | Sertão Profundo (BR) | Rubem Medeiros é graduado e mestre em Engenharia Elétrica, tendo também cursado Composição Musical. Além de professor na área de Computação e presidente da Associação Paraibana de Games, atua principalmente como diretor no estúdio Narsvera, desenvolvendo jogos e aplicações interativas com viés mais artístico e cultural.

  • Luciano Jorge (BR) | Professor da rede pública de Belo Horizonte e do Estado de Minas Gerais. Luciano também é membro do Observatório da Discriminação racial no Futebol e contribui com o Jornal Empoderado. Seus trabalhos passam pelo Ensino da Educação Física, mundo nerd, futebol e questões raciais e temas correlatos

AGENDA – SEMANA NACIONAL DOS MUSEUS – O MUSEU É NERD

TRILHAS

Universos estendidos e ampliados

Quarta-feira, dia 19 de maio

10:00  The GDMC Competition – A Inteligência Artificial e a experiência Minecraf  – Prof. Claus

Aranha | Universidade Tsukuba (JP) – Transmissão ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

14:30   Visita Virtual Mediada com o Educativo – Entre Blocos e Picaretas: uma visita craftada – Plataformas Zoom ou Meeting, com tradução em LIBRAS.

19:00  Museu sem Paredes – Prof. Gabriel Menotti | UFES (BR-CA) –  Transmissão ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

20:00  NFTs e CryptoArt, a Arte em um universo intangível e não fungível – Mônica Rizzoli e Shima Hirokazu Shimabukuro (BR) –Transmissão ao vivo no canal do YouTube e na Twitch TV do Museu, com tradução em LIBRAS.

21:00  Streaming Games – Among us com Canal RZero, GM Station Oficial, Capitão Serket (BR) – Na Twitch TV do MM Gerdau

Universo Nerd e cosplays

Quinta-feira, dia 20 de maio

15:00  Workshop – K-Pop com Giulia Chan (BR) – Plataforma Zoom

Inscrições:https://www.sympla.com.br/workshop—k-pop-com-giulia-chan-br__1211101

16:00  Workshop – Cosplay com Thaís Yuki (BR)- Plataforma Zoom

Inscriçõeshttps://www.sympla.com.br/workshop—cosplay-com-thais-yuki-br__1211140 

18:00  Bate-papo – Dublagem em filmes, games e animações com Melânya Fiaux e Luciano

Vivacqua (BR) – Transmissão ao vivo no canal do YouTube e Twitch TV do Museu, com tradução em LIBRAS.

19:30  Premiação – Concurso Cosplay (BR) – Transmissão ao vivo no canal do YouTube e Twitch TV do Museu, com tradução em LIBRAS.

Preload

Sexta-feira, dia 21 de maio

14:30  Workshop – Japonês com Tsuyoshi (BR) –  Plataforma Zoom

Inscrições: https://www.sympla.com.br/workshop—japones-com-tsuyoshi-br__1211165 

16:00  Ceci n’est pas une mouche – Isto não é uma mosca com Carlos Fraiha (CA) – Transmissão ao vivo no canal do YouTube e Twitch TV do Museu, com tradução em LIBRAS.

18:00  Mundo acessível com Christian Bernauer | AbleGamers (BR) + Lucas Ramon – Educativo

MM Gerdau – Transmissão ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

19:00  Sertão Profundo e o game brasileiro “Lampião Verde – A maldição da botija” com Rubem Medeiros – Transmissão ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

:: SOBRE O MM GERDAU O MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal ::

 |@mmgerdau |  

MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, integrante do Circuito Liberdade desde 2010, é um museu de ciência e tecnologia que apresenta de forma lúdica e interativa a história da mineração e da metalurgia. Em 20 áreas expositivas, estão 44 exposições que apresentam, por meio de personagens históricos e fictícios, os minérios, os minerais e a diversidade do universo da Geociências.

O Prédio Rosa da Praça da Liberdade, sede do Museu, foi inaugurado em 1897, juntamente com Belo Horizonte. Tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (IEPHA), o edifício passou por meticuloso trabalho de restauro, que constatou que a decoração interna seguiu o gosto afrancesado da época, com vocabulário neoclássico e art nouveau.  O projeto arquitetônico para a nova finalidade do Prédio Rosa, que já foi Secretaria do Interior e da Educação, foi feito por Paulo Mendes da Rocha e a expografia, que usa a tecnologia como aliada da memória e da experiência, foi de autoria de Marcello Dantas.

O MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal é patrocinado pela Gerdau, via lei Federal de Incentivo à Cultura, com o apoio da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM).

Gostou da nossa matéria “O Museu é Nerd! é destaque da programação de maio do MM Gerdau – Museu das Minas“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.090 outros assinantes

Workshop e palestras do festival Virtuosi

Seguindo até o dia 28 de março de forma online, a programação formativa do XXIII Virtuosi Virtual reserva momentos de reflexão e conversas a respeito da música de câmara e de aspectos de interpretação e composição musical. Com acesso gratuito e possível de se assistir pelo Facebook e pelo Zoom. O evento também contará com recursos de tradução em LIBRAS, para a série Virtuosi Diálogos Virtuais, nas Palestras “O Quarteto de Cordas” com Marcelo Jaffé e “A Interpretação Musical e a Subjetividade” com Marisa Rezende.

A programação do evento é completamente gratuita e ao longo dos dias, em qualquer lugar do mundo, o público poderá conferir uma rica programação de concertos e recitais exclusivos em suas casas, através do: www.virtuosi.com.br.

Ministrado pelo professor Sérgio Barza, o Virtuosi Diálogos Virtuais apresenta elementos gerais de como compositores buscam criar ordem e inteligibilidade em suas obras no decorrer da história da música. Até a quarta-feira (18), o workshop apresenta repertórios musicais variados através de um modelo tripartite baseado na ideia musical, projeto composicional, no material e na técnica composicional.

Com um profundo conhecimento musical, o violista Marcelo Jaffé que comanda o programa “O Prazer da Música” desde 2010 na Rádio Cultura FM, fala a respeito dos Quartetos de Cordas na história, na próxima segunda-feira (22). Na terça (23), a compositora e pianista Marisa Rezende apresenta relatos sobre suas obras buscando vínculos entre decisões subjetivas e as tarefas da interpretação musical no momento da performance.

A programação do evento foi aprovada pela Lei Aldir Blanc e Sistema de incentivo à Cultura da Prefeitura do Recife.

Link para as palestras: https://us02web.zoom.us/j/85271075209?pwd=U08yc2dWV0VZVWdhT1IxVFRHNVJOdz09

SERVIÇO:

INCLUSIVO: WORKSHOP E PALESTRAS DO FESTIVAL VIRTUOSI CONTAM COM RECURSOS DE ACESSIBILIDADE

Até o dia 28 de março

Gratuito

Inscrições:  www.virtuosi.com.br

Apresentação: Lei Aldir Blanc, Fundarpe, Secretaria de Cultura, Governo de Pernambuco; Prefeitura do Recife

Incentivo: pelo Sistema de Incentivo à cultura, da Prefeitura Municipal do Recife

Patrocínio: STN , Excelsior Seguros, Uninassau

Produção: CODA

Realização: Virtuosi, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal.

Informações: 3203 6023

www.virtuosi.com.br

Assessoria de Imprensa:

Mexe Mexe Comunicação

Luma Araujo – (81) 9 8532.6635 / lumali.araujo@gmail.com

Gostou de “Workshop e palestras do festival Virtuosi?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 1.090 outros assinantes