Funcionamento de órgãos estaduais no Dia da Consciência Negra

Alguns serviços no estado de São Paulo poderão apresentar alterações na grade de horários nesta sexta-feira (20)

Em razão do feriado do Dia da Consciência Negra, nesta sexta-feira (20), alguns serviços públicos em órgãos estaduais poderão apresentar mudanças na grade de funcionamento. Vale destacar os serviços online oferecidos por vários órgãos no período, também em função da pandemia de COVID-19.

Veja como ficam os horários programados para serviços estaduais:

Poupatempo

As unidades do Poupatempo em todo o Estado funcionarão normalmente nesta sexta-feira (20), data em que se comemora o Dia da Consciência Negra. Para ser atendido, é preciso agendar horário pelo portal www.poupatempo.sp.gov.br ou aplicativo Poupatempo Digital.

Após fechamento temporário, devido à pandemia do novo coronavírus, os postos do programa foram reabertos gradativamente, com a adoção de medidas preventivas e protocolos sanitários, seguindo as diretrizes do Plano São Paulo, para minimizar os riscos de transmissão e garantir a segurança da população e dos colaboradores.

A capacidade de atendimento foi readequada em todas as unidades, priorizando serviços que necessitam da presença do cidadão para serem concluídos, como solicitação de RG, transferência interestadual e mudança de características do veículo, por exemplo.

Outras, mais de 90 opções, como a primeira e segunda vias da CNH, renovação da habilitação, solicitação da Carteira de Trabalho, seguro desemprego, licenciamento, IPVA, e transferência de veículo, devem ser feitas de forma remota, pela internet, nas plataformas digitais do programa.

Para entrar nos postos do Poupatempo é obrigatório ter horário agendado, fazer uso de máscara, realizar medição de temperatura, higienização das mãos com álcool em gel e dos calçados com tapete sanitizante.

A manutenção do distanciamento entre as pessoas foi reforçada com sinalização nos bancos de espera, marcações no chão e orientação. A presença de acompanhantes só é permitida somente em casos de crianças, idosos ou pessoas com deficiência.

Todas as informações, endereços e horários de funcionamento dos postos podem ser consultadas no site www.poupatempo.sp.gov.br.

Saúde

A Secretaria de Estado da Saúde divulga a dinâmica de funcionamento dos serviços de saúde durante o feriado de sexta-feira (20), Dia da Consciência Negra, na cidade de São Paulo. Os hospitais estaduais manterão o funcionamento normal para atendimento às urgências e emergências, tanto nos prontos-socorros como nos setores de internação e centros cirúrgicos.

As unidades da Fundação Pró-Sangue permanecerão abertas normalmente na sexta-feira (20), ficando fechados somente os postos de Barueri e Stella Marris, que retornarão com o funcionamento na segunda (23). No sábado (21) só os postos das Clínicas e de Osasco farão atendimento. O posto das Clínicas funcionará das 8h às 17h, e a unidade de Osasco das 8h às 16h. Para a realização da doação na sexta e no sábado, é necessário fazer o agendamento online em um dos postos. O agendamento pode ser feito pelo site http://www.prosangue.sp.gov.br ou pelo link prosangue.hubglobe.com.

As Farmácias de Medicamentos Especializados, conhecidas como “de alto custo”, também terão funcionamento especial nesta sexta-feira (confira tabela abaixo).

Instituto Paulista de Geriatria e Gerontologia (IPGG), na Zona Leste, não funcionará na sexta-feira (20), retornando o atendimento a partir da segunda-feira (23). O Centro de Referência ao Idoso (CRI Norte) abrirá normalmente na sexta-feira, das 7h às 17h e no sábado (21) das 8h às 14h.

Os atendimentos nos Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs) ocorrerão normalmente em todas as unidades na sexta-feira (20). O funcionamento ocorrerá normalmente neste sábado (21), nas unidades que têm atendimento previsto no programa “Filho que ama leva o pai ao AME”: Américo Brasiliense, Araçatuba, Barretos-Geral, Bauru, Caraguatatuba, Carapicuíba, Franca, Jundiaí, Mauá, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Ourinhos, Praia Grande, Presidente Prudente, Promissão, Rio Claro, Santos, São João da Boa vista, Sorocaba, São José do Rio Preto, Taboão da Serra, Tupã, Votuporanga; na capital, o Barradas (Heliópolis) e o Centro de Referência do Idoso na Zona Norte (CRI Norte).

CETESB

Na CETESB não haverá expediente nesta sexta-feira (20). Será mantido o plantão para situações de emergência, feito pelas agências ambientais e equipe de atendimento a emergências da Cetesb para reclamações da comunidade, mortandade de peixes e acidentes com produtos químicos, entre outros.

Banco do Povo

unidade da Boa Vista, na capital paulista, estará fechada nesta sexta-feira (20). Em relação aos municípios, cada unidade obedecerá as determinações das respectivas prefeituras.

Jucesp

Fechado.

PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador)

Fechado na capital. No interior, é recomendado que o munícipe consulte diretamente o PAT da cidade.

Procon-SP

O Procon-SP informa que, devido ao feriado em comemoração ao Dia da Consciência Negra e determinação do decreto estadual número 65.297, as audiências, setor administrativo, Ouvidoria, atendimento eletrônico assim como os Núcleos Regionais não funcionarão nesta sexta (20).

Os postos de atendimento pessoal dentro dos Poupatempos Sé, Santo Amaro e Itaquera, assim como no posto avançado no 8º DP Brás, funcionarão normalmente por meio de agendamento (faça aqui).

O Atendimento telefônico (151) está suspenso durante o período de quarentena. O aplicativo do Procon-SP funciona ininterruptamente para consultas e reclamações. A abertura dos Procons municipais fica a critério da administração municipal.

CDHU

Amanhã, dia 20 de novembro, o expediente é normal. Portanto, as gerências regionais e os postos de atendimento funcionarão normalmente, com exceção dos locais onde há feriado municipal. No sábado, não há expediente

Museu Casa de Portinari promove live em homenagem à cultura negra

Atividade acontece nesta sexta-feira (20), Dia Nacional da Consciência Negra, com participação da artista Con Silva

Dentre as datas comemorativas e de reflexão do calendário, uma das mais importantes será nesta sexta-feira (20): o Dia Nacional da Consciência Negra. Para homenagear e refletir sobre as premissas da celebração, o Museu Casa de Portinari, instituição da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela ACAM Portinari, promove, às 12h, uma live com a artista Con Silva.

Instrutora de artes, jurada de Carnaval e ativista do Movimento Negro, Con já ministrou palestras em instituições públicas e privadas abordando diversos temas da cultura afro nacional. Na live, ela falará sobre a cultura e a negritude brasileira.

Na programação semanal ainda será possível conferir o vídeo sobre o projeto de história oral do equipamento, o Poéticas da Memória. Entre os participantes estão pessoas que fizeram parte do convívio da família Portinari e de seu mais ilustre membro, moradores de Brodowski que guardam memórias da formação da cidade, seus costumes, tradições, problemas sociais, fauna, flora entre outros.

“Esse é um projeto que o Museu Casa de Portinari realiza há mais de 20 anos. É uma ferramenta importante para captação, salvaguarda e difusão desse acervo histórico”, explica Cristiane Patrici, gerente do equipamento.

Para acessar os conteúdos basta curtir as redes sociais do Museu Casa de Portinari (@museucasadeportinari) ou ficar ligado na página especial do Cultura em Casa: www.museucasadeportinari.org.br/culturaemcasa.

Jornal Grande ABC

Museu Casa de Portinari

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 1.429 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Fábricas de Cultura celebra mês da Consciência Negra

Atividades são conduzidas pela temática que atravessa o mês de novembro no país e promove reflexão sobre o tema

Durante o mês de novembro, as Fábricas de Cultura, equipamentos da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo e gerenciadas pela Poieis, apresentam uma extensa programação dedicada ao mês da Consciência Negra. As atividades são gratuitas e on-line e acontecem pelas plataformas das Fábricas de Cultura no Facebook, YouTube e Instagram sem necessidade de inscrição.

Na atividade Memória e História: Uma conversa sobre Tula Pilar, será celebrada a trajetória de Tula Pilar. A escritora mineira, chegou à São Paulo motivada por trabalho e em sua trajetória imprime o “ser Carolina” deste país. Tula é autora de livros “Palavras Inacadêmicas”, produzido de forma independente em 2004, e “Sensualidade de fino trato”, publicado pelo selo do Sarau do Binho em 2017. A conversa acontecerá no dia 18 de novembro, quarta-feira, às 15h no YouTube.

Em História Cantada: Olêlê – Uma cantiga da África, por meio de brincadeiras musicais e histórias cantadas do universo infantil, será apresentada a canção Olelê. A história encoraja as crianças a encarar os desafios da vida e a entender e respeitar os fluxos da natureza e os que vieram antes de nós. A exibição da atividade acontecerá no dia 19 de novembro, quinta-feira às 15h, pelo YouTube. No mesmo dia, será apresentado às 19h pelo Facebook o livro O Nômade por meio de um vídeo realizado por Gaspar, autor da obra e integrante do grupo Z’África Brasil.

Casa verde, território negro tem como objetivo apresentar o livro “Casa Verde, uma pequena África paulistana” de Tadeu Kaçula, que narra as manifestações culturais do bairro da Casa Verde e a forte influência das manifestações de matriz africana para a construção deste território, evidenciando a importância de reafirmar territórios negros na cidade de São Paulo. A atividade estará disponível no YouTube no dia 20 de novembro, sexta-feira, às 11h. Às 15h, o Quiz da Memória apresentará célebres personalidades negras brasileiras em um jogo para exercitar a memória sobre o protagonismo negro.

Na Oficina Comicidade Negra, a Cia Trupe Liuds introduzirá os participantes no universo da palhaçaria. Serão apresentados aspectos da dramaturgia, musicalidade, história e construção corporal do palhaço, sob um olhar de quebra de estereótipos da população negra, estimulando a crítica pelo riso (comicidade). Pelo YouTube, a atividade será disponibilizada às 15h do dia 20 de novembro, sexta-feira.

O desfile virtual Africanidade: África através dos panos, abordará o pertencimento do corpo negro no cenário da moda, por meio da ancestralidade, identidade, memórias coletivas, cultura, com o intuito de fazer da moda a mola propulsora como ferramenta do processo Corpo Manifesto. No desfile, serão apresentadas as marcas independentes Makida e Femi. O desfile será exibido no Facebook no dia 20 de novembro, sexta-feira, às 17h.

Em seguida, às 18h pelo YouTube, o grupo musical paulistano Senzala Hi-tech fará um pocket show em um repertório que une o o hip-hop à influências musicais do funk/soul, samba, reggae, dub e sons da África às Américas. A identidade visual do grupo é inspirada em referências do Afrofuturismo, movimento estético-artístico que valoriza a ancestralidade africana na formação das culturas afro diaspóricas e suas conexões com o futuro através da arte.

Os artistas que constroem o CITA – Canto de Integração de Todas as Artes, se unem em uma vídeo performance para refletir sobre a consciência negra a partir do olhar para a ancestralidade e o fazer artístico do território. Esse trabalho busca observar sobre como as raízes profundas que temos, literais ou não, seguem fortificando nossas trajetórias. O trabalho será apresentado no Facebook dia 21 de novembro, sábado, às 19h.

O Cine Raiz Forte exibirá três episódios da websérie Raiz Forte acompanhados da fala da diretora Charlene Bicalho. O projeto propõe sensibilizar o público a respeito da temática étnico-racial, contribuindo com o combate ao racismo cotidiano, e promover reflexões sobre o respeito às diferenças, visando a construção de processos de educação antirracista. Os episódios serão transmitidos pelo IGTV, no Instagram das Fábricas de Cultura, às segundas-feiras, 23 e 30 de novembro e 7 de dezembro, às 18h.

Em Representatividade Negra na Palhaçaria, o objetivo é apresentar palhaças e palhaços negros e suas representatividades. Com a proposta de compartilhar informações sobre projetos e pesquisas negras dentro da comicidade brasileira, o encontro virtual trará conhecimentos importantes para a pesquisa artística dentro da Palhaçaria. O encontro acontecerá na segunda-feira, dia 23 de novembro, às 11h pelo YouTube.

No vídeo É preciso falar de Lélia Gonzalez, será exibida a trajetória e biografia da militante, dilósofa, historiadora, antropóloga, política e intelectual Lélia Gonzalez que contribuiu fortemente para a história afro-ameríndia. O vídeo será exposto no dia 23 de novembro, segunda-feira, às 15h pelo YouTube.

A oficina de Máscaras Africanas tem como objetivo trabalhar o senso criativo utilizando como referência a cultura Africana, com variados modelos para enfeitar o ambiente com essa arte milenar. A atividade será exibida pelo YouTube no dia 27 de novembro, sexta-feira, às 15h.

O projeto Filosofia do Samba visa apresentar, por meio de produções audiovisuais, análises de sambas históricos feitos por compositores pretos e como estes, muitas vezes sem uma formação acadêmica tradicional, criaram obras que analisaram a sociedade de maneira tão crítica quanto os maiores pensadores acadêmicos de todas as épocas. O projeto será apresentado no YouTube, no dia 27 de novembro, sexta-feira, às 18h.

O Festival de RAP terá a presença de Winnit que propõe um espaço para o diálogo sobre racismo, amor, superação, e ascensão do povo preto, muito improviso e música. O festival também receberá T Mac, que traduz em música, a experiência de equilibrar os desafios do cotidiano, como pagar as contas, ter condições para o lazer com esposa e família, estudar para gerenciar a carreira, cursar espanhol, estudar canto, e ainda separar uma grana para investir nos custos de música independente. O show será exibido pelo YouTube, no dia 28 de novembro, sábado, às 20h.

A dançarina Jeniffer de Paula apresentará o espetáculo Dançando com o Sagrado, inspirado nos ritmos africanos dos Òrìṣà. A atividade será gravada presencialmente e exibida on-line pelo YouTube no dia 30 de novembro, segunda-feira, às 19h.