Cursos com bolsas de estudos no SENAI, em São Bernardo do Campo

O SENAI Almirante Tamandaré (São Bernardo do Campo) está com cursos gratuitos e com direito a bolsas de estudos. Para todas, é necessário comparecimento presencial na unidade, portando documentos e comprovantes solicitados no ato da inscrição.

Os cursos abertos, todos na modalidade presencial, são os de Instrutor de Qualidade, Metrologia Aplicada à Mecânica, Operação de Máquina CNC, AutoCad 3D e Dashboard em Excel.

Vagas de hoje 18 de março 2021

Pensando em mudar de carreira ou se preparar melhor para entrevistas de emprego? Conheça a RC Locus, referência em Recrutamento & Seleção, em todos os níveis.

Quais os requisitos dos cursos?

Instrutor de Qualidade: no mínimo 16 anos de idade e ter concluído o Nível Fundamental.

Metrologia Aplicada à Mecânica: no mínimo 14 anos de idade e ter concluído o Nível Fundamental, além de conhecimentos ou experiências anteriores referentes à Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico.

Operação de Máquina CNC: no mínimo 16 anos de idade e ter concluído o Nível Fundamental. Ainda, ter concluído a qualificação profissional Inspetor da Qualidade ou Operador de Máquina de medir por Coordenadas (Manual) ou Mecânico de Usinagem Convencional ou comprovar conhecimentos e experiências anteriores referentes a esse aperfeiçoamento, adquiridos em outros cursos, no trabalho ou em outros meios informais

AutoCad 3D: no mínimo 16 anos de idade e ter concluído o Nível Fundamental, além de conhecimentos de Informática Básica e AutoCAD 2D adquiridos em outros cursos, no trabalho ou em outros meios informais

Dashboard em Excel: no mínimo 16 anos de idade e ter completado a 5ª série/ano do Nível Fundamental, comprovar conhecimentos e experiências anteriores referentes à Excel adquiridos em outros cursos, no trabalho ou em outros meios informais

Como ter direito a bolsas de estudos?

No ato da inscrição, deve apresentar comprovantes, indicando renda per capita igual ou menor que 1,5 (um e meio) salário mínimo federal, o que corresponde atualmente a R$ 1.567,50, não ser bolsista em outro curso no SENAI-SP e corresponder aos requisitos exigidos para os cursos (acima descritos)

Como se candidatar?

Interessados devem comparecer na unidade, localizada na Avenida Pereira Barreto 456, no Centro de São Bernardo do Campo/SP. Em caso de dúvidas (não há inscrição sem ser presencialmente), há os contatos Telefone: (11) 4331-6050 e e-mail:senaitamandare@sp.senai.br.

Após se inscrever, poderá acompanhar o processo seletivo em http://bolsa.sp.senai.br. Para estes cursos, há apenas a modalidade com bolsas de estudos. Confira em sbc.sp.senai.br/cursos/11/4312/bolsas-de-estudo?bolsa=true informações sobre horários, vagas e conteúdo. Para outros cursos em geral confira em https://sbc.sp.senai.br.

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais abaixo compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Conheça todos nossos canais (Whatsapp, Telegram, Facebook, Buscador): https://jornalgrandeabc.com/inicio/nossas-redes-sociais/

Mais Vagas no Grande ABC

Vagas de hoje 17 de março 2021

Conheça nossa parceria com o site Lista de Vagas. Visite e confira mais vagas verificadas e reais.

Gostou da nossa matéria “Cursos com bolsas de estudos no SENAI“?

Cursos gratuitos com bolsas de estudos no SENAI

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 3.067 outros assinantes

Mackenzie cresce na modalidade a distância e destaque para o presencial

Chat e WhatsApp, utilizados pela primeira vez pela instituição na captação, foram responsáveis pela melhoria do relacionamento em toda a jornada do potencial aluno, Mackenzie cresce na modalidade a distância.

Na contramão do atual cenário do setor de educação superior, conseguindo atingir a mesma meta de 2020 na captação de novos alunos para a graduação presencial, o Mackenzie comemora a estabilidade do momento. Para que obtivesse esses resultados, a Instituição contou com os serviços da Persone Educação (https://persone.com.br/), birô de vendas especializado em conversões de matrículas.

A performance do setor em 2021 sente as consequências da pandemia do novo coronavírus, que atingiu o mundo há mais de um ano. O cenário atual é de queda no índice de alunos ingressantes em faculdades particulares, com uma redução estimada em 13%, comparado ao ano passado, segundo dados do Semesp, divulgados no final de março.

Diante do cenário, a instituição conseguiu não só manter a estabilidade para os cursos de graduação presencial, mas também se destacar nos cursos de pós-graduação a distância. “Entendemos que o fato de mantermos a conversão para graduação presencial, muito parecida com a do ano passado, foi uma grande conquista. A atuação da Persone com as ferramentas de Chat, WhatsApp e telefonia, bem como a gestão dos processos e indicadores utilizando as tecnologias adquiridas pela instituição, contribuíram para que o Mackenzie não só mantivesse, mas melhorasse, a performance na captação de novos alunos”, conta Mariana Alves de Miranda, coordenadora de marketing do Mackenzie.

“Ainda estamos trabalhando junto com o time do Mackenzie para finalizar a automação dos processos que estão suportados pelo CRM, adquirido pela instituição, porém, já é possível identificar uma significativa melhora na gestão dos dados e processos, o que permite o aumento da produtividade, eficiência e controle. E, acima de tudo, procuramos proporcionar aos candidatos uma experiência de atendimento diferenciada, com uma equipe de vendas que atua com uma abordagem consultiva, o que gera engajamento e fortalece o relacionamento com os potenciais alunos”, explica Helen Toyama, CEO e fundadora da Persone Educação, sobre os resultados obtidos.

A tecnologia é um dos pilares na automação e conversão de leads, fundamental para otimizar o processo de captação de novos alunos. Paralelo a isso, é importante ressaltar que a tecnologia é suportada pela definição e implantação de processos, bem como um time qualificado e treinado para utilizá-la.

Em uma comparação com o cenário antes da pandemia, a coordenadora de marketing explica os ganhos com a parceria. “Expandimos a atuação e atenção despendida ao lead, assim como o retorno às necessidades apresentadas por meio das ferramentas de Chat, WhatsApp e formulários, melhorando o relacionamento e o acompanhamento do potencial aluno em toda a sua jornada”.

Além do investimento em tecnologia e aposta em uma empresa que não só fizesse o atendimento aos futuros alunos, mas também que agregasse valor ao negócio, o Mackenzie também teve que traçar rotas e dar andamento a algumas estratégias no que tange ao ensino, como: adquirir plataformas digitais altamente preparadas para as aulas de graduação e pós-graduação, para fornecer aulas on-line ao vivo, com diversas possibilidades de interação, também aumentou a capacidade dos servidores e capacitou o corpo docente, para melhor utilização da tecnologia, além de outras iniciativas.

Sobre o Mackenzie

O Mackenzie é uma instituição centenária construída sobre os pilares da educação, da confessionalidade e da filantropia. Nascido em 1870, já se baseava no ensino de qualidade, sem fazer distinção entre as pessoas e suas origens, investindo no ser humano de maneira integral.

Sua visão cristã reformada permite educar e cuidar das pessoas, criadas à imagem de Deus, para o exercício pleno da cidadania. Voltado para as ciências humanas e divinas, o Mackenzie está comprometido com a responsabilidade social, ambiental, e em constante busca da excelência acadêmica e de gestão.

Hoje, o Mackenzie atua em cinco estados brasileiros e conta com uma infraestrutura crescente, que atende pessoas desde a educação básica até o ensino superior, atuando também na área da Saúde, por meio de hospitais, na Agropecuária e ensino profissionalizante, por meio de suas escolas técnicas e fazenda-escola.

Para cumprir sua missão de cuidado e educação integral, o Mackenzie sempre teve o esporte como uma de suas bases, carregando desde sua origem nomes de destaque em diversas modalidades, e expandindo ano a ano os investimentos em atletas olímpicos e paralímpicos. O esporte é parte da história do Mackenzie, e o Mackenzie é, sem dúvida alguma, um protagonista na história do esporte.

Em seu projeto estratégico de expansão, a Instituição traçou novos rumos, que permitiram ao Mackenzie alcançar novas cidades e estados brasileiros, contando agora com dois hospitais, uma faculdade de medicina, além das escolas técnicas e fazenda-escola, reforçando ainda mais sua atuação na área da Saúde, Agropecuária e Educação. Para além do preparo de profissionais, o Mackenzie se preocupa integralmente com pessoas.

Sobre a Persone

Empresa de soluções em atendimento e vendas, formada por profissionais que atuam há mais de 18 anos nos segmentos de Tecnologia e Educação, fornece consultoria e outsourcing de processos, sistemas e equipe de vendas.

A Persone dispõe de uma equipe especializada em implantação, gestão e execução de operações de vendas, retenção, relacionamento e atendimento ao cliente.

Utilizando as mais diversas tecnologias – sistemas de CRM, CTI, chat, chatbot, inbound, BI, e-mail marketing, SMS e WhatsApp, a Persone executa o processo de vendas do início ao fim.

Gostou da nossa matéria “Mackenzie cresce na modalidade a distância e destaque para o presencial“?

Mackenzie cresce na modalidade a distância e destaque para o presencial
Mackenzie cresce na modalidade a distância e destaque para o presencial. Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 3.067 outros assinantes

Alunos de Pedagogia produzem videoaula sobre a cultura indígena

Material foi elaborado em atividades voltadas ao Projeto Integrador; tema é direcionado ao 5º ano do Ensino Fundamental

Os futuros pedagogos Aline Fornaziere, Ester de Carvalho, Giovanna Taglianetti, Hosana do Nascimento, Maria Alice Caporicci, Rosiane Ferreira e Sérgio Wefer, do polo UNICEU Alvarenga, na capital, da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), trabalharam no Projeto Integrador (PI) do segundo semestre de 2019 um tema relevante no resgate da cultura: os povos indígenas.

Com a tutoria de José Luiz Pereira, o grupo apresentou a proposta “Cultura Indígena: desenvolvendo a percepção de espaço e tempo, por meio de videoaula com alunos do 5º ano do Ensino Fundamental”.

A iniciativa surgiu após os alunos receberem a tarefa de aprimorar o ensino de História e Geografia nos anos iniciais de aprendizado. Após pesquisas e atividades com estudantes de três escolas municipais da zona sul de São Paulo, eles identificaram pouco conhecimento sobre a comunidade indígena e a influência dela na sociedade.

“Concluímos que as crianças precisam ser inseridas no universo da cultura indígena de forma mais profunda. É necessário que conheçam esses povos, mas, acima de tudo, aprendam a valorizar e respeitar sua história, visto que umas das finalidades da escola é formar para a cidadania”, afirmou o grupo no relatório final do PI.

Ferramentas audiovisuais

Para atingir de forma mais eficiente o público-alvo do projeto, a equipe produziu a videoaula “Indígenas do Brasil, ontem, hoje e amanhã: uma viagem no tempo”. De acordo com a turma, os pequenos estudantes são nascidos na era digital e o uso de ferramentas audiovisuais facilita o aprendizado. “Com a comunicação digital, a escola pode se apropriar de novos meios para promover aprendizagem e compartilhar conteúdos”, escreveram os alunos.

Segundo o relatório final do PI, a atividade gerou retorno positivo das professoras das escolas municipais. “Elas identificaram no trabalho potencial para refletir sobre as questões relacionadas ao espaço e tempo, oportunidade para aprofundar os conhecimentos sobre a temática indígena, além da possibilidade de utilizar um material didático de alta aceitação pelos alunos”, citaram os estudantes no documento.

Congresso de Iniciação Científica 2020 da Unesp será virtual

Inscrições para a iniciativa da Universidade Estadual Paulista permanecerão abertas até o dia 20 de setembro

O Congresso de Iniciação Científica chega à 32ª edição com inovações. Neste ano, a fase local realizada nas 34 unidades da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e a fase final serão realizadas de forma totalmente virtual, por causa da pandemia de COVID-19. A ideia foi manter a tradição de mais de três décadas da iniciativa.

De acordo com reportagem do Portal da Unesp, os estudantes interessados em participar têm até o dia 20 de setembro para realizar a inscrição, por meio do site https://www.even3.com.br/xxxiicicunesp/.

Em 2020, o processo de registro será realizado em duas etapas: primeiro, com o cadastramento do alunos; depois, com o envio do pôster, da mesma forma como ocorreu no ano passado, e o resumo do trabalho.

A 1ª fase acontecerá nos dias 20, 21 e 22 de outubro de 2020. A 2ª fase será realizada nos dias 24 e 25 de novembro de 2020. Participarão da 2ª fase os 250 alunos selecionados na 1ª fase e indicados pelos presidentes das Comissões Permanentes de Pesquisa das Unidades Unesp.

São Paulo é o estado mais competitivo do país, diz estudo

Ranking de Competitividade dos Estados avalia as 27 unidades da federação em 10 pilares temáticos; SP é o mais bem avaliado pelo sexto ano

O estado de São Paulo classificou-se em primeiro lugar no Ranking de Competitividade dos Estados de 2020, elaborado pelo Centro de Liderança Pública – CLP.

Em sua sexta edição, o ranking analisa a capacidade competitiva de todos os estados brasileiros e o Distrito Federal em 65 indicadores, agrupados em dez pilares temáticos: infraestrutura, sustentabilidade social, segurança pública, educação, solidez fiscal, eficiência da máquina pública, capital humano, sustentabilidade ambiental, potencial de mercado e inovação. Santa Catarina, Distrito Federal e Paraná são os próximos colocados.

Por temas, o estado de São Paulo segue na primeira colocação em infraestrutura, educação e inovação e não perdeu posições em nenhum tema nesta edição em relação a anterior, ao contrário, ganhou posição em sustentabilidade social, segurança pública e solidez fiscal. São Paulo permaneceu na segunda colocação nos pilares de sustentabilidade ambiental e potencial de mercado.

Em infraestrutura, é o mais bem colocado pelo sexto ano consecutivo, desde o lançamento deste ranking. Segundo o estudo, São Paulo se destaca em indicadores como acessibilidade do serviço de telecomunicações, custo de combustíveis, disponibilidade de voos diretos, acesso à energia elétrica e qualidade das rodovias.

Em sustentabilidade social, São Paulo passou da quarta para segunda posição. Na área da segurança pública, São Paulo passou da terceira colocação para a segunda posição. Em sustentabilidade ambiental, segue em segundo lugar.

Dentro dos dez pilares, o estado paulista se destaca em diversos indicadores como em educação, como primeiro colocado no IDEB, ENEM, índice de oportunidade da educação e taxa de frequência líquida do ensino médio. Dentro do pilar potencial de mercado, no indicador de tamanho de mercado, São Paulo segue na liderança.

O Ranking de Competitividade dos Estados foi criado pelo CLP em 2011, com o desenvolvimento técnico a cargo da Economist Intelligence Unit, e busca diagnosticar e dar direcionamentos para a atuação dos líderes públicos estaduais. Segundo o CLP, a competitividade de um estado está diretamente ligada à capacidade de ação dos seus líderes públicos.

Veja o estudo completo em: https://d335luupugsy2.cloudfront.net/cms/files/7589/1600170338Relatrio_Tcnico_2020.pdf.

Conheça as melhores escolas municipais de São Bernardo

O Ministério da Educação divulgou nesta terça-feira (15) os dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) correspondentes ao ano de 2019, incluindo o desempenho das escolas municipais de São Bernardo do Campo, ou seja, daquelas que abrigam estudantes do primeiro ao quinto ano do ensino fundamental.

Em uma escala que vai de zero a 10, o IDEB é um índice calculado, a cada dois anos, a partir de dois componentes: taxa de rendimento escolar (aprovação) e médias de desempenho nos exames padronizados e aplicados pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

Os índices de aprovação são obtidos a partir do Censo Escolar. As médias de desempenho utilizadas são as da Prova Brasil (para IDEB de escolas e municípios) e do SAEB (no caso do IDEB dos estados e nacional).

Apesar dos inúmeros problemas existentes na educação básica, o Brasil alcançou o índice de 5,8, atingindo a meta proposta para os primeiros anos do ensino fundamental, sendo este o melhor nível desde que o indicador foi criado, em 2007.


DESEMPENHO DE SÃO BERNARDO

São Bernardo ficou acima da média nacional, com IDEB de 6,9, mantendo o mesmo índice individual alcançado no último levantamento, realizado em 2017.

Especialistas alertam que, apesar de ser possível realizar uma comparação de desempenho entre as escolas, vale lembrar que cada uma possui suas próprias metas ou é influenciada por diferentes condições, como localização, investimentos realizados e participação da comunidade.

Nas tabelas abaixo, extraídas a partir dos dados do Ministério da Educação, as escolas municipais de São Bernardo aparecem por ordem de IDEB e, na sequência, por ordem alfabética para facilitar a localização.

As colunas trazem os índices dos últimos três levantamentos (2015, 2017 e 2019). Os resultados destacados em verde mostram que a escola atingiu a meta proposta naquele ano.


ESCOLAS MUNICIPAIS – POR ORDEM DE IDEB


ESCOLAS MUNICIPAIS – ORDEM ALFABÉTICA

Legenda:
* Número de participantes no SAEB insuficiente para que os resultados sejam divulgados;
** Sem média no SAEB: Não participou ou não atendeu os requisitos necessários para ter o desempenho calculado;
*** Solicitação de não divulgação conforme Portaria Inep.

Fonte: SÃOBERNARDO.INFO