Salas de cinema do Shopping Metrópole são reabertas ao público

O cinema PlayArte do Shopping Metrópole, em São Bernardo do Campo, retornou às atividades na última quinta-feira (29/4), seguindo rígidas normas e protocolos sanitários em suas salas. Os filmes em cartaz são “Godzilla vs. Kong”, “#Semsaída” e “Tom & Jerry – O Filme”.

A rede PlayArte e o shopping se prepararam para uma retomada segura para espectadores e colaboradores, adotando procedimentos como uso de tapetes sanitizantes, disponibilização de álcool em gel, intervalo maior entre sessões, redução da capacidade das salas, higienização e sanitização dos filtros do ar-condicionado.

Cinemetrópole

O Shopping Metrópole está promovendo o projeto online Cinemetrópole com o ator Thiago Albanese, que dá dicas sobre filmes e seriados no IGTV do Instagram do empreendimento (https://www.instagram.com/shoppingmetropole/channel/). Albanese já gravou para o Shopping Metrópole um conteúdo especial sobre os filmes indicados ao Oscar 2021, por exemplo. Ele atuou recentemente na websérie Pandêmicos, com Carolina Ferraz.

Programação completa PlayArte Shopping Metrópole:

https://shoppingmetropole.com.br/lazer/cinema/

Sobre o Shopping Metrópole: Inaugurado em maio de 1980, o empreendimento conta com 173 operações, entre elas, cinco âncoras (Academia Smart Fit, C&A, Renner, Lojas Americanas e Marisa), quatro restaurantes (Mania de Churrasco, Outback, Si Señor e Pecorino) e nove salas de cinema multiplex PlayArte (três em 3D e 1 Extreme). Em 2008, o shopping foi o primeiro empreendimento da região do ABC a receber a certificação segundo a norma ISO 14001 do seu Sistema de Gestão Ambiental. Endereço: Praça Samuel Sabatini, 200, Centro, São Bernardo do Campo (SP). SAC: 11 4003-7370. www.shoppingmetropole.com.br

Gostou da nossa matéria “Salas de cinema do Shopping Metrópole são reabertas ao público“?

Salas de cinema do Shopping Metrópole são reabertas ao público
Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 998 outros assinantes

Reabertura gradual da economia neste domingo em Santo André

A Prefeitura de Santo André publicou neste sábado (17) decreto com as novas regras de funcionamento dos serviços da cidade, que entrará na fase de transição do Plano São Paulo a partir deste domingo (18). Com as medidas, o município de Santo André começa a reabertura gradual da sua economia, após período de intensificação das restrições para frear o avanço da Covid-19.

“Estamos colhendo os frutos do esforço conjunto de todos os andreenses. As medidas restritivas e a colaboração de cada munícipe surtiram efeito, as internações por Covid-19 estão em queda, o que nos permite de maneira segura e responsável retomar aos poucos as atividades econômicas”, afirmou o prefeito Paulo Serra.

A partir deste domingo está autorizado o funcionamento das atividades comerciais não essenciais, das 11h às 19h, observando-se o limite de 25% de ocupação da capacidade total. As atividades religiosas, que antes estavam suspensas, estarão liberadas até as 21h, também com limite de 25% de ocupação.

Entre os dias 18 e 23 de abril continuarão sem poder funcionar restaurantes e similares, salões de beleza e barbearias, atividades culturais, academias, e também escolas de dança e similares.

De acordo com o decreto, os restaurantes deverão manter fechados os acessos do público ao seu interior, podendo operar apenas pelos sistemas de delivery, retirada e drive-thru, através de realizações comerciais por meio de aplicativos, internet, telefone ou outros instrumentos similares, ficando autorizado o funcionamento do sistema até a meia-noite e o da retirada e do drive-thru até as 19h.

O decreto diz ainda que deverão permanecer em teletrabalho as atividades administrativas não essenciais.

A partir do próximo sábado (24) terá início uma nova etapa da fase de transição, com autorização de abertura de mais serviços.

No período de 24 a 30 de abril ficam autorizados a retomar o funcionamento presencial de suas atividades, observando-se o limite de 25% de ocupação da capacidade total, das 11h às 19h: restaurantes e similares, salões de beleza e barbearias, além de atividades culturais.

Os restaurantes e similares poderão funcionar no sistema delivery entre 19h e 0h. Academias, escolas de dança e similares também estão autorizados a abrir entre 24 e 30 de abril, das 7h às 11h e das 15h às 19h.

Até 23 de abril, todos os parques da cidade continuarão fechados.

Circulação e transporte – De acordo com o decreto do prefeito Paulo Serra, a circulação de pessoas e veículos estará restrita entre 18 e 30 de abril, das 22h às 4h, com exceção dos casos de necessidade, urgência e emergência.

O transporte coletivo municipal seguirá suspenso entre 22h e 4h até 23 de abril.

Veja a íntegra do decreto aqui.

Com informações da Prefeitura de Santo André

Gostou da nossa matéria “Reabertura gradual da economia neste domingo em Santo André“?

Reabertura gradual da economia neste domingo em Santo André
Foto: Alex Cavanha/PSA

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 998 outros assinantes

História de Hopi Hari vira tema de livro

Obra sobre Hopi Hari traça linha do tempo dos 20 anos de história do País Mais Divertido do Mundo

Parque Temático Hopi Hari convida a todos para entrarem em sua cápsula do tempo, com o lançamento do livro Hopi Hari em papel – Um sonho para se ter nas mãos. A obra, escrita por Mariana Penteado, reúne o desenrolar da história do País Mais Divertido do Mundo em seus 20 anos de existência. Em produção independente, a novidade vem em edição física e de tiragem limitada.

O presidente do Parque, Alexandre Rodrigues, conta que a ideia surgiu em conjunto: “Estávamos pensando em algo para imortalizar os 20 anos de história de Hopi Hari. Então, Diego Moura, que, na época, integrava a equipe do Parque, sugeriu a criação do livro e eu aceitei de imediato. Depois disso, comecei os trâmites para viabilizar este projeto, momento em que apareceu a Mariana Penteado. Dessa forma, juntos e todos envolvidos, começamos a concretizar essa obra.”

Por trás da essência mágica e divertida de Hopi Hari estão décadas de trabalho, sonhos de diversas pessoas e o desejo de vencer as adversidades. “O leitor irá encontrar muitas realizações, curiosidades envolvendo celebridades, desafios, tristezas, mas, acima de tudo, alegrias, pois esse livro trata-se puramente de realidade, às vezes lúdico e divertido, outras vezes sério e triste”, comenta Alexandre Rodrigues.

História de Hopi Hari vira tema de livro
Livro Hopi Hari em papel – Um sonho para se ter nas mãos conta história do Parque Temático. CRÉDITO FOTO: ANDERSON TORRES

A autora, Mariana Penteado, explica que a narrativa não quer só despertar as lembranças do Parque, mas também transportar o leitor para a experiência de estar lá: “Nem todo mundo consegue ir ao Parque sempre que dá vontade. Ter o livro é como ter um pedacinho de Hopi Hari nas mãos. Sendo assim, o livro também traz essa magia de mexer com os sentimentos, ele nos leva às melhores lembranças que tivemos no Parque e, até para quem nunca foi, oferece essa oportunidade de estar lá, mesmo que seja em sua sala ou em seu quarto.”

Ao terminar de ler a última das 100 páginas que compõem a obra, Mariana deseja gerar um impacto positivo até para quem nunca foi ao Parque Temático. “Queremos deixar aquele gostinho de quero mais: quero mais histórias, quero mais depoimentos, quero saber mais, quero ir ao Parque. Para quem é fã, queremos dar a oportunidade de tê-lo em sua estante. Para quem não conhece Hopi Hari, queremos atiçar sua vontade de vir, conhecê-lo pessoalmente e se envolver. E, para quem não gosta muito, quem sabe não muda de ideia?”, diz a autora.  

O LIVRO O enredo busca, inicialmente, traçar uma linha do tempo ‘da vida’ de Hopi Hari, desde sua fundação até completar 20 anos de história, baseado em um formato biográfico. Em meio aos acontecimentos, os leitores encontram curiosidades sobre a idealização do Parque, sua localização, a criação do dialeto oficial, entre outras. Depois, cada uma das regiões do Parque – MistieriAribabibaWild West, Infantasia e Kaminda Mundi – dá vida a uma fase histórica dele, com a presença de depoimentos daqueles que levaram a essência do País Mais Divertido do Mundo para suas vidas.

LANÇAMENTO Para a pré-venda, durante o mês de março, a obra custará R$129,90. Também há a opção de adquiri-lo em conjunto com o Passaporti Uni, que dá direito a um dia de diversão em Hopi Hari, pelo valor de R$199,90. A princípio, o livro será vendido pela Central de Vendas, no telefone (11) 4210-4000, com retirada diretamente no Parque. 

Sobre o Parque Temático Hopi Hari 

Localizado no interior paulista, próximo a Região Metropolitana de Campinas, o Parque Temático Hopi Hari conta com infraestrutura completa para receber famílias, escolas, excursões turísticas e amantes de parques de todo o país. Ao todo são cinco regiões temáticas distribuídas em 760 mil metros quadrados. Além disso, conta com um dos teatros mais modernos de São Paulo (Theatro di Kaminda) e a mais rápida montanha-russa da América do Sul (Montezum) e ainda oferece mais de 40 atrações para todas as idades, mais de 20 pontos de alimentos e bebidas (incluindo comida vegana), enfermaria, sanitários, fraldários, área para amamentação e estacionamento para cinco mil veículos.

FICHA TÉCNICA
Hopi Hari em papel – Um sonho para se ter nas mãosIdealização: Alexandre Rodrigues (Presidente de Hopi Hari)
Escrito e editado por: Mariana Penteado
Assistência editorial: Rogério Barbatti e Diego Moura
Projeto Gráfico: Ronaldo L. Vicente
Revisão Técnica: Laila Braghero
Revisão Ortográfica: Denise Santos
Colaboração:  Equipe de Marketing Hopi Hari 

Site www.hopihari.com.br l Facebook/ Instagram/Twitter HopiHari l YouTube hopiharioficial

Gostou de “História de Hopi Hari vira tema de livro?

História de Hopi Hari vira tema de livro
Concentradores de oxigênio. Foto: Divulgação/Internet

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece nas cidades do Grande ABC. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 998 outros assinantes

Reclassificação do Plano São Paulo

O Governo do Estado de São Paulo anunciou, nesta segunda-feira (30/11), a reclassificação do Plano São Paulo, que trata da reabertura gradual da economia. Com a nova classificação, não apenas o Grande ABC, mas todo o Estado de São Paulo passou para a fase 3 – amarela (de flexibilização). Reclassificação do Plano São Paulo

Desde 10 de outubro, a região estava na fase 4 – verde (de abertura parcial), com menores restrições. Os prefeitos do Grande ABC se reuniram, em assembleia geral do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, e decidiram que vão seguir as medidas propostas pelo Governo do Estado. Cada prefeitura poderá, eventualmente, enrijecer as ações de prevenção conforme as peculiaridades de cada município.

A próxima assembleia de prefeitos está marcada para a próxima segunda-feira (7/12), com o objetivo de analisar os próximos dados a serem anunciados pelo governo estadual.

As prefeituras do Grande ABC reiteram que a população deve continuar colaborando com o isolamento social e seguindo os protocolos de higiene, com o objetivo de reduzir a contaminação pelo novo coronavírus e evitar a sobrecarga no sistema de saúde nos municípios.

ELEIÇÕES Reclassificação do Plano São Paulo

As novas restrições foram divulgadas um dia após o segundo turno das eleições municipais, em que o atual prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), foi reeleito com o apoio de Doria. Na fase amarela, muda o horário de funcionamento do comércio e de serviços, além da capacidade de ocupação. A educação não será afetada, de acordo com o governo paulista.

Na semana passada, representantes do Centro de Contingência ao Coronavírus chegaram a recomendar ao governador a adoção imediata de mais restrições, mas ele preferiu esperar. O argumento foi que era necessário aguardar o fechamento da semana epidemiológica, no sábado (28).

“O fato de as regiões regredirem devem representar essa preocupação.” João Gabbardo, coordenador-executivo do Centro de Contingência ao Coronavírus.

30% dos estabelecimentos não vão abrir as portas

Faturamento do setor de bares e restaurantes caiu quase a metade o que fez com que parte dos empresários fechassem os estabelecimentos definitivamente

Após sete meses de quarentena em razão da pandemia do novo coronavírus, os setores econômicos de todo mundo precisaram se reinventar. Mesmo com todas as soluções encontradas para os estabelecimentos alimentícios, a Associação Nacional de Restaurantes (ANR) calcula que dois milhões de trabalhadores formais, em todo Brasil, foram demitidos para equilibrar as contas negativas.

Mesmo após a reabertura gradual dos serviços, de acordo com o diretor da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), José Eduardo Camargo, o faturamento do setor caiu quase a metade, o que fez com que parte dos empresários fechassem os estabelecimentos definitivamente.

“O que as nossas pesquisas tem apontado é de que houve uma recuperação em setembro, de faturamento, principalmente por conta da permissão de abertura em algumas cidades e da extensão do horário. No entanto o faturamento está bem abaixo do mesmo período do ano passado. Isso para aqueles que reabriram, porque a gente estima que 30% dos estabelecimentos não vão abrir as portas”, avalia. 

As pesquisas ainda mostram que no momento, os empresários estão temerosos em contratar pessoal. Situação que a Associação espera mudar com a chegada de fim de ano. Segundo Fernando Blower, diretor executivo da Associação Nacional de Restaurantes (ANR), a recuperação total do setor está longe. De acordo com ele, os níveis de 2019 só voltarão aser uma realidade em 2022.

“A recuperação dos estabelecimentos alimentícios dependente, sobretudo, de se ter uma vacina ou não. Caso não tenha ou demore, essa retomada será lenta. Nossas previsões, acompanhando o cenário econômico no Brasil como um todo é de que só em 2022 retomemos os níveis pré-pandemia”, alertou. 

Ainda de acordo com os levantamentos das associações, odesempenho dos restaurantes varia de acordo com o tipo de serviço, a localização e o público-alvo. Restaurantes voltados para classes A e B enfrentam mais dificuldades, apresentando quedas de 65% a 70% em vendas em comparação com o período pré-pandemia. Já restaurantes voltados para classes C e D se recuperam mais rapidamente, com queda de 20%.

Fonte: Brasil 61

ParkShopping São Caetano terá novo horário de funcionamento

Com o avanço do plano São Paulo para a fase verde, o ParkShopping São Caetano estará com novo horário de funcionamento a partir de 3 de novembro. Lojas, cafés e sorveterias (fora da praça de alimentação) funcionarão de segunda a sábado das 10h às 22h e aos domingos e feriados, das 14h às 20h. Restaurantes e a Praça de Alimentação funcionarão diariamente das 11h às 22h, porém o atendimento aos clientes poderá ser realizado até às 23h, conforme decreto municipal. O rigoroso protocolo de higienização e segurança implantado desde a reabertura continua em vigor para preservar a saúde e bem-estar de clientes, lojistas e colaboradores.

A Praça de Alimentação e Restaurantes tiveram a capacidade de ocupação total ampliada para 60% e as mesas sinalizadas, respeitando o limite de até 6 pessoas por mesa. Importante lembrar que o uso de máscaras pelos clientes é obrigatório, exceto no período em que estiverem se alimentando.

Os serviços de Delivery e Drive-thru continuam operando no horário de funcionamento do shopping. Confira a lista de lojas participantes no site www.parkshoppingsaocaetano.com.br.

O protocolo de higienização e segurança desenvolvido pela Multiplan se enquadra nas medidas propostas a todos os shopping centers pela Abrasce, que teve o seu protocolo validado pelo Hospital Sírio Libanês. Foi adotada uma intensa rotina de assepsia em todas as dependências, aferição de temperatura nas entradas do shopping, uso obrigatório de máscaras para todos e ampliação de pontos com dispensers de álcool em gel.

Além disso, demarcações no piso para orientar o distanciamento mínimo entre as pessoas e redução da capacidade de vagas nos estacionamentos também fazem parte do protocolo de segurança, respeitando todas as determinações que foram estabelecidas pelo município.

Serviço – novos horários:
Lojas, cafés e sorveterias (fora da praça de alimentação): de segunda a sábado das 10h às 22h, aos domingos e feriados das 14h às 20h.
Restaurantes e a Praça de Alimentação: todos os dias, das 11h às 22h.

ParkShopping São Caetano
Endereço: Alameda Terracota, 545, Espaço Cerâmica, São Caetano do Sul – SP
Informações: 4003-4174 e www.parkshoppingsaocaetano.com.br
Facebook e Twitter /pssaocaetano
Instagram /parkshoppingsaocaetano

Sobre o ParkShopping São Caetano
Inaugurado no final de 2011, o ParkShopping São Caetano foi construído no novo bairro da cidade de São Caetano do Sul, o Espaço Cerâmica: um complexo multiúso com edifícios residenciais e comerciais em uma área de 300 mil m². O shopping possui 218 lojas, sendo 15 âncoras e megalojas distribuídas em dois pisos (São Caetano e São Paulo). Com foco nos públicos das classes A e B, o ParkShopping São Caetano atende não só as cidades do Grande ABC como também a bairros de São Paulo localizados em seu entorno, como Ipiranga, Nova Saúde, Mooca, Vila Prudente, entre outros. O empreendimento, portanto, tem a característica de ser regional e, para isso, há a preocupação constante em aperfeiçoar o seu mix de lojas para ser o mais completo nas áreas de moda, serviços, lazer e alimentação da região. Outra preocupação é sempre trazer ao consumidor da região novas operações até então inéditas em shoppings do ABC. O ParkShopping São Caetano conta ainda com o Supermercado St Marche.

Sobre a Multiplan
A Multiplan possui atualmente 19 shopping centers em operação e é uma das maiores empresas do setor no Brasil. A companhia também atua estrategicamente no desenvolvimento de imóveis comerciais e residenciais, com projetos multiúso que geram sinergias para as operações de shopping centers, oferecem conveniência e comodidade aos usuários, e geram valor a seus ativos. Fundada em 1974 como empresa full service, é responsável pelo planejamento, desenvolvimento, propriedade e administração de um dos melhores portfólios de empreendimentos imobiliários do país. O ParkJacarepaguá, em construção no Rio de Janeiro, será o 20º shopping da companhia.
Os shopping centers da Multiplan totalizam mais de 5.800 lojas, tráfego anual estimado em 190 milhões de visitas e área bruta locável (ABL) de 835 mil m². Ao final do segundo trimestre de 2020, a Multiplan também detinha dois conjuntos de torres comerciais que somados à ABL de shopping centers resultam em ABL total de 922 mil m². Mais informações em www.multiplan.com.br.

Shopping Metrópole tem 8 lojas em fase de abertura

O Shopping Metrópole, que é administrado pela Aliansce Sonae e está localizado no centro de São Bernardo do Campo, abriu as seguintes operações desde junho de 2020 (quando as atividades retomaram após o fechamento por conta da pandemia): as lojas Tommy Hilfiger e Furlan Imports (produtos geek), o fast food FiChips e os restaurantes Manai e Pecorino. E estão previstas as inaugurações da sorveteria Bacio di Latte, do salão de beleza Fabrica Salon e da loja Anna Sufuente (sapatos, bolsas e acessórios).

“Essas oito operações durante a retomada são excelentes notícias para o Shopping Metrópole e o setor em meio às dificuldades desta fase. É um indicativo de que a crise será superada, corroborando nossa perspectiva de que o cliente precisa de produtos e serviços do shopping. Ele está passando por avaliação e adaptação na rotina, reduzindo as idas e o tempo em que fica no shopping, além de variar as formas de comprar, usando e-commerce e drive thru sem descartar loja física. As relações do consumidor com o seu entorno estão mudando – e com o shopping não é diferente”, diz Marcelo Zaffalon, superintendente do Shopping Metrópole.


Reformas

A loja Garbo (moda masculina) mudou de lugar no shopping e implantou novo layout. E o restaurante Mania de Churrasco, que está em funcionamento na praça de alimentação, se prepara para montar uma nova loja, repaginada, maior e com espaço interno para mesas e cadeiras, com previsão de reinauguração em dezembro de 2020.

Segurança

“Quando o cliente precisa vir ao shopping, encontra um local limpo, seguro e organizado, preparado para recebê-lo e de acordo com rígidos protocolos de saúde contra a Covid-19 implementados pelo Estado, pelo Município e pelo próprio shopping”, ressalta Zaffalon. Ele ressalta que o Shopping Metrópole é um ambiente em que as pessoas já circulavam, antes da pandemia, de forma organizada, espaçada e sem aglomeração. E que agora há uma preocupação maior com a organização do fluxo e principalmente com higienização e limpeza, que são constantes.

Desde a reabertura das atividades (dia 15/6/20), o shopping, pautado pela cautela, serenidade e responsabilidade, conta com equipe dedicada a esse momento de retomada e com orientação de um infectologista. A área do mall conta com uma campanha de prevenção e conscientização para os clientes e disponibilização de álcool em gel em diversos pontos. Bancos e lounges foram retirados, há espaçamento dos lugares na praça de alimentação e reforço nos procedimentos de limpeza de áreas comuns, banheiros e ar condicionado, entre outras medidas. Tudo isso torna os shoppings ambientes mais seguros.

OPERAÇÕES EM FASE DE ABERTURA – SHOPPING METRÓPOLE:

Anna Sufuente
Sapatos, bolsas e acessórios
Abertura: previsão 15/10
Número de funcionários: 3

Bacio di Latte
Sorveteria
Abertura: sem data definida
Número de funcionários: sem definição

FiChips
Operação de fast food especializada na culinária inglesa
Abertura: 31/7
Número de funcionários: 5

Fabrica Salon
Salão de beleza com inspiração no conceito retrô e nos salões de NY, voltado para o público jovem
Abertura: sem data definida
Número de funcionários: 20

Furlan Imports
Loja de games, eletrônicos, jogos, objetos colecionáveis, acessórios – universo geek
Abertura: 1/7
Número de funcionários: 3

Manai (eleito o melhor restaurante por quilo de SP no ranking do Tripadvisor)
Restaurante por quilo
Abertura: 1/9
Número de funcionários: 25

Pecorino
Restaurante de gastronomia italiana
Abertura: 11/9
Número de funcionários: 40

Tommy Hilfiger (1ª da região do ABC)
Loja de moda masculina e feminina reconhecida internacionalmente por celebrar a essência do estilo cool clássico americano
Abertura: 27/6
Número de funcionários: 3

REFORMAS:

Garbo
Loja de roupas masculinas
Mudança de local, novo layout (mais jovem, leve e convidativo)

Mania de Churrasco
O restaurante está em funcionamento na praça de alimentação e se prepara para montar uma nova loja, repaginada, maior e com espaço interno para mesas e cadeiras Previsão de reinauguração: dezembro/2020.

Informações e curiosidades Metrópole

· O Shopping Metrópole completou, neste ano, 40 anos de funcionamento – é o primeiro shopping da região ABC.
· 173 operações.
· 29,9 mil m² de Área Bruta Locável (ABL) e terreno com mais de 56 mil m².
· No Metrópole foi aberto o primeiro McDonald’s do ABC e a primeira Renner do Estado de São Paulo, além de ser o primeiro shopping da região a receber certificados ISO 14001 e ISO 45001.
· Há mais de 30 pontos importantes em seu entorno, distantes até 11 minutos a pé (torres residenciais e comerciais, hotéis, escolas, faculdades, hospital, parque, teatro, museu, Prefeitura, Câmara Municipal, Fórum, Poupatempo, terminais rodoviário e metropolitano).

Revitalização

O shopping já vinha em um movimento de ascensão. No final de 2019, terminou uma ampla revitalização, com investimento de mais de R$ 26 milhões, com modernização da praça de alimentação, criação de espaços de convivência e outras novidades. Nesta fase o shopping ganhou novas marcas: Mundo do Cabeleireiro, Casa Bauducco, Dudalina, KFC, Loungerie, Popeyes. Acompanhando a fase de repaginação, lojas mudaram o visual: O Boticário, Kopenhagen, Spoleto, Di Marino, AnyAny, Burguer King, Bobs, Tent Beach e Vivenda do Camarão.

Sobre o Shopping Metrópole:

Inaugurado em maio de 1980, o empreendimento conta com 173 operações, entre elas, cinco âncoras (Academia Smart Fit, C&A, Renner, Lojas Americanas e Marisa), três restaurantes (Outback, Si Señor e Mr. Jacks) e nove salas de cinema multiplex PlayArte (três em 3D e 1 Extreme). Em 2008, o shopping foi o primeiro empreendimento da região do ABC a receber a certificação segundo a norma ISO 14001 do seu Sistema de Gestão Ambiental. Horário de funcionamento: de segunda-feira a sábado, das 12h às 20h. Domingos e feriados, das 14h às 20h. Endereço: Praça Samuel Sabatini, 200, Centro, São Bernardo do Campo (SP). SAC: 11 4003-7370. www.shoppingmetropole.com.br

Sobre a Aliansce Sonae:

A Aliansce Sonae é a líder nacional no setor de shopping centers e a maior administradora do país. A companhia está presente nas cinco regiões brasileiras e tem um portfólio de 39 shoppings, com participação em 27 empreendimentos e a administração de 12 shoppings de terceiros.

Contatos da assessoria

Mais informações – Pub Comunica:
Ana Cecília Panizza – cecilia.panizza@pubcomunica.com.br – (11) 96644-5727
Valéria Masson – valeria.masson@pubcomunica.com.br – (11) 95651-7474

Por: Assessoria de Imprensa Shopping Metrópole