68% de abstenção no Enem Digital; Prova foi nesse domingo

Com uma abstenção de 68%, o Enem Digital foi realizado neste domingo (31) em 104 municípios. A taxa de ausências repetiu o ocorrido nos últimos finais de semana, durante a aplicação do Enem tradicional. Foram 93.079 inscritos, mas apenas 29.703 participaram.

Após o encerramento das provas, o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, Alexandre Lopes, disse que a pandemia foi, de novo, a responsável pelo alto número de faltas.

Além das faltas, 70 participantes foram eliminados por irregularidades.

E essa nova versão do Enem também não foi aplicada em algumas cidades. Foi o caso de Macapá, no Amapá, onde houve a interdição do  Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá por problemas estruturais.

Já no Amazonas e em mais dois municípios de Rondônia – Espigão D’Oeste e Rolim de Moura –  não houve o exame por causa da pandemia. Os candidatos que não fizeram podem participar da reaplicação do exame nos dias 23 e 24 deste mês.

Esta foi a primeira vez que o Inep realizou o Enem Digital no país. Para Alexandre Lopes, este é o início da digitalização de todos os exames e avaliações feitos pelo instituto. A perspectiva é que em 2026, o Enem seja totalmente em formato digital. A ideia é possibilitar a aplicação de provas ao longo do ano para milhões de pessoas.

A possibilidade de informações em tempo real foi o destaque o diretor de Tecnologia do Inep, Camilo Mussi.

O Enem Digital contou, neste domingo,  com uma redação. O tema foi: “O desafio de reduzir as desigualdades entre as regiões do Brasil”. Além disso, teve ainda 45 questões sobre linguagens, códigos e suas tecnologias; e ciências humanas e suas tecnologias. A prova durou cinco horas e meia. 

No próximo domingo, dia 7 de fevereiro,  será a vez das avaliações sobre ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias.

Com informações de Agência Brasil.

Gostou de “68% de abstenção no Enem Digital”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

68% de abstenção no Enem Digital
Estudantes de todo Brasil, fazem o segundo dia de prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio

Gabaritos oficiais do ENEM 2020 já estão disponíveis

Os gabaritos oficiais da prova objetiva do Exame Nacional do Ensino Médio 2020 (Enem) já estão disponíveis. Os interessados podem acessar os gabaritos das provas de matemática, ciências da natureza, ciências humanas e linguagens no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). 

O Inep lembra que o resultado de cada prova ainda não foi divulgado, somente os gabaritos. A previsão para a divulgação dos resultados das provas objetivas e da redação é no dia 29 de março. Somente depois dessa divulgação os candidatos terão acesso à correção detalhada da prova de redação, apenas para fins pedagógicos. 

O Enem 2020 foi aplicado nos dias 17 e 24 de janeiro deste ano. Segundo levantamento do Inep, cerca de 2,5 milhões de pessoas fizeram a prova, menos da metade dos que se inscreveram para o exame. Candidatos que apresentaram laudo por doença infectocontagiosa e que não puderam realizar a prova por problemas de logística farão o Enem nos dias 23 e 24 de fevereiro. A solicitação pode ser feita até o dia 29 de janeiro. 

O Enem 2020 terá ainda uma versão digital, que será aplicada nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Mais informações em enem.inep.gov.br

Em parceria com Brasil 61

Gostou de “Gabaritos oficiais do ENEM 2020 já estão disponíveis”

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre dicas o ENEM 2020.

Gabaritos oficiais do ENEM 2020
Aplicativo de Celular ENEM 2019

Reaplicação da prova do Enem 2020: prazo até 29 de janeiro

Os candidatos que não puderam participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) por motivos de doença infectocontagiosa, como a covid-19, ou por problemas de logística têm até o dia 29 de janeiro para pedir a reaplicação da prova do Enem 2020. O Enem 2020, na versão impressa, foi aplicado neste ano, nos dias 17 e 24 de janeiro. 

De acordo com o edital, considera-se doença infectocontagiosa covid-19, sarampo, influenza e rubéola, entre outros. Quem ainda não enviou a documentação pode fazê-lo pelo sistema on-line. As provas serão reaplicadas nos dias 23 e 24 de fevereiro. 

Quem teve problema de logística também poderá refazer o Enem. O edital traz como esse tipo de problema desastres naturais que afetem a infraestrutura do local de prova, falta de energia elétrica, falha no dispositivo eletrônico fornecido ao participante que solicitou uso de leitor de tela ou erro de execução de procedimento de aplicação que incorra em comprovado prejuízo ao participante. 

Nesse ano, outro problema também foi considerado, o da superlotação nas salas devido à pandemia. No primeiro dia de prova, alunos em pelo menos 11 cidades foram impedidos de realizar a prova. Também terão direito os estudantes dos estados do Amazonas e de Rondônia. O exame foi suspenso por causa dos impactos da pandemia nesses lugares. 

Os pedidos de reaplicação serão analisados pelo Inep. A aprovação ou a reprovação do pedido de reaplicação pode ser consultada na Página do Participante ou pelo telefone 0800 616161. O Inep recomenda, no entanto, que os candidatos façam a solicitação pela internet, na página enem.inep.gov.br

Com informações de Brasil 61

Gostou de “Reaplicação da prova do Enem 2020: prazo até 29 de janeiro”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre ENEM 2020.

Reaplicação da prova do Enem 2020: prazo até 29 de janeiro
Estudantes de todo Brasil, fazem o segundo dia de prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio

Temas da redação do ENEM que podem cair nesta edição

Especialista opina nos temas da redação do ENEM possíveis de serem utilizados.

As provas do Enem começam já nesse domingo (17). Quase seis milhões de estudantes buscam o exame para entrada nas diversas universidades públicas e privadas. Uma das maiores apreensão dos estudantes é com a Redação, que vale até mil pontos. O tema desta prova sempre surpreende e busca a reflexão sobre problemas concretos do país.

A estudante Isabela Marques, de 25 anos, tenta o Enem pela 4ª vez em busca do sonho do curso de medicina. Ela disse que está bastante apreensiva com a redação. A prova exige a produção de um texto dissertativo e argumentativo. O estudante precisa apresentar uma proposta de intervenção social para o problema sugerido no tema.

A professora de redação Paloma Abdallah dá dicas de como fazer uma boa prova. A professora Paloma ainda aponta alguns possíveis temas que podem cair na redação.                                            

Bom lembrar que o INEP, órgão do MEC responsável pelo Enem, aumentou o distanciamento entre os candidatos nas salas de prova. O uso de máscara também será obrigatório. Além de ser disponibilizado álcool em gel 70% em todas as salas.

Os candidatos com sintomas ou contaminados pela Covid-19, ou outra doença infectocontagiosa, ainda podem solicitar a reaplicação do exame, marcado para os dias 24 e 25 de fevereiro, pelo telefone 0800-616161.

Com informações de Agência Brasil

Gostou da matéria “Temas da redação do ENEM que podem cair nesta edição”?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que forem publicadas, ou como desejar. Para periodicidade, confira informações no email recebido. Então, aproveite e leia mais sobre o ENEM.

Temas da redação do ENEM que podem cair nesta edição
Estudantes brasilienses concluem simulado do Enem Colégio Setor Oeste, Asa Sul, Brasília, DF, Brasil 7/7/2016 Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília.

Maratona Enem vai ao ar na TV Brasil para ajudar na reta final

Uma parceria da EBC, Empresa Brasil de Comunicação, com os ministérios das Comunicações e da Educação e com a Secretaria de Educação do Distrito Federal vai levar ao ar a Maratona Enem, na tela da TV Brasil. Serão aulões transmitidos às quintas-feiras e aos sábados desta semana e da próxima, de 14h até 18h.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, destacou que a parceria amplia o acesso à educação. Isso porque, enquanto a internet funciona de forma precária para grande parte da população, quase todas as famílias têm um aparelho de televisão em casa.

Durante as aulas na TV Brasil, os estudantes que tiverem um telefone celular com acesso à internet poderão baixar material extra e simulados do ENEM. Então, basta apontar a câmera do aparelho para o código QR que vai aparecer no canto da tela.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, destacou que, desde que o Enem começou a dar acesso ao ensino superior no Brasil, em 2004, sempre houve a preocupação de usar o exame para reduzir as desigualdades sociais. Para ele, a transmissão dos aulões pela TV se junta a outras iniciativas, como a lei que reservou vagas para estudantes da rede pública.

Papel da Comunicação na Educação

A TV Brasil faz parte da EBC, assim como a Agência Brasil, a Radioagência Nacional e as rádios MEC e Nacional.

O presidente da EBC, Glen Valente, afirmou que a Maratona Enem reforça o papel da comunicação pública como instrumento de cidadania.

A Maratona Enem vai ao ar quinta e sábado desta e da próxima semana, nos dias 14, 16, 21 e 23 de janeiro, sempre das 14h às 18h. A transmissão será feita pela TV Brasil, que em boa parte do país funciona no canal 2.1 na TV digital, e também nos perfis no YouTube da TV Brasil e da Secretaria de Educação do Distrito Federal.

Além disso, tem o tradicional programa “Caiu no Enem”, com a correção da prova ao vivo. Será nos dois próximos domingos, na TV Brasil e na Rádio Nacional, a partir das 19h30.

“Maratona Enem vai ao ar na TV Brasil para ajudar na reta final” é com informações de Agência Brasil

Gostou da matéria “Maratona Enem vai ao ar na TV Brasil para ajudar na reta final”?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que forem publicadas, ou como desejar. Portanto, para periodicidade, confira informações no email recebido. Então, aproveite e leia mais sobre o ENEM.

Maratona Enem vai ao ar na TV Brasil para ajudar na reta final
A TV Brasil, no Rio de Janeiro, passa a operar a partir de hoje (1º) com um novo transmissor no Sumaré, que trará uma amplitude de sinal na capital fluminense. A TV Brasil é uma emissora da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

ENEM: candidatos reclamam de falha no acesso a local de prova

Faltando menos de uma semana para o primeiro dia do Enem, o Exame Nacional do Ensino Médio, muitos candidatos ainda não sabem o local em que vão fazer a prova. Sistema apresenta falha no acesso a local de prova.

Segundo o último balanço divulgado pelo INEP, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, até a quinta-feira passada menos da metade dos estudantes tinha conseguido acessar o Cartão de Confirmação de Inscrição. É nesse cartão que o candidato encontra as orientações oficiais como o local, horário de abertura dos portões e duração da prova.

ENEM: candidatos reclamam de falha no acesso a local de prova

Oficialmente, a informação está disponível desde o dia 5 de janeiro, mas, segundo o balanço do INEP, dos quase 5,7 milhões de inscritos, pouco mais de 2,7 milhões tinham acessado o documento, cerca de 47% dos candidatos.

Essa é a situação de Anne Caroline Neves, de 21 anos, que disputa uma vaga no curso de medicina da Unifesp, a Universidade Federal de São Paulo. Desde a semana passada ela tenta a informação no site do Inep. Mas só recebe uma mensagem dizendo que a informação vai estar disponível em breve.

Paulo Damata, que mora em Belém, também tenta uma vaga em medicina e está preocupado. Afinal, por falta de informações, pode perder um ano inteiro de preparação para a prova.

Situação pelo país

A situação se repete pelo país afora. Em João Pessoa, na Paraíba, Anna Luiza tenta uma vaga no curso de cinema da Universidade Federal de Pernambuco e, agora, além do conteúdo da prova, também está preocupada com a falta de informação sobre o lugar onde vai ser feito o exame. Para ela, que mora com os pais que fazem parte do grupo de risco da Covid-19, tem sobrado ansiedade.

Todas as pessoas contatadas pela reportagem disseram que tentaram entrar em contato com o Inep ou com o MEC. Por exemplo, através de e-mail, telefone ou pelas redes sociais, e em todas as respostas as instituições pedem para aguardar. Foi assim com Anne Caroline.

Nós também tentamos contato para saber o que está causando a dificuldade para os estudantes e qual o prazo para solucionar o problema, e estamos aguardando uma reposta.

Nessa segunda-feira, o Inep decidiu antecipar em meia hora a abertura dos portões. Agora, ao invés de 12h, os estudantes vão poder acessar os locais das provas às 11h30. O horário de fechamento permanece o mesmo: 13h. Portanto, a mudança foi uma medida de segurança para reduzir aglomerações.

No próximo domingo, dia 17, os estudantes vão fazer as provas de redação, português e ciências Humanas. Na semana que vem, dia 24 de janeiro, matemática e ciências da natureza.

Na sexta-feira passada, a DPU recorreu à Justiça pedindo mais um adiamento do Enem em função do novo pico de casos de coronavírus no país. Pelo calendário original as provas deveriam ter sido aplicadas em novembro. Sendo assim, a expectativa é de que a Justiça federal decida até essa terça-feira se aceita o recurso ou se mantém a data do exame.

“ENEM: candidatos reclamam de falha no acesso a local de prova” Com informações de Agência Brasil

Gostou da matéria “ENEM: candidatos reclamam de falha no acesso a local de prova”?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que forem publicadas, ou como desejar. Portanto, para periodicidade, confira informações no email recebido. Então, aproveite e leia mais sobre o ENEM.

Tensão Pré-Enem: psicólogo dá dicas para controlar a ansiedade

Em tempos de pandemia do novo coronavírus, com aulas on-line e outras diferenças em relação aos últimos anos, a saúde mental de muitos candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ficou abalada. A chamada ‘Tensão Pré-Enem’.

Ana Clara, de 15 anos, vai fazer a prova pela primeira vez como treineira. Ela é estudante do Centro de Ensino Médio de Brazlândia, no Distrito Federal. Ana conta que a rotina dos estudos está diferente, com muitas horas de estudo dentro do próprio quarto. O que mais a angustia não é o conteúdo do exame, mas a possibilidade de contrair o vírus durante as provas.

Ana Virgínia, estudante da rede pública de São Luís, no Maranhão, pretende cursar Relações Internacionais. Ela diz que algumas incertezas sobre o Enem mexeram com seu estado emocional, e relata situações de ansiedade.

O psicólogo Kleber Marinho, que também já foi professor de cursinho, dá dicas sobre o preparo psicológico e emocional para esta edição do Enem. Para ele, neste momento, mais importante do que o conteúdo, é manter a tranquilidade para chegar bem na prova.

A edição 2020 do Enem, que inicialmente estava prevista para novembro do ano passado, vai ser aplicada nos dias 17 e 24 deste mês. Já a prova eletrônica do exame vai acontecer nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

“Tensão Pré-Enem: psicólogo dá dicas para controlar a ansiedade” é com informações de Agência Brasil

Gostou de “Tensão Pré-Enem: psicólogo dá dicas para controlar a ansiedade“?

Então, assine nossa Newsletter. Não deixe de comentar logo abaixo também.

Tensão Pré-Enem