Os EUA e a Nova Ordem Mundial – um debate entre gigantes

Resenha escrita pro Fito. Confira sobre o livro “Os EUA e a Nova Ordem Mundial – um debate entre gigantes”

Acompanhei passo a passo, num blog à época, da equipe que organizou um debate escrito, extremamente formidável, entre Alexandre Dugin e Olavo de Carvalho, semana após semana. Um debate que NUNCA houve antes semelhante no Brasil, por causa da falta total de intelecto no país.

Alexandre Dugin era (ainda é) um desconhecido no Brasil, conselheiro pessoal e espiritual de Vladimir Putin, que proclama a necessidade de restaurar um império cristão russo para resgatar um nacionalismo soviético-fascista, e proteger o mundo contra os bilionários da política e da mídia.

Olavo já mostrava os três esquemas globalistas, que Dugin conhecia, mas acreditava que os EUA estivessem dentro do esquema. Carvalho prova que os EUA não está, e Dugin, após o debate, deu o braço a torcer, subscrevendo a tese de Carvalho.

Os três esquemas globalistas são grupos que querem implantar um poder global, às vezes juntos, às vezes em conflito. O mais antigo é o Califado Universal, em que todo muçulmano crê, para implantar um governo islâmico mundial.

O segundo é o comunismo russo-chinês, iniciado a partir do comunismo marxista.

O terceiro são os metacapitalistas, pessoas que adquiriram tanto dinheiro que querem
estar fora do capitalismo, para não perder o poder que têm, como a família Rothschild, família Rockfeller, as Big Techs, Fundação Bill e Melinda Gates, maçonaria e por aí vai.

Todos têm o mesmo objetivo: destruir o cristianismo e o ocidente, que tem como bastião o povo dos EUA (não necessariamente seu governo, que é fortemente influenciado pelos metacapitalistas). Com Biden no poder agora, veremos que a destruição da cultura conservadora se dará a passos largos.

Dugin viu que Carvalho tinha razão (os fãs do escritor dizem abertamente “Olavo tem razão” há anos). A obra é um primor do debate. São centenas de referências literárias,
históricas, políticas, que trazem ao leitor a sensação de perdimento em meio a tanto conhecimento, ou falta do mesmo. Vale da página virada e cada centavo gasto.

Onde adquirir “Os EUA e a Nova Ordem Mundial – um debate entre gigantes”?

Link na Estante Virtual

Gostou da resenha?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que publicadas, ou como desejar. Portanto, confira informações no email recebido.

Além disso, leia mais em Caderno Cultural.

Os EUA e a Nova Ordem Mundial - um debate entre gigantes

Os pensamentos mórbidos

Graça Decaro é autora deste artigo, “Os pensamentos mórbidos”. Confira.

O pensamento é um ponto de partida; porque ele tem partida, tem sempre um
destino e nos leva a um determinado acontecimento. É pelo pensamento que o
homem se eleva ou se rebaixa.

A palavra mórbida é muito usada para retratar coisas horríveis, assustadoras ou
fora do padrão de normalidade. São pensamentos obscuros, tristes, solitários,
depressivos e etc.

Assim nascem as crenças limitantes, que são aquelas frases que ressoam na
nossa cabeça tentando justificar alguma coisa relacionada ao que podemos ou
não fazer.

Uma crença é qualquer princípio orientador, máxima, fé ou paixão, que pode
proporcionar significado e direção na vida, ou seja, são os filtros de nossas
percepções no mundo.

A crença é a convicção de que algo é verdadeiro e certo. É uma avaliação
pessoal, que pode ser baseada em elementos racionais ou em uma sensação
interna.

Nossas crenças sobre o que somos e o que podemos determinam precisamente
o que seremos. Somos o resultado de nossos pensamentos e atitudes.

As crenças são como imãs: você crê em uma verdade e ela se torna real. Se
você crê que a vida é difícil, ela se torna difícil. Isso acontece porque você está
conectado com essa verdade e a vida te trará situações que sejam compatíveis
com esta vibração.

Lembre-se, que consciente ou não da Lei da Atração, simplesmente só atraímos
aquilo que irradiamos.

Quer saber mais sobre os meus trabalhos? Entre em contato:

Graça Decaro
Coach Metafísica, Terapeuta Holística, Escritora do Ebook Depressão: A
solidão da “Alma” e A Arte de Ser Feliz “Parar, Sentir e Perceber”.,
Site Oficial
Telefone: 11 98588-3262
email: [email protected] outlook.com.br
Instagram: @graca.decaro

Gostou de “Compreendendo a Ansiedade”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Então, aproveite e leia de Graça Decaro.

Os pensamentos mórbidos

Prazo de 8 meses para Reforma Tributária, definem Câmara e Senado

Os presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, e do Senado, Rodrigo Pacheco, definiram um prazo de até 8 meses para aprovação da Reforma Tributária.

Contudo, eles ainda não têm previsão de data para a conclusão da Reforma administrativa.

O prazo para aprovar as alterações no Sistema Tributário Brasileiro foi divulgado após uma reunião com o presidente da Comissão da Reforma Tributária, senador Roberto Rocha, do PSDB do Maranhão, e com o relator do texto, o deputado Aguinaldo Ribeiro, do PP paraibano.

Segundo o senador Rodrigo Pacheco, a expectativa é que até o final de fevereiro a Comissão Mista aprove o relatório e encaminhe para os plenários.

Os presidentes das duas Casas ainda discutiram nesta quinta-feira (04), a tramitação da Reforma Administrativa e da PEC Emergencial, a Proposta de Emenda à Constituição que cria mecanismos de ajuste fiscal no país, com redução de gastos em todas as esferas de poder, federal, estadual ou municipal.

Porém, elas ainda não têm prazo fixado para aprovação, como destacou o presidente da Câmara, o deputado Arthur Lira.

Sobre a Comissão Mista do Orçamento, os presidentes das duas Casas afirmaram que esperam instalar o Colegiado na próxima terça-feira (09), a depender do acordo entre os líderes.

Com Agência Brasil.

Gostou de “Prazo de 8 meses para Reforma Tributária, definem Câmara e Senado“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

Prazo de 8 meses para Reforma Tributária, definem Câmara e Senado

Visão Estratégica do Negócio

Visão estratégica do negócio é o principal conceito abordado no mundo corporativo, é fundamental para a prosperidade do negócio. Trocando em miúdos é o planejamento futuro da empresa, busca definir os objetivos e o que deve ser feito para alcança-los.

Considero que a visão estratégica do negócio é algo muito importante, ele define o rumo que a empresa vai tomar, e para isso é importante pensar fora da caixa o que
não é muito fácil quando se envolve com o dia a dia operacional do negócio.

Estrategista é uma qualidade que poucos tem, sabe lidar com crises, conflitos, problemas de futuro, tendências de mercado, o que não é nada fácil. Como esses caras estão trabalhando nos dias atuais, com a COVID, trabalho home office, vendas online e soluções digitais. Não falta trabalho e grandes desafios para eles.

Uma empresa não deve cometer o erro de apenas pensar no seu faturamento, vendas mensais, trimestral, anual, o grande desafio é como ela estará daqui cinco anos e o que estará vendendo e quem são os seus clientes e concorrentes.

Uma empresa que tem uma visão estratégica clara do seu negócio, ela tem um diferencial competitivo, ela sabe para onde vai, o que entrega ao seu cliente, e planeja o seu futuro, nada mais é que se preparar para perpetuar.

Muitos empresários podem não ter esta habilidade, mas com certeza eles são bons em outras coisas e como fazer ter uma visão estratégica do negócio, pode contratar um profissional e ele desenvolve este trabalho para a sua empresa e você pode se preparar melhor.

No próximo artigo vamos falar sobre isso.

Sua carreira pode decolar de forma muito mais rápida e consistente, entre em contato:
11 94777 9496
[email protected]
www.rogeriodecaro.com.br

Gostou de “Visão Estratégica do Negócio”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal. Então, aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Visão Estratégica do Negócio

Relato de boliviana resgatada em situação degradante em SP

Há 11 anos ocorria em São Paulo o primeiro resgate de trabalho escravo urbano no Brasil. Desde então, veio à luz uma prática que até então ficava às sombras: a exploração de mulheres em oficinas de costura. Confira o relato de boliviana resgatada em situação degradante, em São Paulo.

De lá pra cá, o país vem acompanhado diversos casos dessas mulheres que em busca de um futuro melhor acabam sendo obrigadas a enfrentar um cotidiano de violações à dignidade humana.

Só em São Paulo, do total de 430 trabalhadores resgatados, mais de 30% são mulheres. Entre elas, 93% são imigrantes. É o que aponta publicação produzida pelo programa educacional ”Escravo, nem pensar!”, ligado à ONG Repórter Brasil.

A imigrante boliviana Carla Soares, de 38 anos, nome fictício, é uma das vítimas. Ela veio em busca de trabalho no Brasil. Mas, encontrou  jornadas exaustivas, maus tratos e uma rotina de assédio e ameaças.

Carla ganhava 15 centavos por cada peça costurada, sem direito a alimentação ou mesmo podia deixar o local de trabalho. Grávida, ela ainda sofria violência doméstica do marido. No limite do suportável, e quase sem esperança, conseguiu pedir ajuda e fez a denúncia. Se libertou do trabalho escravo e também do companheiro abusivo.

Na capital paulista diversas Ongs e Institutos dão apoio a essas mulheres. É o caso do Centro da Mulher Imigrante e Refugiada, que identifica as lideranças que moram na periferia da cidade e faz um trabalho de fortalecimento e empoderamento dessas imigrantes.

Soledad Requena, Coordenadora de Migração e Gênero, diz que denunciar ainda é difícil e que é preciso coragem e apoio do poder público, que nem sempre chega.

Ela acrescenta uma outra dificuldade: a cultural, onde a mulher imigrante não se percebe como trabalhadora escrava, barreira que tem que ser trabalhada.

O trabalho escravo está diretamente relacionado à vulnerabilidade econômica e a prática do dialogo com tráfico de pessoas. Graziella Rocha é coordenadora de projetos da Asbrad, uma organização que atua há 20 anos na promoção e defesa dos direitos humanos em todo Brasil. Ela explica que essas pessoas são chamadas de ”escravos da necessidade”, mas não as únicas vítimas.

Na avaliação da especialista Graziella Rocha, o acolhimento de mulheres nesta situação é uma lacuna em todo o Brasil. Segundo ela, há um déficit de abrigos e estrutura quando uma vítima é identificada e precisa de acompanhamento.

De histórias de exploração ao recomeço. De acordo com Soledad Requena, mesmo que o empoderamento seja um processo lento, hoje as próprias imigrantes vão se apropriando do assunto e ajudam umas as outras. Soledad, que acompanha de perto a realidade dessas mulheres, observa que vem crescendo na periferia a formação de oficinas de costura familiar.

E em casos como estes, todo recomeço vem ligado ao primeiro passo que é a denuncia. Carla Soares, a nossa personagem do inicio da matéria, hoje encoraja as conterrâneas e faz um apelo para que não se calem.

Denúncia contra trabalho análogo à escravidão pode ser feita pelo Disque 100 ou no site mpt.mp.br ou presencialmente nas procuradorias da Secretaria Nacional do Trabalho do Ministério da Economia ou nas superintendências regionais. 

Em parceria com Agência Brasil.

Gostou de “Relato de boliviana resgatada em situação degradante em SP”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

Relato de boliviana resgata em situação degradante em SP
Foto da Operação Vetus. Fotos liberadas pela assessoria do Ministério da Justiça e Segurança Pública

Desenvolvendo a Inteligência Emocional

Para você dominar a inteligência emocional é preciso que seja capaz de perceber as suas emoções, entender os gatilhos e deixas para você estar desenvolvendo formas de lidar com elas. Com o tempo você vai se conhecendo melhor e vai aprendendo a lidar melhor com as suas emoções e você será uma pessoa mais leve e otimista.

Daniel Goleman atribui 80% do sucesso de uma pessoa aos fatores relacionados a inteligência emocional.

1- Autoconsciência conhecer os seus pontos fortes, fracos e limitações.
2- Automotivação coloca os sentimentos a serviço das suas metas pessoais, São pessoas com iniciativa, resiliência e perseverança.
3- Reconhece as emoções em outras pessoas percebe as necessidades e dores do outro, empatia
4- Controle emocional a capacidade de lidar com situações adversas, de forma mais positiva e menos estressante.
5- Relacionamentos interpessoais interagir em ambiente social.

Desenvolvendo a Inteligência Emocional

10 Sinais de você tem inteligência emocional no trabalho:

  • Sabe gerir seus sentimentos;
  • Sabe interpretar os sentimentos de outras pessoas;
  • É capaz de dizer “não”;
  • Não cultiva rancores;
  • Neutraliza pessoas “tóxicas”;
  • Conhece seu lado mais frágil;
  • Não se ofende;
  • Perdoa a si mesmo;
  • É generoso;
  • Não busca a todo custo a perfeição;

Sua carreira pode decolar de forma muito mais rápida e consistente, entre em contato:
11 94777 9496
[email protected]
www.rogeriodecaro.com.br

Gostou de “Desenvolvendo a Inteligência Emocional”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal. Então, aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Gestão de Produtos Digitais, conheça o panorama da nova profissão

A profissão de Gerente de Produto (Gestão de Produtos Digitais), também conhecida como Product Manager (PM), vem chamando bastante atenção do mercado. Ter alguém que ajude a empresa a direcionar a visão, trabalhar roadmaps, estabelecer metas e estratégias, além de direcionar a execução em cada etapa do ciclo de vida de um Produto não é tarefa para qualquer um.

O Gerente de Produto pode guiar o sucesso de um Produto, por isso a procura pelo profissional segue aumentando em grande escala no mercado. No momento em que você está lendo essa matéria (janeiro/2021), há mais de 700 vagas em aberto no LinkedIn para o cargo, com salários e benefícios bem atrativos. Este é um dos motivos que levaram muitos profissionais a se especializarem na área e foi um dos pontos de partida para a criação da PM3.

O que se faz na Gestão de Produtos Digitais?

Neste contexto, o material da pesquisa foi produzido com a finalidade de ajudar profissionais e empresas a terem uma visão alargada do segmento, contribuindo assim para o desenvolvimento e futuro do ecossistema de Gestão de Produto/Product Management, que segue crescendo notadamente.

Veja algumas das informações relevantes sobre a área na imagem abaixo.

Gestão de Produtos Digitais
Fonte: Blog Cursos PM3

Por ter feito um mapeamento minucioso dentro do mercado, a PM3 obteve dados como cargo atual, satisfação no trabalho e na carreira, desafios e expectativas futuras. Além disso, o conteúdo consegue entender o perfil demográfico, formação, experiência na área e faixa salarial de forma detalhada.

Segundo a pesquisa, embora não exista uma graduação específica para esse perfil profissional, os dados mostram que os Gerentes de Produto geralmente tem pós-graduação (45,8% do total) ou formação superior (44,3%), nas áreas de Tecnologia (45,7%) ou Marketing e Comunicação (21,4%). Quanto ao salário, 70% deles ganham entre R﹩ 5 e R﹩ 15 mil mensais, sendo que especificamente em São Paulo o piso da média salarial sobe bastante, ficando entre R﹩ 12 e R﹩ 15 mil.

Com o crescimento dos processos de digitalização e tecnologia, principalmente após a pandemia de Covid-19, novas profissões estão surgindo e a Gestão de Produtos Digitais ganha mais destaque nesse sentido. Confira a pesquisa completa clicando aqui e descubra grandes tendências da área.

Sobre Cursos PM3

A Cursos PM3 é a referência na educação em Gerenciamento de Produtos Digitais no país e acredita que a comunidade de tecnologia vai evoluir de forma consistente e o Brasil se tornará uma referência mundial quando se trata desse setor. Fundada em março de 2018, hoje a escola já conta com dois cursos lançados e um curso em produção: Product Management, Product Discovery e Product Growth, os quais já somam mais de 3.500 pessoas aprendendo as melhores práticas de Produto no dia-a-dia.

Cursos PM3 , escola referência na educação em Gerenciamento de Produtos Digitais no País, lançou a pesquisa que traz um verdadeiro raio-x do cenário de Gerenciamento de Produto Digital no Brasil .

Gostou de “Gestão de Produtos Digitais, conheça o panorama da nova profissão”?

Então, assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo em seu email. Leia mais sobre o Mercado de Trabalho.

Conecte SUS agiliza identificação e informações da vacinação

Com uso facultativo, ferramenta lançada pelo Ministério da Saúde, Conecte SUS agiliza e facilita processo de vacinação

O Ministério da Saúde orienta a população a baixar o aplicativo Conecte SUS para ter acesso às fases de vacinação contra a Covid-19. O uso da ferramenta é facultativo, mas é necessário realizar um cadastro no sistema nacional, por meio do site do Governo Federal.

O Conecte SUS tem um sistema intuitivo e simples e funciona como uma plataforma oficial de comunicação entre o cidadão e o Sistema Único de Saúde (SUS). O uso da ferramenta pode facilitar a identificação no momento de vacinação, agilizando o fluxo de atendimento.

Após criar seu login e senha, o cidadão pode acessar seu histórico de vacinação por meio do aplicativo, além de verificar consultas e exames realizados na rede pública, assim como o cadastro necessário para apresentar no posto de saúde na hora da vacinação contra o coronavírus.

O acesso a vacinas da rede pública de Saúde, no entanto, não está condicionado ao cadastramento em aplicativo ou plataforma. Mas trata-se de um direito que decorre da gratuidade e universalidade do SUS, ressaltou o secretário-executivo do Consórcio ABC, Acácio Miranda.

Como usar?

“O uso do Conecte SUS facilita muito o processo de vacinação tanto para o cidadão quanto para as equipes de Saúde, mas é uma ferramenta de uso facultativo. É importante frisar que ninguém que pertence ao público prioritário da campanha deixará de ser vacinado caso não baixe o aplicativo”, afirmou Miranda.

Para obter a vacina, será necessário apenas apresentar o Cadastro de Pessoa Física (CPF) ou o Cartão Nacional de Saúde (CNS), para que o profissional de saúde o localize na base de dados do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI).

Segundo o Ministério da Saúde, o cidadão que faz parte dos grupos prioritários, mas não tem cadastro, não deixará de ser imunizado. Em caso de ausência do nome no sistema, não haverá impedimento para receber a vacina, desde que comprove que integra algum grupo prioritário.

O Conecte SUS pode ser acessado por meio do site oficial ou pode ser baixado na App Store ou na Google Play.

Gostou da matéria sobre “Conecte SUS agiliza”?

Então, assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Então, aproveite e leia mais sobre Vacinação contra Covid-19.

Conecte SUS agiliza

Projetos receberão R$ 829 mi para continuar obras de saneamento

A previsão é de que os recursos beneficiem 236 ações em 204 municípios de 24 estados e o Distrito Federal, em obras de saneamento

Mais de R$ 829,8 milhões serão liberados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) para que estados e municípios possam dar continuidade ao andamento das obras de saneamento básico por todo o País. Com a medida do governo federal, serão contempladas iniciativas de abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo de águas pluviais e de saneamento integrado. A expectativa é melhorar as condições de vida de mais de 10 milhões de pessoas, segundo estimativa do MDR.

Outro ponto em destaque é a possibilidade dessa ação gerar e manter mais de 567 mil empregos. Além disso, esses recursos têm objetivo de beneficiar 236 projetos em 204 municípios do Acre, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins, além do Distrito Federal.

Segundo o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, esses recursos “vão permitir a continuidade de centenas de obras, garantir melhores condições de vida e de higiene para uma parcela significativa da população”. Anteriormente, o ministro já havia afirmado que esse é um processo que começou em 2016 quando o Congresso Nacional reuniu diversas demandas relacionadas ao setor e percebeu que o poder público teria grandes dificuldades em realizar, dentro dos prazos, a universalização do saneamento pelo País.

obras de saneamento

Recursos para Obras de Saneamento

Do total a ser investido, R$ 478,6 milhões são provenientes de restos a pagar. Estes são despesas com compromisso de utilização no orçamento do ministério e que não foram pagas até 31 de dezembro de anos anteriores. Os outros R$ 351,2 milhões serão repassados a empreendimentos em andamento por meio de créditos suplementares aprovados pelo Congresso Nacional.
Uma medida como essa reforça a importância do saneamento para a população, pois é um fator fundamental para o desenvolvimento de um País assim como a melhoria na qualidade de vida. Os serviços de água tratada, coleta e tratamento dos esgotos levam, também, a uma melhor saúde pública, redução da mortalidade infantil, despoluição dos rios e preservação dos recursos hídricos de uma nação.

E quando se fala em obras e projetos, é preciso destacar a necessidade de estudos e investimentos ao longo dos anos, pois esse planejamento vai refletir lá na ponta, para a população, como explica Cláudia Lins, analista Técnica da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

“A qualidade desses serviços, quando bem prestados, influencia na prevenção de desastres como, por exemplo, alagamentos e inundações; além de contribuir para impedir que doenças de veiculação hídrica contaminem a população. Temos benefícios ambientais diretamente relacionados à serviços de saneamento básico. E claro, a água é fonte de vida, por isso é extremamente importante investir no esgotamento sanitário, para que a qualidade dos rios no Brasil melhore e possamos encontrar mananciais que sirvam de fonte de captação”, explicou a analista.

Este ano foram realizadas alterações na legislação sobre este assunto, com as atualizações aprovadas no marco legal do saneamento básico, como a atribuição da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico na competência para editar normas de referência sobre o serviço de saneamento; veda a prestação por contrato de programa dos serviços públicos de que trata o art. 175 da Constituição Federal; aprimora as condições estruturais do saneamento básico no País; estipula prazos para a disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos e autoriza a União a participar de fundo com a finalidade exclusiva de financiar serviços técnicos especializados.

Entenda o que é Saneamento Básico

Saneamento é um conjunto de medidas com objetivo de preservar ou melhorar as condições do meio ambiente para prevenir doenças e promover a saúde, melhorar a qualidade de vida da população e facilitar a atividade econômica. No Brasil, o saneamento básico é um direito assegurado pela Constituição e definido pela Lei 11.445/2007 como o conjunto dos serviços de infraestrutura e Instalações operacionais de abastecimento de água; esgotamento sanitário; limpeza urbana; drenagem urbana; e manejos de resíduos sólidos e de águas pluviais.

Apesar do saneamento básico ser um conjunto de quatro serviços, quando se fala nele, a população brasileira está acostumada apenas ao conceito de serviços de acesso à água potável, à coleta e ao tratamento dos esgotos. Daí a importância dos investimentos no setor para a saúde do povo.

Em parceria com Brasil 61

Comunicando com seus superiores

Na carreira, não podemos deixar de considerar outra forma de se comunicar é com a chefia ou superiores. Ela é importantíssima e tem particularidades que são bem diferentes de quando você se comunica com os seus colegas de trabalho ou equipe. Comunicando com seus superiores requer alguns detalhes relevantes.

Portanto, ela é muito importante para a evolução da sua carreira, vamos considerar alguns desses fatores. Posicionar sobre trabalho faz parte do dia a dia, mas use o bom senso e muito cuidado como fala de outra pessoa, nunca leve para o lado pessoal você está sendo observado.

Então seja cauteloso com o que diz e procure cultivar uma boa relação com o seu superior, se não tem uma boa relação então redobre a atenção.

Atenção com:

1- Nunca seja agressivo, nestes momentos o autocontrole é fundamental

2- Se está sendo chamado para um trabalho especial, pense que pode ser uma oportunidade, mas se avaliar que tem muito risco, diga de forma educada que não está confortável para executar. Nunca diga que não foi contratado para fazer este trabalho.

3- Se ocorrer um problema de comunicação ou entendimento, evite o confronto ou usar termos que desafiam a outra pessoa, “você não disse isso”. Procure as melhores palavras e não deixe a temperatura esquentar.

4- Criticar uma pessoa de forma agressiva, por exemplo “não trabalho mais com esta pessoa”, você está colocando o seu superior em check, procure ajudá-lo a resolver este problema.

5- Não fuja da responsabilidade “A culpa não é minha”, se for sua ou de alguém da sua equipe se posicione corretamente, você também é responsável. Assumindo se encurta caminho e você demonstra postura e transparência isso é muito bom para a sua carreira.

6- Mudanças em empresas podem levar a resultados não desejados, se assumir a posição “Não fazíamos deste jeito, por isso aconteceu” não é o melhor caminho. Saiba dizer que a mudança não está trazendo o resultado desejado e leve sugestões consistentes.

7- Evite falar “Isso não da para fazer”, você pode dizer a mesma coisa com outras palavras. Leve argumentos consistentes e sugestões para solucionar a solicitação.

8- Nunca deixe de ser sincero com as suas convicções, mesmo sendo diferente da sua chefia e superiores.

Quando relação com os seus superiores passa a ser mais estreita, você terá que se posicionar e está sendo observado a cada momento, então é importante saber se comunicar e se posicionar de forma correta.

LEMBRE: VOCÊ É SOLUÇÃO, E NÃO PROBLEMA.

Comunicando com seus superiores

Você quer alavancar a sua carreira? Saiba mais sobre o meu trabalho, entre em contato:
11 94777-9496  [email protected]com.br
www.rogeriodecaro.com.br @rogeriodecaro .

Gostou de Comunicando com seus superiores?

Então, assine nossa Newsletter.

Novo tratamento para hanseníase no SUS

Novo tratamento para hanseníase através de medicamento oferece alternativa para pacientes resistentes.

O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibilizará um novo tratamento para hanseníase, o antibiótico claritromicina. Outras doenças já usam o mesmo medicamento, como infecções respiratórias e de pele.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda o uso do antibiótico, em especial para pacientes com resistência aos demais remédios. Por exemplo, como a rifampicina, em tratamento disponível no SUS.

O SUS utiliza, até o momento, o método poliquimioterapia, em pacientes com resistência a medicamentos. Nele, são aplicados os medicamentos rifampicina, dapsona e clofazimina.

Esse tratamento, entretanto, poderia não ser totalmente eficaz diante da possibilidade de resistência à rifampicina. Portanto, a importância do tratamento com claritromicina como uma alternativa para estes casos e de resistência a outros medicamentos.

A pele e os nervos sofrem diretamente pela hanseníase. A doença acarreta na perda de sensibilidade do portador. Aliás, reduzindo a percepção de calor nas partes afetadas. Além disso, a enfermidade apresenta manchas no corpo e redução da força muscular.

Novo tratamento para hanseníase

Novo tratamento para hanseníase: A doença no Brasil

O Brasil é o segundo país com mais casos de hanseníase no mundo. Apenas a Índia supera nossos números. Em 2018, foram registrados mais de 27 mil novos casos, segundo o Ministério da Saúde. o que representa mais de 93% das ocorrências registradas nas Américas.

A doença tem registro de casos novos em todos os estados, com maior concentração nas Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Esse aumento do número de casos ocorre muitas vezes com o contágio pelo convívio com doentes ainda sem tratamento. Entretanto, vale ressaltar que 90% das pessoas são naturalmente imunes a bactéria. Ou seja, não adoecem após contato com ela.

“Estima-se que um paciente não tratado num raio de 100 metros vai infectar no ano seguinte pelo menos mais uma pessoa”, explica a dermatologista Laila de Laguiche, fundadora do Instituto Aliança Contra Hanseníase no Brasil.

O Medo Humano

Entendendo o medo – Capítulo 1

O ser humano é medroso, fraco e implora por controle. Ele busca alguém para controlar a vida dele, para que ele não seja responsável por seus atos, sendo mais cômodo viver assim. O ser humano, nesta escravidão auto imposta, vai em busca de alguém para controlá-lo, de geração em geração. Quando o ser humano atinge o nível de querer, buscar e até lutar pela liberdade, ele cria um novo padrão de comportamento que dura algumas décadas, no sentido de se manter livre. Às vezes, até lutando novamente por isso. No entanto, a vida fácil decorrente desta liberdade cria confortos que acostumam as gerações posteriores com facilidades, mas não mostra para eles a luta necessária para a tal liberdade. Assim, uma nova geração clama por ser controlada, em cada um de seus atos, e acredita que ainda é livre, só porque não está dentro de um presídio. A cada geração, a noção de liberdade diminui, ao ponto de se tolerar, e até pedir, que um governante mande na vida íntima do ser humano.

Para dar uma aparência de liberdade, tolera-se o pior desta. Não só se toleram, mas fomentam-se comportamentos livres que geram prisão, como libertinagem sexual, na qual o ser humano pode tudo. Esse desvario gera um vício comportamental que exige mais do mesmo, de modo que se cria uma prisão em torno de vícios sexuais. Isso cria uma espiral comportamental que suga a essência vital do ser humano de modo que ele busca mais sexo para compensar o excesso de sexo, tal qual um cocainômano consome mais cocaína para compensar a falta de cocaína. Quanto mais o tempo passa, mais difícil é sair deste redemoinho, que gira para dentro e para baixo.

Em tempos de quarentena social, decorrente do vírus chinês, vimos que as pessoas que mais falavam em liberdades ficaram quietas, amando a experiência totalitária de ficar preso em casa, enquanto que os lutadores da vida real, sobretudo os mais pobres, morrem de inanição. Pais de família vendem balas nos semáforos. Quando um homem adulto trabalha como ambulante, o problema é mais grave, pois uma pessoa com mais qualificações profissionais trabalhando no semáforo significa que meninos que faziam isso estão, na melhor das hipóteses, lutando para sobreviver perto de suas próprias casas.

Caiu como uma pedra na cabeça de muitos o comportamento dos “tolerantes”, que agem a favor de quarentenas e bloqueios sociais. Chegou-se ao ponto de pessoas comportarem-se como sovietes, denunciando seus vizinhos por não estarem de máscaras quando saíam às ruas. Acostumados a ter facilidades que não entendem, como ir ao supermercado e encontrar diversas marcas de um único produto, entram em pânico ao não encontrarem o que queriam. Ficam tristes por não terem a marca que gostam. A classe média não está passando fome, mas está em pânico.

De forma alguma penso em termos negativos ou positivos com a classe média. É somente a média da sociedade, que vive em residências próprias ou alugadas, em bairros comuns, com automóveis comuns, empregos comuns, vidas comuns, filhos comuns, religião cristã genérica e sensação de fazer o que é certo por ajudar algumas pessoas de vem em quando. Não há qualquer sarcasmo (ou outro sentimento) nisso, apenas a descrição exata do que eu vejo, com as palavras exatas que me ocorrem.

O tal medo humano fez com que governantes, que normalmente não sabem o que fazer, fizessem errado: criando sistemas de proibição de circulação de pessoas, veículos, atividades econômicas, de modo que a economia rola escada abaixo sem qualquer tipo de freio. E economia não é um número, um índice, um percentual. Economia é um trabalhador colocando um prato de comida na mesa de jantar, com o dinheiro que recebeu por seu trabalho suado. Isso é a economia que é tratada na presente obra. Nada mais, nada menos.

Esses mesmos governantes, atuando com os outros medrosos que têm cargos públicos, usam o seu próprio medo para impor medo aos outros, gerando cenas revoltosas mostradas pela internet: prisões arbitrárias de transeuntes que estavam sozinhos em praias, determinando a retirada de bandeiras do Brasil das janelas dos veículos etc. Este último tem uma razão de ser: por ser um ato de apoio ao atual presidente, governadores estaduais, com raiva, inveja e, por que não, medo, mandavam seus agentes de segurança pública tirar tais bandeiras. Esses agentes deveriam prestar continência à bandeira, mas retiraram-nas. O medo dos governantes e dos agentes públicos em geral criaram comportamentos opostos ao que deveria ser feito.

As pessoas, com medo, foram mandadas para delegacias, nas quais os agentes de segurança autuavam por atos que não são crimes, para gerar mais medo. Como é impossível prender milhões ao mesmo tempo, prende-se apenas os primeiros, gerando um efeito manada, criado pelo medo humano de sofrer, o que por sua vez gera o comportamento de acatar e aceitar as opiniões ditatoriais de certos governantes. Mas para lutar contra isso, é necessário domar o medo, pois até a liberdade assusta.

CONTINUA … Leia o Capítulo 2

Por Marcio Pinheiro

O MEDO

Todo dia um novo capítulo em nosso Caderno Cultural. Assine a Newsletter para ser notificado sobre os próximos lançamentos

Mega da Virada 2020 terá prêmio de R$300 milhões

Você pode apostar valores a partir de R$ 4,50. Confira as chances de acertar os números da mega da virada 2020.

Anote aí. 31 de dezembro, 20h, a Mega da virada 2020 premiará sortudo (ou sortudos) que acertar as seis dezenas. Ao menos, R$ 300 milhões. Afinal, a Caixa Econômica Federal afirma que o sorteio não acumula, alguém ganhará. Porém, caso de ninguém acertar todos os números, o prêmio será dividido entre os apostadores que acertarem cinco dezenas, e assim por diante, até aparecer um ganhador.

Ano passado, 4 pessoas dividiram prêmio superior a 304 milhões da Mega da Virada. Veja até quando fazer a aposta, as chances de ganhar na Mega da Virada e também como retirar o prêmio.

Até quando pode apostar na Mega da Virada?

As apostas da Mega da Virada serão aceitas até 17h da próxima quinta-feira (31) em casas lotéricas, pelo portal Loterias Online, pelo aplicativo Loterias Caixa para iOS. Além disso, os correntistas do banco também conseguem realizar as apostas através do Internet Banking Caixa.

Quais as chances de ganhar na Mega da Virada 2020?

Segundo a Caixa Econômica Federal, quanto mais números o apostador marcar, maior o valor da aposta, e também as chances de ganhar o prêmio da Mega da Virada. Todavia, a aposta mínima de seis dezenas custa R$ 4,50. A aposta mais cara por exemplo, de 15 dezenas, custa R$ R$ 22.522,50.

Se você optar por jogar uma dezena a mais (custo de R$ 31,50), a probabilidade de vencer na Mega da Virada aumentam. Então, sendo de uma em 7.151.980. Por fim, quem pagar mais de R$ 22,5 mil na aposta, com 15 dezenas, terá uma chance em 10.003 de acertar todos os números e se tornar milionário. 

Além disso, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário da Mega da Virada, com a aposta simples, é de uma em 50.063.860, conforme divulga a Caixa Econômica Federal.

Ganhei! Como recebo o meu prêmio?

A retirada do prêmio da Mega da Virada pode ser feita em qualquer casa lotérica credenciada ou nas agências da Caixa Econômica Federal. Entretanto, no caso de prêmio líquido superior a R$ 1.332,78 (sem descontos, R$ 1.903,98), o dinheiro só pode ser retirado nas agências da Caixa.

Vale lembrar que os valores que foram iguais ou acima de R$ 10 mil são pagos após dois dias da apresentação do bilhete da aposta na agência da Caixa. O(s) ganhador(es) da Mega da Virada possuem até 90 dias, a partir da data do sorteio da Mega da Virada, para retirar a premiação.

Jornal Grande ABC

Mega da Virada 2020

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 266 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Júpiter e Saturno: A Estrela de Belém

Nesta segunda (21), ocorreu o ápice de um evento astronômico raro: o alinhamento dos planetas Júpiter e Saturno. Os maiores do sistema solar.

Em um ano tão difícil e cheio de desafios, como 2020, o mês de dezembro trouxe essa surpresa especial. Nesse sentido, veio com muita inspiração e energias positivas para todos nós no novo ciclo que se aproxima.

Os astros pedem por mudanças e transformações. Seja na forma de pensar, de sentir ou de agir em relação a si mesmo e aos outros também. Portanto, é o momento de muita reflexão interior.

Júpiter e Saturno, e nós

Repense os seus projetos e reflita sobre o que gostaria de “SER”, “TER” e “FAZER” em 2021. O que gostaria de ver realizado? Além disso, saiba que é no momento de decisão que o seu destino é traçado.

Segundo a Lei da Atração: Tudo vibra. O que você pensa e sente está vibrando. E tudo o que vibra atrai algo na vibração semelhante para a sua vida. Então, se algo não muito bom acontece com você, comece a prestar atenção no que está vibrando, para poder atrair algo melhor. Segundo essa lei, tudo no que você foca a atenção será atraído pela força do pensamento.

Dessa maneira, a Lei da Atração diz que você atrai a realidade, ou seja, você acaba atraindo para sua vida tudo que sente ou pensa, sejam elas situações negativas ou positivas.

Caro leitor, desejo que 2021 seja o seu ano da mudança. Além disso, que possa realizar tudo aquilo que deseja e prioriza para sua vida.

Boas Festas e até breve!

Graça Decaro

Coach Metafísica, Terapeuta Holística, Escritora do eBook Depressão: A solidão da “Alma” e A Arte de Ser Feliz “Parar, Sentir e Perceber” Sitehttps://gracadecaro.wixsite.com/lifecoach-metafisico Telefone11 98588-3262 e-mail[email protected] Instagram@graca.decaro

Júpiter e Saturno

Então, assine nossa Newsletter e seja notificado em primeira mão.

Sustentabilidade vista pelos jovens em concurso de desenho

Exposição “Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável” está disponível no site do Acervo do Estado. Resultado demonstra como a sustentabilidade vista pelos jovens hoje em dia.

O Governo do Estado divulgou neste sábado os 20 desenhos vencedores do Concurso de Desenho “Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”. A exposição virtual está disponível em www.acervo.sp.gov.br.

Alunos dos anos finais do Ensino Fundamental (6º. ao 9º. anos) e do Ensino Médio da rede pública estadual foram convidados a participar. Dessa forma, mostrar por meio de desenhos realizados com diferentes técnicas, como eles entendem as cinco áreas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Estas, estabelecidas na Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) – pessoas, planeta, paz, prosperidade e parcerias.

A iniciativa marca a comemoração dos 75 Anos da ONU. Além disso, é fruto da parceria entre as Secretarias da Casa Civil, da Educação, de Governo e de Relações Internacionais. O Acervo Artístico-Cultural dos Palácios, vinculado à Secretaria de Governo, também participou da organização do concurso e realizou a exposição virtual com os trabalhos vencedores. O projeto teve o apoio da Representação da UNESCO no Brasil – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.

Concurso mostra sustentabilidade vista pelos jovens

Comissões multidisciplinares formadas nas escolas e nas Diretorias de Ensino avaliaram os trabalhos inscritos e selecionaram 200 desenhos finalistas. Uma comissão julgadora integrada por representantes das Secretarias responsáveis pela organização do concurso. Além disso, de consultoras do setor de Educação da UNESCO no Brasil, definiu os vencedores.

Os critérios de avaliação foram a pertinência em relação ao tema, criatividade e originalidade e qualidade plástica da produção artística, dentre outros. Todos os desenhos apresentados foram acompanhados por um texto explicativo sobre o conceito da criação.

Sustentabilidade vista pelos jovens

Agenda 2030 no Currículo Paulista

A Agenda 2030 dialoga com todas as áreas de conhecimento e componentes curriculares do Currículo Paulista.

“Uma das competências trabalhadas nas escolas é a defesa de ideias que respeitem e promovam os direitos humanos, a consciência socioambiental e o consumo responsável. Os 17 ODS e os 5P´s da sustentabilidade tratam desses temas com uma linguagem universal e os alunos souberam traduzir esses conteúdos em seus desenhos”, explica Rossieli Soares da Silva, Secretário da Educação.

Ana Cristina Carvalho, Curadora do Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo, destacou a conscientização dos alunos da rede pública sobre os temas da Agenda 2030. Por exemplo, como o enfrentamento da pobreza, da fome e a busca pela equidade. “Em cada desenho há uma descoberta de caminhos e muita esperança”, registrou.

Para a Coordenadora de Educação da UNESCO no Brasil, Rebeca Otero, o concurso contribui para o alcance da meta 4.7 do ODS 4 – Educação de Qualidade, que visa, até 2030, promover a educação para o desenvolvimento sustentável e estilos de vida sustentáveis. Portanto, estabelecendo uma ponte com o conjunto dos ODS. “A UNESCO no Brasil reconhece que esta iniciativa do concurso está alinhada com os princípios da Educação para o Desenvolvimento Sustentável”, afirmou.

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Sendo assim, nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Então, assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 266 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Portanto, aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Economia Circular – faça parte do movimento! – 2

O Movimento Circular tem um Manifesto, com indicação de proposições e, ao final, podemos complementar com nossas ideias e ações para um mundo sem
lixo! Economia Circular, faça parte! Link da matéria anterior aqui.

“Virou lixo? E se desse para virar outra coisa?
Afinal, tudo o que é bom dura muito e no fim vira outra coisa.

E se a gente assumir que adora coisa usada?
Coisa usada é mais gostosa. Se ficar com ela, é uma a menos que vai para o aterro.

E se a gente ignorar a mania de fazer upgrade?
Fazer upgrade só é bom para quem vende as coisas. Portanto, seja rebelde.

E se a gente consertar em vez de jogar fora?
Ademais, consertar é inteligente. As coisas duram mais e o dinheiro fica no seu bolso.

E se a gente customizar antes de enjoar e se livrar?
Use a imaginação para transformar o que é banal em algo inédito.

E se você for um gênio na arte de consertar coisas?
Certamente você vai descobrir na prática.”

Continue o Manifesto contando o que você vai fazer por um mundo sem lixo!

E se….”

Você pode enviar para o site e também comentar aqui, certamente vou adorar conversar com você!

Economia Circular, faça parte!!!

A Economia Circular garante, principalmente, o atingimento de diversas metas vinculadas aos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável.

Anteriormente, em 2015, a ONU lançou uma nova agenda de desenvolvimento sustentável. Sobretudo, baseada nos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), estabelecidos no ano 2000. A Agenda 2030 tem o objetivo de finalizar o trabalho de erradicação da pobreza iniciado com os ODM por meio de 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e 169 metas que mobilizam Governos, Empresas e Sociedade Civil para que tomem ações em áreas de importância crucial para a humanidade e para o planeta.

Fonte: Movimento Circular.
Acesse: https://www.movimentocircular.io

Carolina Estéfano
Mestra em Ciências, com ênfase em Análise Ambiental Integrada (UNIFESP SP), Bióloga e Gestora Ambiental.

A Sinceridade

Reflexões e dissertação sobre a sinceridade e nossa relação com ela.

O quão sinceros costumamos ser?!?
Se pararmos para uma reflexão, no entanto, qual seria a pontuação?!?
Será que dá pra pontuar?!?

Sinceramente, tenho minhas dúvidas.
A sinceridade abre muitas portas e fecha outras.
Muitas pessoas não estão dispostas a ouvir. Afinal, a verdade nem sempre é algo que massageia o ego, geralmente é o tapa sem mão que não se vê. Mesmo assim, em alguns casos, é necessário. Dessa forma, existem tantas formas de a expor, é uma questão de escolher bem as palavras que serão usadas.

A sinceridade fortalece laços e cria um ambiente confiável estabelecendo boas relações.
Permitindo conhecer o outro um pouco melhor e seus respectivos sentimentos, (não por completo, mas pelo menos a ideia central), mantendo o elo e criando relações vindouras.

Há muitos anos ouvi a seguinte frase:
“O excesso de sinceridade, se torna falta de educação!!”
De fato, marcante e muito útil.

A vida exige moderação. Desta forma, devemos ter uma cautela a mais, para que não haja ferimentos graves.

A sinceridade é um compromisso interno e pessoal. Portanto, você deve ser meticuloso e pensar, antes de exteriorizar.

Palavras podem ser “duras”, pesadas, ganham força através da entonação que são usadas. Sendo assim, uma opinião pode tornar-se julgamento, sem que essa seja a intenção.

Use as palavras com sinceridade e sabedoria, pense, repense, não se pronuncie em vão.
Como costumam dizer:
“Ouvir é ouro, falar é prata!”
ॐ∞

Leia mais em Xicas

Economia Circular – faça parte do movimento

Hoje faço um convite para você que está lendo esse artigo (Economia Circular) e consequentemente, como um multiplicador de melhores práticas, para as pessoas de sua convivência:

‘Vamos inventar um mundo sem lixo?’. Eu faço parte desse Movimento, meus alunos e minha escola como um todo. O Movimento Circular é um movimento criado pela Atina Educação, do biólogo Átila Iamarino e parceiros. Tem o slogan acima, promovendo formação, desafios para escolas e para nós, cidadãos, presentando um site com conteúdo atual e extremamente didático sobre Economia Circular. Além disso, da tendência mundial a substituir a Economia Linear, em prol da proteção dos recursos naturais, sustentabilidade dos processos de extração e produção e novas formas de convivência entre os cidadãos e para com os produtos, além de revisão da forma que consumimos desenfreadamente.

A Economia Circular está totalmente alinhada com documentos internacionais, como os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, em que as metas podem ser atingidas, seguindo princípios e diretrizes da mesma.

Nos próximos artigos, estarei falando mais sobre como podemos nos inteirar e ser parte do Movimento Circular!

Por enquanto, segue o site: https://www.movimentocircular.io/, para vocês explorarem e entenderem um pouco mais do assunto.
Carolina Estéfano
Mestra em Ciências – ênfase em Análise Ambiental Integrada
(UNIFESP SP)
Bióloga e Gestora Ambiental

PIX começa a valer a partir de 16 de novembro

Em entrevista exclusiva ao portal Brasil61.com, Mayara Yano, assessora no Banco Central, tira todas as dúvidas sobre o Pix, sistema que promete funcionar 24 por dia, 7 dias por semana

Você certamente já ouviu falar do Pix, o novo meio de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central (BC). De acordo com a própria entidade, a promessa é de transferência de recursos entre contas de qualquer banco em poucos segundos, a qualquer hora e dia. Entre os objetivos do novo sistema, estão o de alavancar a competitividade e a eficiência do mercado, promover a inclusão financeira e preencher uma série de lacunas existentes nos instrumentos de pagamentos disponíveis hoje para a população. 

Até dia 15 de novembro, o sistema vai funcionar de forma restrita e em esquema de teste para alguns clientes. Mas a partir de segunda-feira (16), todo mundo vai poder testar a novidade. 

“O Pix veio para facilitar a vida dos nossos pagamentos do dia a dia. Ele é um novo jeito de fazer pagamento e transferências criado pelo Banco Central, em conjunto com a indústria”, adianta a assessora no Departamento de Competição e Estrutura do Mercado Financeiro do Banco Central, Mayara Yano. 

O sistema é totalmente digital e instantâneo. “Você pode fazer transferências inclusive nos fins de semana, de madrugada e é muito prático”, garante Mayara, em entrevista exclusiva para o portal Brasil61.com. Segundo ela, basta acessar a conta pelo aplicativo no celular que vai estar disponível a opção de pagamento ou transferência de dinheiro pelo Pix. “E ele é muito seguro, aberto e acessível. Ele conecta praticamente em todas as contas, independentemente de onde a outra parte tem conta.” 

A assessora do Banco Central avisa que o Pix não é obrigatório, e sim mais uma opção disponível. “Quem escolhe se vai usá-lo como meio de pagamento é quem está realizando a transação. A pessoa pode usar cartão, boleto, TED, DOC ou o Pix. Ele veio para agregar e somar como mais uma opção”, reforça. 

Na prática, vai funcionar assim: você acessa sua própria conta bancária, a que você já tem – seja num banco ou numa fintech. Essa conta pode ser corrente, poupança ou de pagamento pré-pago e no próprio menu do aplicativo do celular ou pelo internet banking vai aparecer a opção Pix. “Dentro disso vai ter a opção de pagar com Pix, que pode ser feito a partir da leitura de um QR code ou usando a chave, que nada mais é que uma forma muito simples de identificar a conta de quem vai receber o recurso”, explica Mayara Yano. 

Sobre a chave, ela detalha. “Primeiro, é importante frisar que ela não é obrigatória, não é necessário você ter o cadastro dessa chave para poder usar o Pix. Ela só é uma forma mais simples de identificar a sua conta. Então, quando você quiser receber um pagamento ou transferência, por exemplo, em vez de passar nome do banco, agência, conta, CPF, você simplesmente passa a sua chave Pix cadastrada e a transação ocorre de forma muito mais rápida. É muito mais simples para quem está pagando”, sinaliza. 

Municípios sem agências 

De acordo com levantamento do próprio Banco Central, cerca de 2,3 mil municípios ainda não possuem agências bancárias. “O Pix veio justamente para facilitar a vida dessas pessoas. Ainda há muitas transações que usam dinheiro em espécie e os municípios sem agência têm essa dificuldade, porque as pessoas têm que se dirigir para outras localidades para fazer o depósito ou para sacar, por exemplo. Com o Pix, essas transações passam a ser eletrônicas e é um meio totalmente seguro. Tendo acesso à internet, a pessoa consegue fazer os pagamentos, transferências, compras sem a necessidade de se locomover até uma agência bancária”, ressalta Mayara.

Para o futuro, a assessora do Banco Central adianta que haverá uma opção de saque no varejo. “Isso vai facilitar muito a capilaridade desse serviço de saque, mas é uma novidade que vem só mais para frente para facilitar a vida desses municípios.” 

Confira agora a entrevista exclusiva com a assessora no Departamento de Competição e Estrutura do Mercado Financeiro do Banco Central, Mayara Yano. 

Fonte: Brasil 61