Arquivo da tag: venda

Empresa brasileira de blindagem ligada a militante de Trump multiplica capital em 13 vezes e acumula dívidas

Combat Armor do Brasil, empresa brasileira de blindagem, vendeu veículos blindados aos governos federal e estaduais; sócio brasileiro tem histórico de dívidas.

Texto: Por Alice Maciel, Bruno Fonseca, Ethel Rudnitzki/ Agência Pública

A empresa brasileira de blindagem presidida por Daniel Beck, militante trumpista que participou das manifestações que culminaram na invasão do Congresso americano em janeiro, teve um crescimento exponencial durante o governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Segundo apurou a Agência Pública, o capital social da Combat Armor Defense do Brasil aumentou 1.244%, saltando de R$ 1 milhão para mais de R$ 13 milhões em um período de apenas um ano e sete meses.

A companhia — que já começou milionária a partir de uma participação da Combat dos EUA logo após a fundação, em março de 2019 — tem à frente uma figura próxima de Daniel Beck: Maurício Junot de Maria. Ele, um antigo empresário conhecido do setor de blindados, assina também por outra empresa brasileira de blindagem, a International Armoring do Brasil, que há anos acumula dívidas acima de R$ 60 milhões de impostos federais e estaduais.

Junot vivenciou tempos áureos na década de 1990 e início dos anos 2000, quando se associou à International Armoring Corporation, com sede em Utah e filial no Brasil. A empresa, retratada em reportagem no New York Times, chegou a fornecer veículos blindados às forças armadas dos Estados Unidos durante a Guerra do Iraque. Atualmente, está com o CNPJ inapto na Receita Federal do Brasil e possui registro de dívida ativa de R$ 48,49 milhões com o governo de São Paulo, relacionados ao não pagamento de ICMS, de acordo com dados da Procuradoria-Geral do Estado (PGE-SP). Além disso, a International Armoring tem débitos no valor de R$ 14 milhões na Receita Federal, sendo a maior parte – R$ 7,1 milhões – referentes à não quitação do PIS e Cofins. Segundo a reportagem apurou, a International respondeu a diversos processos na Justiça Federal e no Tribunal de Justiça de São Paulo entre 2006 e 2014 de execução das dívidas. 

Junot contou à Folha de S.Paulo que foi convidado por Daniel Beck, dono da Combat Armor nos Estados Unidos e presidente da Combat Armor no Brasil, para administrar seus negócios no país. De acordo com informações levantadas pela Pública, eles se conheceram na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, mais conhecida como Igreja Mórmon, em Utah, onde os dois moravam quando Junot tocava a International Armoring Corporation.

Sócio da Combat Armor, Maurício Junot, pescando na Amazônia. Foto: Reprodução/Facebook

De volta ao Brasil e após a eleição de Bolsonaro, o empresário filiou-se ao PSL em Vinhedo (SP), cidade da primeira fábrica da Combat Armor no país. A empresa anunciou recentemente que “com o atual crescimento” está de mudança para uma planta maior no município de Indaiatuba (SP). Apesar de nova no mercado, a Combat Armor segue os passos da antiga empresa de Junot, já registrando dívidas de R$ 110 mil de ICMS à Receita Estadual, segundo dados da PGE.

A Combat Armor possui representantes também no Paraná, no Espírito Santo, no Nordeste e, desde janeiro de 2020, uma filial no Rio de Janeiro, onde está ampliando seu leque de negócios. A Pública apurou que a partir desse sábado a empresa irá assumir a frente do clube de tiro American Shooting Club, localizado no bairro Recreio dos Bandeirantes, na capital fluminense.

Empresa de blindagem brasileira é a nova dona de clube de tiro no Rio de Janeiro. Foto: Reprodução/Instagram

De milhão a milhões

O primeiro salto no capital da Combat Armor Defense do Brasil aconteceu em setembro de 2020 – pouco mais de um ano depois da abertura da empresa. Na época, o capital foi alterado do R$ 1 milhão registrado inicialmente para R$ 6,8 milhões. Apenas um mês depois, a empresa passou por nova alteração: em outubro de 2020, o capital passou a valer R$ 13,4 milhões. Segundo dados da Junta Comercial de São Paulo (Jucesp), o primeiro milhão do capital da empresa brasileira veio da Combat dos EUA.

Empresa brasileira de blindagem ligada a militante de Trump multiplica capital em 13 vezes e acumula dívidas
Fachada da primeira fábrica da Combat Armor no Brasil, empresa brasileira de blindagem, na cidade de Vinhedo (SP). Foto: Reprodução/Google Maps

Os dois aumentos de capital ocorreram ainda antes de a empresa fechar os contratos milionários com o governo federal e a polícia do Rio de Janeiro. Em dezembro de 2020, a Combat fechou R$ 4,2 milhões em contratos com a Polícia Rodoviária Federal para blindar 11 viaturas. O contrato foi firmado com a superintendência da Polícia Rodoviária do Rio de Janeiro. Já em março de 2021, a empresa fechou R$ 9,7 milhões com a Secretaria de Polícia Militar do RJ para venda de veículos blindados.

A Combat participou também de licitações para tomada de preços com vários órgãos do governo federal, todas a partir de novembro de 2020, após o segundo aumento no capital; e de pregões com vários órgãos: Justiça Federal do Paraná e de Santa Catarina, o Ministério Público Militar e o Ministério da Defesa.

Proximidade com a família Bolsonaro 

Em entrevista à Folha de S.Paulo, Maurício Junot afirmou que procurou o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) na Câmara, no ano passado, para apresentar a empresa. “Foi há mais ou menos um ano. Fui na cara de pau”, afirmou. “Bati na porta [do gabinete]. Ele estava lá por um acaso e me apresentei. E falei pra ele: ‘Senhor Eduardo, tudo bem? Eu tenho uma empresa que faz isso e isso. Eu gostaria de um apoio teu’”, disse ao jornal. Ele não explicou, no entanto, de que maneira o parlamentar poderia ajudá-lo.

O presidente Jair Bolsonaro também foi apresentado à Combat Armor no ano passado. Ele participou da exposição de um dos veículos blindados da companhia em passagem pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), no Rio de Janeiro, em 4 de agosto de 2020, conforme informações de um site especializado. Sua visita ao Bope consta na agenda oficial

Na ocasião, Jair Bolsonaro conheceu a Nissan Frontier ultrablindada, batizada de Predador. O veículo é o chamariz da Combat Armor e foi idealizado por Maurício Junot, segundo a revista Quatro Rodas

Ainda de acordo com reportagem da Folha de S.Paulo, a versão americana da Combat Armor foi criada em 2011 com o nome de Ad Faction, Inc. Oito anos mais tarde, o nome foi alterado para o atual: Combat Armor Defense. Apenas dois meses antes de a empresa aportar no Brasil, Daniel Beck e familiares alteraram seu objeto social de prestação de serviços de publicidade para negócios voltados para a área de segurança. 

Os negócios de Daniel Beck chamaram atenção da imprensa nacional depois que o site de jornalismo investigativo dos Estados Unidos Proof divulgou a possível participação de Eduardo Bolsonaro em reunião apelidada de “conselho de guerra”, um dia antes da invasão do Capitólio, na residência privada de Donald Trump, no Trump International Hotel, em Washington. 

O jornalista Seth Abramson aponta que a tentativa de golpe, com a intenção de impedir o reconhecimento da eleição de Joe Biden à presidência, teria sido discutida no encontro secreto. Eduardo Bolsonaro, que estava em Washington na semana do ato, negou sua participação. 

Conforme o site, teriam participado dessa reunião, além de Eduardo Bolsonaro e Daniel Beck, os dois filhos mais velhos de Donald Trump, senadores americanos, ex-assessores do então presidente e o empresário Michael Lindell, considerado um dos mais próximos conselheiros do ex-presidente dos EUA. 

Beck postou um vídeo em suas redes sociais dizendo que havia se encontrado com Rudolph Giuliani, então advogado de Trump, e com Michael Lindell e Donald Trump Jr. Eduardo Bolsonaro estava em Washington naquele dia, e sua passagem pelos Estados Unidos foi narrada no Twitter.

Empresa brasileira de blindagem ligada a militante de Trump multiplica capital em 13 vezes e acumula dívidas
Daniel Beck, presidente da Combat Armor, esteve nas manifestações pró-Trump que culminaram na invasão do Capitólio. Foto: Reprodução/Facebook

Por e-mail, a Pública questionou a Combat Armor sobre o crescimento do capital da empresa, as dívidas e as relações com políticos brasileiros e americanos, mas não obteve resposta até a publicação dessa reportagem. Também não conseguimos contato com o CEO da empresa, Maurício Junot. 

Agenda de Eduardo Bolsonaro nos EUA incluiu encontros com embaixador brasileiro em Washington

Em uma segunda-feira, 4 de janeiro, dois dias antes do ataque ao Congresso americano, Eduardo Bolsonaro se reuniu na Casa Branca com a filha do ex-presidente Donald Trump, Ivanka Trump. Na quinta-feira (7/1), ele postou nas redes sociais uma imagem do encontro com Matt Schlapp e Daniel Schneider, representantes da União dos Conservadores Americanos, para tratar da edição brasileira do maior encontro conservador dos EUA, a Conferência de Ação Política Conservadora (CPAC), na Virgínia. Ainda no dia 7, ele publicou uma foto com o autoproclamado filósofo Olavo de Carvalho e o blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, no mesmo estado. 

No dia seguinte, Eduardo postou em seu Instagram uma imagem com o então conselheiro de Donald Trump, Jared Kushner, na Casa Branca, e no dia 11 se encontrou com o jornalista conservador Rodrigo Constantino em Miami. Na Flórida, Eduardo ainda fez questão de filmar e postar sua passagem em uma loja de armas.

Empresa brasileira de blindagem ligada a militante de Trump multiplica capital em 13 vezes e acumula dívidas
O deputado federal Eduardo Bolsonaro esteve em Washington com figuras próximas de Donald Trump durante a posse de Joe Biden. Foto: Reprodução/Instagram

Conforme informações do Ministério das Relações Exteriores, o embaixador do Brasil em Washington, Nestor Forster Júnior, a convite de Eduardo Bolsonaro, acompanhou o deputado no encontro com Ivanka Trump, no dia 4 de janeiro, na Casa Branca. 

Ainda de acordo com a pasta, eles se reuniram novamente no dia 5 na embaixada brasileira, e Eduardo foi a um jantar em sua residência no dia 7, mesmo dia em que o então ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo fez uma série de postagens em seu Twitter minimizando a invasão do Capitólio. O texto foi compartilhado por Eduardo Bolsonaro. As informações constam na resposta ao requerimento de autoria do deputado federal Arlindo Chinaglia (PT-SP), sobre a viagem do filho do presidente aos EUA. 

De acordo com o ministério, não houve participação da embaixada brasileira em Washington no planejamento da agenda de Eduardo Bolsonaro. “O Ministério das Relações Exteriores não foi informado sobre a agenda e nem participou de seu planejamento”, acrescenta o órgão. A pasta afirmou também que não tem conhecimento da suposta reunião na qual teria sido concebida a estratégia de resistência à posse de Joe Biden, que teria culminado na invasão do Capitólio. 

Gostou de “Empresa brasileira de blindagem ligada a militante de Trump multiplica capital em 13 vezes e acumula dívidas“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.644 outros assinantes

turma da mônica gibi

Turma da Mônica Jovem traz páginas da Terceira Série do mangá

A editora Panini confirmou que a edição 52 da Turma da Mônica Jovem, que chegará às bancas no próximo dia 30, trará as primeiras páginas que apresentarão a terceira Série do Mangá. A história promete desdobramentos importantes e surpresas que fazem do número uma edição valiosa. 

Unindo duas séries em uma só revista, o roteiro gira em torno de um inimigo que chega para libertar a bruxa Yuka das Quatro Dimensões Mágicas. O evento  mudará tudo o que se conhece e irá agitar a vida de todos no bairro do Limoeiro. O que será que vem por aí?

A edição histórica  já está em pré-venda na loja online da editora por R$11,90.

Sobre a Panini

O Grupo Panini foi criado há 60 anos em Modena, Itália. Possui subsidiárias em toda a Europa, América Latina e Estados Unidos. É a líder mundial no setor de colecionáveis e publicações e a principal editora multinacional de quadrinhos, revistas infantis e mangás na Europa e na América Latina. A empresa possui canais de distribuição em mais de 150 países e conta com uma equipe de mais de 1.200 pessoas. Para mais informações, visite www.paninigroup.com.

Sobre a Mauricio de Sousa Produções

A Mauricio de Sousa Produções (MSP) é a maior empresa de entretenimento do Brasil, responsável por uma das marcas mais admiradas do país, a Turma da Mônica. A MSP investe em inovação e produz conteúdos em todas as plataformas com a mais alta tecnologia, alinhando educação, cultura e entretenimento. No licenciamento, trabalha com 150 empresas que utilizam seus personagens em mais de 4 mil itens. No universo digital, o canal no YouTube da Turma da Mônica já chegou a 14,5 bilhões de visualizações, sendo a maior audiência para Mônica Toy, conteúdo desenvolvido exclusivamente para esta plataforma; além do engajamento e interações orgânicos com os fãs em mídias sociais. Na área editorial, possui um dos maiores estúdios do setor no mundo e já tem mais de 450 títulos e mais de 1,2 bilhão de revistas em quadrinhos, responsáveis pela alfabetização informal de milhões de brasileiros.

Gostou da nossa matéria “Turma da Mônica Jovem traz páginas da Terceira Série do mangá“?

Turma da Mônica Jovem traz páginas da Terceira Série do mangá
Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.644 outros assinantes

Gigante de tecnologia busca representantes comerciais

Atualmente, 15% das vendas da fintech são realizadas por meio de representantes comerciais – objetivo é crescer a equipe em 900% ainda este ano.

Intuit QuickBooks, fintech americana desenvolvedora de sistemas de gestão financeira para pequenas empresas e escritórios contábeis, está em busca de representantes comerciais para apoiar o crescimento acelerado da empresa no mercado brasileiro. O programa foi iniciado há aproximadamente um ano com apenas 3 representantes e a expectativa é crescer 900% ainda em 2021. 

Entre os perfis que a empresa busca, estão pessoas que possuem conhecimento do mercado de PMEs, contabilidade, consultores financeiros e até mesmo franquias. Para participar, os interessados podem se cadastrar em https://quickbooks.intuit.com/br/representantes/ e passam por um processo de capacitação inicial, no qual aprendem sobre o sistema QuickBooks e seus diferenciais.

A partir daí, os representantes comerciais passam a receber listas de contatos de empresas ou contadores interessados em se tornarem clientes da Intuit. Para cada venda fechada, o representante é remunerado financeiramente e não há teto para o valor: os ganhos podem se acumular de acordo com o número de vendas. O recebimento da remuneração acontece de forma mensal. 

Para Marcelo Tavares, Gerente de Parcerias da Intuit, uma das grandes vantagens da estratégia de representantes é o fato dos profissionais participarem de um programa estruturado, com apoio de marketing. “O nosso maior interesse é estabelecer um relacionamento de longo prazo com os nossos representantes comerciais e, para isso, criamos uma rede de apoio que reúne o conhecimento e a segurança de uma gigante de tecnologia, com possibilidades reais de ganho financeiro”, conta. “A estratégia tem funcionado e atualmente 15% das nossas vendas são realizadas por meio deste canal. Agora queremos acelerar”, finaliza. 

Para conhecer mais sobre o programa de representantes comerciais da Intuit QuickBooks, visite https://quickbooks.intuit.com/br/representantes/


Sobre a Intuit QuickBooks

A missão da Intuit QuickBooks é empoderar o planeta. Nossa missão como plataforma global de produtos financeiros como o QuickBooks aqui no Brasil, o TurboTax e o Mint em outros países é capacitar os consumidores, trabalhadores autônomos e pequenas e médias empresas para melhorar suas vidas financeiras. Nossa plataforma e nossos produtos ajudam os clientes a ganhar mais dinheiro com a menor quantidade de trabalho, dando a eles total confiança para suas ações e tomadas de decisões. Nosso ecossistema de inovação e gestão financeira  serve mais de 50 milhões de clientes em todo o mundo. Por favor, visite nossa página para ter acesso às últimas notícias e informações detalhadas sobre a Intuit, seus produtos e redes sociais.  

Gostou de “Gigante de tecnologia busca representantes comerciais?

Gigante de tecnologia busca representantes comerciais

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no Brasil. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.644 outros assinantes

Vagas para vendedor na Polishop de Itaquaquecetuba

A loja da Polishop em Itaquaquecetuba está contratando para vagas de vendedor. Necessário ter o Ensino Médio completo.

As inscrições são através da plataforma VAGAS.com, caso tenha dúvidas ou não saiba como cadastrar seu currículo, consulte este tutorial simples. Na relação abaixo, clique no título da vaga (em negrito e sublinhado) e será direcionado para inscrição no servidor.

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais abaixo compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas e informações sobre as vagas é por parte dos contratantes.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Whatsapp (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Telegram (clique aqui)

Vagas para vendedor na Polishop de Itaquaquecetuba

Vendedor – Shopping Outlet Grande São Paulo (ITAQUAQUECETUBA)
Polishop
Auxiliar/ Operacional 5 vagas

Descrição
Atividades:
Atendimento ao cliente, demonstração de produtos, venda de produtos e serviços e organização da loja. Profissional terá metas de vendas de produtos e serviços.

Necessário: Ensino Médio completo.

Benefícios: Assistência Médica, Assistência Odontológica, Seguro de vida em grupo, Vale-refeição e Vale-transporte.
Regime de contratação: CLT (Efetivo)
Horário: Escala 6X1 das 10:00 às 18:00 ou 14:00 às 22:00.

A POLISHOP prioriza a contratação de pessoas com deficiência.

Mais Vagas no Grande ABC

Gostou “Vagas para vendedor na Polishop de Itaquaquecetuba”?

Vagas para vendedor na Polishop de Itaquaquecetuba

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Sobre a empresa

A Polishop é uma empresa multicanal de grande porte que está no mercado desde 1999 oferecendo soluções e produtos inovadores e de qualidade.

Contamos com mais de 2.500 funcionários.

Conheça nossos canais de vendas:

  • CALL CENTER: 24 horas por dia/ 7 dias por semana
  • LOJAS FÍSICAS: Mais de 230 lojas e quiosques próprios em shoppings em diversos Estados
  • LOJA VIRTUAL: http://www.polishop.com.br
  • POLISHOP COM.VC: canal de vendas multinível

Vendas de automóveis, comerciais leves e ônibus caem em janeiro

Números divulgados pela Fenabrave, a associação que representa as concessionárias de automóveis, revelam que as vendas de carros e veículos comerciais leves caíram 11,7% no primeiro mês de 2021, na comparação com igual período do ano passado.

No total, foram emplacadas 162 mil, 567 unidades, entre carros de passeio e utilitários leves

Comparando com dezembro, que tradicionalmente é um mês mais aquecido que janeiro, a queda é ainda maior: 30%.

Importante lembrar que os números de janeiro já não contam com a produção de carros pela Ford, que anunciou nos primeiros dias do ano sua saída do País, com fechamento da fábrica em Camaçari, na Bahia, onde montava os modelos Ka e EcoSport, e da unidade em Taubaté, no interior de São Paulo, onde produzia motores e transmissões.

Também houve retração, em janeiro, no mercado de ônibus, que somou 1.324 unidades comercializadas, total quase 40% inferior a  janeiro de 2020 e queda próxima de 15% sobre dezembro passado.

Segundo a Fenabrave, o segmento ainda sofre com os efeitos da pandemia. As restrições de circulação e os cancelamentos de viagens afetaram muito as empresas de ônibus, o que acabou desmotivando a compra de novas unidades.

Já o mercado de caminhões apresenta resultados mais animadores.

As vendas de caminhões iniciaram 2021 em bom ritmo. Em janeiro, foram emplacados 7.262 veículos, alta de pouco mais de 1% na comparação com o primeiro mês de 2020, mas ainda com retração de quase 25%, na comparação com dezembro do ano passado.

Com informações de Rádio2.

Gostou de “Vendas de automóveis, comerciais leves e ônibus caem em janeiro“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

Vendas de automóveis, comerciais leves e ônibus caem em janeiro
BRA10. RÍO DE JANEIRO (BRASIL), 04/09/2012.- Fotografía de archivo del 13 de noviembre de 2008 donde se ven cientos de coches importados de las firmas Chrysler, Dodge, Fiat y Citroen en el puerto de la ciudad de Río de Janeiro (Brasil), a la espera de ser puestos a la venta en los diferentes concesionarios de esas marcas en todo el país. Brasil registró en agosto una venta récord de 420.101 vehículos gracias a las reducciones de impuestos concedidas por el Gobierno para incentivar uno de los sectores más afectados por la crisis económica internacional, informó hoy, martes 4 de septiembre de 2012, la Federación de Distribuidores de Vehículos Automotores (Fenabrave). EFE/Marcelo Sayão
Empréstimos às pequenas empresas

Empréstimos às pequenas empresas: ACISBEC faz parceria para facilitar

A ACCrédito é uma instituição financeira autorizada pelo Banco Central com o propósito de apoiar microempreendedores individuais, micro e pequenas empresas. Facilitação de empréstimos às pequenas empresas.

Com a perspectiva de retomada da economia após o período da pandemia, provocada pela covid-19, a ACISBEC (Associação Comercial e Industrial de São Bernardo do Campo), em parceria com a ACCrédito, oferece aos associados e empreendedores uma plataforma digital para acessar vários benefícios.

A ACCrédito é uma instituição financeira, que oferece empréstimos para micro e pequenas empresas, associadas a Federação de Associações Comerciais do Estado de São Paulo (FACESP) com taxas e prazos diferenciados e carência para pagar, com rapidez e sem burocracia. A instituição é autorizada pelo Banco Central e tem a finalidade de apoiar o desenvolvimento e crescimento de microempreendedores individuais, micro e pequenas empresas, oferecendo linhas de crédito com condições exclusivas.

De acordo com o presidente da ACISBEC, Valter Moura, trata-se de um serviço a mais disponível para o associado. “A nossa preocupação é fomentar o comércio e oferecer produtos e serviços que auxiliem os associados na gestão eficiente de seus negócios”, explica.

Outras informações podem ser acessadas pelo https://www.accreditodigital.com.br.

Empréstimos às pequenas empresas

Sobre a ACISBEC

Instituição com mais de sete décadas de existência, foi fundada em 27 de setembro de 1944 e tem como presidente Valter Moura. Instalada em sede própria com área de quatro mil metros construídos, dispõe de ampla estrutura distribuída em seis pavimentos com auditório para 400 pessoas, salas de reunião, salão de exposição para feiras e fóruns de negócios, cursos e palestras, entre outros.

Ao longo dos anos, a ACISBEC implantou serviços, projetos, realizou convênios e parcerias em benefício dos associados e comunidade. Entre os atendimentos prestados estão consulta Pessoa Física e Pessoa Jurídica; Cadastro Positivo; Certificado Digital; Certificado de Origem; ACISBEC Mobile; Cursos e Eventos e dispõe de locação de salas.

Maratona Black Friday

Shopping promove Maratona Black Friday no superapp Multi

Aplicativo vai apresentar ofertas especiais do Lápis Vermelho com até 70% de desconto para comprar nos shoppings da rede ou receber em casa no mesmo dia

Os Shoppings Anália Franco, MorumbiShopping, Vila Olímpia e ParkShopping São Caetano promovem, a partir do dia 23 de novembro, a Maratona Black Friday: uma semana inteira de ofertas do Lápis Vermelho com descontos de até 70% nas categorias de eletroportáteis, beleza e cosméticos, roupas e acessórios, eletrônicos, decoração, cama e mesa. Por meio do superapp Multi, os shoppings irão oferecer uma seleção de ofertas para que o cliente possa planejar as compras antes de sair de casa ou adquirir pelo próprio aplicativo, com entrega em até 24 horas. O Multi também vai oferecer cupons de desconto para compras nas lojas físicas.

Com o posicionamento “A gente corre por você”, a campanha de Black Friday da Multiplan aposta em curadoria e comodidade para os consumidores: o Multi terá uma página especial que funcionará como um agregador das ofertas, facilitando a vida dos clientes e permitindo que pesquisem as melhores promoções a qualquer hora, de onde estiverem. Também será possível comprar diretamente no aplicativo e receber os produtos no mesmo dia, em um raio de até 10 km dos shoppings.

Para quem preferir fazer compras por drive thru, o Multi oferece ainda um canal de venda direta que facilita a experiência: ao clicar na opção “combine seu pedido diretamente com a loja”, o aplicativo leva o consumidor ao WhatsApp do lojista para escolher seus produtos e combinar a retirada. Esse canal, que agrega contatos de centenas de lojas, também está disponível nos sites de todos os shoppings da Multiplan. 

“Nessa Black Friday vamos oferecer comodidade aos clientes, que querem aproveitar boas ofertas com segurança e otimizando seu tempo”, afirma Rodrigo Peres, Co-Head de Marketing, Inovação e Negócios Digitais (MIND) da Multiplan. “Nosso aplicativo realiza a curadoria e apresenta as melhores ofertas, usando a marca forte do Lápis Vermelho. E, para quem quiser aproveitar os melhores preços sem sair de casa, o Multi também oferece um serviço personalizado com shoppers que vão às lojas realizar a compra de qualquer produto escolhido pelos clientes, com entrega em um dos menores prazos do mercado”, completa. 

No site da Liquidação do Lápis Vermelho (www.liquidacaolapisvermelho.com.br) será possível consultar promoções da Black Friday e, ao acessar cada oferta, o cliente também pode entrar em contato com as lojas por WhatsApp ao clicar no botão “comprar”. As redes sociais do Lápis Vermelho (@lapisvermelho no Instagram e @LiquidacaoLapisVermelho no Facebook) também vão divulgar descontos especiais ao longo da semana.  

Frete grátis 

Entre os dias 23 e 26 e 28 e 30 de novembro, uma categoria de produtos terá destaque a cada dia no aplicativo. Na landing page da campanha (https://paginas.meumulti.com.br/black-friday/), onde já é possível se cadastrar para receber informações sobre a Maratona Black Friday, também será possível acompanhar as categorias selecionadas para cada dia. De segunda a quinta-feira, as entregas terão frete grátis.  Na sexta-feira, 27 de novembro, serão oferecidos cupons de desconto para serem usados em produtos e alimentação diretamente no shopping. 

Os Shoppings Anália Franco, MorumbiShopping, Vila Olímpia e ParkShopping São Caetano seguem um rigoroso protocolo de higienização e segurança elaborado por infectologistas, além de cumprir as normas estabelecidas pelas autoridades locais.

A Multiplan chega à Black Friday 2020 com 16 dos seus 18 shoppings integrados à funcionalidade de marketplace do Multi e mais de 44 mil produtos de diferentes segmentos disponíveis para compra pelo superapp.  

O superapp Multi está disponível para download no Google Play e Apple Store.

Sobre o MorumbiShopping

Desde 1982, o MorumbiShopping atua na vida e na moda do paulistano com um espaço democrático e um mix de lojas atual, moderno e variado. São, ao todo, 483 lojas dos mais diversos segmentos, como a Apple, Forever 21, Sephora, Coach, New Balance, Ricardo Almeida, FIT, Animale, as âncoras C&A, Renner, Zara e Riachuelo. Grande variedade de lojas para atender a todas as necessidades de seus clientes. A criação da Ala Morumbi Fashion, em 1984, e do GourmetShopping, em 1989, frisam o pioneirismo no DNA do MorumbiShopping. Foi o primeiro Shopping a criar uma área exclusiva de moda, com marcas nacionais e internacionais, e reúne, em um espaço reservado, 23 dos restaurantes mais prestigiados de São Paulo, como Pobre Juan, Zucco, Pirajá, entre outros. Premiado pelos principais veículos de São Paulo como o shopping mais completo, o MorumbiShopping posicionou-se como referência na cidade como um espaço democrático, que tem tudo para todos.

Sobre o ParkShopping São Caetano

Inaugurado no final de 2011, o ParkShopping São Caetano foi construído no novo bairro da cidade de São Caetano do Sul, o Espaço Cerâmica: um complexo multiúso com edifícios residenciais e comerciais em uma área de 300 mil m². O shopping possui 218 lojas, sendo 15 âncoras e megalojas distribuídas em dois pisos (São Caetano e São Paulo). Com foco nos públicos das classes A e B, o ParkShopping São Caetano atende não só as cidades do Grande ABC como também a bairros de São Paulo localizados em seu entorno, como Ipiranga, Nova Saúde, Mooca, Vila Prudente, entre outros. O empreendimento, portanto, tem a característica de ser regional e, para isso, há a preocupação constante em aperfeiçoar o seu mix de lojas para ser o mais completo nas áreas de moda, serviços, lazer e alimentação da região. Outra preocupação é sempre trazer ao consumidor da região novas operações até então inéditas em shoppings do ABC.  O ParkShopping São Caetano conta ainda com o Supermercado St Marche e com o Hot Zone, o mais moderno e completo Parque Indoor do país que ocupa 1.500 m² com mais de 200 atrações para adultos e crianças.

Sobre o Shopping Anália Franco

O Shopping Anália Franco é referência em moda, estilo e sofisticação na Zona Leste de São Paulo. Foi inaugurado em novembro de 1999, sendo o segundo shopping da Multiplan localizado na cidade de São Paulo, e contribuiu para a valorização da região. Desde então o empreendimento faz parte da vida dos moradores, sendo uma opção completa para compras, serviços e entretenimento para a família, garantindo praticidade e conforto. A concepção arquitetônica e o cuidado com a ambientação, por meio de paisagismo, iluminação natural, corredores largos e pé direito alto, também são fortes atrativos. Atualmente, o Shopping Anália Franco possui 403 lojas. Entre a variedade de serviços e lazer estão redes como Companhia Athletica, Laboratório Fleury, Tok&Stok e UCI Cinemas, com nove salas, sendo uma delas IMAX e uma 4DX. Ainda possui relevantes marcas nacionais e internacionais como Swarovski, Nespresso, Sephora, MAC, Osklen, Calvin Klein, Lacoste, Pandora, Le Lis Blanc e Ricardo Almeida. Na gastronomia, estão os restaurantes Abbraccio, Almanara, America, Frutaria SP, Madero, Nahoe Sushi, Outback SteakHouse e The Fifties. Completam a lista, 21 opções de fast-food instaladas na praça de alimentação, além de cafés e doçarias.

Sobre o Shopping Vila Olímpia

Inaugurado em novembro de 2009, o Shopping Vila Olímpia possui 191 lojas, um piso todo dedicado à alimentação, boliche com as 12 pistas mais modernas do País e sete salas de cinema Kinoplex, entre elas as duas primeiras salas Platinum do grupo Severiano Ribeiro. Desde 2014, o  empreendimento também conta com o Teatro Claro (antigo Theatro Net São Paulo), resultado da parceria da Brain Mais e a CLARO, que reúne conforto e tecnologia, com 2.300 m², capacidade de 799 lugares e estrutura para receber grandes espetáculos. O Shopping Vila Olímpia é uma opção para os consumidores das regiões que compreendem sua área de abrangência, tanto aqueles provenientes dos edifícios comerciais, como os moradores do entorno. Possui um mix de lojas variado, que alia marcas como Richards, VR, Forever 21, Renner e Riachuelo; uma forte oferta de serviços, estética e beleza, assim como diversas opções de gastronomia, com destaque para Madero, Outback, Pecorino, a 1ª operação do Abbraccio no Brasil, e novidades como Coco Bambu Conceito e Bullguer.

Sobre a Multiplan

A Multiplan possui atualmente 19 shopping centers em operação e é uma das maiores empresas do setor no Brasil. A companhia também atua estrategicamente no desenvolvimento de imóveis comerciais e residenciais, com projetos multiúso que geram sinergias para as operações de shopping centers, oferecem conveniência e comodidade aos usuários, e geram valor a seus ativos. Fundada em 1974 como empresa full service, é responsável pelo planejamento, desenvolvimento, propriedade e administração de um dos melhores portfólios de empreendimentos imobiliários do país. O ParkJacarepaguá, em construção no Rio de Janeiro, será o 20º shopping da companhia.

Os shopping centers da Multiplan totalizam mais de 5.800 lojas, tráfego anual estimado em 190 milhões de visitas e área bruta locável (ABL) de 835 mil m². Ao final do segundo trimestre de 2020, a Multiplan também detinha dois conjuntos de torres comerciais que somados à ABL de shopping centers resultam em ABL total de 922 mil m². Mais informações em www.multiplan.com.br.

Dicas sobre compra

Dicas sobre compra de produtos na Black Friday

O primeiro passo é obter informações sobre a loja ou empresa que está realizando a venda, inclusive, na venda online

Com a proximidade da Black Friday, diversas empresas têm divulgado promoções dos seus produtos. Para evitar contratempos nas compras, o Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), autarquia do Governo, vinculada à Secretaria da Justiça, e órgão delegado do Inmetro, divulga dicas importantes para o consumidor.

O primeiro passo é obter informações sobre a loja ou empresa que está realizando a venda, inclusive, na venda online.

É importante o consumidor ficar atento nos detalhes do produto, principalmente, brinquedos, eletrodomésticos e produtos têxteis.

Os brinquedos devem ostentar o Selo do Inmetro e a escolha adequada do produto por faixa etária. Esse tipo de medida evita acidentes. Não compre artigos infantis em comércio informal, pois não há garantia de procedência. Produtos falsificados ou fabricados em indústrias clandestinas podem não atender às condições mínimas de segurança, especialmente em relação à toxicidade do material usado na fabricação, conter partes pequenas e bordas cortantes

Selecione o brinquedo considerando a idade, o interesse e o nível de habilidade da criança. A faixa etária a que ele se destina – avaliada de acordo com o desenvolvimento motor, cognitivo e comportamental da criança – deve constar na embalagem, assim como informações sobre o conteúdo, instruções de uso, de montagem e eventuais riscos associados à criança, além do CNPJ e do endereço do fabricante. As informações obrigatórias na embalagem demonstram a responsabilidade do fabricante ou importador.

CONTINUE LENDO NA PRÓXIMA PÁGINA ABAIXO ▼

porto de santos

Porto de Santos tem aumento de 5,2% na movimentação em setembro

Esse foi o segundo melhor movimento mensal para o mês de setembro

A movimentação de cargas no Porto de Santos em setembro totalizou 12,2 milhões de toneladas, 5,2% acima do mesmo período de 2019. Esse foi o segundo melhor movimento mensal para o mês de setembro. No acumulado do ano, a movimentação alcançou 110,1 milhões de toneladas, alta de 10,2% sobre o mesmo período de 2019 e de 9,7% sobre o recorde anterior para o intervalo, registrado em 2018. 

Com isso, a expectativa é encerrar o ano com a melhor marca da história, acima das 134 milhões de toneladas de 2019, que já fora recorde. O Porto manteve o patamar histórico de participação na corrente de comércio brasileira, respondendo por 28,3% das trocas nacionais no ano. Aproximadamente 27% das transações comerciais nacionais com o exterior que passaram pelo complexo tiveram a China como país parceiro. São Paulo é o estado com maior participação (56,8%) nas transações comerciais com o exterior pelo Porto.

Os embarques no mês somaram 9,1 milhões de toneladas, um crescimento de 13,4% sobre os números registrados na mesma base anual. No acumulado do ano, esse fluxo de carga atingiu 81,6 milhões de toneladas, alta de 15% sobre o mesmo período de 2019. Já os desembarques totalizaram 3,0 milhões de toneladas, recuo de 13,8% sobre setembro de 2019. As descargas acumuladas no ano somaram 28,6 milhões de toneladas, 1,6% abaixo do mesmo período do ano passado.

Fonte: Brasil 61

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 2.644 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

agricultura tecnologia arroz feijão

MAPA e Centro de Telecomunicações levam tecnologia ao campo

O objetivo é favorecer pequenos e médios produtores rurais e segmentos economicamente mais vulneráveis, para torná-los competitivos no mercado local, nacional e internacional

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPQD) assinaram um acordo de cooperação técnica destinado a promover o desenvolvimento de iniciativas que contribuam para o aumento e a disseminação do uso de tecnologias digitais no agronegócio brasileiro. 

O objetivo é favorecer especialmente, mas não exclusivamente, pequenos e médios produtores rurais e segmentos economicamente mais vulneráveis, propiciando ganhos de produtividade e de qualidade na produção, de modo a torná-los competitivos no mercado local, nacional e internacional.

Para isso, o acordo prevê a construção e validação de arquiteturas, sistemas e modelos de sustentação econômica capazes de viabilizar a transformação digital no campo. O foco são as tecnologias, principalmente nas áreas de conectividade (4G e 5G), Internet das Coisas (IoT) e plataformas que permitem levar conhecimento e inovação ao agronegócio. 

Fonte: Brasil 61