Ponto de vacinação drive-thru contra covid no Atrium Shopping

Santo André passa a contar no próximo sábado (24) com um novo ponto de vacinação contra a Covid-19 em formato drive-thru, no Atrium Shopping, na Vila Homero Thon. Este será o quinto local da cidade a receber estrutura para que os munícipes possam ser imunizados sem precisar sair do carro.

“Mais um drive-thru aberto para otimizar a vacinação em Santo André. Continuamos buscando por mais doses, ampliando e antecipando a vacinação dos públicos prioritários para garantir proteção e cuidado com a nossa gente. A estrutura de mais um local de vacinação, desta vez no Atrium Shopping, nos garante manter com agilidade e eficiência a imunização contra a Covid-19”, afirmou o prefeito Paulo Serra.

Assim como nos outros drive-thrus, é necessário realizar agendamento no site psa.santoandre.br/vacinacovid. A vacinação no Atrium terá início com aplicação de primeira dose em munícipes com 64 anos e profissionais da educação básica com idade superior a 47 anos. 

O Atrium Shopping fica na rua Giovanni Battista Pirelli, 155. O acesso ao drive se dá pela avenida Alexandre de Gusmão, s/nº, no estacionamento do piso G2. Nos dias 24 e 25 de abril, o funcionamento terá início as 8h com horário estendido até as 19h.

“Este é um momento de pensar no coletivo e ajudar no que estiver ao nosso alcance para que a vacinação ocorra de forma organizada e no menor tempo possível. Por isso, ser um dos pontos de vacinação da cidade é uma satisfação para nós”, afirmou a gerente geral do Atrium Shopping, Vanessa Nery.

Os outro quatro drive-thrus da cidade ficam no Paço Municipal (Praça IV Centenário, no Centro), Craisa (acesso no portão 5 pela rua Varsóvia, em Santa Teresinha), Estádio Bruno Daniel (localizado na rua 24 de Maio, na Vila América) e Grand Plaza Shopping (Avenida Industrial, 600, com acesso pelo portão do Centro Empresarial). Todos funcionarão das 8h às 19h até 25 de abril e das 8h às 17h após esta data.

64 anos – A vacinação contra a Covid-19 para munícipes com 64 anos terá início nesta quinta-feira (22) em Santo André. O munícipe deve acessar o site psa.santoandre.br/vacinacovid e verificar data, horário e local disponíveis para fazer o agendamento.

Além dos drive-thrus, o morador tem a opção de agendar a vacinação em uma das nove unidades de saúde da cidade que estão realizando imunização contra o coronavírus: USF Dr. Moyses Fucs, Centro de Saúde Escola, USF Vila Guiomar, USF Jardim Alvorada, USF Cidade São Jorge, USF Vila Luzita, USF Parque Miami, USF Cipreste e USF Recreio da Borda do Campo. Aos finais de semana não é preciso fazer agendamento para ser vacinado nestes locais.

No ponto de vacinação, é obrigatório apresentar documento de identidade e comprovante de residência. Pacientes que estejam passando por tratamento oncológico devem levar, além dos documentos pessoais, uma carta de liberação médica.

No caso de munícipes acamados, a vacina é aplicada em domicílio, com base no cadastro que cada paciente tem nas unidades de saúde. Para esclarecer dúvidas e obter outras informações sobre o cadastramento, além do portal da Prefeitura de Santo André, há também o telefone 0800-4848004.

Solidariedade – O Fundo Social de Solidariedade, presidido voluntariamente pela primeira-dama, Ana Carolina Barreto Serra, está recebendo doações. Quem for se vacinar pode levar 1 kg de alimento não perecível para doar nos drive-thrus. Os itens irão para o Banco de Alimentos, que por sua vez entregará para as famílias de maior vulnerabilidade.

Com informações da Prefeitura de Santo André.

Ponto de vacinação drive-thru contra covid no Atrium Shopping
Atrium Shopping – Foto: Helber Aggio/PSA

Gostou da nossa matéria “Ponto de vacinação drive-thru contra covid no Atrium Shopping“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 703 outros assinantes

Alimentos saudáveis dispararam na pandemia; setor lucrou 100 bi

O consumo de alimentos saudáveis, que já vinha registrando um crescimento, dispararam com a chegada da pandemia no último ano. Em 2020, as vendas desses alimentos – que incluem de produtos sem glúten ou com menor teor de sódio a orgânicos certificados – atingiram R$100 bilhões no país, segundo a consultoria inglesa Euromonitor Internacional. O número é considerado a maior cifra para essa categoria desde 2006, quando esse segmento de alimentos começou a ser monitorado pela consultoria. Em relação a 2019, o avanço foi de 3,5%.

A preocupação com o consumo também  foi constatada em outra pesquisa que ouviu cerca de mil pessoas. Desse número, 78% disseram estar mais atentas à alimentação e à saúde, e 53% afirmaram buscar informação sobre a função dos alimentos. A pesquisa foi realizada pela RG Nutri em parceria com a Tech Fit, empresa líder em aplicativos de saúde e self-care no Brasil.

De olho nesse mercado, diversas empresas expandiram a sua oferta de produtos para atender essa demanda. “O nosso primeiro lançamento ocorreu em 2014 com a bebida Original, única no mercado com apenas dois ingredientes, sem glúten, sem lactose e zero colesterol. De lá para cá, sentimos a necessidade de expandir os sabores e, hoje, estamos com nove sabores no mercado, sem contar com a linha que lançamos recentemente para as crianças”, lembra Rodrigo Carvalho, sócio da A Tal da Castanha.

Foto: Divulgação

Neste ano as crianças foram contempladas com um lançamento de uma bebida totalmente vegetal pensada para complementar a alimentação infantil. O Mini nos sabores de Chocolate, Morango, Baunilha e Maçã & Banana não envolve nada de origem animal, aditivos artificiais e muito menos uma lista de ingredientes extensa. Um copo de 200ml da bebida, contém nutrientes essenciais para o desenvolvimento infantil, como cálcio, ferro, zinco, proteínas e fibras. De proteínas temos exatamente 3 gramas, provenientes da castanha de caju e da fava.

Apesar do momento econômico, a empresa continua crescendo e trabalha para expandir ainda mais a oferta de produtos. A marca faturou 45 milhões de reais em 2020 — e espera quase dobrar esse resultado, com projeção de fechar 2021 faturando 85 milhões de reais.

Alimentos saudáveis dispararam na pandemia
Foto: Divulgação

Sobre A Tal da Castanha: 

A Tal da Castanha é uma marca genuinamente brasileira que utiliza em sua composição apenas ingredientes de origem natural e vegetal. A marca combina excelência e inovação para trazer ao mercado brasileiro uma linha inédita de produtos que inclui bebidas vegetais, pastas e snacks. A filosofia da marca é pautada em pureza e simplicidade, quanto menos ingredientes, melhor. Líder no segmento, os produtos A Tal da Castanha são distribuídos nos melhores mercados do país. A Tal da Castanha é uma referência entre as marcas clean label do Brasil e faz parte da seleta lista de empresas B, um grupo global de organizações comprometidas com a geração de impacto positivo na sociedade e no meio ambiente.

Gostou da nossa matéria “Alimentos saudáveis dispararam na pandemia; setor lucrou 100 bi“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 703 outros assinantes

Festa clandestina na Zona Norte de SP encerrada por fiscalização

Vigilância Sanitária Estadual realizou 12 autuações na madrugada deste domingo (18) na capital, além de festa clandestina na Zona Norte

A fiscalização do Comitê de Blitze do Governo do Estado e da Prefeitura de São Paulo durante a madrugada deste domingo (18) resultou na interrupção de uma festa clandestina na Vila Maria, na zona norte da capital. No local, cerca de 100 pessoas estavam aglomeradas e, em sua maioria, não utilizavam máscara de proteção facial.

Os responsáveis pelo evento foram encaminhados para o Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC) para elaboração de termo circunstanciado. Na operação, foram apreendidos equipamentos de som, quatro máquinas de cartão de crédito e um veículo com as caixas de som usadas no evento.

Equipes da Polícia Civil e Militar participaram da ação em apoio ao trabalho da Vigilância Sanitária Estadual, Procon e demais órgãos de fiscalização a fim de garantir o cumprimento das determinações estabelecidas pelo Plano São Paulo.

Entre o sábado (17) e madrugada de domingo (18), a Polícia Militar atuou de forma preventiva na capital, litoral e interior em 34 ações de apoio à Vigilância Sanitária e 4.338 dispersões, flagrando 607 pontos de aglomeração em todo o Estado. Mais de 42 mil veículos foram vistoriados e 97 pessoas foram presas, sendo que 59 eram procuradas pela Justiça.

No mesmo período, a Vigilância Sanitária Estadual inspecionou 19 estabelecimentos na capital. A equipe realizou 12 autuações, entre elas, a festa clandestina na Vila Maria, uma barbearia no bairro Imirim, duas lojas de decoração em Pinheiros e oito restaurantes e similares. Todos os estabelecimentos comerciais autuados estavam operando com atendimento presencial. Os bairros inspecionados foram Pinheiros, Vila Mariana, Jabaquara, Imirim, Campo Belo, Vila Olímpia, Lapa, Itaim, Santa Cecília, Bela Vista e Vila Maria.

Desde o início do toque de restrição, em 26 de fevereiro, a PM realizou 4.925 mil operações em todo o Estado. No total, 5.757 mil pessoas foram presas, sendo 3.813 mil procurados pela Justiça. Até 11 de abril, o Procon realizou 7.765 mil fiscalizações com 473 autuações.

Comitê de Blitze

Criado no dia 12 de março, em parceria com a Prefeitura de São Paulo, o Comitê de Blitze tem como objetivo reforçar as fiscalizações e o cumprimento das medidas restritivas do Plano São Paulo e evitar a propagação do coronavírus.

Integram o Comitê agentes da Guarda Civil Metropolitana e da Covisa (Coordenadoria da Vigilância Sanitária) pela Prefeitura de São Paulo. Pelo Governo do Estado, atuam profissionais da Vigilância Sanitária, Procon e das Polícias Civil e Militar.

Qualquer pessoa pode denunciar festas clandestinas e funcionamento irregular de serviços não essenciais pelo telefone 0800-771-3541 e também no site www.procon.sp.gov.br ou pelo e-mail secretarias@cvs.saude.sp.gov.br, do Centro de Vigilância Sanitária.

Gostou da nossa matéria “Festa clandestina na Zona Norte de SP encerrada por fiscalização“?

Festa clandestina na Zona Norte de SP encerrada por fiscalização
Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 703 outros assinantes

Reabertas clínicas-escola com atendimentos de saúde no ABC

As Faculdades Anhanguera do ABC retomaram os atendimentos de saúde à população nas áreas de PsicologiaFisioterapia e Nutrição. Os interessados podem optar pelas unidades presentes em Santo André e São Bernardo do Campo. As consultas e avaliações são realizadas pelos alunos da instituição, supervisionados por professores e coordenadores dos cursos. Abaixo, seguem detalhes sobre especialidades e horários.

Santo André

A clínica-escola de Fisioterapia atende de segunda à sexta, das 8h às 12h, pacientes com necessidade de tratamento fisioterapêutico neurológico para crianças e adultos, traumato-ortopedia, saúde da mulher e geriatria.

Já a clínica de Psicologia atende crianças a partir de 6 anos, adolescentes, adultos e idosos e oferece as avaliações para psicodiagnóstico dos grupos etários, psicoterapia individual e orientação parental. O horário de funcionamento é de segunda à sexta, das 8h às 15h e aos sábados, das 8h às 12h.

Para atendimento em Nutrição, são oferecidos os serviços de avaliação nutricional e saúde pública. O horário de atendimento é de segunda à sexta, das 7h30 às 13h30 e das 14h às 20h. Os agendamentos podem ser feitos presencialmente, no endereço Avenida Pedro Américo, 850 – Bairro Homero Thon, ou pelo telefone (11) 4458-5051.

Também em Santo André, na região central, a população conta com a opção de atendimento psicológico para adultos, casais e famílias. O horário de funcionamento é das 11h às 20h, na Rua Senador Fláquer, 456. Para garantir um horário, basta ligar para o número (11) 4097-1400 – Ramal 8, ou enviar um e-mail para clinicaunia.psi@gmail.com.

São Bernardo do Campo

A clínica-escola de Psicologia oferece avaliação psicológica para crianças, adolescentes, pessoas em situação de violência doméstica e pessoas em luto, devido a perdas e que passaram a apresentar sintomas com sequelas físicas, de ansiedade, depressão e, também, para pessoas que passaram pela perda do emprego.

A clínica conta ainda com o Projeto Acolher, que atende profissionais da saúde e professores da rede pública. Intervenções psicoterapêuticas, psicodiagnósticas e plantão psicológico também são realizados.

A unidade trabalha de forma presencial e remota, sendo a primeira avaliação obrigatoriamente realizada de maneira presencial e a modalidade on-line destinada a pacientes com dificuldade de locomoção, que pertençam a grupos de risco à Covid-19 ou que optarem pelo formato. Aos interessados que preferirem o atendimento presencial, o horário de funcionamento é às quartas e quintas, das 8h às 17h e às sextas, das 15h às 17h, no endereço Av. Senador Vergueiro, 505 – Bairro Jardim do Mar. Já aos que optarem pelo atendimento remoto, as consultas podem ser feitas de segunda à sexta, das 8h às 17h.

Para realizar o agendamento, é preciso entrar em contato por ligação ou pelo WhatsApp, número (11) 2823-1003. Os interessados passarão por uma entrevista de triagem e encaminhamento para o respectivo serviço. Quanto aos que tenham interesse em participar do Projeto Acolher, serão realizadas 4 sessões e há a possibilidade de encaminhamento para a psicoterapia, caso necessário.

Também em São Bernardo, a clínica de Fisioterapia atende de segunda à sexta, das 8h às 18h, pacientes com necessidades fisioterapêuticas cardiopulmonares, em neurologia e saúde da mulher e do homem. O horário pode ser agendado pelo número (11) 4362-9036 ou (11) 4362-9037. Os atendimentos são realizados na Av. Dr. Rudge Ramos, 1.501 – Rudge Ramos.

As clínicas seguem rigorosamente as orientações dos órgãos e conselhos de classe sobre a prática de atendimentos no contexto de pandemia e a legislação municipal quanto ao funcionamento dos serviços.

Serviços de atendimentos de saúde no ABC

Santo André

Clínica-escola de Fisioterapia

Horário: 8h às 12h, de segunda à sexta.

Contato: (11) 4458-5051.

Endereço: Avenida Pedro Américo, 850 – Bairro Homero Thon.

Clínica-escola de Psicologia

Horário: segunda a sexta, das 8h às 15h e aos sábados, das 8h às 12h.

Contato: (11) 4458-5051.

Endereço: Avenida Pedro Américo, 850 – Bairro Homero Thon.

Clínica-escola de Fisioterapia

Horário: segunda a sexta, das 7h30 às 13h30 e das 14h às 20h.

Contato: (11) 4458-5051.

Endereço: Avenida Pedro Américo, 850 – Bairro Homero Thon.

Clínica-escola de Psicologia – Região Central

Horário: 11h às 20h, de segunda a sexta.

Contato: (11) 4097-1400 – Ramal 8 ou pelo e-mail clinicaunia.psi@gmail.com.

Endereço: Rua Senador Fláquer, 456.

São Bernardo do Campo

Clínica-escola de Psicologia

Horário: atendimento presencial as quartas e quintas, das 8h às 17h e às sextas, das 15h às 17h; atendimentos remotos de segunda à sexta, das 8h às 17h.

Contato:  via ligação ou pelo WhatsApp, número (11) 2823-1003.

Endereço: Av. Senador Vergueiro, 505 – Bairro Jardim do Mar.

Clínica-escola de Fisioterapia

Horário: segunda à sexta, das 8h às 18h.

Contato: (11) 4362-9036 ou (11) 4362-9037.

Endereço: Av. Dr. Rudge Ramos, 1.501 – Bairro Rudge Ramos.

Sobre a Anhanguera 

Fundada em 1994, a Anhanguera já transformou a vida de mais de um milhão de alunos, oferecendo educação de qualidade e conteúdo compatível com o mercado de trabalho em seus cursos de graduação, pós-graduação e extensão, presenciais ou a distância. Presente em todos os estados brasileiros, a Anhanguera presta inúmeros serviços à população por meio das Clínicas-Escola na área de Saúde e Núcleos de Práticas Jurídicas, locais em que os acadêmicos desenvolvem os estudos práticos. Focada na excelência da integração entre ensino, pesquisa e extensão, a Anhanguera oferece formação de qualidade e tem em seu DNA a preocupação em compartilhar o conhecimento com a sociedade também por meio de projetos e ações sociais. Em 2014, a instituição passou a integrar a Kroton. Para mais informações, acesse: anhanguera.com e blog.anhanguera.com.

Sobre a Kroton

A Kroton nasceu com a missão de transformar a vida das pessoas por meio da educação, compartilhando o conhecimento que forma cidadãos e gera oportunidades no mercado de trabalho. Parte da holding Cogna Educação, uma companhia brasileira de capital aberto dentre as principais organizações educacionais do mundo, a Kroton leva educação de qualidade a mais de 817 mil estudantes do ensino superior em todo o País. Presente em 1.221 municípios, a instituição conta com 126 unidades próprias, sob as marcas Anhanguera, Fama, Pitágoras, Unic, Uniderp, Unime e Unopar e é, há mais de 20 anos, pioneira no ensino à distância no Brasil. A Kroton possui a maior operação de polos de EAD no país, com 1.673 unidades parceiras, e oferece no ambiente digital 100% dos cursos existentes na modalidade presencial. Com a transmissão de mais de 1.000 horas de aulas a cada mês em ambientes virtuais, a Kroton trabalha para oferecer sempre a melhor experiência aos alunos, apoiando sua jornada de formação profissional para que possam alcançar seus objetivos e sonhos. Para mais informações acesse: www.kroton.com.br.

Gostou da nossa matéria “Reabertas clínicas-escola com atendimentos de saúde no ABC“?

Reabertas clínicas-escola com atendimentos de saúde no ABC
atendimentos de saúde no ABC. Foto: istock

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 703 outros assinantes

Aumento da População de Moradores de Rua na pandemia

Dr Marcelo Válio é autor de ‘Aumento da População de Moradores de Rua na pandemia’

Conforme o CENSO 2019 da Prefeitura da Cidade de São Paulo, a população de rua na cidade saltou de 15.905, em 2015, para 24.344 em 2019. Aumento de 53% no período.

Contudo a meu ver, o critério da época para o CENSO foi deficitário e número real deve ser ainda maior, face o deslocamento e dinâmica dos moradores de rua, que se espalham pela cidade como um todo. Veja-se como exemplo o bairro do Campo Belo, mais precisamente nos arredores da Avenida Roberto Marinho.

Com a pandemia, infelizmente houve um crescente dos moradores de rua, e essa situação é notória e flagrante junto a Praça da Sé e a Faculdade de Direito do Largo São Francisco da USP.

Anteriormente as causas típicas eram crise econômica, desemprego, renda, conflitos familiares, moradia, saúde, migração, saída do sistema penitenciário e uso abusivo de álcool e drogas.

Hoje, além desses fatores, a Pandemia da COVID 19 foi fatal para esse enorme aumento. Famílias tiveram que deixar suas casas diante da falta de condições em pagar seus alugueis, e um novo perfil de moradores de rua nasceu.

O Ipea estimou, em estudo publicado em março de 2020, que o número de pessoas em situação de rua chegou a 222 mil. Esse novo perfil de morador de rua revela que eram trabalhadores simples e humildes, com filhos em escolas municipais e estaduais, e que se sustentavam com seus mínimos rendimentos, gerando anteriormente uma mínima condição digna de vida.

Contudo, muitos agora estão em situação indigna e de pobreza extrema. E o acolhimento municipal que já era precário, agora é ainda maior. Não houve um mínimo de coordenação nacional para uma resposta de acolhimento para essas pessoas durante a pandemia.

As medidas de acolhimento urgente na Pandemia não foram diferentes das épocas sem Pandemia. A invisibilidade social da população em situação de rua é notória.
Faltou e falta política de urgência na vigilância em saúde e socioassistencial da população de rua em plena Pandemia.

Os invisíveis continuam invisíveis e agora são muito mais discriminados pois a sociedade já parte da idéia que estão infectados pelo vírus da COVID 19. Isso fez com que as atitudes solidárias diminuíssem também. Muitos que levavam comida e roupas aos moradores de rua deixaram de praticar sua solidariedade por medo.

Nesses casos, é o Poder Público que deve dar uma resposta imediata e urgente, pois o problema social pode se agravar, com risco de cumulação de um surto de COVID junto a essa sofrida população.

Recordo-me, quando tinha escritório na Rua Senador Paulo Egídio, de inúmeras conversas com adolescentes e adultos de rua. Lecionava também em uma Universidade na XV de Novembro e acabei ajudando muitos moradores com simples conversas.

A atenção e uma mínima palavra já era uma ajuda. Muitas vezes comprava marmitas e doava roupas. Muitos se tornaram amigos. Entretanto, os problemas de subsistência desta população ganharam maior evidência na PANDEMIA.

Diante da gravidade e de calamidade pública junto a essa população, é minha obrigação reiterar que os moradores de rua são sujeitos de direto, com direitos garantidos em lei.

Pandemia e Aumento da População de Moradores de Rua

Todo morador na rua têm direitos fundamentais que devem ser respeitados, implementados e efetivados. Tem direito à vida com saúde, trabalho, educação, segurança, moradia, assistência social e lazer.

Tratar o ser humano morador de rua sem o devido respeito aos seus mínimos direitos, é no mínimo ferir o princípio da dignidade da pessoa humana. As pessoas de rua têm o direito de ficar nos espaços públicos e são livres para estarem nesses locais, não podendo ser desrespeitadas no seu direito de ir, vir e permanecer.

Têm direito a uma moradia digna e participar de programas especiais de moradia através de habitação popular federal, estadual e municipal. Outrossim é direito também desta numerosa população, o social de exercício de qualquer tipo de trabalho, ofício ou profissão, atendimento a saúde adequada, a alimentação digna, a educação, ao lazer e ao esporte.

Assim, indispensável uma atuação forte do Ministério Público e da Defensoria Pública para a tutela desta sofrida população.

Sobre o professor pós doutor Marcelo Válio: graduado em 2001 PUC/SP, Marcelo Válio é especialista em direito constitucional pela ESDC, especialista em direito público pela EPD/SP, mestre em direito do trabalho pela PUC/SP, doutor em filosofia do direito pela UBA (Argentina), doutor em direito pela FADISP, pós doutor em direito pelo Universidade de Messina (Itália) e pós doutorando em direito pela Universidade de Salamanca (Espanha), e é referência nacional na área do direito dos vulneráveis (pessoas com deficiência, autistas, síndrome de down, doenças raras, burnout, idosos e doentes).

Gostou da nossa matéria “Aumento da População de Moradores de Rua na pandemia“?

Aumento da População de Moradores de Rua na pandemia
Dr° Marcelo Válio. Foto:
Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 703 outros assinantes

Banho da Esperança leva dignidade à pessoas em situação de rua

Empresas e cidadãos se unem para construir e doar trailes de banho a instituições que se dedicam a cuidar de pessoas em situação de rua. Confira sobre Banho da Esperança

Em 2020, em meio a pandemia, integrantes do Mitzvah Day Brasil aceitaram um desafio – arrecadar fundos para ajudar o projeto assistencial do padre Paulo Leandro da Silva, assessor da Pastoral do Povo de Rua em Guarulhos. O MItzvah Day é um projeto que existe há 11 anos em mais de 40 países e propõe que civis, independente da religião ou crença, ajudem sua comunidade da forma que puderem. Há três anos começou a ser realizado no Brasil.

O projeto Pastoral do Povo de Rua existe há 10 anos e promove ações diárias de doação de alimentos e, a cada dois meses, atendimentos de higiene pessoal como banhos, cabeleireiro, atendimento odontológico, etc, além de doação de roupas e afeto para pessoas em situação de rua. Até o momento, para realizar esta ação, o padre conta com a ajuda de um trailer emprestado.

Foi nesse contexto que surgiu a ONG Banho da Esperança visando captar recursos financeiros para construir e doar um trailer que permita ao padre Paulo executar seu projeto de forma contínua. Para isso, foram realizadas atividades como lives e vaquinhas online, além de contribuições e doações de artistas e da iniciativa pública e privada. Em abril deste ano, a parceria Banho da Esperança – Pastoral do Povo de Rua em Guarulhos comemora seu primeiro feito –  a doação de um trailer novinho com dois chuveiros, água quente, torneiras, espelhos e armários para o projeto.

Ao longo de 2020, juntos, Banho da Esperança e Pastoral buscaram e conseguiram o patrocínio da Bolsa dos Valores e da Quimatic/Tapmatic, além de apoiadores como a Lorenzetti, a CIP (Congregação Israelita Paulista) e civis de todo o País que juntos arrecadaram dinheiro e materiais para a construção do trailer, que já tem data para ser entregue.

No dia 11 de abril de 2021, será feita a entrega para a Pastoral do Povo da Rua em mais uma ação que pretende atender o máximo de pessoas em situação de rua. “É a realização de um sonho. Poder proporcionar aos nossos amigos essa oportunidade toda semana é sem dúvida a melhor notícia que tivemos em meio a tempos tão difíceis”, afirma padre Paulo.

Estarão presentes  Célia Parnes – Secretaria de desenvolvimento social do estado de São Paulo, Rabino Michel Schlesinger da Congregação Israelita Paulista,   Bispo diocesano de Guarulhos Dom Edmilson, Eliane Lorenzetti Bez Chleba – Presidente da Lorenzetti, Diretoria da Quimatic/Tapmatic e Ricardo Cabral – Presidente da Bolsa dos Valores.

Diante do bom resultado de 2020, a ONG Banho da Esperança já iniciou o cadastro de novas instituições que atuam com pessoas em situação de rua. O objetivo é, assim como fez com a pastoral de Guarulhos, contribuir com outros projetos em São Paulo e, em breve, em todo o País.

À frente do Banho da Esperança está a empresária Patricia Strebinger, que coordena todas as iniciativas junto com as diretoras Larissa Lopes e Desirée Suslick. Com o apoio de todos, a ONG pretende levar mais dignidade para a população em situação de rua distribuindo amor e afeto a quem mais precisa. “Queremos devolver à essas pessoas o amor próprio e a autoconfiança. Percebemos que quando eles se olham no espelho limpos e higienizados, conseguem se enxergar e ter mais esperança de dias melhores”, afirma Patricia.

A ONG já está em busca de novos apoiadores e patrocinadores para a construção de mais trailers de banho, com melhorias como a inclusão de baias para banho de pets, pois, afinal dignidade é um direito de todos.

Quer conhecer e contribuir? Acesse: https://www.banhodaesperanca.com.br/

Gostou de “Banho da Esperança leva dignidade à pessoas em situação de rua?

Banho da Esperança

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Confira as Últimas Notícias. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 703 outros assinantes

Terceiro Dia D de vacinação em Diadema contra a Covid-19

As 20 UBS estarão abertas das 8h às 16h para atender os idosos de 68 anos ou mais e também os trabalhadores da Educação que já receberam o QRCode de confirmação do cadastro. Confira sobre o terceiro Dia D de vacinação em Diadema

Neste sábado (10/4), a Prefeitura de Diadema, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), promove o terceiro Dia D de vacinação contra a Covid-19. O intuito é aplicar as segundas doses da Coronavac em idosos que possuem entre 75 e 76 anos (e que tomaram as doses no primeiro Dia D realizado em 13/03), e também em idosos acima de 68 anos que ainda precisam completar o esquema vacinal, seja tomando a primeira dose ou, a segunda dose, respeitando a data de retorno anotado no cartão de vacina.

A vacinação vai acontecer simultaneamente, das 8h às 16h, nas 20 Unidades Básicas de Saúde e não será necessário realizar cadastro ou agendamento. Para tomar a vacina o idoso deverá apresentar um documento pessoal com foto e comprovante de endereço.

Neste sábado (10), às 8h30, o Prefeito José de Filippi Júnior, acompanha a vacinação na UBS Casa Grande, localizada na Rua Mem de Sá, 280.

Para garantir a segurança dos profissionais da saúde e do próprio munícipe, a recomendação é que o idoso siga os protocolos sanitárias como uso de máscara e vá acompanhado de, no máximo, um acompanhante para evitar aglomerações.

Também nesse sábado (10), as equipes de Estratégia Saúde da Família farão busca ativa nos domicílios para vacinar aqueles munícipes que já deveriam ter sido vacinados e, por algum tipo de limitação de saúde ou dificuldade de locomoção, ainda não conseguiram ser imunizados.Para essa ação a Secretaria de Saúde vai receber apoio de outras Secretarias, que cederam veículos e motoristas para apoiar a campanha de imunização, assim como vouchers doadas pela empresa de mobilidade urbana 99 (CONFIRA AQUI https://consorcioabc.sp.gov.br/noticia/4780/99-doa-cinco-mil-corridas-ao-consorcio-abc-para-campanha-de-vacinacao-nas-sete-cidades)  

Antecipação da vacinação nos profissionais da Educação

Outra boa notícia é que a SMS decidiu antecipar para esse sábado (10), o início da imunização dos trabalhadores da Educaçãocom idade a partir de 47 anos que atuem em escolas da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, tanto das redes estadual, federal, municipal e privada do município.

Poderão ser imunizados profissionais que atuem nas escolas com funções como auxiliares de serviços gerais, cuidador ou intérprete de libras, diretor de escola, faxineira, inspetor de alunos, merendeira, assistente de alfabetização (monitor), professor coordenador pedagógico, professor de Educação Básica (Ensino Fundamental – anos iniciais e anos finais), professor de Educação Básica (Ensino Médio), professor de Educação Básica (Educação infantil), secretário de escola, supervisor de ensino, vice-diretor de escola.

Para esse público é necessário fazer um cadastro prévio que passará por análise e, se validado, o profissional receberá em seu e-mail o comprovante Vacina Já Educação.(SAIBA MAIS SOBRE O CADASTRO AQUIhttp://www.diadema.sp.gov.br/covid/26461-profissionais-da-educacao-que-atuem-em-diadema-ja-podem-se-cadastrar-para-receber-vacina-contra-a-covid-19?highlight=WyJlZHVjYWNhbyIsIidlZHVjYVx1MDBlN1x1MDBlM28iXQ==).No momento da vacinação, o profissional deverá apresentar o Comprovante Vacina Já Educação, documento de identificação com foto e CPF para conferência dos dados pelo profissional de saúde. Caso o usuário não apresente o Comprovante Vacina Já Educação ou o seu número de CPF não conste no Comprovante apresentado, não poderá ser imunizado.

Trabalhadores da saúde

Desde o dia 5 de abril, Diadema está vacinando os Trabalhadores de Saúde com a primeira dose de forma descentralizada nas 20 Unidades Básicas de Saúde (SAIBA MAIS AQUI http://www.diadema.sp.gov.br/covid/26453-diadema-amplia-vacinacao-dos-trabalhadores-da-saude) e não mais só no Quarteirão da Saúde (as 2ª doses da vacinação dos trabalhadores de saúde, cuja D1 foi realizada no Quarteirão da Saúde, serão realizadas pela Vigilância à Saúde no mesmo local, conforme calendário já previsto. Somente as novas doses serão realizadas pelas UBS).

É importante lembrar que, neste momento, apenas os trabalhadores que estejam na ativa e que estejam atuando em serviços de saúde (humana) deverão ser vacinados; os veterinários de clínicas animais e/ou pet shop deverão aguardar novas orientações. A mesma regra vale para os educadores físicos que atuam em outros serviços que não seja equipamento de saúde, como academias. 

Ressaltamos que os acadêmicos da área da saúde serão vacinados a partir do momento em que iniciarem suas atividades, e como elas estão suspensas neste momento em nosso município, as UBS deverão aguardar autorização para a vacinação deste público-alvo, sendo somente autorizada a realização de D2 para aqueles que já foram previamente vacinados, obedecendo-se o mesmo local em que foi realizada a D1.

Os demais trabalhadores de saúde, que atuem em serviço de saúde, deverão ser vacinados desde que apresentem documentação comprobatória da vinculação profissional e atuação no território de Diadema e/ou morador de Diadema.

Confira mais detalhes aqui: http://www.diadema.sp.gov.br/attachments/article/26453/Orienta%C3%A7%C3%B5es_descentraliza%C3%A7%C3%A3o_vacina_trabalhadores_de_sa%C3%BAde_08_04.pdf

Balanço da Vacinação

Diadema aplicou até essa quinta-feira (9), 43.088 doses da vacina contra a Covid-19, sendo 33.156 primeiras doses e 9.932 segundas doses.

O município segue respeitando os critérios de priorização preconizados nos Planos Nacional e Estadual de Imunização e aguarda novas remessas de imunizantes para dar início à imunização dos demais públicos da campanha de vacinação.

Para acompanhar essas e outras informações oficiais sobre a campanha de vacinação, acesse: http://www.diadema.sp.gov.br/

Gostou de “Terceiro Dia D de vacinação em Diadema contra a Covid-19?

Terceiro Dia D de vacinação em Diadema contra a Covid-19
Foto: Divulgação

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Confira as notícias do Brasil. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 703 outros assinantes

R$ 85,4 mil a mais de saúde para Deputados, e você ?

Nessa semana vimos que somos escravos da era moderna, além de pagar impostos exorbitantes vamos pagar também o aumento de reembolso com saúde de 171% para deputados Federais e seus familiares, no Brasil não à nada pior que não possa piorar, barriga cheia nunca vai olhar para uma barriga vazia!!

O reembolso, que passou de R$ 50 mil para R$ 135,4 mil por despesa, é referente a gastos fora do plano de saúde de primeira linha, com cobertura nacional provido pela Câmara a que os deputados federais e sua família tem direito, denominado Pró-Saúde. O custo é subsidiado e fica em 630 reais por mês com coparticipação de 25% por gasto, também reembolsáveis. Além disso, também existe o Departamento Médico da Câmara, com médicos e profissionais de saúde para consultas gerais e emergências, exames e até pequenos procedimentos cirúrgicos, sem custo. Segundo o texto assinado por Lira, o valor anterior foi definido em 2015 e estava defasado. A Mesa Diretora da Câmara se baseou na Variação de Custo Médico-Hospitalar, a chamada “inflação médica”, para estabelecer o reajuste.

“Nos últimos anos, a chamada ‘inflação médica’ tem superado o índice oficial de inflação: Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). O fenômeno, inclusive, não tem se restringido ao Brasil”, diz o documento. “É de amplo conhecimento que a Medicina tem avançado cada vez mais, principalmente com o uso das tecnologias modernas, o que tem pressionado os custos para cima. Some-se a isso a maior demanda do público pelo acesso a serviços de saúde e o envelhecimento da população, tudo contribuindo para a elevação dos custos com saúde.”

Gostou de “R$ 85,4 mil a mais de saúde para Deputados, é você ??

R$ 85,4 mil a mais de saúde para Deputados, é você ?
foto externa Palácio do Congresso Nacional foto Rodolfo Stuckert 08.06.09

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Confira as notícias do Brasil. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 703 outros assinantes

Aprenda como cuidar de seu pet idoso

Saber quando começar a oferecer cuidados mais específicos ao pet idoso é a melhor forma de evitar o aparecimento de novas limitações; confira Aprenda como cuidar de seu pet idoso.

À medida que os pets envelhecem, os cuidados devem ser redobrados. Nos últimos anos, a expectativa de vida dos animais de estimação aumentou devido aos avanços da medicina veterinária, rações, vacinas e maior conhecimento dos tutores sobre a importância de manter um acompanhamento veterinário em dia.

Em tese, os animais chegam à terceira idade quando atingem 75% da sua expectativa de vida. Contudo, isso varia de acordo com o porte. Cães de pequeno porte são considerados idosos a partir de nove anos. Os medianos, a partir de oito anos e os grandes, aos sete. Já os gatos, em geral, são considerados idosos a partir de oito anos, uma vez que a diferença de porte é relativamente pequena.

Vale ressaltar que um aspecto determinante quanto à qualidade de vida dos bichanos é o ambiente em que vivem. Os que moram em espaços protegidos sem acesso às ruas certamente terão maior segurança e tendem a viver mais e melhor.

Ainda que essa seja uma base para definir a idade dos pets, é comum os tutores terem dúvidas. A médica veterinária do plano de cuidado domiciliar My Pet, Bianca Bond, revela que por meio do exame físico, o profissional consegue ter uma ideia da idade do animal. “A partir da avaliação bucal, os dentes (quais estão presentes), suas fases, coloração, estado geral, presença ou não de cálculo (tártaro) é possível indicar um paciente filhote, adulto ou idoso.”

Cuidado com os pets idosos

Pacientes idosos podem ter uma série de alterações de saúde por conta da idade. “Eles exigem maior necessidade de atenção por parte dos tutores, na parte de alimentação, quantidade e tipo de ração, hidratação, fornecimento de água de boa qualidade e da maneira correta, além do tipo de atividade física realizada”, pontua a médica veterinária Bianca.

O médico veterinário Daniel Cooper alerta que paciente idoso, assim como os humanos, começa a manifestar algum processo fisiológico inadequado. Quando isso é reconhecido de forma precoce, as chances de recuperação ou de não deixar que a doença avance de forma muito abrupta é por meio de exames periódicos. “Nesse sentido, o diagnóstico precoce traz muitos benefícios”, destaca.

Conforme envelhecem, os pets podem apresentam algumas doenças semelhantes aos humanos, como manifestação de problemas nas articulações, doenças de visão e envelhecimento do organismo. Contudo, os cuidados ao longo da vida podem influenciar muito na saúde na terceira idade dos pets. 

“Uma questão que vejo ter bastante benefício, principalmente na parte articular, é uma alimentação de boa qualidade”, diz Dr. Cooper. Mas ele alerta para a importância de uma avaliação do médico veterinário, pois a enfermidade pode ser alguma condição genética ou sobrepeso. “Existem animais que têm predisposição a ter alterações articulares”, relata.

Doenças de visão, segundo o Dr. Copper também são mais bem tratadas se reconhecidas antecipadamente. “Um oftalmologista avaliando isso precocemente pode identificar o diagnóstico e indicar tratamento correto para impedir a evolução rápida de uma doença como a catarata”, conta.

A melhor forma de minimizar qualquer risco é garantir visitas preventivas ao veterinário.Assim,agendar check-ups regulares com profissionais é essencial, afinal, quanto antes for detectado qualquer tipo de problema, maior será a facilidade em resolvê-lo.

Gostou de “Aprenda como cuidar de seu pet idoso?

Aprenda como cuidar de seu pet idoso
Foto: Pixabay

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Fique por dentro das notícias das cidades do Grande ABC. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 703 outros assinantes

Compra de vacinas pelo Estado e empresas é aprovado na ALESP

Texto sobre compra de vacinas pelo Estado de São Paulo e empresas privadas também regulamenta uso do soro anti-Covid e empréstimos públicos, e agora segue para sanção do Executivo

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo aprovou, no início da tarde desta quarta-feira (7/4), o Projeto de Lei 108/2021, que autoriza a compra de vacinas contra a Covid-19 pelo governo estadual e o setor privado, desde que devidamente aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ou autoridades sanitárias estrangeiras.

De acordo com o texto substitutivo, a aquisição pelo Estado e pelo setor privado só poderá ser feita seguindo as leis federais e se não houver prejuízo aos demais entes da federação (União e Estados). O governo estadual também fica autorizado a abrir crédito adicional especial para a compra. Já o setor privado também poderá distribuir e aplicar as vacinas.

O projeto também possibilita a utilização do “soro anti-Covid”, produzido pelo Instituto Butantan. Pela regra, a administração deverá ser feita apenas em ambiente hospitalar, com os resultados registrados detalhadamente no prontuário do paciente, e pelo menos um hospital de referência no tratamento do vírus deverá ser destacado para sistematizar os resultados da aplicação.

Já a existência de registro no Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Estaduais (Cadin Estadual) não poderá ser considerado um impeditivo para a concessão ou renegociação de linhas de crédito da Agência de Fomento do Estado de São Paulo (Desenvolve SP) e do Banco do Povo Paulista, desde que a inclusão tenha se dado a partir do dia 20 de março de 2020 e válida até 31 de dezembro de 2022.

O texto segue agora para sanção ou veto, total ou parcial, do governador João Doria. O presidente da Alesp, deputado Carlão Pignatari, afirmou estar satisfeito com a aprovação do projeto. “Agora vou designar um relator para até sexta enviar [o texto] para o Palácio dos Bandeirantes, para que possa ser sancionado ou não pelo governador”, disse, ressaltando a ajuda ao microempresário com a medida econômica também prevista no projeto.

Debate

A discussão do projeto foi iniciada na terça-feira (6/4) e retomada nesta quarta, pela manhã, em sessão virtual. O item de maior divergência entre os parlamentares foi a aprovação de compra pelo setor privado. O projeto original não previa essa possibilidade. Porém, o substitutivo foi aprovado nas comissões e levado para votação no Plenário.

A deputada Márcia Lia (PT) discordou da autorização de compra por parte da iniciativa privada, e pregou a importância da vacinação ser feita exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “Temos de vacinar toda população brasileira, mas temos que vacinar com dinheiro público todas as pessoas, independentemente de sua condição social. Todos tem que ter direito à vacina, se não teremos o camarote da vacina, pessoas ricas que têm condições de pagar por vacina. Vai ser o genocídio dos pobres, dos pretos, dos periféricos”, disse.

O deputado Dirceu Dalben (PL) exaltou o papel realizado pelo SUS, mas defendeu a compra de vacinas por empresas privadas. “Nenhum país no mundo tem a estrutura que o Sistema de Saúde do Brasil tem, mas precisamos da matéria-prima, precisamos nos esforçar para trazê-la. Se a iniciativa privada puder ajudar e comprar a vacina, ela vai desafogar o SUS, e independente de cor, classe social, a pessoa será vacinada”, afirmou.

Participaram da votação do item divergente 75 parlamentares, sendo 53 com voto sim (compra de vacinas pelo setor privado) e 21 pelo não, com uma abstenção. No seu voto sim, o deputado Vinicius Camarinha (PSB) defendeu a iniciativa. “Por mais vacinas, eu voto sim”, afirmou, durante a sessão virtual, acompanhado de outros parlamentares.

Já o deputado José Américo (PT) afirmou que “o camarote de vacinação, não resolverá coisa nenhuma, só criará privilégio para a família de alguns ricos”. O parlamentar ressaltou ainda que crê que “empresários sérios vão comprar vacinas e procurar ajudar, mas isso não vai significar uma imunização em massa”. “Temos de tomar cuidado nesse aspecto”, disse.

A deputada Marina Helou (Rede) foi outra parlamentar a discordar da possibilidade de vacinação por parte de empresas. “Cada vacina comprada pelo setor privado deixa de ir para alguém que precisaria no sistema de saúde, pela simples questão de demanda e oferta. Existem menos vacinas disponíveis no mundo que a demanda, é importante que a gente fortaleça o plano de vacinação pública.”

Até as 12h45 desta quarta-feira, segundo dados do governo do Estado de São Paulo, tinham sido aplicadas 7.025.214 doses de vacinas na população paulista. Ainda de acordo com os dados, o Estado registrava 2.554.841 casos da Covid-19, com 78.554 mortos. Em todo o Brasil, eram 13.100.580 casos da doença, totalizando 336.947 óbitos.

Gostou de “Compra de vacinas pelo Estado e empresas é aprovado na ALESP?

Compra de vacinas pelo Estado e empresas é aprovado na ALESP
Foto: Carol Jacob

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Fique por dentro das notícias nas cidades do Grande ABC. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 703 outros assinantes

ONA lança livro gratuito “Jornada da Acreditação”

E-book Jornada da Acreditação está dividido em 11 capítulos e conta com a contribuição de diversos autores. O conteúdo é um guia para organizações de saúde que buscam iniciar ou aperfeiçoar seus processos ligados à promoção da segurança do paciente.

A Organização Nacional de Acreditação (ONA) lança o livro “Jornada da Acreditação”, disponível em formato digital e gratuito. Para contribuir com a obra, foram convidados especialistas brasileiros de diferentes áreas.

“No mês de abril, em que comemoramos o Dia Mundial da Saúde e o aniversário do Programa Nacional de Segurança do Paciente, este é um presente para todos os profissionais e colegas que queiram iniciar, aprimorar ou continuar no processo de acreditação”, afirma Gilvane Lolato, gerente de Educação da ONA.

A publicação faz parte da campanha “A ONA acredita na sua saúde”, lançada no dia 5 de abril, na mesma semana em que é celebrado o Dia Mundial da Saúde, e que segue até o dia 17 de setembro, Dia Mundial da Segurança do Paciente. O objetivo é compartilhar mais informações sobre os padrões de Qualidade e Segurança do Paciente com todos os públicos – pacientes e familiares, cuidadores e profissionais de saúde.

Entre as ações da campanha, também estão previstos outros conteúdos educativos, como vídeos, cursos gratuitos, webinars e posts para sensibilização nas redes sociais. Os materiais serão disponibilizados ao longo dos próximos meses no portal e nas redes sociais da ONA.

Capítulos do livro
Capítulo 1 – Sistema Brasileiro de Acreditação (SBA)
Capítulo 2 – Gestão de qualidade
Capítulo 3 – Gestão e avaliação dos processos
Capítulo 4 – Gestão de resultados dos processos
Capítulo 5 – Gestão de riscos em saúde
Capítulo 6 – Núcleo de Segurança do Paciente e fluxo de notificação
Capítulo 7 – Ferramentas de gestão da qualidade
Capítulo 8 – Como ser um líder propulsor da cultura de segurança do paciente
Capítulo 9 – Melhoria contínua de processos
Capítulo 10 – O papel da liderança na gestão estratégica de pessoas, pilar de sustentação da Acreditação Hospitalar
Capítulo 11 – Comunicação como ferramenta para a qualidade de segurança do paciente

Informações técnicas
Ano: 2021
Número de Págs.:  178
Formato: Digital  
Distribuição: Gratuita

Autores
Adriana V. Torres de A. Fernandes, farmacêutica e especialista em Farmácia Clinica.
Aline Bevidqua, enfermeira e MBA em Gestão de Saúde, Auditora e Acreditação Hospitalar.
Ana Paula Gonçalves Stutzel, especialista em Ciência da Melhoria e MBA Gestão em Saúde.
Andréa Prestes, formada em administração e mestranda em Gestão de Saúde, MBA em Gestão Hospitalar e especialista em Qualidade nos Serviços de Saúde.
Audrey Rippel, mestre Qualidade e Segurança do Paciente, MBA executivo em Saúde, especialista em Administração Hospitalar e graduada em enfermagem.
Camila Deister, enfermeira, especialista em Cardiologia.
Cassia Monfredini, formada em administração, tecnóloga em Gestão e Qualidade e em Gestão da Informação.
Daniela Siccardi Menezes, Ginecologista Obstétrica, mestre em Saúde Pública e doutora de Ciências Medicas. 
Fabiana Rigolo, enfermeira, pós-graduada em Qualidade em Saúde e Segurança do Paciente.
Fabrízio Rosso, administrador, especialista em Didática do Ensino Superior, Dinâmica Organizacional, Liderança e Motivação, mestre em RH.
Gilvane Lolato, administradora, MBA Gestão em Saúde e Controle de Infecção, especialista em Qualidade e Segurança do Paciente, mestranda em Gestão e Metodologias da Qualidade e Segurança da Atenção em Saúde.
José Antônio Ferreira Cirino, comunicólogo, doutor em Comunicação e Sociabilidade, pós-graduado em Comunicação e Cultura, mestre em Comunicação, especialista em Gestão de Projetos.
Péricles Góes da Cruz, médico, pós-graduado em Administração Hospitalar e em Gerência Hospitalar.
Renata Michele Guimarães Pereira Macedo, enfermeira, especialista em Saúde Pública e Terapia Intensiva, MBA em cursos em escolas de negócios.
Rubria Coutinho, mestre em Administração de Empresas, possui especializações em escola de negócios

jornada da acreditação
Faça o download com o QR Code

Sobre a ONA

A Organização Nacional de Acreditação (ONA – www.ona.org.br) é responsável pelo desenvolvimento e gestão dos padrões brasileiros de qualidade e segurança em saúde. Hoje mais de 80% das instituições acreditadas no Brasil adotam o padrão ONA. Além de referência nacional, os padrões ONA são reconhecidos no exterior. A ONA é membro da International Society for Quality in Health Care (ISQua), atuando ao lado de instituições que promovem a qualidade de saúde em diversos países do mundo.

Gostou de “ONA lança livro gratuito “Jornada da Acreditação”?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais em nosso Caderno Cultural. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 703 outros assinantes

São Paulo é a 1º em ranking Nacional de consultas online

Brasil é o 5º no ranking que busca informações de saúde pela internet, além de consultas online que virou o preferido em nível nacional durante a pandemia. Será que esse novo modelo de atendimento veio para ficar?

O isolamento social mudou a rotina não só dentro de casa, mas também nas empresas de diversos setores. A procura por teleatendimentos na área da saúde tem feito as operadoras de planos de saúde, os consultórios e os médicos se adaptarem ao novo cenário.

Segundo a pesquisa divulgada pelo instituto Ipso MORI, 86% dos brasileiros com acesso à internet utilizam a rede para buscar orientações sobre saúde, remédios e suas condições médicas. O percentual coloca o país no 5º lugar no ranking do estudo.

Com adaptações para poder continuar realizando consultas, na pesquisa da Opinion Box, 37% das pessoas tiveram que fazer uma consulta ou atendimento médico durante a pandemia. Destes: 47% fizeram uma consulta de rotina, 35% precisaram continuar um tratamento que já estavam fazendo.

Globalmente, o mercado de telemedicina movimentou $45,5 bilhões em 2020 e estima-se que esse número aumentará para $175,5 bilhões até 2026 segundo a fonte Emarketer. 

Além disso, 43% das pessoas acreditam que, após a pandemia, a telemedicina será mais utilizada do que era antes. O cenário mudou. As pessoas trocaram os taxistas pelo uber, os hotéis pelo Airbnb, os restaurantes pelo Ifood e as consultas presenciais pela telemedicina. Os tratamentos não emergências, tiveram que se adequar a um modelo que mescla o mundo real e virtual. “Nós também tivemos que mudar a forma de trabalhar para acompanhar as necessidades do mercado e dos pacientes”. Finaliza Dr. Marra especialista em rinoplastia, ao comentar que atualmente atende cerca de 7 a 10 pacientes por dia.

Em São Paulo a telemedicina é a atividade digital com o maior aumento de novos usuários. Metade das pessoas que mais usam a tecnologia, ou usaram pela primeira vez, dizem que pretendem continuar quando o surto terminar. Estima-se que 50% dos serviços de saúde serão conduzidos virtualmente até 2030.

Consultórios:
Av. Dr. Chucri Zaidan, 1550, 1914 – Vila Cordeuri – São Paulo
Rua Doutor José Lourenço, 2710 – Fortaleza
Rua Rio Grande do Norte, 726, Sala 603 – Minas Gerais

São Paulo é a 1º em ranking Nacional de consultas online
Doutor Thiago Marra. Foto: Divulgação

Quem é Dr. Marra?

Thiago Marra é doutor especialista em rinoplastia. Ele nasceu em Belo Horizonte e vem de uma família tradicionalmente de médicos. Formou-se no colégio Loyola, um dos mais conceituados de Belo Horizonte, e cursou medicina na FCMMG (Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais) – nota 5 no ENADE e uma das mais antigas e tradicionais faculdades de medicina do país. Em janeiro de 2012, ingressou no serviço de pós-graduação de cirurgia-geral pela Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte na equipe cirúrgica do dr. Nancran.

Durante dois anos em tempo integral, dedicou-se dentro de um dos maiores hospitais públicos da América Latina, com mais de 1.000 leitos no SUS, a aprender tratar cirurgicamente dezenas de patologias como hérnia inguinal, hérnia umbilical, colecistectomia (retirada de vesícula), abdómen agudo, tumores intestinais, dentre outros. Após concorrer a disputada vaga em cirurgia plástica, com mais de 40 candidatos para duas vagas, ele foi aprovado no serviço no Hospital Universitário de Ciências Médicas. Foram três anos de muito aprendizado ao lado de mais de 14 preceptores, dentre eles mestres e doutores, e mais de 8.400 horas cumpridas.

Gostou de “São Paulo é a 1º em ranking Nacional de consultas online?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais em nosso Caderno Cultural. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 703 outros assinantes

Concentradores de oxigênio serão doados por grandes empresas

Concentradores de oxigênio serão utilizados para o tratamento de pacientes com Covid-19 em suas próprias localidades, evitando o deslocamento e sobrecarga de hospitais; a iniciativa atende a uma chamada pública da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia em apoio ao Ministério da Saúde, a logística dos itens ficará sob responsabilidade do SUS.

Um grupo de 12 empresas se uniu em uma ação coletiva para viabilizar a doação de mais de 5.000 concentradores de oxigênio, que serão utilizados para o tratamento de pacientes com Covid-19 em suas próprias localidades, evitando deslocamentos para outras cidades e, consequentemente, a sobrecarga de hospitais. O concentrador de oxigênio é um equipamento que separa o oxigênio do ar e o fornece ao paciente em um fluxo direto e contínuo, contribuindo para a melhora de sua capacidade respiratória, uma das áreas mais afetadas pelas consequências da Covid-19.

Participam desta iniciativa as seguintes empresas: Bradesco, BRF, B3, Embraer, Gerdau, Grupo Ultra, Itaú Unibanco, Magazine Luiza, Marfrig, Natura & Co, Suzano e Unipar. O Grupo atendeu a uma chamada pública feita pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, em apoio ao Ministério da Saúde, para a aquisição de concentradores de oxigênio. A Air Liquide Brasil, líder mundial em gases, tecnologias e serviços para a indústria e saúde, fez a cotação geral para a importação dos equipamentos, ao custo total de R$ 35 milhões.

O uso dos concentradores doados nesta ação terá papel fundamental no combate à pandemia e consequente desafogamento do sistema hospitalar. Considerando que o tempo médio de uso do aparelho por paciente pode variar entre uma ou duas semanas, a expectativa é de que os mais de 5 mil concentradores atendam, mensalmente, entre 10 mil e 20 mil pacientes.

Cada concentrador substitui, em média, 21 cilindros de oxigênio. Juntos, os equipamentos doados suprirão o equivalente a uma produção mensal de 1.100.000 metros cúbicos do insumo, volume que demandaria mais de 108 mil cilindros por mês para ser armazenado. A quantidade de oxigênio fornecida por meio dos concentradores contribuirá ainda para evitar a sobrecarga na capacidade produtiva da indústria de gases.

A praticidade no manuseio é outra característica de destaque no uso dos concentradores. Cada equipamento pesa aproximadamente 15 quilos e necessita apenas de energia elétrica para funcionar. Essas condições facilitam o transporte e uso, inclusive, nas regiões mais remotas do País. A durabilidade também é um diferencial destes equipamentos. Os concentradores doados têm uma vida útil estimada em sete anos.

Os mais de 5 mil concentradores de oxigênio adquiridos nesta ação serão entregues ao Ministério da Saúde, a quem caberá a responsabilidade de fazer a logística de distribuição dos equipamentos. A expectativa é que os aparelhos sejam enviados aos seus locais de destino no decorrer do mês de abril.

Com essa iniciativa coletiva, as empresas somam seus esforços no enfrentamento à pandemia de Covid-19, em um de seus momentos mais agudos no Brasil. As companhias participantes desta ação estão comprometidas com os esforços da sociedade para salvar vidas e com o apoio ao Poder Público, em suas diferentes esferas, nas ações de superação à crise sanitária.

Gostou de “Concentradores de oxigênio serão doados por grandes empresas?

Concentradores de oxigênio
Concentradores de oxigênio. Foto: Divulgação/Internet

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece nas cidades do Grande ABC. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 703 outros assinantes

Ribeirão Pires registra melhora na saúde nos últimos dias

Após um mês de março que beirou o esgotamento do sistema de saúde, finalmente Ribeirão Pires começa a registrar dias menos turbulentos. As medidas mais rigorosas de restrição determinadas pelo Governo do Estado, somadas à antecipação de feriados municipais, parecem começar a surtir efeitos. Na semana passada, entre 28 e 21 de março, a cidade registou a menor média de infectados por dia, 22, sendo 46% menor que a primeira semana do mês (entre 1 e 6 de março), quando a média foi de 41 infectados diariamente.

Ribeirão Pires registra melhora na saúde nos últimos dias

Hoje, a enfermaria do Hospital de Campanha está com 59% de ocupação e a emergência 82%. Durante todo o mês de março o equipamento operou com 100% de ocupação, engrossando a fila por vagas de leitos na CROSS (Central de Regulação de Vagas do Governo do Estado), que chegou a ter 23 pessoas no dia 15 de março. Hoje, seis pessoas aguardam por vagas nesse sistema.

A cidade já registra 5.037 casos da doença com 224 mortes. Na fila da CROSS, 40 pessoas foram a óbito. Até o momento, 13.534 pessoas já receberam a primeira dose da vacina e 5.608 receberam a segunda dose. “Estamos longe, muito longe de uma situação tranquila. O quadro ainda é preocupante. Porém, os números estão mostrando que as medidas por nós adotadas, somadas ao esforço coletivo, já apresentam resultados. Precisamos nos manter alertas, pois esse índices podem mudar de uma hora para a outra”, observou o secretário de Saúde, Audrei Rocha.

Gostou de “Ribeirão Pires registra melhora na saúde nos últimos dias?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 703 outros assinantes

Sono Quality investe em colchões que ajudam o sistema imunológico

Manter o sistema imunológico forte e equilibrado ajuda prevenir diversas doenças e infecções; Confira como a Sono Quality investe em colchões e tecnologias.

Fortalecer o sistema imunológico é crucial para quem pretende viver saudável e protegido de eventuais doenças e infecções. Em tempos de pandemia, então, é preciso redobrar os cuidados com a imunidade. Há 13 anos no mercado moveleiro, a Sono Quality Colchões mais uma vez sai a frente investindo em tecnologias para fortalecer ainda mais o sistema imunológico. 

O sistema imunológico do nosso organismo é um conjunto de células, proteínas, tecidos e órgãos que nos defendem de agentes externos, como vírus e bactérias. Mas se ele não tiver uma manutenção adequada, a nossa imunidade fica baixa e qualquer chuva pode nos derrubar” conta o ultrassonografista Dr. Rogério Augusto Pinto da Silva, em conteúdo exclusivo para o site da “CEU Diagnósticos”, clínica de diagnósticos.

Alguns hábitos diários, como, evitar o stress, balancear a alimentação, praticar exercícios físicos, beber muita água e cuidar do sono ajudam a fortalecer o sistema imunológico. No caso de pessoas acometidas de doenças autoimunes por exemplo, muitas vezes optar por doses de vitamina D, são essenciais para manter a imunidade em níveis desejáveis e elevados regularmente. Contra a pandemia do novo Corona Vírus, manter o sistema imunológico saudável e equilibrado é de extrema importância, apesar de não evitar a doença, explicam alguns especialistas.

O sistema imunológico é um dos dois sistemas do corpo inteligentes. Quer dizer que ele recebe um sinal e nem sempre devolve uma contrapartida exatamente igual. Assim como o sistema nervoso central, o sistema inumológico também pensa. Ele recebe informações de vírus, bactérias, vermes de várias naturezas e reflete se aquilo é algo preocupante ou qual o tamanho da resposta que ele deve dar para isso. Frente a um período de epidemia, todo mundo está mais atento para as questões da imunidade, mas na verdade, com imunidade ruim não existe vida”, explica o especialista.

Não tem como uma pessoa sobreviver com imunidade baixa ou ruim com a quantidade de agentes infecciosos que existem no dia a dia. No caso do Covid-19, por exemplo, a pessoa precisa ter uma boa imunidade para que possa combater esse agente externo. Em diversos casos é preciso manter o sistema imunológico sempre fortalecido“, explica o neurologista Guilherme Sciacia do Olival (CRM 135992). “Manter boa alimentação, especialmente com legumes, verduras e frutas; de um sono de qualidade; controle de stress e atividade física, são elementos que fortalecem o sistema imunológico – especialmente o inato – para poder combater as infecções”, completa.

Para ajudar a fortalecer o sistema imunológico, a Sono Quality – maior empresa de colchões tecnológicos do Brasil – fabrica um colchão com partículas de íons negativos, que são átomos que eliminam os íons positivos do ar e que são maléficos para a saúde. Pesquisas provam que os íons negativos em um ambiente têm milhares de efeitos positivos sobre o sistema imunológico e o sistema nervoso. No organismo o colchão também auxilia a purificra o sangue, aliviar dores (inclusive com a vibroterapia), doenças (alérgicas e pulmonares), melhora o humor, promove sono profundo e bem-estar.

Com infraestrutura de última geração, a Sono Quality desenvolve os melhores colchões tecnológicos do Brasil. As 13 tecnologias diferentes e exclusivas – aprovadas por médicos e especialistas – ajudam a prevenir e tratar diversos problemas de saúde, além de permitir noites de sono mais tranquilas, ajudando no descanso.

Sono Quality: A maior empresa de colchões tecnológicos do Brasil 

Foco, determinação, fé, são ingredientes que fazem dá Sono Quality a maior no segmento. Nenhuma empresa de colchões investe o que a empresa aplica à frente das publicidades e merchandisings. O principal diferencial da empresa é o marketing. “Hoje somos a empresa que mais investe em propaganda no Brasil, nenhuma empresa do segmento, estou falando de colchões em geral, investe o mesmo que nós“, afirma Ricardo Eloi. 

Uma empresa que hoje possui 205 funcionários em regime CLT, mais 300 empregados de forma indireta. Um dos principais compromissos da empresa com os colaboradores é o investimento na capacitação profissional e a valorização pessoal de cada um. “Realizamos uma convenção nacional a cada quadrimestre. Todas as segundas-feiras realizamos treinamento operacional e às quintas-feiras treinamento para o pessoal de vendas e externo, inclusive representantes via vídeo conferência“. 

Parafraseando o slogan da empresa: “Pensou colchão, é Sono Quality!”, temos que considerar a potência que a marca se tornou no mercado varejista, suas qualidades terapêuticas e massageadores hoje são mais de 08 funções terapêuticas e diversos níveis de massagem, além de sua tecnologia de ajuste dinâmico, proporcionando ao cliente uma noite perfeita de sono, os colchoes Sono Quality são 100% personalizados. Durante a trajetória de sucesso do produto, os colchões deixaram de ser objetos comerciais e se tornaram aliados na saúde e bem estar de milhares de brasileiros.  “Independentemente de raça, de onde veio, o Brasil é um país de oportunidades. Eu tive todas as oportunidades de ser e de ter nada em minha vida, mas concentrei meu foco e minha disciplina aonde eu queria chegar. Não importa de onde você vem, eu vim de um orfanato e hoje sou um empresário. Só depende de você mesmo, você escolhe ser vítima ou vencedor.”, finaliza Ricardo.

www.sonoquality.com.br 

Com informações da FB Imprensa

Gostou de “Sono Quality investe em colchões que ajudam o sistema imunológico?

Sono Quality investe em colchões que ajudam o sistema imunológico
Sono Quality investe em colchões que ajudam a fortalecer o sistema imunológico
Divulgação: Assessoria de Imprensa

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no Brasil. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 703 outros assinantes

Fiesp e Senai fornecem cilindros para unidades de saúde

Com uma semana do lançamento da campanha “Oxigênio da Indústria Salva Vidas”, Fiesp e Senai-SP coordenam uma grande mobilização em todo estado para que indústrias cedam cilindros que acondicionam oxigênio para o setor da saúde. Até agora, foram disponibilizados 2.086 provenientes de 83 cidades.

Fiesp e Senai fornecem cilindros para unidades de saúde


Nesta terça e quarta-feiras (30 e 31/3), o Senai-SP está enviando, em dois lotes, mais 1.175 cilindros à sede da White Martins, em Vinhedo (SP). Semana passada, outros 400 já haviam sido entregues. Os demais 911, oriundos de 19 cidades paulistas, já foram disponibilizados para os respectivos fornecedores de oxigênio por empresas de diversos setores, como sucroalcooleiro, metalúrgico, químico, alimentos, têxtil, automotivo e construção civil.


Esta nova contribuição do Senai-SP foi possível porque a empresa White Martins pôde receber da entidade cilindros de outros gases e convertê-los para armazenar oxigênio. De uso industrial, os cilindros foram reunidos na escola de Barueri, na grande São Paulo, antes de seguirem para Vinhedo e em duas carretas e um caminhão. Lá, vão passar por higienização para serem utilizados na área de saúde e serão abastecidos com gás medicinal.


“Essa forte mobilização junto à indústria tem como objetivo salvar vidas e suprir toda a demanda existente no estado. Não podemos perder uma vida sequer por falta de oxigênio”, afirma o presidente da Fiesp e do Senai-SP, Paulo Skaf. Para participarem da campanha, as indústrias que podem emprestar cilindros devem enviar um e-mail para: oxigenio@sp.senai.br ou entrar em contato diretamente com as escolas do Senai-SP, que fará a ponte com a empresa fornecedora.

Na quarta-feira passada (24/3), Paulo Skaf fez o lançamento da campanha “Oxigênio da Indústria Salva Vidas” e participou da entrega dos primeiros 400 cilindros para unidades de saúde do estado. Eles também foram reunidos na escola do Senai-SP, em Barueri, de onde saiu um caminhão lotado rumo à Vinhedo. Eles haviam sido recolhidos em 78 escolas do Senai, espalhadas por 64 cidades em todo estado de São Paulo.


O uso do oxigênio no tratamento da Covid-19 é intensivo, cada paciente intubado consome de dois a três cilindros por dia. A limitação não está na produção do gás, mas na logística e na falta de tanques e cilindros para envasar.


Com a decisão da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) de, neste momento de escassez, permitir que a utilização dos cilindros industriais nas unidades de saúde, Fiesp e Senai-SP lançaram a campanha “Oxigênio da Indústria Salva Vidas”. O objetivo é estimular as empresas que tenham o insumo disponível a cederem para o setor de saúde.

Gostou de “Fiesp e Senai fornecem cilindros para unidades de saúde?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 703 outros assinantes

Diadema apresenta experiências positivas em saúde pública

A saúde pública em Diadema ganha visibilidade no 34º Congresso de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo (Cosems) – 32 anos em Defesa do SUS, que começou no dia 9 de março e segue até sexta-feira (12/03), em formato 100% online devido à pandemia pelo novo coronavírus. A plataforma do congresso exibe 34 relatos de experiências diademenses realizadas há, no mínimo, seis meses, por meio de pôsteres eletrônicos.

Diadema apresenta experiências positivas em saúde pública

A plataforma do congresso exibe 34 relatos de experiências diademenses realizadas há, no mínimo, seis meses, por meio de pôsteres eletrônicos.

A área com mais iniciativas são de Atenção Básica (14 trabalhos inscritos), seguida de Vigilância em Saúde (seis) e Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas (cinco).

Também foram inscritos dois trabalhos das seguintes temáticas:

  • Assistência Farmacêutica
  • Gestão de Pessoas, do Trabalho e Educação Permanente
  • Gestão em Saúde
  • Promoção em Saúde
  • Práticas Integrativas e Complementares.

A área de Regulação e Redes de Atenção em Saúde está representada com uma experiência.

Para a coordenadora de Atenção Básica do município, Maria Luiza Malatesta, essa é a oportunidade de compartilhar as iniciativas positivas de saúde pública. “A participação fortalece a discussão sobre as políticas públicas de saúde no Estado de São Paulo. E a apresentação de experiências da rede de saúde de Diadema fortalece o trabalho desenvolvido pelos profissionais da saúde e permite propor intervenções que resultem em melhorias nas condições de trabalho e no atendimento que é ofertado à população diademense. Vamos incentivar a participação nesse tipo de evento para trocar experiências com outros municípios e dar visibilidade ao trabalho que é feito aqui”, ressalta.

No primeiro dia de evento, a coordenadora do Departamento de Regulação, Auditoria, Avaliação e Controle da Secretaria Municipal da Saúde, Claudia Maria Desgualdo, que participou da webinar “Regulação da Atenção”. Nesta quarta-feira (10/03), a gerente do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) III Analdeci Moreira dos Santos abordou a temática “Estratégia de Apoio Matricial. Já o secretário municipal de Finanças Francisco Rózsa Funccia palestrará na webinar “Gestão Orçamentária e Financeira no Sus: a situação dos orçamentos municipais pós pandemia” na quinta-feira (11).

Diadema no Cosems

Em 2018, 41 trabalhos foram apresentados pela rede municipal, que recebeu um Prêmio David Capistrano e três menções honrosas. Já em 2019, Diadema enviou 65 trabalhos, ganhou um Prêmio David Capistrano e teve outras três experiências selecionadas para a mostra nacional. No ano passado, em função do cancelamento do Congresso por consequência da pandemia, as experiências municipais foram publicadas pelo COSEMS em um conjunto de cadernos digitais de acesso público.

Gostou de “Diadema apresenta experiências positivas em saúde pública?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Auxiliar de Suprimentos em Santo André, confira

O Hospital Brasil está contratando para 4 vagas de Auxiliar de Suprimentos, em Santo André. É necessário o ensino médio concluído, e sem menção quanto experiência anterior.

A Rede D’Or São Luiz é a mantenedora do Hospital Brasil, localizado no Endereço: R. Votuporanga 111, Vila Dora, Santo André. As vagas estão no recrutamento da empresa, no VAGAS. Caso precise de ajuda, consulte nosso tutorial, sobre como cadastrar seu currículo neste plataforma.

Conheça nossa parceria com o site Lista de Vagas. Visite e confira mais vagas verificadas e reais.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook
Canal de divulgação de vagas no Telegram

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Na relação abaixo, clique no TÍTULO do cargo para ser direcionada(o) ao recrutamento da empresa contratante

Auxiliar de Suprimentos em Santo André

Auxiliar de Suprimentos

4 vagas
Local de Trabalho: Santo André, São Paulo
Horário: Escala de 12×36, das 07:00 às 19:00 e das 19:00 às 07:00.
Requisitos: Ensino Médio Completo
Atividades: Contratados serão responsáveis por receber os materiais no almoxarifado, confrontando notas fiscais com pedidos de compras e conferindo as quantidades e os tipos de materiais entregues; acondicionar materiais em prateleiras de acordo com codificações e períodos de validade; controlar estoque de materiais, processando entrada e saída; anotar em controle interno as requisições atendidas; participar da contagem geral dos estoques físicos; abastecimento e distribuição dos insumos pelos setores, arquivar documentos e manter organizado os arquivos.

Mais Vagas no Grande ABC

Gostou “Auxiliar de Suprimentos em Santo André”?

Auxiliar de Suprimentos em Santo André
Photo by Pixabay on Pexels.com

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

10 vagas para Operador de Atendimento na Barra Funda, São Paulo

A Base Consultoria está contratando para 10 vagas de Operador de Atendimento na unidade da Barra Funda, em São Paulo. É necessário que os candidatos tenham o ensino médio concluído, além de terem experiência na função.

Conheça nossa parceria com o site Lista de Vagas. Visite e confira mais vagas verificadas e reais.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook
Canal de divulgação de vagas no Telegram

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Na relação abaixo, clique no TÍTULO do cargo para ser direcionada(o) ao recrutamento da empresa contratante

10 vagas para Operador de Atendimento

Operador de Atendimento | Central Saúde 

10 vagas
Tipo de Contrato: Regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT)
Local de Trabalho: Barra Funda, São Paulo
Horário: Escala 6×1; Horários tarde; Folgas alternadas aos finais de semana; Carga horária 6h20 por dia.
Requisitos: Candidatos precisam ter o Ensino Médio Completo; Experiência com atendimento ao beneficiário, auxiliando em agendamentos de consultas/exames; Ter agilidade com digitação; Ter mais de 18 anos completos.

Mais Vagas no Grande ABC

Gostou “10 vagas para Operador de Atendimento”?

10 vagas para Operador de Atendimento
Photo by Pixabay on Pexels.com

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Sobre Base Consultoria (extraído do site de recrutamento da empresa)

Fundada em 2006 a Base Consultoria foi criada com o propósito de atuar como ponte entre as empresas que precisam contratar e os melhores talentos do mercado. Contamos com um time de especialistas em recursos humanos prontos a atender as mais diversas demandas. Nossa matriz está localizada no coração da cidade de São Paulo, região central, berço das consultorias de empregos no Brasil.

Trabalhadores da saúde receberão segunda dose da Coronavac

Nos dias 11 e 12 de março, a Prefeitura de Diadema irá começar as segundas doses da vacina os trabalhadores da saúde autônomos e da rede privada que já receberam a primeira dose da vacina Coronavac no município. Será como na primeira fase, a aplicação será agendada, evitando aglomerações.

É preciso que os trabalhadores da saúde fiquem atentos aos contatos informados no cadastro via FormSUS.

Eles serão contatados por email e/ou telefone que a Secretaria de Saúde avisará sobre o dia e o horário da vacinação.

Trabalhadores da saúde receber segunda dose da Coronavac

Aztrazeneca

Quem recebeu a primeira dose da vacina CoviShield (Astrazeneca/Fiocruz) precisa esperar o intervalo de doses preconizado de 12 semanas. A previsão de início da Secretaria à aplicação é a partir do dia 3 de maio. A divulgação e convocação dos cadastrados para aplicação da segunda dose será feita a partir daí.

Primeira dose em andamento

A Secretaria de Saúde está entrando em contato com trabalhadores da saúde autônomos que realizaram o cadastro do FormSUS para aplicação da primeira dose da vacina. Quem não estiver trabalhando deverá aguardar a disponibilidade de mais doses.

Para as pessoas que atendem aos critérios, mas perdeu o prazo de cadastro pode enviar email para cadastrovacinadiadema@gmail.com com as seguintes informações:

  • nome completo
  • nome da mãe
  • data de nascimento
  • e-mail para contato
  • telefone fixo
  • telefone celular
  • profissão
  • endereço completo de residência
  • tipo de estabelecimento onde trabalha
  • nome/razão social do estabelecimento em que trabalha
  • endereço completo do estabelecimento em que trabalha
  • UBS de referência.

E se:

  • trabalha em serviço de saúde
  • possui alguma(s) comorbidade(s)/doença(s),
  • gestante, puérpera ou lactante
  • reside e/ou trabalha em diadema

Ainda nesta semana, a Prefeitura de Diadema disponibilizará cadastro no site para solicitar o agendamento das pessoas que atendem aos critérios de vacinação, de acordo com o Plano Nacional de Imunização.

Gostou de “Diadema chama trabalhadores da saúde para receber segunda dose da Coronavac”?

Trabalhadores da saúde receber segunda dose da Coronavac

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o Boletim Coronavírus todo dia no Grande ABC.

10 filmes sobre saúde mental que te farão refletir

Transtornos mentais e tudo que envolve a saúde mental costumam ser carregados de preconceitos e na maioria das vezes esses preconceitos acabam prejudicando quem mais precisa de ajuda.

Para entendermos melhor, e nos colocarmos no lugar do outro, aqui vai uma lista de filmes que te farão entender melhor alguns problemas sérios, como a depressão.

  • Felicidade Por Um Fio
  • Querido Menino 
  • O Mínimo para Viver
  • Na Natureza Selvagem
  • Uma Mulher Sob Influência
  • O Lado Bom da Vida
  • Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças
  • As Vantagens De Ser Invisível
  • A Garota Ideal
  • Demolição 

Programa de Estágio da Sanofi está com inscrições abertas

A empresa farmacêutica Sanofi abriu as inscrições do seu Programa de Estágio em 2021. As vagas são destinadas aos universitários, com previsão de conclusão de curso a partir de dezembro de 2022. As vagas são para as cidades de São Paulo, Suzano, Campinas e Guarulhos.

As graduações abrangidas pelo processo seletivo são as de administração, economia, ciências contábeis, direito, comunicação, letras, farmácia e bioquímica, relações internacionais, psicologia, engenharias, publicidade e propaganda, secretariado e áreas correlatas.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Whatsapp (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Telegram (clique aqui)

Há a exigência de inglês básico na maioria das oportunidades. Portanto, a Sanofi oferece curso de idioma gratuito aos estudantes. A bolsa-auxílio é de R$ 1.650, além dos benefícios: vale-refeição, assistência médica, assistência odontológica, desconto em medicamentos, Gympass e curso de inglês.

O processo de seleção será 100% virtual, e contará com as seguintes fases: Inscrição online, Seleção na Companhia de Estágios, Painel de Negócios da Sanofi, Processo de Admissão e Início do estágio em maio deste ano.

Como se inscrever no Programa de Estágio da Sanofi?

Os estudantes que desejam participar do processo de seleção no Programa de Estágio 2021 da Sanofi realização a inscrição no site da Companhia de Estágios (página específica da Sanofi). Fique atento, as inscrições estarão abertas até 2 de abril.

Pré-requisitos

Áreas de estudo de interesse da Sanofi:
Administração, Ciências Contábeis, Comunicação Social, Direito, Economia, Engenharias, Farmácia-Bioquímica, Letras, Publicidade e Propaganda, Psicologia, Relações Internacionais, Secretariado e áreas correlatas.

Graduação: Previsão de conclusão do curso a partir de dez/2022 (no mínimo 1 ano de estágio).

Carga Horária
Farmácia: 40h semanais, sendo 8h por dia.
Outros: 30h semanais, sendo 6h por dia.

Conhecimento: Inglês a partir do nível básico.

Localidade das Vagas: São Paulo (SP), Suzano (SP), Campinas (SP) e Guarulhos (SP).

Gostou de “Programa de Estágio da Sanofi”?

Programa de Estágio da Sanofi

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Mulheres revolucionárias: Wu Yi

Wu Yi, também chamada de senhora de ferro na mídia chinesa, foi a vice-primeira-ministra da China entre 2003 e 2008. Ficou famosa por denunciar os Estados Unidos de politizar problemas comerciais entre os dois países.

Ela foi uma das líderes mais visíveis da sua época. Ficou conhecida por ser Ministra da Saúde durante o surte de SARS.

Imagem do Google

Na China é difícil encontrar mulheres no poder até os dias de hoje, quanto mais alto o papel na hierarquia politica, menor é a porcentagem de mulheres ocupando estes cargos.

“Eles reinam na política chinesa onde existe uma atmosfera de clube, são todos velhos amigos”, disse a historiadora Leta Hong Finche em entrevista para o Partido Comunista Chinês sobre a masculinidade dentro do mundo político do país.

Mesmo assim, Wu conseguiu entrar para a lista de mulher mais poderosa do mundo, ficando em terceira lugar, depois da chanceler alemã Angela Merkel.

Atualmente ela vive aposentada e longe da vida pública.

Dia Mundial do Câncer: Brasil registra 280 mil óbitos anuais

Quase 10 milhões de pessoas morrem por ano no mundo por causa de diversos tipos de câncer. O Dia Mundial do Câncer, na data de hoje (4 de fevereiro), é para conscientizar sobre os cuidados e prevenções.

No Brasil, essa estatística já alcançou um patamar de mais de 280 mil óbitos anuais. Mas, apesar de ser uma doença multifatorial, em que várias causas se juntam, permitindo que ela apareça, o câncer não é impossível de ser prevenido.

E essa é a mensagem que as instituições de pesquisa e tratamento da doença querem transmitir neste 4 de fevereiro, Dia Mundial do Câncer. A chefe da coordenação de prevenção e vigilância do Inca, o Instituto Nacional de Câncer, Liz Almeida, afirma que sete hábitos do dia a dia estão relacionados a diversos tipos da doença, e que mudá-los poderia evitar até um terço das mortes.

E é de olho nesses fatores, que a Fundação Nacional do Câncer lançou a campanha ’21 ações para 2021’, ano em que se estima que 625 mil novos casos da doença serão registrados no país. E o diretor-executivo da Fundação, Luiz Augusto Maltoni, alerta para os impactos da pandemia e do isolamento social nessa construção de bons hábitos.

Trancadas em casa e ansiosas, muitas pessoas aumentaram o consumo de cigarros e álcool, negligenciaram a alimentação e os exercícios físicos e adiaram a realização de exames periódicos. Agora é preciso reverter os primeiros, para prevenir o início de um câncer. Já o rastreio periódico, como explica o doutor Maltoni, é importantíssimo, especialmente para quem tem casos de câncer na família. Porque, se a doença ocorrer, será identificada e tratada precocemente, o que aumenta muito as chances de cura.

E essa recomendação foi seguida a risca pela aposentada Ana Célia Nogueira Pinto, que descobriu um câncer de mama no início do ano passado e precisou passar por uma cirurgia em plena pandemia. Posteriormente, ela também precisou fazer sessões de radioterapia, enquanto lidava com um diagnóstico positivo para covid-19.

Hoje, Ana Célia comemora a cura do câncer e da covid e acredita que, para ambos os casos o diagnóstico precoce tenha feito diferença. Ela também considera que os hábitos de fazer exercício regularmente e manter uma alimentação saudável tenham ajudado. Quem quiser entrar nessa corrente, pode procurar informações na página da Fundação do Câncer: www.cancer.org.br.

Gostou de “Dia Mundial do Câncer: Brasil registra 280 mil óbitos anuais“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

Dia Mundial do Câncer: Brasil registra 280 mil óbitos anuais

Relacionamento abusivo: saiba identificar os sinais

Manifestações exageradas de amor … mas que vêm acompanhadas de ciúme, cobranças, controle, brigas e humilhações. É relacionamento abusivo.

Esses são alguns dos sinais do relacionamento abusivo e que, muitas vezes, deixam de ser percebidos.

O ciúme vem disfarçados de preocupação e outro recurso utilizado pelo agressor ou agressora é a manipulação, que pode acontecer de diversas formas.

A violência física nem sempre está presente, o que torna o abuso ainda mais difícil de ser identificado.

Eu sou a Sig Eikmeier e no Saúde e Bem Estar de hoje, a psicóloga Vanessa Gebrin alerta sobre os sinais do relacionamento abusivo.

As mulheres são as principais vítimas e isso está relacionado com questões culturais, afirma a especialista.

Ela explica por que algumas pessoas levam tempo demais para reagir aos abusos:

A especialista alerta para alguns dos abusos e lembra que há um limite para perdoar e dar uma nova chance:

A psicóloga Vanessa Gebrin dá algumas recomendações para mudar ou sair do relacionamento abusivo:

Pessoas envolvidas em um relacionamento tóxico podem sentir que não são boas o suficiente para reconstruir suas vidas ou até que não têm forças para isso.

Conversar com alguém de confiança e se possível fazer terapia comportamental ajuda a recuperar a autoestima e a buscar um novo caminho. 

Com informações de Rádio2.

Gostou de “Relacionamento abusivo: saiba identificar os sinais“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

Relacionamento abusivo: saiba identificar os sinais

Abastecimento de oxigênio em Manaus é normalizado

Dezenove dias após faltar oxigênio nos hospitais de Manaus, no Amazonas, o Ministério da Saúde anunciou que o abastecimento do insumo para o sistema de saúde foi normalizado. O consumo diário de 80 mil metros cúbicos de gás tem sido suprido e ainda sobra cerca de 8 mil metros cúbicos por dia.

O fluxo necessário para abastecer de oxigênio a capital do Amazonas foi alcançado com a chegada contínua de carretas vindas do Sul, Sudeste e Nordeste do País, além de dois voos diários da Força Aérea Brasileira carregados com o produto.

Por via terrestre, também é constante a chegada de carretas com oxigênio vindas da Venezuela. Balsas também auxiliam para completar o trajeto pelas vias fluviais.

Desde o início da crise do oxigênio, 14 usinas novas foram abertas para produzir o insumo. A previsão do comitê de crise montado pelas autoridades é abrir outras 48 usinas. Além de aumentar a capacidade da usina do Hospital Universitário Getúlio Vargas e da empresa privada White Martins.

Segundo o Ministério da Saúde, com a estabilização do oxigênio, será possível promover a abertura de novos leitos para atender os pacientes de covid-19. O governador do Amazonas, Wilson Lima, afirmou nessa terça-feira (2) que, apesar de normalizado o abastecimento de oxigênio, a situação ainda é delicada.

A população de Manaus viveu um dos momentos mais dramáticos da pandemia quando, no dia 14 de janeiro, faltou oxigênio nos hospitais da cidade, levando pacientes a morte por asfixia. A demanda por oxigênio mais que dobrou devido ao aumento de casos da Covid-19 na região.

Segundo o governo estadual, mais de 460 pacientes precisaram ser transferidos para outros estados, sendo 17 transferências só nessa terça-feira. A Procuradoria-Geral da República e o Ministério Público do Amazonas abriram inquéritos para investigar a conduta dos agentes públicos na crise provocada pela falta de oxigênio.

Com informações de Agência Brasil.

Gostou de “Abastecimento de oxigênio em Manaus é normalizado“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

Abastecimento de oxigênio em Manaus é normalizado

Educação ambiental ajudará para acesso a serviços de saneamento

Com a aprovação do Novo Marco Legal do Saneamento, cidadãos de todo o País aguardam com expectativa melhorias no abastecimento de água e tratamento de esgoto. A educação ambiental ajudará para garantir acesso aos serviços.

O Novo Marco Legal tem entre os seus objetivos ampliar a presença de empresas privadas no setor.  Além disso, a educação ambiental tem um peso importante sobre a qualidade do serviço de saneamento prestado à população.

Em Atibaia (SP), a empresa responsável pela coleta e tratamento de esgoto na cidade que mantém uma parceria público-privada com a SAAE Atibaia, promove ações para conscientizar os moradores locais sobre a preservação do meio ambiente. Sergio Bovo, diretor operacional da Atibaia Saneamento, explica o intuito da iniciativa. 

“Sempre que possível, promovemos palestras educativas nas escolas, além de visitas monitoradas nas nossas estações de tratamento de esgoto.  Tudo isso para demonstrar como ocorre a coleta e o tratamento de esgoto e como ele afeta o meio ambiente”, explica Bovo.

De acordo com o Instituto Trata Brasil, quase 100 milhões de brasileiros não possuem acesso à coleta de esgoto e quase 35 milhões não têm acesso à água tratada.  Édison Carlos, presidente-executivo da organização, afirma que muitas pessoas sequer sabem que têm direito a esgoto e água tratada, por nunca terem tido acesso a esses serviços. Segundo ele, uma educação ambiental eficaz deve ser capaz de informar à população sobre seus direitos como cidadãos. 

Carlos lamenta o fato de que a educação ambiental no País, muitas vezes, está limitada ao tema de reciclagem e coleta de lixo. 

“A educação ambiental tornou-se quase voltada apenas a temas ligados ao lixo.  Quando se fala nela, quase todas as escolas ensinam como separar o lixo, o destino dele, usar poucas embalagens e diminuir o consumo. E isso é apenas um pedacinho do problema. Estamos falando de algo muito mais importante, que é a água e o esgoto afastado e tratado”, diz. 

Objetivos

A Atibaia Saneamento está implementando uma Estação de Tratamento de Esgoto que irá contemplar 25 bairros do município. A parceria público-privada com a Saneamento Ambiental de Atibaia (SAAE) terá fim em 2043.

Em parceria com Brasil 61.

Gostou de “Educação ambiental ajudará para acesso a serviços de saneamento“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

Educação ambiental ajudará para acesso a serviços de saneamento
Rio de Janeiro – Alunos aprendem a prevenção ao novo coronavírus (Covid-19) na Escola Municipal Pedro Ernesto, através de cartazes, trabalhos escolares, e medidas de higiene e convívio pessoal. (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Capacitação de educadores visa retorno às aulas presenciais

O mundo ainda vive dias de tensão em meio à pandemia causada pela Covid-19, sem que possamos saber quando a vida vai retomar certa normalidade. Mas agora em fevereiro, a maior parte das escolas pelo Brasil vão retomar as aulas presenciais. Por isso, a capacitação de educadores visa retorno às aulas presenciais, em evento gratuito, com objetivo de preparar educadores para os novos desafios do retorno às aulas. 

Esse evento é promovido pela Rede Pedagógica, maior rede de educadores da América Latina, e vai fornecer certificado de 120 horas de atividades. Tudo com objetivo de preparar melhor os profissionais da área da educação que ficarão responsáveis por cuidar e ensinar as crianças em um momento como esse.

Camila de Cássia Mariano é mãe da Mariana, uma menina de 5 anos que, como as demais crianças do Brasil, passaram meses sem frequentar as salas de aula nas escolas por conta da pandemia. Esse fato gera bastante preocupação no que se refere ao retorno das atividades presenciais pelas escolas, mas a Camila acredita que é importante as crianças voltarem aos estudos.

“Estamos com uma expectativa enorme ao mesmo tempo em que ficamos apreensivos, pois foi muito tempo fora da escola e, como eu pude observar por conta da minha filha, a educação infantil foi prejudicada pela falta de convívio com outras crianças e por não terem condições de maturidade para enfrentar um ensino à distância, apenas online. Tirando as questões de saúde e higiene, a maior preocupação é como será o comportamento em sala e como os profissionais da educação estarão preparados para lidar com essas questões emocionais”, afirmou Camila.

Capacitação de educadores visa retorno às aulas presenciais

O desenvolvimento das competências socioeducacionais é relevante em um momento como esse, em que os estudantes passaram quase um ano longe das escolas, vivendo todo o tipo de situações inesperadas que a pandemia trouxe, como isolamento social, aulas virtuais e possível morte entre familiares. E isso se estende aos educadores, que precisam estar preparados para lidar com os medos, anseios e dificuldades dos alunos além das suas próprias emoções, explicou a diretora pedagógica da Rede, Erika Radespiel.

“Como aprender se nós não estivermos bem emocionalmente? Nós temos a nossa individualidade, mas também somos um coletivo dentro da sociedade. Portanto, precisamos falar sobre isso, realizar atividades que ajudem os alunos nesse desenvolvimento, promover formações para que os professores se sintam capazes de fazer essa intervenção e para que também possam se preparar emocionalmente e se desenvolver emocionalmente. Isso é muito importante”, argumentou a pedagoga.   

De acordo com Erika Radespiel, é um esforço elevado exigir competência em disciplinas fundamentais como matemática e português, sem que seja feito um trabalho prévio para que alunos e professores estejam preparados para voltar às salas de aula dando o melhor de si. Esse é um reflexo do mundo e não apenas uma abordagem importante no Brasil, destacou.

E essa é a mesma opinião da professora da Rede Pública do Distrito Federal, Maria Leuza Medeiros Lima, que vê na capacitação uma proposta coesa e bem elaborada para oferecer apoio no meio acadêmico, tanto para alunos como professores, além de ser uma forma de valorização da carreira dos educadores.

“Um dos principais desafios para nós, educadores, neste momento de pandemia foi manter os alunos engajados em relação às atividades. E para isso foi necessário não somente investir em teorias e disciplinas, mas investir em currículo humano e, assim, manter os alunos com aprendizado significativo. Uma vez que a escola foi para dentro da casa do aluno, foi necessário saber utilizar também esses espaços como um lugar de educação, porque a educação não acontece somente na escola, acontece também nos lares e qualquer outro lugar”, avaliou a professora.

Em parceria com Brasil61.

Gostou de “Capacitação de educadores visa retorno às aulas presenciais”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

UnitedHealth contratando recepcionista, nutricionista e mais

A UnitedHealth (incorporadora formada por Amil, Americas Serviços Médicos e Optum no Brasil) está contratando recepcionista, nutricionista, assistente de qualidade, auxiliar de serviços gerais e gestor comercial. As vagas são para São Bernardo do Campo.

Vagas disponibilizadas no site da empresa, clique aqui e veja mais.

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais abaixo compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Whatsapp (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Telegram (clique aqui)

Descrição das vagas

Gestão Comercial (clique aqui)

Principais responsabilidades:

  • Responsável por realizar vistas e contato telefônico com corretores de sua responsabilidade, fomentar e acompanhar performance de vendas e estreitar relacionamento comercial;
  • Realizar mapeamento de ações e boas práticas, englobando aspectos técnicos e estratégicos;
  • Participação em eventos internos e externos, bem como responsável por ministrar treinamentos a vendedores;
  • Atuação estratégica junto aos parceitos, objetivando estreitar relacionamento e fortalecer a presença institucional.
     

Qualificações Necessárias:

  • Ensino Superior Completo;
  • Vivência anterior com negociação comercial;
  • Conhecimentos em Regulamentação do mercado de saúde;
  • Vivência na área comercial;
  • Desejável vivência em corretoras e/ou operadoras de saúde e seguradoras.

….

Recepcionista (clique aqui)

Principais responsabilidades:

  • Recepcionar pacientes/clientes, visitantes e colaboradores; 
  • Atendimentos telefônicos;
  • Registro de entrada e saída de visitantes e/ou pacientes;
  • Abertura de ficha de atendimento e cadastro em sistema;
  • Pré-faturamento das fichas de atendimento;
  • Interface com os demais setores e suporte administrativo;
  • Agendamento de exames, consultas e entrega de resultados;

Qualificações Necessárias:

  • Ensino médio completo;
  • Experiência com atendimento ao público
  • Desejável vivência com atendimento hospitalar e/ou ambulatorial;
  • Conhecimento básico do Pacote Office;

….

Recepcionista (clique aqui)

Principais responsabilidades:

  • Recepcionar pacientes/clientes, visitantes e colaboradores; 
  • Atendimentos telefônicos;
  • Registro de entrada e saída de visitantes e/ou pacientes;
  • Abertura de ficha de atendimento e cadastro em sistema;
  • Pré-faturamento das fichas de atendimento;
  • Interface com os demais setores e suporte administrativo;
  • Agendamento de exames, consultas e entrega de resultados;

Qualificações Necessárias:

  • Ensino médio completo;
  • Experiência com atendimento ao público
  • Desejável vivência com atendimento hospitalar e/ou ambulatorial;
  • Conhecimento básico do Pacote Office;

….

Auxiliar de Serviços Gerais – UTI Adulto (clique aqui)

….

Nutricionista (clique aqui)

….

Auxiliar de Serviços Gerais – UTI Adulto (clique aqui)

….

Assistente de Qualidade (clique aqui)

Principais responsabilidades:

  • Garantir a adequada gestão e desenvolvimento das equipes, coordenação e integração das atividades das Qualidades Locais, abrangendo o desenvolvimento, orientação e implementação do Plano de Melhoria, integração dos sistemas de notificação de incidentes para aprimorar a gestão de riscos local e monitoramento dos dados e informações, visando a melhoria contínua da qualidade e segurança do paciente na sua Regional.

Qualificações Necessárias:

Formação desejável: Técnica em Enfermagem ou Nutrição ou Tecnológica em Gestão da Qualidade; Experiência desejável: Atuação na área da Qualidade;

Mais Vagas no Grande ABC

Gostou de “UnitedHealth contratando recepcionista, nutricionista e mais”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Sobre a UnitedHealth

O UnitedHealth Group é uma empresa norte-americana que se dedica a atividades variadas no setor de saúde e bem-estar. Por meio de 285mil colaboradores no mundo todo, levamos benefícios de saúde para pessoas em mais de 130 países. No Brasil atuamos através de três empresas distintas: a Amil, operadora de benefícios de saúde; o Americas Serviços Médicos, especializado em serviços médico-hospitalares; e a Optum, focada em serviços de saúde integrados à tecnologia da informação. No UnitedHealth Group, compartilhamos uma meta comum: ajudar as pessoas a viver de forma mais saudável e contribuir para que o sistema de saúde funcione melhor para todos. Você verá que suas contribuições estão ajudando a impulsionar a acessibilidade e qualidade da assistência à saúde para milhões de pessoas e ajudando, ao mesmo tempo, a moldar o modo como a assistência à saúde se desempenha no futuro.

UnitedHealth contratando recepcionista, nutricionista e mais

Governador do Amazonas institui novas medidas contra pandemia

O Governador do Amazonas institui novas medidas de restrição, plano de abastecimento de oxigênio para as unidades hospitalares e remoção de pacientes para hospitais de outros estados.

Diante do colapso no sistema de saúde com a falta de oxigênio nos hospitais na última quinta-feira (14), o governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou ações frente ao recrudescimento da pandemia da Covid-19 no estado. A medida inclui novas medidas de restrição, plano de abastecimento de oxigênio para as unidades hospitalares e remoção de pacientes para hospitais de outros estados. 

Segundo o governador, a ampliação das medidas de restrição visa a proteção da vida das pessoas. O novo decreto restringe também o transporte coletivo de passageiros em rodovias e rios e suspende a circulação de pessoas nas ruas em todo o estado, com toque de recolher entre às 19h e 6h.

Em relação ao abastecimento de oxigênio nas unidades hospitalares, o governo do Estado ressaltou que as medidas para solucionar as dificuldades logística estão sendo adotadas junto ao governo federal. Também foi iniciada a transferência de pacientes para unidades hospitalares de cinco estados. Além do translado desses pacientes, o governo instituiu um grupo de apoio psicossocial para pacientes e familiares.

“Governador do Amazonas institui novas medidas contra pandemia” em parceria com Brasil 61

Gostou da matéria “Governador do Amazonas institui novas medidas contra pandemia”?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que forem publicadas, ou como desejar. Para periodicidade, confira informações no email recebido. Então, aproveite e leia mais sobre Medidas Contra Pandemia.

Governador do Amazonas institui

Pesquisadores estudam efeitos da Covid-19 em pacientes curados

Passados 10 meses da declaração da Organização Mundial de Saúde (OMS) de que o planeta vive uma pandemia do novo coronavírus, estudiosos ainda tentam compreender os efeitos da doença no corpo humano. Um estudo chinês publicado na revista científica Lancet mostrou que 76% de um total de 1.655 pacientes que contraíram a doença, e que foram internados, apresentaram sintomas e sequelas da enfermidade seis meses após a alta hospitalar. 

Para a elaboração do estudo, os pesquisadores aplicaram um questionário a pessoas curadas da Covid-19, com idade entre 47 e 65 anos, para avaliar a qualidade de vida e os sintomas. Além disso, também foram realizados testes físicos. Fadiga ou fraqueza muscular foram os sintomas mais relatados (63%), seguido por sintomas de ansiedade e depressão (23%). 

Os pesquisadores afirmam também que a redução de anticorpos em pacientes com infecção aguda pela Covid-19 acende o sinal de alerta para uma reinfecção da doença.

A técnica de enfermagem Vania Lucia da Silva, 55 anos, moradora da região administrativa de Ceilândia, no Distrito Federal, precisou ficar internada e foi entubada após ser diagnosticada com a Covid-19. Após receber alta, ela conta que perdeu 14 kg e, até hoje, sente reflexos da doença em seu dia a dia. 

“Quando eu saí do hospital, eu fiquei duas semanas no oxigênio e precisei fazer fisioterapia pulmonar por quase dois meses. A minha força muscular e minha resistência física também diminuíram.”

Neste ano, a Secretaria de Saúde de Goiás deu início ao programa Reabilita Goiás, que tem o objetivo de qualificar as equipes de Atenção Primária e fortalecer a assistência integral à saúde a pessoas infectadas pelo coronavírus que ainda apresentam sequelas ou limitações resultantes da doença. A iniciativa está sendo aplicada apenas no município de Inhumas, mas a pasta afirma que pretende expandi-la em outras localidades.

O tratamento terá duração de oito semanas e a reabilitação será feita três vezes por semana, sendo um dia de forma presencial e dois dias de forma remota. Essa divisão visa submeter o paciente a exercícios físicos e, assim, aumentar a intensidade deles aos poucos. 

Hemerson Luz, médico especialista em Infectologia, explica que diversas pessoas que tiveram casos graves da Covid-19 apresentam complicações no pulmão, o que dificulta a realização até mesmo de tarefas cotidianas simples. 

“Esses pacientes geralmente têm uma perda importante de capacidade pulmonar e podem ter cansaço constante e falta de ar em atividades que antes eles conseguiam fazer. A fisioterapia respiratória precoce é uma forma de tratar esse problema”, diz. 

Pesquisadores estudam efeitos da Covid-19 em pacientes curados

Investigação

Por se tratar de uma doença nova, médicos e pesquisadores de todo o planeta ainda investigam os efeitos a médio e longo prazo da Covid-19 em pacientes curados. Também há relatos de pessoas que, mesmo curadas, tiveram sequelas no cérebro, coração, rins, e no sistema vascular.

“Pesquisadores estudam efeitos da Covid-19 em pacientes curados”, com informações de Brasil 61

Gostou da matéria “Pesquisadores estudam efeitos da Covid-19 em pacientes curados”?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que forem publicadas, ou como desejar. Para periodicidade, confira informações no email recebido. Então, aproveite e leia mais sobre a Pandemia no Brasil.

Lewandowski quer saber se país tem seringas e agulhas suficientes

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski deu prazo de cinco dias para o Ministério da Saúde informar se tem seringas e agulhas suficientes para iniciar a campanha de vacinação contra a covid-19.

Lewandowski atendeu a um pedido do partido Rede Sustentabilidade e solicitou que o ministério comprove o estoque de seringas e agulhas para vacinar, ao menos, os quatro grupos considerados prioritários no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação, apresentado em dezembro pelo governo federal. O plano estima que esses grupos somam cerca de 20 milhões de pessoas.

A decisão de Lewandowski foi divulgada após um pronunciamento do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, no qual ele garantiu que já tem seringas e agulhas suficientes para começar a vacinação.

Em dezembro, uma licitação do Ministério da Saúde para comprar 331 milhões de seringas e agulhas só conseguiu cerca de 7 milhões. As empresas que fabricam esses insumos consideraram os preços fixados pelo ministério baixos demais. A Secretaria Nacional do Consumidor, do Ministério da Justiça, abriu uma investigação para saber se o aumento de preços de agulhas e seringas fere os direitos da população.

A Câmara de Comércio Exterior, do Ministério da Economia, proibiu a exportação desses equipamentos a partir do dia 1º de janeiro para evitar o desabastecimento. E, em comum acordo com os fabricantes, o Ministério da Saúde fez, esta semana, a requisição administrativa dos estoques de seringas e agulhas. Isso permite que o governo se aproprie temporariamente de bens privados.

“Lewandowski quer saber se país tem seringas e agulhas suficientes” em parceria com Agência Brasil

Gostou de “Lewandowski quer saber se país tem seringas e agulhas suficientes”?

Então, assine nossa Newsletter. Não deixe de comentar logo abaixo também. Leia mais sobre a Pandemia.

Lewandowski quer saber se país tem seringas e agulhas suficientes

Mutação do coronavírus exige cuidados preventivos

Mutação do novo coronavírus, com o surgimento da cepa B-117, exige intensificação dos cuidados preventivos.

O alerta é da médica infectologista Ingrid Napoleão Cotta.

Ela explica que a variante do vírus indica, até o momento, maior capacidade de espalhar a contaminação.

A especialista destaca que a ciência ainda estuda os efeitos da nova cepa, principalmente no que diz respeito à prevenção pelas vacinas:

A mutação do novo coronavírus já foi identificada em pacientes de mais de 35 países.

No Brasil, foram constatados até a última terça-feira, dois casos em São Paulo.

“Mutação do coronavírus exige cuidados preventivos” com informações de Rádio2.

Gostou da matéria “Mutação do coronavírus exige cuidados preventivos”?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que forem publicadas, ou como desejar. Para periodicidade, confira informações no email recebido. Leia mais sobre a Variante do Coronavírus.

Mutação do coronavírus
Photo by Burst on Pexels.com

354 milhões de doses de vacina estão garantidas

Em pronunciamento na noite desta quarta-feira (6), o ministro da Saúde, Eduardo Pazzuello, disse já definiu como será feita a compra de insumos e a logística para o inicio da vacinação contra o novo coronavírus. Incluindo 354 milhões de doses para campanha de imunização.

As regras estão na Medida Provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e publicada no Diário Oficial da União de hoje.

O ministro da Saúde disse ainda que a pasta está preparada para executar o Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19, e justificou a demora do Brasil em fechar negócio com a Pfizer, que já disponibilizou sua vacina para vários países.

Sem citar uma data para o início da imunização no Brasil, Pazzuello disse que estados e municípios têm a quantidade suficiente de seringas – cerca de 60 milhões – e que mais 38 milhões devem ser adquiridas até fevereiro.

O ministro afirma que o Brasil tem hoje 354 milhões de doses de vacinas asseguradas para 2021: 254 milhões pela Fiocruz em parceria com a AztraZeneca, além de 100 milhões de doses pelo Instituto Butantan, em parceria com a Sinovac. Ele destacou ainda que o governo federal está em negociação com os laboratórios Gamaleya, da Rússia; Janssen, Pfizer e Moderna, dos Estados Unidos; e Bharat Biotech, da Índia.

“354 milhões de doses de vacina estão garantidas” é com informações de Agência Brasil

Gostou de “354 milhões de doses de vacina estão garantidas“?

Então, assine nossa Newsletter. Não deixe de comentar logo abaixo também. Leia mais sobre a pandemia do coronavírus.

354 milhões de doses
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, concede entrevista coletiva após anúncio do Plano Nacional de Operalização de Vacinação contra a Covid-19. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Nova variante do coronavírus encontrado em São Paulo

A nova variante do coronavírus, detectada na Inglaterra e em diversos países da Europa, é chamada B117 e foi identificada no Brasil nesta quinta-feira (31). A descoberta foi feita pelo laboratório DASA e a empresa já comunicou a descoberta ao Instituto Adolfo Lutz e à Vigilância Sanitária.

De acordo com os pesquisadores, o vírus da cepa B117 tem maior transmissibilidade mas ainda não há evidências de que ele possa ser mais letal. Essa nova cepa já está presente em mais de 50% dos novos casos de coronavírus no Reino Unido, de acordo com informações da Organização Mundial da Saúde.

Essa nova variante é neutralizada pelas vacinas que já estão sendo produzidas, mas pode passar despercebida em alguns exames de detecção. Isso porque ele não possui uma proteína chamada de proteína S, presente no antigo coronavírus, e alguns testes são baseados apenas na procura dessa proteína S.

O exame mais preciso RT-PCR detecta essa nova variante, sendo ainda o exame mais confiável para saber se a pessoa tem ou não o coronavírus.

Dessa forma, as recomendações para evitar a disseminação do vírus continuam: manter distanciamento social, evitar aglomerações e utilizar sempre a máscara em espaços públicos.

Com informações da Agência Brasil

Jornal Grande ABC

Nova variante do coronavírus

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 703 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Pandemia em 2021 continua com cenário preocupante

O ano mudou, mas o cenário da pandemia em 2021 continua preocupante. Em alguns estados, os dados de mortes por covid-19 e as taxas de ocupação de UTIs são críticos e deixam as autoridades em alerta.

O Amazonas, que durante o ano de 2020 viu a população aguardar por vagas em cemitérios, está instalando câmaras frias em hospitais de Manaus para dar suporte no acondicionamento de corpos de pacientes que morreram por covid-19. O estado já ultrapassou 5 mil e 200 mortes. A taxa de ocupação de UTIs é de 88%.

Outro estado com dados críticos é Mato Grosso do Sul. Apenas na macrorregião de Campo Grande, a ocupação global de leitos UTI do SUS é de 104%. O excedente representa pacientes em leitos ainda não habilitados pelo SUS, mantidos pelas secretarias municipais e estadual de saúde.

Pandemia em 2021 no país

Nas últimas 24 horas, o estado registrou mais de uma morte por hora e 310 pessoas estão em leitos de UTI no estado, que já contabiliza 2.329 óbitos pela doença.

Na região Sul, em Santa Catarina, a taxa de ocupação de unidades de tratamento intensivo já ultrapassa 81%. No estado vizinho, Rio Grande do Sul, a taxa também é alta. Já está em 79,9%, segundo dados dessa quinta-feira.

O Ministério da Saúde informou que, até o momento, já foram habilitados 17 mil 373 leitos de UTI Covid-19 para estados e municípios.

Até essa quinta-feira (31), o Brasil registrou 7 milhões 675 mil 973 casos confirmados de covid-19; 194 mil 949 mortes pela doença, sendo 541 nos últimos três dias.

Também foi confirmada a suspeita de dois casos de uma nova variante do novo coronavírus no estado de São Paulo. Segundo o Ministério da Saúde, o Instituto Adolfo Lutz está analisando duas amostras de vírus de casos com contato com o Reino Unido. E, em até 48 horas, fará o sequenciamento genético para identificação da linhagem.

Informações com Agência Brasil

Jornal Grande ABC

Pandemia em 2021

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 703 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Novo tratamento para hanseníase no SUS

Novo tratamento para hanseníase através de medicamento oferece alternativa para pacientes resistentes.

O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibilizará um novo tratamento para hanseníase, o antibiótico claritromicina. Outras doenças já usam o mesmo medicamento, como infecções respiratórias e de pele.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda o uso do antibiótico, em especial para pacientes com resistência aos demais remédios. Por exemplo, como a rifampicina, em tratamento disponível no SUS.

O SUS utiliza, até o momento, o método poliquimioterapia, em pacientes com resistência a medicamentos. Nele, são aplicados os medicamentos rifampicina, dapsona e clofazimina.

Esse tratamento, entretanto, poderia não ser totalmente eficaz diante da possibilidade de resistência à rifampicina. Portanto, a importância do tratamento com claritromicina como uma alternativa para estes casos e de resistência a outros medicamentos.

A pele e os nervos sofrem diretamente pela hanseníase. A doença acarreta na perda de sensibilidade do portador. Aliás, reduzindo a percepção de calor nas partes afetadas. Além disso, a enfermidade apresenta manchas no corpo e redução da força muscular.

Novo tratamento para hanseníase

Novo tratamento para hanseníase: A doença no Brasil

O Brasil é o segundo país com mais casos de hanseníase no mundo. Apenas a Índia supera nossos números. Em 2018, foram registrados mais de 27 mil novos casos, segundo o Ministério da Saúde. o que representa mais de 93% das ocorrências registradas nas Américas.

A doença tem registro de casos novos em todos os estados, com maior concentração nas Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Esse aumento do número de casos ocorre muitas vezes com o contágio pelo convívio com doentes ainda sem tratamento. Entretanto, vale ressaltar que 90% das pessoas são naturalmente imunes a bactéria. Ou seja, não adoecem após contato com ela.

“Estima-se que um paciente não tratado num raio de 100 metros vai infectar no ano seguinte pelo menos mais uma pessoa”, explica a dermatologista Laila de Laguiche, fundadora do Instituto Aliança Contra Hanseníase no Brasil.

7 toneladas recebidos por trabalhadores do Hospital de Campanha

As doações arrecadadas por trabalhadores do Hospital de Campanha foram enviados ao Banco de Alimentos de Santo André, e distribuídas para pessoas em vulnerabilidade socioeconômica

A Secretaria de Saúde e a prefeitura de Santo André arrecadaram 7 toneladas de alimentos, para famílias carentes da cidade. Nesse sentido, cerca de 600 profissionais de hospitais de campanha participaram das atividades. Sendo assim, a ação solidária ocorreu durante 10 dias.

O Banco de Alimentos recebeu as doações na tarde de ontem (22/12), em sua sede. “Que surpresa boa e que ‘presentão’. Os profissionais de Saúde, que estão se doando desde o início da pandemia, além de trabalhar e dar o sangue para cuidar do amor de alguém, ainda fazem esse gesto lindo. Não temos palavras para agradecer. Nosso muito obrigada”, se emocionou a primeira-dama. Ana Carolina Barreto Serra ocupa a presidência do Núcleo de Inovação Social.

trabalhadores do Hospital de Campanha

Ação parecida aconteceu em 2019, realizada por profissionais que atuam na rede municipal de Urgência e Emergência.

“Ano passado, enquanto estava como diretor de Atenção à Saúde, e promovemos uma campanha similar com os profissionais da Urgência e Emergência, não esperávamos um número tão expressivo de doações. Neste ano, tínhamos a expectativa de receber mais do que as 4 toneladas de alimentos da edição anterior. A cada dois kg de alimentos doados, os profissionais ganhavam um número. Estes números serão sorteados e o gesto recompensado prêmios doados pela iniciativa privada, portanto sem custos para a gestão. Os profissionais estão superanimados e agradecemos muito a cada um que participou desta Campanha de Natal”, comentou Victor Chiavegato, superintendente dos hospitais de campanha.

Balanço das arrecadações dos trabalhadores do Hospital de Campanha

Desde que iniciou o ano até novembro, o Banco de Alimentos arrecadou 55,8 toneladas de itens alimentícios. 17 mil pessoas, por meio de 111 entidades do município, receberam as doações.

As entidades atenderam número maior de pessoas na pandemia. Acima de tudo, com doações recebidas pelo Banco de Alimentos. Como resultado, cerca de 7 mil cestas básicas tiveram destino para pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Portanto, estimativa-se que o ano feche próximo a 60 mil toneladas. Em 2019, o número arrecadado ficou em 57,6 toneladas. Não houve queda significativa de doações nos dois primeiros meses do ano. Os principais doadores, como supermercados, trabalham normalmente neste período. Dessa forma, o Banco de Alimentos visa constantemente o aumento de parceiros doadores.

A responsabilidade criminal de governadores e prefeitos

Reproduzo aqui o texto que o Procurador da República disponibilizou no jornal Brasil Sem Medo. Essencial para entender a responsabilidade criminal de governadores e prefeitos, ao instituírem quarentena em desconformidade com a lei.

*
As soberanias locais começam a cair

É hora de mostrar que o império do desmando está para acabar, que as soberanias locais estão com os dias contados, pois seus reis estão nus

Cleber de Oliveira Tavares Neto

“A única coisa que devemos temer é o próprio medo” (Franklin Roosevelt).

Com a continuidade das quarentenas de cidades inteiras e isolamento social de todos os cidadãos “não essenciais” em suas casas, começa a ficar claro que há muitas dessas restrições que são ilegais. Todavia, os abusos começam a perder para medidas judiciais.

Já provei com fontes primárias e oficiais que mentiram para você sobre a OMS. As recomendações nem recomendam tudo o que estamos vendo e nem possuem o poder vinculante que se lhes atribuem. Analisei também decisões judiciais da mais alta corte, demonstrando que elas reconhecem, sim, limites aos decretos estaduais. Portanto, muitas das medidas obviamente ilegais, “é só pedir que cai”.

No presente artigo retorno ao tema (espero ser só uma trilogia de artigos). É hora de mostrar que o império do desmando está para acabar, que as soberanias locais estão com os dias contados, pois seus reis estão nus.

Responsabilidade criminal e os políticos

O medo de serem responsabilizadas pela morte de bilhões de brasileiros foi o provável motivo de muitas autoridades, ao menos inicialmente, terem simplesmente evitado enfrentar ilegalidades óbvias de vários decretos.  Algumas autoridades mencionavam, por exemplo, os requisitos da lei 13.979 para a imposição das medidas mais drásticas, mas faziam de conta que eles nem existiam na hora de decidir. Outros, simplesmente pulavam a parte “complicada” a ser analisada. Desta forma, ignorando fatos e fundamentos e passando direto para decidir como queriam decidir.

A ignorância deliberada de um ponto jurídico de suma importância foi o que se deu na decisão do Ministro Marco Aurélio (1). Ele acatou o arquivamento, realizado pelo Vice-Procurador-Geral da República, em supostos crimes que o Presidente da República teria praticado ao cumprimentar pessoas na frente do Palácio do Planalto nas manifestações do dia 15 de março.

Enquanto no documento do MPF se arquivava a representação por três possíveis crimes relativos à conduta de Bolsonaro, a decisão do STF analisa apenas dois desses crimes. O de causar epidemia e o de desobediência (267 e 330, ambos do CP), com os quais o MPF havia gasto um parágrafo para cada.

Já o crime que era o centro do documento de 6 páginas, o crime que tem motivado a prisão de pessoas nas praias, em carreatas e até em protestos políticos em frente a prédios do governo não foi sequer mencionado pelo Ministro.

Esse crime é o do artigo 268 do Código Penal (CP). “Infração de medida sanitária preventiva”, que tem sido mencionado nos próprios decretos de prefeitos e governadores como passíveis de enquadramento (2). O documento do MPF expressa: “é necessário verificar se foram respeitados os requisitos formais para a decretação de cada uma delas.” (3)

Entendendo as medidas sanitárias

O primeiro passo para saber quais são os requisitos formais é saber o que são. Para a própria OMS e para a lei brasileira, isolamento e quarentena. O Regulamento Sanitário Internacional (RSI), oriundo da OMS e com valor de lei ordinária no Brasil, dispõe que

“isolamento” significa a separação de pessoas doentes ou contaminadas ou bagagens, meios de transporte. Além disso, mercadorias ou encomendas postais afetadas de outros, de maneira a evitar a propagação de infecção ou contaminação;

“quarentena” significa a restrição das atividades e/ou a separação de pessoas suspeitas de pessoas que não estão doentes. Ou de bagagens, contêineres, meios de transporte ou mercadorias suspeitos, de maneira a evitar a possível propagação de infecção ou contaminação.

A imposição de isolamento e quarentena devem seguir os requisitos da lei 13.979/2020 e da Portaria nº 356/2020 do Ministério da Saúde. Pelo que tenho visto, os decretos em geral não seguem nem a própria definição de isolamento e quarentena. O tal do “isolamento social horizontal” é errado em si. Posto que em desacordo com a própria definição de “isolamento”. Bem como as quarentenas de cidades inteiras, sem que sequer haja a suspeita de pessoas contaminadas.

Em resumo, o arquivamento de crime supostamente praticado pelo Presidente Bolsonaro quis dizer é que não há crime. Desde que se as medidas sanitárias preventivas não foram regularmente impostas. Para os colegas juristas, significa que, sendo ilícito o complemento normativo da norma penal em branco heterogênea, a conduta será formalmente atípica.

A responsabilidade criminal e decisões judiciais

Mas já há uma decisão que foi além de apenas reconhecer a inexistência de crime nesse caso.  Em uma decisão que muitos diriam atécnica (4), o Desembargador José Maurício Pinto de Almeida (TJ-PR), deferiu um habeas corpus individual contra a restrição de acesso a praias para quaisquer finalidades por meio de decreto do Município de Guaratuba/PR, sujeitando quem a violasse a sanções administrativas e penais (leia-se: prisão em flagrante por crime contra a saúde pública).
Sendo assim, essa decisão é uma preciosidade no combate às medidas draconianas. Primeiro, enfrentou a ilegalidade de medidas restritivas que ocorrem em vários locais do Brasil em decretos de semelhante disposição, Estaduais e Municipais:

Importante consignar que a liberdade de locomoção é desenhada como a possibilidade de, em tempo de paz, ingresso, circulação interna e saída do território nacional. Porém, com a obrigação de permanência em localidade determinada, quando houver a decretação de estado de sítio ou ocorrência de fatos que comprovem a ineficácia de medidas tomadas durante o estado de defesa.

Responsabilidade criminal dos políticos contra PF

A medida proibitiva contida no art 2º do decreto 23.337/2020 representa, nessa direção, uma medida de restrição geral de circulação de pessoas em espaços e vias públicas, utilizada em situações absolutamente excepcionais como o estado de sítio e guerra.

Além disso, as praias são bens da União. A limitação do seu uso só poderia ser feita pela própria União. Ou por delegação dela, como no caso de licenciamento para atividades econômicas na orla. Atualmente, pela lei 7661/1988, as restrições só poderiam ocorrer por motivo de segurança nacional. Ou, ainda, para área ambientalmente protegida.

Segundo, a decisão suspendeu a própria vigência da norma atacada, estendendo os efeitos do Habeas Corpus para todos que quisessem ir dar um passeio na praia, pegar sol, fazer exercícios, enfim, melhorar a sua imunidade.

Terceiro, e o que temos de mais contundente até agora, consignou que ali havia, em tese, crime da Lei de Abuso de Autoridade por parte do Prefeito que editou o decreto, especificamente:

Art 9° Decretar medida de privação da liberdade em manifesta desconformidade com as hipóteses legais; Pena -detenção, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa.

Uma das inconstitucionalidades dos decretos que proíbem o acesso a espaços públicos para qualquer finalidade, citada nesse habeas corpus, e que se estende a boa parte das medidas restritivas como, por exemplo, suspensão do funcionamento de academias, é a violação do princípio da proporcionalidade na vertente da adequação ao fim almejado ou falha de prognose legislativa.

Ao vedar exercícios físicos, ao ar livre, com exposição ao sol, necessário para a sintetização de vitamina D e, com isso, melhora da imunidade, o decreto está expondo ainda mais a população aos efeitos maléficos não só da gripe chinesa, mas de qualquer doença.

Tudo, obviamente, sem recomendação técnica fundamentada alguma.

Responsabilidade criminal dos políticos contra PJ

Outro erro de prognose legislativa foi um decreto do Rio Grande do Norte, que limitava o horário de funcionamento de variadas empresas. O meu xará e também Procurador da República Kleber Martins impetrou, em nome próprio, uma ação popular na Justiça Estadual (como membro do MPF ele não teria legitimidade para, por exemplo, uma ação civil pública, mas como cidadão qualquer um pode impetrar ação popular na defesa do patrimônio público).

Essa ação demonstrou (5) que a limitação no horário de funcionamento de estabelecimentos comerciais tinha o efeito, na prática, exatamente inverso do pretendido pela medida:

“impedir  que  restaurantes,  bares,  mercados, mercearias, supermercados, lojas de materiais e congêneres funcionem no período noturno e/ou nos dias de  domingo  e  feriados,  não  reduz, senão  apenas  no  plano  puramente  teórico,  apriorístico,  o  risco  de transmissão  e  contágio  do  novo  Coronavírus”,  não  havendo  sentido  no  raciocínio  de  que  o  risco  de contaminação  é  maior à  noite  do  que  durante  o  dia. Ou, por exemplo, nos  domingos  e  feriados  do  que  nos  dias  úteis, entendendo-se assim que o efeito será contrário. Ademais, sabendo que os estabelecimentos terão o horário de funcionamento reduzido, haverá tendência de mais pessoas em intervalo de tempo menor.

A verdade é que os requisitos da lei 13.979, como a necessidade de recomendação técnica e fundamentada da ANVISA, servem também para tentar evitar que autoridades tomem medidas sem efeitos profiláticos ou com efeito oposto do pretendido.

Constituição Federal e OMS

Por isso, as medidas são ilícitas, ao descumprirem requisitos legais. E, por que não dizer, burras.

Burras, ilegais e inconstitucionais, pois o artigo 3º, § 2, III, da lei 13.979, determina que todas essas medidas devem garantir aos afetados as suas liberdades fundamentais, ou seja, aquelas em sua maioria constantes do art. 5º da Constituição de 1988, o que também está no art. 3 do Regulamento Sanitário Internacional.

É simples de entender que o RSI e as orientações da OMS que devem ser interpretados de acordo com a nossa Constituição e demais leis, e não o contrário.  Entretanto, o próprio RSI não prevê várias dessas medidas (nem as recomendações da OMS) e está sendo usado como desculpa para imposição de restrições, com ameaça de prisão por crime de quem as descumprir.

Mas se não há ameaça de prisão (por exemplo é uma atividade empresarial, e a pessoa jurídica não pode ser presa), já há algumas decisões favoráveis em Mandado de Segurança. O da AMBEV já foi analisado pelo STF na Suspensão de Segurança 5362, que decide pela necessidade de cumprimento dos requisitos legais ao se imporem as medidas mais extremas (6), no caso, a recomendação da ANVISA para restrição de transportes intermunicipais e interestaduais.

Para quem acha que tamanho esforço de engenharia social através do medo pode ser resolvido judicialmente, os instrumentos estão aí: habeas corpus, mandado de segurança, ação popular.

Só precisa deixar de ser Padawan.

responsabilidade criminal
Foto: AP Photo/Michael Sohn

Sobre o artigo

— Cleber de Oliveira Tavares Neto é Procurador da República e membro da Associação do MP Pró Sociedade. Siga-o nas redes sociais Instagram, Twitter, YouTube e Facebook.

Post Scriptum: Assisti hoje ao julgamento da ADI 6.342, do PDT. Contudo, em nada ela influencia as conclusões a que cheguei em meus três artigos. Mais comentários sobre o julgamento estão na minha página no instagram.

Post Scriptum 2: não vou entrar na questão da existência de crime de abuso de autoridade por parte dos policiais, principalmente policiais militares, que seguem rígida cadeia hierárquica, pois teria que dar uma aula sobre as excludentes de culpabilidade. A princípio, não sendo a ordem manifestamente ilegal, responde pelo crime apenas quem a deu. Sai-se pela obediência hierárquica ou pelo potencial (des)conhecimento da responsabilidade criminal.

1 – Confirmação do arquivamento disponível
2 – Por exemplo, dentre muitos, o art. 7º do Decreto 46.966/2020 do Estado do Rio de Janeiro. Veja também o artigo 12 do Decreto 16.082/2020, do Município de Volta Redonda.
3 – Disponível também
4 – Fez-se praticamente o oposto do Ministro Jorge Mussi, do Superior Tribunal de Justiça, em situação análoga. A análise da decisão por um meu colega.
5 – Decisão disponível
6 – Disponível também

Em caso de dúvidas, consultas, cobranças, pedidos e requerimentos, entre em contato! Então, comente logo abaixo, sobre a responsabilidade criminal dos governadores e prefeitos.

Márcio Pinheiro Advocacia Tributária (21) 97278-4345 fito.marcio@gmail.com Site Márcio Pinheiro Advocacia

Vagas abertas em cursos técnicos: Mais de 300 vagas

Em março de 2021, as aulas serão iniciadas, com duração que varia de três meses a dois anos nas vagas abertas em cursos técnicos.

A Escola de Educação Permanente (EEP) está com inscrições abertas para o processo seletivo de oito cursos técnicos das turmas de 2021. São eles: Enfermagem, Farmácia, Radiologia, Cuidador de Idosos, Radiologia Forense, Mamografia com Ênfase em Patologias e Exames, além das especializações técnicas em Terapia Intensiva e em Instrumentação Cirúrgica.

Oportunidade de aprender e alavancar a carreira profissional com um corpo docente qualificado. Além disso, poder vivenciar os conhecimentos adquiridos em sala de aula nos estágios realizados nos Institutos do complexo HCFMUSP.

Vagas abertas em cursos técnicos

As aulas iniciarão em março de 2021. Sendo assim, com duração que varia de três meses a dois anos. Os interessados devem acessar o site da EEP para realizar a matrícula até fevereiro do ano que vem. Todavia, com exceção da especialização técnica em Instrumentação Cirúrgica, que o prazo é 12 de março de 2021.

Jornal Grande ABC

Vagas abertas em cursos técnicos

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 703 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

NUTRIENTES QUE NÃO PODEM FALTAR!!

Siga @rosangelalsnutri

Nutrientes que não podem faltar para quem prática atividade física.

Quando praticamos atividade física com frequência, é natural que o nosso corpo necessite de mais nutrientes para gastar energia e se manter saudável. Para isso é importante manter um cardápio completo e equilibrado. Existem alguns nutrientes específicos que não podem faltar de jeito nenhum no cardápio de quem se exercita!

1 -Carboidratos melhoram o rendimento durante o treino dando força aos músculos. Além disso, são as melhores fontes de energia para quem pratica exercício físico. 
2 – Vitamina C fortalece o sistema imunológico, deixa o organismo mais disposto, melhora o ânimo e atua como antioxidante.
3 – Vitamina B2 ajuda a dar energia transformando proteínas, carboidratos e outros nutrientes em energia.
4 – Vitamina D é importante para a calcificação dos ossos, evita a fadiga e o enfraquecimento do corpo. Portanto, é a melhor fonte é a exposição ao Sol diariamente.
5 – Potássio evita cãibras, fortalece os músculos e auxilia no ganho muscular.

Consulte um Nutricionista, afinal, somente ele pode te orientar.

Jornal Grande ABC

NUTRIENTES QUE NÃO PODEM FALTAR

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Portanto, nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 703 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Ribeirão Pires atualiza Fase Amarela, seguindo o Plano SP

A Prefeitura de Ribeirão Pires publicou nesta sexta-feira, 11 de dezembro, o decreto municipal Nº 7.092/2020. De acordo com este, atualiza protocolos sanitários e de segurança para estabelecimentos da cidade na Fase Amarela do Plano São Paulo, seguindo as diretrizes do governo estadual. Sendo assim, as medidas valem a partir deste sábado, dia 12/12.

Bares tiveram redução do horário de funcionamento para até, no máximo, às 20h. Restaurantes, lanchonetes e similares, bem como lojas de conveniência, podem funcionar até 22h. Entretanto, após às 20h, a venda de bebidas alcoólicas está proibida. Além disso, não é permitido o atendimento de pessoas em pé. O limite é de até seis pessoas por mesa.

O comércio teve horário de funcionamento ampliado de 10 horas para 12 horas por dia. Contudo, respeitando o período a partir das 6h até, no máximo, 22h.

O limite de capacidade de atendimento de até 40% está mantido para todos os estabelecimentos. Todavia, exceto academias esportivas, que tiveram redução de capacidade para 30% do total.

Ribeirão Pires atualiza Fase Amarela

Nesta etapa do Plano São Paulo, os estabelecimentos precisam afixar, em local visível, o horário de funcionamento. Além disso, respeitar o limite permitido por Decreto, devendo informar, ainda, o número de pessoas que represente a capacidade máxima permitida.

Seguem vigentes as demais normas e protocolos sanitários e de segurança para a prevenção da covid-19. Por exemplo, do uso obrigatório de máscara de proteção; disponibilização de álcool gel nas entradas dos estabelecimentos; distanciamento social entre as pessoas nos ambientes internos – 1,5m; rigoroso controle da limpeza e da ventilação dos locais; aferição da temperatura corporal das pessoas antes de ingressar nos estabelecimentos; entre outras medidas específicas para cada tipo de atividade.

Horários de Ribeirão Pires na Fase Amarela

– Bares – Encerramento até 20h. Limite de 40% de ocupação da capacidade dos estabelecimentos. 10 horas por dia, no máximo. Nesse sentido, está proibido atendimento de pessoas em pé. Limite de seis pessoas por mesa.

– Restaurantes, lanchonetes e simulares – Início a partir das 6h e encerramento antes das 22h. Contudo, proibida venda de bebidas alcoólicas após 20h. Limite de 40% de ocupação da capacidade dos estabelecimentos. 10 horas por dia, no máximo. Proibido atendimento de pessoas em pé. Limite de seis pessoas por mesa.

– Comércios de rua; shoppings, mini shoppings e galerias comerciais – Limite de 40% de ocupação da capacidade total. 12 horas por dia, no máximo, até 22h.

Sepaco participa do 26º Congresso Brasileiro de Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular Pediátrica

Diante do cenário mundial da pandemia pela COVID-19, este ano, o 26º Congresso Brasileiro de Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular Pediátrica será realizado, pela primeira vez, no formato on-line e totalmente digital.

O Sepaco é patrocinador deste evento reconhecido nacionalmente como o mais importante em cardiologia pediátrica, que acontecerá nos dias 11, 12 e 13 de dezembro. Durante os dias de congresso, o Sepaco terá um estande virtual, para que os participantes conheçam mais sobre a instituição e também ampliem seus conhecimentos com os nossos especialistas.

Este encontro objetiva a troca de informações e experiências entre especialistas que atuam nas diversas áreas envolvidas no diagnóstico e tratamento das cardiopatias congênitas em adultos e crianças. O público-alvo do evento são médicos cardiologistas pediátricos, pediatras, cirurgiões cardiovasculares, intensivistas em cardiologia pediátrica, ecocardiografistas e profissionais de imagem cardiovascular, residentes, acadêmicos e outros profissionais da área da saúde.

No dia 11 de dezembro, às 12h15, será realizado o 2º Simpósio Sepaco – Cuidados do Feto ao Nascimento em Bebês Prematuros e Baixo Peso com Cardiopatia Congênita, tendo a Dra. Julianne Avelar como moderadora.

Sepaco participa do 26º Congresso

A programação das apresentações será:

Palestra: Seguimento Pré Natal e Procedimentos Intraútero

Com a Profª Dra. Lisandra Stein Bernardes, Coordenadora da Obstetrícia e do Centro de Medicina Fetal e Cirurgia Fetal do Hospital Sepaco e Livre-docente Faculdade de Medicina da USP.

Palestra: Manejo Pré-Operatório do RN Prematuro e Baixo Peso com Cardiopatia

Com a Dra. Renata Castro, Neonatologista da UTI Neonatal do Hospital Sepaco.

Palestra: Procedimentos Hemodinâmicos em Bebês Prematuros e Baixo Peso

Com Dra. Germana Coimbra, Coordenadora da Hemodinâmica Pediátrica do Hospital Sepaco.

Palestra: Procedimentos Cirúrgicos em Neonatos Prematuros e Baixo Peso 

Com Dr. Carlos Eduardo Tossuniam, Coordenador do Serviço de Cirurgia Cardíaca Pediátrica do Hospital Sepaco e do Programa de ECMO do Hospital Sepaco.

Para Dra. Luci Meire Pivelli Usberco, Superintendente Geral Adjunta do Sepaco, participar de um congresso dessa amplitude é de suma importância para a troca de conhecimento que permitirá o avanço do setor no país. “Sinto-me honrada em ter nossos profissionais, altamente qualificados, transmitindo as experiências de sucesso com nossos pacientes”.

Sobre o Sistema Sepaco de Saúde

O Sepaco, fundado em 1956, inicialmente para atender o setor papeleiro, transformou-se em um Sistema Integrado de Saúde, agregando hospital e operadora de saúde de autogestão. Pioneiro no controle de infecção hospitalar no Brasil, o Hospital Sepaco atualmente atende operadoras de saúde, assim como clientes particulares.Focado em alta complexidade e pediatria, o hospital está localizado na Vila Mariana, São Paulo, e possui 257 leitos, sendo 95 de UTI (40 para adultos e 35 Neonatais e 20 Pediátricos), um corpo clínico com alta qualidade profissional e modernos equipamentos para diagnósticos, como tomografia, ressonância magnética, hemodinâmica, medicina fetal e uma área própria para oncologia.Acesse: www.sepaco.org.br
Facebook: www.facebook.com/hospitalsepaco

RP Atenção Domiciliar: 1,8 mil pacientes atendidos em 2020

Ribeirão Pires Atenção Domiciliar: Durante período de pandemia, equipes da Prefeitura adotaram medidas sanitárias e de segurança, a fim de realizar serviços do Melhor em Casa

A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires divulgou balanço dos atendimentos realizados pelas equipes da Atenção Domiciliar em 2020. Mesmo com a pandemia do coronavírus, o serviço foi mantido. Dessa forma, adotando medidas de segurança para pacientes e profissionais. Neste período foram feitos 1.805 atendimentos. Conforme ao programa Melhor em Casa, promovido pela Prefeitura, com apoio do Ministério da Saúde,

Profissionais de enfermagem, médica, nutricionista, fisioterapeuta e acupunturista fazem parte da equipe da Atenção Domiciliar. Do total de atendimentos realizados neste ano, 51% foram procedimentos de curativos e sondagens; 31% aplicação de vacinas; 9% aplicação de medicação, 4% coleta de exames; 5% outros procedimentos. 64% dos pacientes visitados são acamados.

Ribeirão Pires Atenção Domiciliar

Ribeirão Pires Atenção Domiciliar: Fortalecimento do programa Melhor em Casa

Em janeiro de 2018, a Prefeitura de Ribeirão Pires inaugurou nova sede do Melhor em Casa. A saber, localizada na Avenida Santo André, no Centro Alto. Por meio do programa federal, a Prefeitura realiza atendimento e acompanhamento de internações domiciliares. Com efeito, o repasse por mês de R$ 50 mil ao município.

A formalização do Melhor em Casa em Ribeirão Pires foi efetivada pela Prefeitura no início de 2017. De acordo com a apresentação de projeto ao Ministério da Saúde e adesão ao programa federal.

Para receber o atendimento, o paciente deve apresentar laudo médico solicitando a inclusão no Melhor em Casa. A equipe multiprofissional do programa realiza visita ao paciente para avaliação do caso e iniciar os cuidados necessários, estabelecidos de acordo com a condição de cada quadro.

Vacina contra Covid-19 para grupo de risco: priorização aprovada no Senado

O texto segue para votação na Câmara dos Deputados Vacina contra Covid-19

Os senadores aprovaram uma definição de população prioritária que deve ser vacinada contra Covid-19 no primeiro momento em que o imunizante chegar ao Brasil. Segundo o projeto de lei, aprovado nesta quinta-feira (3), os grupos mais vulneráveis ao vírus serão os primeiros, de acordo com parâmetros científicos estabelecidos. A proposta, agora segue para votação na Câmara.

De acordo com o texto, a vacina será oferecida de maneira gratuita à população e não será obrigatória. O Ministério da Saúde, orienta que estão mais vulneráveis à Covid-19 pessoas idosas e pessoas com condições médicas preexistentes como pressão alta, doenças cardíacas e doenças pulmonares.

Há também uma lei que confere a pasta da Saúde a responsabilidade sobre a vacinação, por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI). O PNI deve definir as vacinações, inclusive aquelas de caráter obrigatório.

Vacina contra Covid-19
Primeiro dia da campanha estadual do Dia D de Vacinação Contra o Sarampo no Rio de Janeiro, caminhão itinerante da Secretaria Estadual de Saúde

Fonte: Brasil 61

Quais vacinas serão oferecidas no Brasil? Vacina contra Covid-19

Em nota divulgada na terça-feira (1), o Ministério da Saúde informou que a expectativa é imunizar 109,5 milhões de pessoas contra a COVID-19 no ano de 2021. Entre as opções de imunizantes já inclusas nesta conta, estão 142,9 milhões de doses. Esse total soma as doses que o país deve obter a partir do acordo pela vacina da Universidade de Oxford, desenvolvida com a farmacêutica AstraZeneca (100,4 milhões de doses), e pela iniciativa COVAX Facility (42,5 milhões), liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Vale lembrar que as vacinas mais avançadas, até o momento, dependem de duas doses para promover uma imunização eficaz. Nesse sentido, o governo terá insumos garantidos para mais de 70 milhões de brasileiros. Além disso, dentro das “definições preliminares da estratégia”, o Ministério da Saúde não incluiu a vacina CoronaVac, da farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. A previsão é que o governo de São Paulo compre cerca de 46 milhões de doses e depois comece a produzir nacionalmente a vacina.

Jornada Valor em Saúde Brasil 2020 supera expectativas

 Com 4 webinares realizados às quintas-feiras de novembro, o evento apresentou conteúdo exclusivo e casos de sucesso de entrega de valor em saúde Jornada Valor em Saúde Brasil

A Jornada Valor em Saúde Brasil 2020, formada por 4 webinares inéditos e ao vivo, bateu recorde de público com mais de 1.400 inscritos em todo o país. Realizado desde 2016 e já consolidado no mercado, o evento tem o propósito de ser um espaço para compartilhamento de experiências, melhores práticas, cases de sucesso e resultados conquistados entre as organizações e profissionais de saúde brasileiros.

Totalmente online e gratuito, um dos grandes diferenciais competitivos da Jornada foi o fato das organizações de saúde terem mostrado o que fazer, como estão fazendo e quais resultados estão atingindo com as ações de saúde baseada em valor através do uso da plataforma DRG Brasil. Elas revelaram quais estratégias estão usando para oferecer os melhores resultados assistenciais com a máxima eficiência e controle de desperdício, propiciando ao paciente uma experiência positiva. Este é o conceito de valor.

Promovido pela Valor em Saúde Brasil, powered by DRG Brasil, o evento marcou a transição, conceito e posicionamento da marca, que antes era conhecida somente por DRG Brasil, e passou a ser denominada Valor em Saúde Brasil. Os hosts desta edição foram Renato Couto, Tania Grillo e Breno Duarte — alta direção do Grupo IAG Saúde, empresa co-realizadora da Jornada.

“Foi uma satisfação muito grande ter ouvido palestrantes comprometidos com resultados exitosos de saúde baseada em valor. O público participante também contribuiu bastante para o sucesso do evento, com perguntas e debates enriquecedores. Nossa meta inicial era receber até 1.000 participantes e esse número superou em mais de 40%. Eu e Tania estamos muito satisfeitos e já pensando na próxima edição, que acontecerá em 2021”, declara o Dr. Renato Couto, presidente do Grupo IAG Saúde.

A programação do evento contou com a participação de palestrantes nacionais e internacionais, que debateram assuntos diferenciados. O primeiro webinar tratou sobre “Um círculo virtuoso de entrega de valor em saúde no Brasil’, o segundo abordou o tema “Modelos assistenciais e remuneratórios que de fato entregam valor em saúde”, o terceiro falou sobre “Saúde baseada em valor: papel de todos nós para a centralidade no paciente”, e para finalizar, “O futuro: Saúde baseada em valor e os caminhos para a sustentabilidade do setor” foi o assunto do último webinar.    

Em cada webinar, um time de especialistas e profissionais do setor trouxeram temas totalmente atuais, inclusive sobre a pandemia, crise econômica e sanitária mundial, como redução do desperdício, uso de tecnologia, valorização dos profissionais e construção coletiva de conhecimento.

Jornada Valor em Saúde Brasil

O objetivo da Jornada foi trazer exemplos de como um sistema de saúde baseado em valor é bom para todos: promove mais segurança para o paciente, maior acesso aos serviços pela população, entrega de uma assistência de qualidade a um menor custo e com compartilhamento de ganhos entre as partes da cadeia produtiva.

Outro ponto importante do evento foi o destaque para a nova ocupação de Analista de Informação em Saúde, que acabou de ser reconhecida e incluída na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) e trará como benefícios valorização profissional, reconhecimento no mercado e no setor saúde, além da análise das atividades da profissão como fundamental no exercício da função.

Além do Grupo IAG Saúde, foram co-realizadores do evento: DRG Brasil, SBAIS, Planisa, MK Saúde, ISEE Consultoria, Trevo Sistemas, Faculdade Unimed, Faculdade de Ciências Médicas de MG, Transforma Saúde e Deloitte. Como apoiadores da Jornada Valor em Saúde Brasil estiveram as marcas Carefy, SigQuali, CGQ Consultoria, IAG Gestão, Econsad, SCORE Rede e Eficiência Hospitalista.

Câncer do colo do útero é uma doença prevenível e curável

A cada 90 minutos 1 mulher morre de Câncer do colo do útero (ou Câncer Cervical). Por isso, órgãos internacionais estão se mobilizando desde o início do ano para lançar planos de erradicação.

O câncer cervical tem relação com infecções frequentes pelo Papiloma vírus Humano HPV

Portanto, a OMS lança o desafio da erradicação do câncer de colo do útero com três metas:

Vacina HPV: calendário escolar♀️9 -14 anos.
Rastreamento cervical: Papanicolau, colposcopia.
Tratamento: Conização, traquelectomia minimamente invasivas, histerectomia parcial/total, quimioterapia, braquiterapia, radioterapia.

Esse ano foi o marco contra o Câncer cervical a revista científica the Lancet publicou artigo no assunto.

Assim, o Ministério da saúde junto aos órgãos representativos no Brasil já aderiram as Estratégias de erradicação do câncer cervical!

Live

Nesse sentido, os principais e renomados ginecologistas brasileiros se reuniram em uma live na plataforma do Youtube para alinhar estratégias sobre o tema.

Dicas para prevenir o Câncer do colo do útero

Mulheres entre 25 e 64 anos devem fazer o exame preventivo do câncer do colo do útero a cada três anos. 
As alterações das células do colo do útero são descobertas facilmente no exame preventivo (conhecido também como Papanicolaou). Dessa forma, são curáveis na quase totalidade dos casos. Por isso, é importante a realização periódica deste exame. Sendo assim, tão importante quanto fazer o exame é saber o resultado, seguir as orientações médicas e o tratamento indicado.

Vacine contra o HPV as meninas de 9 a 14 anos e os meninos de 11 a 14 anos.
A vacinação contra o HPV, disponível no SUS, e o exame preventivo (Papanicolaou) se complementam. Em outras palavras, como ações de prevenção do câncer do colo do útero. Mesmo as mulheres vacinadas, quando chegarem aos 25 anos, deverão fazer um exame preventivo a cada três anos, pois a vacina não protege contra todos os subtipos do HPV.

Câncer do colo do útero

Informações presentes no site do INCA

Testes de HIV e sífilis: Cidades do estado contarão com 300 mil

O Dia Mundial da Luta Contra a Aids é celebrado hoje Testes de HIV e sífilis

Nesta terça-feira (1º), é comemorado o Dia Mundial da Luta Contra a Aids. Desta forma, o governo de São Paulo anuncia a oferta de 322,7 mil testes de HIV e sífilis. Do total de produtos, serão: 138.290 serão testes rápidos e 28.388 exames convencionais de HIV; e 134.156 rápidos e 21.880 convencionais de sífilis.

Segundo o governo estadual, 556 cidades vão contar com os testes a partir de hoje. Também está prevista a realização atividades sobre a importância da prevenção à doença. O Centro de Referência e Treinamento (CRT) coordena a iniciativa. O HIV tem tratamento e a sífilis tem cura.

A Aids corresponde ao estágio mais avançado da infecção pelo HIV e aparece quando o organismo está com baixa imunidades. Ou seja, nem toda pessoas com HIV tem Aids. 

Testes de HIV e sífilis
Brasília – Doadores participam de rolezinho no hemocentro da capital (Wilson Dias/Agência Brasil)

Aids no Brasil Testes de HIV e sífilis

No Dia Mundial de Luta contra a Aids, celebrado nesta terça-feira (1°), o Ministério da Saúde (MS) apresentou o Boletim Epidemiológico HIV/Aids 2020, que traz os dados de diagnósticos e infectados consolidados do ano de 2019 e um comparativo dos casos nos últimos anos no país.

Atualmente, no Brasil vivem cerca de 920 mil pessoas com HIV: 89% delas foram diagnosticadas, 77% fazem tratamento com antirretroviral e 94% das pessoas em tratamento não transmitem o HIV por via sexual, por terem atingido carga viral indetectável. Até outubro deste ano cerca de 642 mil pessoas estavam em tratamento com antirretroviral, enquanto em 2018, eram 593.594 pessoas em tratamento.

Durante a apresentação dos dados na manhã de hoje, especialistas comemoram o fato do Brasil ter registrado queda no número de casos de infecção por Aids nos últimos anos. Desde 2012 houve uma diminuição na taxa de detecção de Aids no país. O número passou de 21,9 casos por 100 mil habitantes, em 2012; para 17,8 casos por 100 mil habitantes em 2019, representando um decréscimo de 18,7%.

A taxa de mortalidade por Aids também apresentou queda de 17,1% nos últimos cinco anos. 12.667 óbitos pela doença foram registrados em 2015. Por outro lado, em 2019 foram 10.565. Na avaliação do Ministério da Saúde, ações como a testagem para a doença e o início imediato do tratamento, em caso de diagnóstico positivo, são fundamentais para a redução do número de casos e óbitos por Aids.

Fontes: Brasil 61 e Agência Brasil

Atualização das normas do Plano SP

Normas da nova classificação entram em vigor a partir de amanhã (2) em todo o Estado Atualização das normas do Plano SP

As normas do Plano São Paulo foram publicadas nesta terça-feira (01/12), no Diário Oficial do Estado. O período de quarentena irá até 4 de janeiro de 2021. O Governador João Doria detalhou as medidas, no início da tarde de ontem (30), durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes. Desta forma, as publicações oficializam os anúncios, com abrangência para todo território paulista.

O decreto número 65.319 prevê a atualização do Plano São Paulo, com especificação das normas para classificação de cada uma das fases de controle da pandemia. A partir de agora, o prazo de análise de dados da pandemia passa a considerar intervalos de sete dias. Antes, era a cada quatro semanas. Anteriormente, ontem, o Governador anunciou que todas as regiões do Estado vão retornar à fase amarela do Plano São Paulo, como medida de enfrentamento da pandemia e contenção das taxas de contaminação no Estado.

O novo mapa, com a 15ª atualização do Plano São Paulo e classificação geral do Estado na fase amarela, começa a valer nessa quarta-feira (2), conforme previsto na apresentação realizada pela secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen. Você pode acessar o documento no site oficial do Plano São Paulo.

O decreto número 65.320, também publicado hoje no Diário Oficial, estende o período de quarentena até o dia 4 de janeiro. A quarentena foi oficialmente instituída no dia 22 de março de 2020 e, desde então, vem sendo estendida em razão da continuidade da pandemia.

Atualização das normas do Plano SP

Fase Amarela Atualização das normas do Plano SP

A fase amarela do Plano São Paulo não fecha atividades econômicas, mas torna as regras de funcionamento mais rígidas. Por exemplo, estabelecimentos como bares, restaurantes, academias, salões de beleza, shoppings, escritórios, concessionárias e comércios de rua voltam a ter limitações de horário e capacidade de público.

O atendimento presencial em todos os setores fica restrito a dez horas diárias, sequenciais ou fracionadas. Além disso, o máximo de 40% de capacidade. Os estabelecimentos terão que fechar o atendimento local até as 22h. Todos os eventos com público em pé estão proibidos na fase amarela.

Monitoramento

A nova classificação do Plano São Paulo está prevista para ocorrer no dia 4 de janeiro de 2021. Sendo assim, o Governo de SP passará a fazer o monitoramento e divulgação semanal das estatísticas do coronavírus. A medida garantirá o acompanhamento contínuo das taxas de evolução da pandemia e de capacidade do sistema hospitalar em todo Estado.

Reclassificação do Plano São Paulo

O Governo do Estado de São Paulo anunciou, nesta segunda-feira (30/11), a reclassificação do Plano São Paulo, que trata da reabertura gradual da economia. Com a nova classificação, não apenas o Grande ABC, mas todo o Estado de São Paulo passou para a fase 3 – amarela (de flexibilização). Reclassificação do Plano São Paulo

Desde 10 de outubro, a região estava na fase 4 – verde (de abertura parcial), com menores restrições. Os prefeitos do Grande ABC se reuniram, em assembleia geral do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, e decidiram que vão seguir as medidas propostas pelo Governo do Estado. Cada prefeitura poderá, eventualmente, enrijecer as ações de prevenção conforme as peculiaridades de cada município.

A próxima assembleia de prefeitos está marcada para a próxima segunda-feira (7/12), com o objetivo de analisar os próximos dados a serem anunciados pelo governo estadual.

As prefeituras do Grande ABC reiteram que a população deve continuar colaborando com o isolamento social e seguindo os protocolos de higiene, com o objetivo de reduzir a contaminação pelo novo coronavírus e evitar a sobrecarga no sistema de saúde nos municípios.

ELEIÇÕES Reclassificação do Plano São Paulo

As novas restrições foram divulgadas um dia após o segundo turno das eleições municipais, em que o atual prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), foi reeleito com o apoio de Doria. Na fase amarela, muda o horário de funcionamento do comércio e de serviços, além da capacidade de ocupação. A educação não será afetada, de acordo com o governo paulista.

Na semana passada, representantes do Centro de Contingência ao Coronavírus chegaram a recomendar ao governador a adoção imediata de mais restrições, mas ele preferiu esperar. O argumento foi que era necessário aguardar o fechamento da semana epidemiológica, no sábado (28).

“O fato de as regiões regredirem devem representar essa preocupação.” João Gabbardo, coordenador-executivo do Centro de Contingência ao Coronavírus.

Ações contra Aids: Ribeirão Pires terá campanha de prevenção, no Dezembro Vermelho

Serviço de Atenção Especializada, UBSs e USFs terão reforço na realização de testagem durante a Campanha Fique Sabendo (1 a 7/12). Ações contra Aids: Ribeirão Pires

A Secretaria de Saúde e Higiene de Ribeirão Pires reforçará no próximo mês as ações de combate e prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs)/Aids. As atividades, que serão realizadas no Serviço de Atenção Especializada (SAE) e nas UBSs e USFs da cidade, fazem parte do Dezembro Vermelho.

Para abrir o calendário, de 1 a 7 de dezembro, a Prefeitura promoverá a 13ª Campanha Fique Sabendo, para testagem de HIV, Sífilis, Hepatites B e C. O objetivo da testagem é diagnosticar precocemente os agravos, especialmente entre jovens. “Existem muitas pessoas que são portadoras do HIV e que estão com sífilis ou hepatites B e C sem saber”, explicou a coordenadora do Programa Municipal IST/Aids de Ribeirão Pires, Nanci Garrido.

Em 2019, foram registrados 28 novos casos de IST/Aids na rede municipal da cidade – 85% dos casos são homens, desses 50% fazem sexo com homens, brancos, na faixa etária de 19 a 40 anos. Este perfil segue a tendência nacional da epidemia. Em 2020, dos 23 novos casos registrados, 45% são heterossexuais, bancos, na faixa etária de 30 a 50 anos; 35% são homens que fazem sexo com homens, pardos; 20% se reconhecem como bissexuais, pardos.

Ações contra Aids: Ribeirão Pires

“Neste ano, observamos um leve crescimento de casos que tiveram transmissão entre heterossexuais, diferente dos últimos anos. É muito importante promovermos o acesso aos testes, ampliar o número de pessoas que conheçam seu status sorológico, vincular o portador à referência (de saúde) e ofertar tratamento imediatamente após o diagnóstico”, avaliou Nanci.

No caso do HIV, a testagem é a porta de entrada nesta cadeia de cuidado contínuo de prevenção, diagnóstico, vinculação, tratamento, retenção e supressão viral do HIV. No caso da sífilis e hepatites, a testagem oportuniza o diagnóstico e tratamento de agravos muitas vezes silenciosos.  

Durante a Campanha Fique Sabendo, a testagem será realizada no Serviço de Atenção Especializada (Av. Francisco Monteiro, 205 – Centro. Seg. a sex., das 7h às 17h), e na Atenção Básica, seguindo o seguinte cronograma:

Confira o Cronograma:

2/12 – Das 9h às 13h – UBS Central

2/12 – Das 10h às 14h – UBS Centro Alto

  • 2/12 – Das 12h às 15h – USF Jardim Valentina
  • 3/12 – Das 9h às 15h – USF Jardim Caçula
  • 3/12 – Das 9h às 15h – USF Jardim Luso
  • 4/12 – Das 9h às 15h – USF Quarta Divisão
  • 4/12 – Das 9h às 15h – USF Ouro Fino
  • 4/12 – Das 9h às 15h – UBS Santa Luzia
  • 4/12 – Das 9h às 15h – USF Vila Sueli
  • 7/12 – Das 9h às 15h – USF Guanabara

Santo André inaugura Clínica da Família no Parque Andreense

Segundo equipamento da saúde entregue nesta semana realiza cerca de 4.000 atendimentos por mês

Santo André, 28 de novembro de 2020 – A Prefeitura de Santo André inaugurou neste sábado (28) a Clínica da Família Parque Andreense, unidade que passou por completa modernização para se adequar ao programa Qualisaúde.

Esta é a segunda entrega na área da saúde realizada nesta semana. No último domingo (22) foi entregue à população a UPA Vila Luzita, maior Unidade de Pronto Atendimento do município.

Inaugurada em 2007, a então Unidade de Saúde da Família Parque Andreense nunca passou por reformas. Com as obras de modernização, passa a se chamar Clínica da Família Parque Andreense e contar com um novo padrão de atendimento, completamente informatizado.

“Não dá para fazer tudo ao mesmo tempo, mas a cidade encontrou um caminho e as pessoas estão sentindo essa melhoria. A ampliação da Atenção Básica continuará na cidade, aumentando a cobertura e prevenção, para diminuir os casos de urgência e emergência, que é como a saúde deve e tem que funcionar”, destacou o prefeito Paulo Serra.

A Clínica da Família Parque Andreense realiza, em média, 4.000 atendimentos e procedimentos por mês. A unidade conta com clínico geral, médico generalista, ginecologista, dentista, Agente Comunitário de Saúde e equipe de enfermagem. Entre os serviços ofertados estão consultas médicas, acompanhamento e tratamento odontológico, consultas e procedimentos de enfermagem, como curativo, vacina, coleta de exames laboratoriais, coleta de papanicolau, administração e dispensação de medicamentos, teste rápido de gravidez, sífilis, hepatite B/C e HIV.

“Essa entrega é um motivo de grande satisfação porque o Sistema Único de Saúde é fundamental, sobretudo para as pessoas que mais precisam e nos locais onde mais é necessário a presença da unidade de saúde, e nesta região do Parque Andreense é importante, até pela distância do centro do município. Então a gente demonstra de forma concreta que o programa Qualisaúde é para toda a cidade”, afirmou o secretário de saúde, Márcio Chaves.

A revitalização da unidade irá proporcionar privacidade no atendimento e maior conforto à população, bem como melhores condições de trabalho aos profissionais.

Melhorias na região – A inauguração da Clínica da Família é mais uma entre várias intervenções feitas pela Prefeitura para melhorar a qualidade de vida da região do Parque Andreense. Foram feitas reformas de calçadas, revitalização de vias e instalação de playground, entre outros investimentos. O bairro ganhará em breve uma Praça de Esportes.

A Clínica da Família Parque Andreense fica na rua Ibertioga, 100, e funciona de segunda a sexta, das 7h às 17h.

Campanha da pólio e contra sarampo seguem até 30/11

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil), a Campanha contra o Sarampo e a Campanha Nacional de Multivacinação para a atualização da caderneta de crianças e adolescentes seguem até 30/11 em Ribeirão Pires. A ação acontece, das 8h às 17h, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF) da cidade. Multivacinação campanha pólio

Crianças menores de cinco anos são o alvo da campanha contra a poliomielite. A multivacinação atenderá todas as crianças e adolescentes menores de 15 anos.

Sarampo – A vacinação será realizada até 30 de novembro dentro da seguinte estratégia:

– Vacinação intensificada para população de 6 meses a 29 anos, de acordo com a avaliação da situação vacinal e vacinação conforme o calendário vacinal vigente;

– Vacinação indiscriminada (independente da situação vacinal) na faixa etária de 30 a 49 anos, em consonância com o Ministério da Saúde.

Pontos de Vacinação – segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 17h: Multivacinação campanha pólio

UBS CENTRAL

Rua Dr. Virgílio Gola, 24 – Centro

UBS CENTRO ALTO

Rua Aurora, 61 – Centro Alto

USF GUANABARA

Rua Fermino G. Pereira, 398 – Vila Gomes

USF JD. LUSO

Rua Julio Prestes, 22 – Jardim Luso

USF JD. VALENTINA

Rua Francisco Tometich, 905 – Jardim Valentina

USF JD. CAÇULA

Rua Fagundes Varela, 08 – Jardim Caçula

USF OURO FINO

Rodovia Índio Tibiriçá s/n, ao lado 2753 – Centro – Ouro Fino Paulista

USF QUARTA DIVISÃO

Estrada da Sondália, 520 – Quarta Divisão

UBS SANTA LUZIA

Rua Prof. Antonio Nunes, 551- Santa Luzia

USF VILA SUELI

Rua Antonio Zampol, 221 – Vila Sueli

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 703 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Aumento de casos do coronavírus preocupa autoridades

Especialistas dizem que o Brasil não vive segunda onda de infecção, pois os registros da doença nunca diminuíram consideravelmente

O aumento de casos do novo coronavírus no País acendeu o sinal de alerta entre a população e gestores públicos. Por conta disso, especialistas e autoridades de saúde cogitam possibilidade de aumentar as medidas de isolamento social em diversas localidades.

No estado de São Paulo a taxa de ocupação de leitos de UTI vem crescendo neste mês, passando de 39,5% em 5 de novembro para 47,4% no último dia 22. Na Grande São Paulo, esse percentual chegou a 55,2%. Na última semana, o governador João Dória (PSDB) prorrogou a quarentena no estado até 16 de dezembro. Segundo a Secretaria estadual de Saúde medidas mais restritivas poderão ser adotadas caso os registros do coronavírus aumentem no estado. 

Transmissão

De acordo com o Imperial College de Londres, a taxa de transmissão da Covid-19 passou de 0,68, no dia 10 deste mês, para 1,10 em 17 de novembro. Isso significa que cada grupo de 100 infectados pela doença transmite o vírus para outras 110 pessoas. Quando está abaixo de 1, o índice aponta uma tendência de estabilização da enfermidade.  

Para a infectologista Joana D’arc, ao contrário da Europa, onde os casos do novo coronavírus voltaram a crescer após uma acentuada queda, o Brasil ainda não teve uma diminuição significativa dos registros da doença. Ela acredita que as autoridades públicas brasileiras falharam ao tomar ações eficazes para evitar um maior alastramento do vírus. 

“O Brasil não cumpriu como os outros países na questão de estratégias mais efetivas [de contenção do vírus]. Essas nações promoveram ações contundentes, como o isolamento, distanciamento e com proibição de circulação de pessoas.”

Walter Ramalho, epidemiologista e professor da Universidade de Brasília (UnB), acredita que ainda falta uma certa conscientização das pessoas quanto ao risco da Covid-19. “Neste momento, as pessoas estão achando que a doença acabou. As pessoas que estavam isoladas passaram a frequentar shoppings, restaurantes, o que acarretou em um aumento no número de casos”, explica. 

Estados como Rio Grande do Sul e Pernambuco têm apresentado alta no número de registros do coronavírus nos últimos dias. Até o último domingo (22), segundo o Ministério da Saúde, o País contabilizava 6.071.401 casos e 169.183 óbitos acumulados da Covid-19.

Fonte: Brasil 61

Jornada Valor em Saúde Brasil 2020: Confira tema de encerramento

Para finalizar a série com 4 webinares exclusivos e gratuitos, o foco será o futuro da saúde brasileira, com ênfase na sustentabilidade do setor 

Para encerrar a Jornada Valor em Saúde Brasil 2020, no dia 26 de novembro, o tema do encontro será “O futuro: Saúde baseada em valor e os caminhos para a sustentabilidade do setor”. Totalmente online e gratuito, o webinar acontecerá das 18h30 às 20h30, e as inscrições podem ser feitas no site www.valorsaudebrasil.com.br.

Promovido pela Valor em Saúde Brasil, powered by DRG Brasil, o evento tem o propósito de ir além da teoria ao mostrar de forma concreta o que fazer, como fazer e quais são os resultados de quem faz.

Este webinar terá a abertura da Dra. Tania Grillo, Presidente do Grupo IAG Saúde, com a Fala da Plataforma e o tema “Evoluímos sempre: versão 13 da plataforma DRG Brasil e pré-lançamento do Agrupador com machine learning”. Essa apresentação destacará a evolução contínua da plataforma, que antecipa necessidades e demandas do ecossistema de saúde.

Dra. Tania falará sobre as tecnologias mais avançadas que contribuem para soluções que fortalecem o propósito de entrega de valor como prioridade. Outro destaque é o recurso de machine learning para definição dos algoritmos de ajuste de complexidade assistencial, que já é realidade no DRG Brasil. Será apresentado, ainda, o resultado inicial com o uso da Inteligência Artificial nas predições de permanência hospitalar e o que isso significa na melhoria e na expansão da aplicabilidade da ferramenta.

Após a abertura, será a vez de Jomara Alves, Presidente do Grupo de Inovação em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde/Prefeitura de Belo Horizonte, com a Fala do Ecossistema, dar destaque ao tema “Um direito de todos: como o SUS de BH está aumentando o acesso da população aos serviços de saúde”. Como o próprio tema aponta, essa abordagem traz a comprovação de como a capital mineira vem transformando o SUS com a saúde baseada em valor.

Fernando Biscione, Gerente de Ciência de Dados em Saúde da Unimed BH, abordará “Codificação assertiva utilizando Inteligência Artificial”, na Fala da Comunidade de Clientes. Após três anos de pesquisa, a Unimed BH colhe resultados expressivos na melhoria da qualidade e da produtividade da codificação usando Machine Learning. Capaz de realizar leitura de linguagem natural em prontuário, a tecnologia libera tempo do codificador para se dedicar aos casos mais complexos.

A Fala da Comunidade de Clientes e Parceiros trará o tema “Assistência baseada em valor para a sustentabilidade do sistema de saúde da Unimed Guarulhos” e será representada por Rafaela Flamino, Gerente de Operações da Unimed Guarulhos, e, como parceiro, Priscila Faria, Diretora de Estratégia e Novos Negócios da Transforma Saúde. As apresentações mostrarão o modelo de projeto de assistência baseada em valor utilizando o DRG Brasil, as estratégias de sustentabilidade para o cooperado com produtos low cost, saúde nas empresas, governança clínica e o controle de qualidade da codificação por equipe de auditoria clínica. As palestrantes mostrarão a reengenharia de processos para a assistência baseada em valor, com linhas de cuidados do paciente em todo sistema de saúde.

Logo em seguida, será a vez de Paula Dailbert, Presidente da Sociedade Brasileira de Analistas de Informação em Saúde (SBAIS), apresentar o tema “Informação qualificada: Certificação em Codificação Hospitalar com chancela internacional”. O desenvolvimento contínuo de competências para qualificação de dados assistenciais é fator crítico. Nesta palestra, será conhecido o programa de certificação em codificação hospitalar da SBAIS/AAPC e sua contribuição na formação dos analistas de informação e progressão na carreira. Essa será a Fala da Comunidade de Parceiros.

Sophie Bernardet, Analista Ocupacional da FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), abordará o assunto “Analista de Informação em Saúde agora é uma profissão reconhecida. E o que isto significa?”. Esta Fala do Ecossistema abordará que a profissão de Analista de Informação em Saúde foi reconhecida pelo Ministério da Economia e incluída na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) e traz, como benefícios, valorização profissional, reconhecimento no mercado e no setor saúde, além da análise das atividades da profissão como fundamental no exercício da função.

Para falar sobre “Conhecimento inovador, transformador e compartilhado: a produção científica do Ecossistema Valor em Saúde Brasil”, representando a Fala da Comunidade de Ensino, é a vez de Marcelo Miranda, Diretor Acadêmico da Pós-Graduação da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais. O objetivo é mostrar como o setor de pós-graduação da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais realiza a capacitação de centenas de profissionais de saúde na metodologia DRG do Brasil, gerando o repositório nacional de produção científica do Ecossistema da plataforma de Valor em Saúde Brasil.

Para abordar “Qualificação do banco de dados: SWAP e Codifica+”, na Fala da Comunidade de Tecnologia, Robertson Ferreira, Diretor da Trevo Sistemas, discutirá como facilitar o processo de codificação usando tecnologia que faz integração de dados e organizar as informações de prontuário, além de como utilizar um sistema de outsorcing para não deixar nenhuma codificação atrasada. Esta apresentação marcará o desfecho do quarto e último dia da Jornada.

Uma discussão com todos os participantes finalizará o evento, com a mediação da Dra.  Tania Grillo e do Dr. Renato Couto, ambos Presidentes do Grupo IAG Saúde e hosts do encontro.

Além do Grupo IAG Saúde, são co-realizadores do evento: DRG Brasil, SBAIS, Planisa, MK Saúde, ISEE Consultoria, Trevo Sistemas, Faculdade Unimed, Faculdade de Ciências Médicas de MG, Transforma Saúde e Deloitte. Como apoiadores da Jornada Valor em Saúde Brasil estão as marcas Carefy, SigQuali, CGQ Consultoria, IAG Gestão, Econsad, SCORE Rede e Eficiência Hospitalista.

A Jornada de Valor em Saúde Brasil, online e gratuita, foi marcada por 4 encontros às quintas-feiras de novembro, nos dias 5, 12, 19 e 26 de novembro, sempre com programação e conteúdo inéditos. A programação completa e o link para inscrição podem ser acessados em www.valorsaudebrasil.com.br.

RP faz testes de covid-19 para moradores acima de 12 anos

Para realizar o exame gratuito, necessária apresentação de comprovante de endereço, documento com foto, CPF e, para profissionais, identificação de trabalho (crachá)

A Prefeitura de Ribeirão Pires realizará até essa sexta-feira, dia 27, os testes gratuitos de covid-19 entre moradores com idade acima de 12 anos. Pessoas com doenças crônicas que residam no município, profissionais da concessionária Rigras, da Segurança Pública e da saúde (redes particular e pública) também podem fazer a testagem. A ação acontece na Escola Municipal Engenheiro Carlos Rohm I – Rua Ana Maria Rodriguez Fernandez de Lima 170 – Centro (antiga Rua 1º de Maio), de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Diariamente, são distribuídas 600 senhas – quantidade limitada à capacidade de coleta e processamento dos exames. Para a retirada da senha, é necessária a apresentação de documento com foto (RG ou CNH), CPF, Cartão SUS e comprovante de endereço no município. Para pacientes com doenças crônicas que não passam na rede municipal de saúde (e usam Cartão SUS) será necessária apresentação de receita de medicamento de uso contínuo. Profissionais da saúde da cidade, da segurança ou motoristas de transporte público deverão apresentar identificação de trabalho (crachá).

Reforço na testagem de covid-19 – A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires recebeu neste mês a doação de testes do Instituto Butantan. Além dos kits para testagem, o município foi contemplado com um novo sistema para enviar, via internet, as amostras coletadas, por meio de um leitor chamado Hilab, – dispositivo laboratorial desenvolvido pela Hi Tecnologies em sinergia da Intel e Microsoft.

O novo sistema funciona da seguinte forma: as equipes que estão aplicando o teste registram os dados do paciente no sistema, preenchem questionário com informações sobre a doença, coletam sangue e inserem a amostra no leitor, que envia os dados ao laboratório para análise.

Em cerca de 30 minutos, o resultado do teste é disponibilizado ao paciente por sms e/ou e-mail. Os testes realizados nesta nova fase são do tipo IGG/IGM.

Cookie de Banana

Ingredientes

2 bananas maduras, quanto mais maduras mais doces fica
1 xícara (de chá) de aveia em flocos
1 colher de sopa de uva passa
1 colher de sopa de amêndoas picadas 

Modo de preparo

Amasse a banana com um garfo e misture com a aveia, as passas e as amêndoas.
Em uma assadeira untada com manteiga coloque colheradas da massa.
Leve ao forno por 15-20 minutos ou até que esteja douradinho.
Retire da assadeira e deixe esfriar.
Sirva em seguida, após o resfriamento ou guarde em pote hermético por até 3 dias.

Gostou da receita? 

Siga @rosangelalsnutri

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 703 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

SBC intensifica atividades em atenção à Saúde do Homem

Desde o início do mês, as 34 UBSs estão oferecendo à população masculina exames de detecção de câncer de próstata e ações educativas de prevenção de doenças como diabetes, hipertensão e obesidade

Desde o início do mês, a Prefeitura de São Bernardo vem intensificando atividades em atenção à Saúde do Homem, por meio do “Novembro Azul”, com exames de detecção de câncer de próstata e ações educativas de prevenção de doenças como diabetes, hipertensão e obesidade, entre outras.

Novembro se tornou um mês para alertar os homens sobre todos os cuidados com a saúde e reforçar o alerta e a importância da conscientização a respeito de doenças masculinas, com ênfase na prevenção do câncer de próstata, mais frequente entre os homens brasileiros.

Durante todo o mês, as 34 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) do município estão oferecendo à população masculina todo o tratamento destas doenças e um incentivo extra aos hábitos de vida saudável.

“Os casos mais comuns de câncer de próstata acontecem a partir dos 50 anos. Mas, nem por isso os mais jovens não estão sujeitos, por isso a prevenção é o melhor remédio. Assim como o câncer de mama, quando detectado em estágio inicial, a cura é de 90% dos casos”, alertou o secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple Sobrinho.

SINTOMAS – Os principais sintomas da doença são: dificuldade de urinar, sangue na urina, diminuição do jato de urina e necessidade de urinar muitas vezes ao dia.

Analista de Informação em Saúde acaba de ser reconhecida

Esse assunto será discutido durante a Jornada Valor em Saúde Brasil 2020

Valorização profissional, reconhecimento no mercado e no setor saúde, além da análise detalhada das atividades da profissão como fundamental no exercício da função são alguns dos benefícios que os Analistas de Informação em Saúde terão direito daqui para frente. Isso só foi possível graças ao reconhecimento e inclusão da ocupação na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), que aconteceu no final de outubro.

Dessa forma, a ocupação Analista de Informação em Saúde foi incluída com o código 4153-10 na Família Ocupacional 4153: Trabalhadores em Registros e Informações em Saúde na CBO. 

Para destacar essa conquista dos profissionais da saúde, o assunto será um dos temas em discussão no webinar “O Futuro: Saúde baseada em valor e os caminhos para a sustentabilidade do setor”, que finaliza a Jornada Valor em Saúde Brasil 2020, no dia 26 de novembro, das 18h30 às 20h30.

Sophie Bernardet, Analista Ocupacional da FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), será a responsável pela exposição do assunto no webinar, que abordará, na prática, o que significa essa conquista. Durante a apresentação, ela contará com o suporte da Presidente da Sociedade Brasileira de Analistas de Informação em Saúde (SBAIS), Paula Daibert.  

Segundo Sophie Bernardet, é mais significativo o reconhecimento da existência da ocupação Analista de Informação em Saúde no mercado de trabalho para fins classificatórios, do que a regulamentação profissional, que só ocorre através de um Projeto de Lei, aprovado pelo Congresso Nacional (deputados e senadores) e levado à sanção do presidente da República. A regulamentação é utilizada para fixar regras principalmente quanto à fiscalização do exercício profissional, mas tende a cair em desuso.

“A maioria dos profissionais entra com pedido de regulamentação e percebe que não há necessidade disso para poder trabalhar e exercer o seu ofício. No fundo, o que o profissional quer é o reconhecimento, a identificação, o seu código e a sua ocupação incluída e descrita na CBO. O que se busca hoje é o reconhecimento no documento”, esclarece Sophie Bernardet. E é isso que foi feito para os Analistas de Informação em Saúde, neste último mês.

A CBO acompanha o dinamismo das ocupações e tem por filosofia sua atualização constante para expor, com a maior fidelidade possível, as diversas atividades profissionais existentes no país, sem diferenciação entre as profissões regulamentadas e as de livre exercício profissional. Seus dados alimentam as bases estatísticas de trabalho e servem de subsídio para a formulação de políticas públicas de emprego.

A CBO 
A Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) do Ministério da Economia é o documento normalizador que reconhece, nomeia e codifica os títulos e conteúdo das ocupações existentes no mercado de trabalho brasileiro.

Criada em 1977 com base na CIUO (Classificação Internacional Uniforme de Ocupações), desenvolvida pela OIT (Organização Internacional do Trabalho), a CBO passou por alterações ao longo do tempo, até chegar ao modelo atual.

Instituída pela portaria ministerial n° 397, em outubro de 2002, a edição de 2000 tem como finalidade identificar as ocupações no mercado de trabalho, para fins classificatórios junto dos registros administrativos e domiciliares. Desde a edição de 2000, 2711 ocupações foram incluídas.


A CBO tem como unidade de descrição a Família Ocupacional, um conceito ampliado de emprego, que abrange várias ocupações sob um mesmo título.  Segundo o método, a descrição e a análise ocupacional são desenvolvidas por meio de dinâmicas de grupo, denominadas Painéis de Convalidação, com profissionais que efetivamente trabalham na ocupação a ser descrita, reconhecidos como profissionais de alto desempenho em suas funções. Todas as informações sobre o procedimento estão disponíveis em www.mtec bo.gov.b r.

O painel de Convalidação foi substituído por reuniões virtuais, organizadas através de entrevistas individuais e uma videoconferência, que contou com a participação de vários profissionais, também com a participação da equipe técnica e do coordenador técnico do Projeto CBO da FIPE e da coordenadora da CCBO – Coordenação da Classificação Brasileira de Ocupações do Ministério da Economia.

A FIPE
A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) da Universidade de São Paulo (USP), em parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), participou na elaboração da CBO.

Foi montada uma rede de parceiros para a construção da classificação descritiva. O MTE estabeleceu parcerias com entidades para realizar essa revisão: SENAI e três universidades representadas pelas suas fundações: FIPE/USP, UNICAMP e CEDEPLAR/UFMG.

Desde 2008, a FIPE permanece como única parceira do MTE no processo de atualização da CBO. E a partir de 2019, com o novo governo, a Coordenação da CBO passou a ser subordinada ao Ministério da Economia. Assim, a FIPE passou a se reportar a esse ministério.

A FIPE faz um amplo estudo do mercado de trabalho, consulta a sociedade, instituições, entidades representativas, profissionais, entre outros, e elabora um relatório denominado Estudo de Escopo da ocupação em estudo. Após sua análise sobre a validação ou não da inclusão da ocupação, encaminha o resultado e conclusões do estudo para a Coordenação da CBO.

Jornada Valor em Saúde Brasil 2020
Totalmente online e gratuita, a Jornada Valor em Saúde Brasil 2020 foi formada por 4 webinares inéditos e exclusivos, realizados todas as quintas-feiras do mês de novembro. As inscrições podem ser feitas no site www.valorsaudebrasil.com.br.

Os encontros têm o objetivo de discutir práticas e resultados que garantem sustentabilidade para a saúde brasileira.

Promovida pela Valor em Saúde Brasil, powered by DRG Brasil, o evento consolida a transição, o conceito e o posicionamento da plataforma, que antes era conhecida apenas por DRG Brasil, e passa a ser denominada Valor em Saúde Brasil, que inclusive dá nome e propósito ao evento.

Além das marcas do Grupo IAG Saúde, são co-realizadores do evento: SBAIS, Planisa, MK Saúde, ISEE Consultoria, Trevo Sistemas, Faculdade Unimed, Faculdade de Ciências Médicas de MG, Transforma Saúde e Deloitte. Como apoiadores da Jornada Valor em Saúde Brasil estão as marcas Carefy, SigQuali, CGQ Consultoria, IAG Gestão, Econsad, SCORE Rede e Eficiência Hospitalista.

Generalistas passam à atuar em empresas cuidando de colaboradores

Especialista aponta que medidas de prevenção podem reduzir custos e ajudar na qualidade de vida dos funcionários

A falta de acompanhamento médico, a sobrecarga de atividades e as doenças crônicas são alguns dos principais fatores que afetam o desempenho de um trabalhador e, em algum momento, causam o seu afastamento das funções profissionais. De acordo com a Associação Brasileira de Recursos Humanos, cerca de 12% da verba das companhias é investida em planos de saúde, número que pode subir para 20% em alguns casos.

O gasto, no entanto, não tem sido suficiente para resolver as questões clínicas nas empresas já que, por vezes, os hábitos que levam o profissional ao diagnóstico não são modificados. A prevenção também é ineficiente, o que causa um crescimento no número de patologias que poderiam ser evitadas.

Segundo pesquisa da International Stress Management Association (ISMA), o Brasil é o segundo país com mais casos síndrome de Burnout no mundo, transtorno ligado ao esgotamento profissional. Além disso, cerca de 40% da população brasileira adulta tem alguma doença crônica, de acordo com o Ministério da Saúde. São situações em que o acompanhamento constante é fundamental para que os quadros não se agravem.

Com o crescimento dos custos com convênios médicos e a ineficiência do modelo de atendimento, uma nova estratégia tem sido implementada pelos profissionais de saúde e pelas instituições: a medicina corporativa. A nova modalidade diminui os gastos e atua diretamente na prevenção, com a presença de médicos generalistas no ambiente de trabalho.

“O profissional de medicina integrativa para empresas pode resolver até 78% da demanda por diagnóstico e tratamento com consultas agendadas com, no máximo, 48h. A proximidade e o acompanhamento diminuem muito a necessidade de encaminhamento à especialistas e de exames complementares. Além disso, o médico tem atribuições de busca ativa para prevenção de doenças, inclusive as laborais, diminuindo o custo das empresas com absenteísmo e dispensas para consulta”, explica o Dr. José Carlos de Rezende, especialista em Medicina do Trabalho e Medicina de Família e um dos fundadores Centro de Estudos do Hospital Santa Cruz de Niterói.

Startup oferece solução para reforçar cuidados

Para atuar na prevenção de doenças e no cuidado de colaboradores dentro das companhias surgiu, em 2017, a Cuida Mais, startup que oferece às empresas um formato inovador em medicina. As entidades pagam um valor por funcionário e tem à disposição um médico para atendimento presencial, que participa do cotidiano de cada setor e acompanha regularmente as condições de saúde de cada trabalhador.

“Nossa proposta é reduzir as distâncias entre pacientes, exames e médicos. Normalmente, quando as empresas oferecem um convênio, não há um centro de cuidado desse paciente, a cada hora ele é atendido por um médico diferente. A nossa proposta é que a empresa passe a ter um médico próprio para cuidar de seus colaboradores e todos os exames sejam feitos em nossas redes credenciadas. O custo para as empresas por vida é muito menor mensalmente e para os colaboradores também, mas o benefício é muito maior, pois estamos entregando uma real possibilidade de prevenção e cuidados com aquelas pessoas”, conta Rezende, que também é fundador da Cuida Mais.

Além do atendimento presencial e regular, a startup oferece encaminhamento para exames (de rotina ou específicos) e especialistas, por meio de uma rede credenciada, que inclui clínicas e laboratórios, sendo que o paciente paga apenas pelo que usar.

Sobre a Cuida Mais

A Cuida Mais é uma startup que oferece às empresas um formato integrativo de cuidados em saúde por um pequeno investimento mensal. As companhias pagam um valor por colaborador e, tem à disposição um médico para atendimento presencial ou via telemedicina. O profissional solicita exames e realiza encaminhamentos a outros especialistas quando necessário. Além disso, o paciente pode realizar os demais atendimentos nas diversas clínicas e laboratórios credenciados à Cuida Mais, pagando apenas pelo o que usar e com valores especiais. Para mais informações, acesse: https://www.cuidamais.com.br.

Jornada Valor em Saúde Brasil 2020: Saúde baseada em valor

No penúltimo encontro, especialistas brasileiros e de Portugal apresentam resultados de sucesso da entrega de valor com foco no paciente

O terceiro encontro da Jornada Valor em Saúde Brasil 2020 será realizado no dia 19 de novembro e abordará o tema Saúde baseada em valor: papel de todos nós para a centralidade no paciente. O encontro será totalmente online e gratuito, das 18h30 às 20h30, com inscrições abertas no site www.valorsaudebrasil.com.br.

Promovido pelo Valor em Saúde Brasil, powered by DRG Brasil, o evento tem o propósito de ir além da teoria ao mostrar de forma concreta o que fazer, como fazer e quais são os resultados de quem pratica a saúde baseada em valor no País.

Com abertura do Dr. Renato Couto, Presidente do Grupo IAG Saúde, a Fala da Plataforma será “Evoluímos sempre: os avanços do IVSB”, quando será apresentado o índice de Valor do Sistema de Saúde Brasileiro por episódio de atendimento e por população, comprovando que o Ecossistema pode avançar no jeito de gerenciar e relacionar comercialmente.

Após a abertura, será a vez de Beatriz Goulart, Administradora da Unidade Local de Saúde de Matosinhos, em Portugal, abordar o tema “A remuneração per capita e por valor no ULSM Portugal”, quando serão apresentados, em primeira mão, os resultados de um sistema de saúde português, com 130 mil vidas, custo anual por beneficiário de 600 euros e referência mundial em excelência no atendimento. Trata-se da Fala do Ecossistema Internacional.

A Fala da Comunidade de Clientes trará Patrícia Nocchi, da Liderança de Gestão Operacional DRG do Hospital Moinhos de Vento, com o tema “Governança clínica baseada em valor: como colocamos em prática – Garantindo e promovendo dados da Gestão Clínica através do DRG”. Reconhecida pelo Ministério da Saúde como um dos cinco Hospitais de Excelência do país, a instituição trará informações sobre como utilizar os indicadores da plataforma DRG Brasil para a governança clínica. Na prática, como aplicar um modelo de gestão hospitalar e clínica focado na qualidade do atendimento ao paciente, com elevados padrões de assistência, melhoria contínua e manutenção de excelência.

Áurea Nunes, Coordenadora da Gestão de Leitos da Unimed Belém, representará a Fala da Comunidade de Clientes, com o tema “Gestão eficiente do uso do leito hospitalar”. O objetivo é mostrar como a gestão estruturada da permanência hospitalar utilizando a solução Alta Segura, da Plataforma DRG Brasil, tem repercutido positivamente na desospitalização segura dos pacientes, permitindo o uso mais eficiente dos leitos hospitalares e a redução das readmissões não planejadas.

Para abordar o assunto “Governança clínica para entrega de valor em uma organização social de saúde”, na Fala da Comunidade de Clientes e Parceiros, estarão presentes Orlando Elidio, Diretor Técnico do Hospital Regional de São José dos Campos, e Andira Marinho, Gestora DRG da MK Saúde. O foco será mostrar como uma organização social de alta complexidade, com mais de 100 leitos e referência regional, tem entregue valor e controlado desperdícios importantes.

Logo em seguida, Laudecir Cabrini, Superintendente de Recursos Próprios da Unimed Sete Lagoas, abordará o tema “Estratégias para governança clínica da rede prestadora”, na Fala da Comunidade de Clientes. O tópico pretende falar sobre as estratégias propostas para governança clínica da rede de prestadores de serviços de saúde da Unimed Sete Lagoas a partir da análise de oportunidades na plataforma de valor em saúde DRG Brasil. Essa será a Fala da Comunidade de Clientes.

Também na Fala da Comunidade de Clientes, logo em seguida, com o tema O engajamento do paciente na construção de uma assistência segura, será a vez de Isis Lassarote & Priscila Carvalho, ambas da Unimed Volta Redonda. Na apresentação, a instituição demonstrará como envolver o paciente na implementação de medidas preventivas a serem aplicadas ao seu cuidado, bem como conscientizar o paciente do seu tratamento e avaliar a sua experiência. Em primeira mão, será mostrada a experiência pioneira nesta jornada de engajamento. 

Uma discussão com todos os participantes finalizará o evento, com a mediação do Dr. Renato Couto e da Dra. Tania Grillo, ambos Presidentes do Grupo IAG Saúde e hosts do encontro.

Além do Grupo IAG Saúde, são co-realizadores do evento: DRG Brasil, SBAIS, Planisa, MK Saúde, ISEE Consultoria, Trevo Sistemas, Faculdade Unimed, Faculdade de Ciências Médicas de MG, Transforma Saúde e Deloitte. Como apoiadores da Jornada Valor em Saúde Brasil estão as marcas Carefy, SigQuali, CGQ Consultoria, IAG Gestão, Econsad, SCORE Rede e Eficiência Hospitalista.

A Jornada de Valor em Saúde Brasil, totalmente online e gratuita, acontecerá nos dias 5, 12, 19 e 26 de novembro, sempre com programação e conteúdo inéditos. A programação completa e o link para inscrição podem ser acessados em www.valorsaudebrasil.com.br.

Serviços odontológicos do SUS recebem mais de R$ 128 milhões

Recursos são excepcionais e temporários por conta da pandemia da Covid-19 e visam a retomada segura dos atendimentos odontológicos

Os serviços odontológicos do Sistema Único de Saúde (SUS) vão receber R$ 128 milhões de reforço, destinados às Equipes de Saúde Bucal (eSB) e Centros Especializados Odontológicos. Segundo o Ministério da Saúde, a verba é excepcional e temporária por conta da pandemia da Covid-19.

Os investimentos fazem parte da estratégia da pasta para apoiar a manutenção e estruturação dos serviços de saúde bucal. O governo federal também vai disponibilizar um guia que reúne um conjunto de recomendações que vai apoiar as análises e ações a serem implementadas para retomada gradual dos atendimentos ampliados em odontologia.

Os gestores podem solicitar a adesão e assinar um termo de compromisso no sistema egestorab.saude.gov.br, conforme prazo de disponibilização e adesão, a ser divulgado pelo ministério. Em outro momento, serão publicadas as solicitações habilitadas, assim como os valores a serem transferidos para cada ente federativo.

Fonte: Brasil 61

Ministério institui projeto de cuidado integral à saúde do homem

Estados que irão receber o repasse foram definidos considerando a taxa de mortalidade por câncer de pênis acima de 0,60 por 100 mil homens, no período de 2014 a 2018

O Governo Federal publicou nesta semana uma portaria que institui projeto-piloto para prevenção de câncer de pênis, no âmbito da Atenção Primária à Saúde. A medida é uma das ações da campanha do Novembro Azul.

O repasse total soma cerca de R$ 20 milhões e é destinado aos estados com a maior de mortalidade por câncer de pênis acima de 0,60 por 100 mil homens no período de 2014 a 2018. Segundo o Ministério da Saúde, os entes federativos com maior incidência da doença são Piauí, Maranhão, Tocantins, Pará e Sergipe. 

A portaria também destina recursos a 370 municípios com população de até 100.000 habitantes com média de registro de, ao menos, um diagnóstico de câncer de pênis. 

Fonte: Brasil 61

Jornal Grande ABC

Ministério institui projeto

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 703 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Mutirão de testes para HIV e Sífilis na estação Brás do Metrô

Ações acontecem em 12, 19 e 26 de novembro e ofertam testes rápidos, preservativos e materiais informativos

A Secretaria de Estado da Saúde promove nesta quinta-feira (12), das 10h às 14h30, uma ação de testagem para HIV e Sífilis, IST (infecções sexualmente transmissíveis) que podem ser evitadas com uso de métodos preventivos e diagnosticadas precocemente. Por isso, serão 250 testes rápidos para cada doença, com distribuição de 7,2 mil preservativos masculinos, 600 preservativos femininos, 2 mil sachês de gel lubrificante e materiais informativos. A iniciativa acontece na estação Brás do Metrô, na linha 3-Vermelha, e deve se repetir nos dias 19 e 26 de novembro.

A ação conta com a participação de 50 profissionais do Centro de Referência e Treinamento (CRT) DST/Aids-SP, braço operacional da Secretaria de Saúde de SP que coordena a testagem, com apoio do Metrô. Os testes rápidos são práticos e de fácil execução, com resultado em 30 minutos, além de serem gratuitos, confiáveis e não requererem jejum.

“Anualmente, promovemos ações de conscientização acerca destas doenças infelizmente ainda pouco faladas na sociedade. A ideia é desmistificar os tabus e prestar toda a assistência e orientação à população”, explica o coordenador do Programa Estadual DST/Aids-SP, Alexandre Gonçalves. “A testagem é indicada para todos que têm vida sexual ativa, em especial profissionais do sexo e pessoas com múltiplos parceiros”, completa.

Os testes rápidos possibilitam que a população tenha acesso ao seu resultado de forma ágil e, caso o resultado ateste positivo para HIV ou sífilis, uma nova amostra de sangue é coletada e encaminhada para teste laboratorial para confirmação de diagnóstico. Se o resultado for positivo, o paciente é encaminhado a serviço de referência assistencial para início do tratamento. Nos casos em que o resultado se apresenta negativo, a equipe reforça as formas de prevenção e fornece todas as orientações sobre as doenças, a fim de reduzir cada vez mais o número de pessoas infectadas.

Além destas ações pontuais de testagem, o Programa Estadual DST/Aids-SP disponibiliza tratamento e testes de sífilis e anti-HIV, que visam o diagnóstico precoce e podem ser realizados o ano todo. Essa política tem contribuído para o diagnóstico e tratamento oportuno de gestantes durante o pré-natal.  Mais informações podem ser encontradas no site http://www.crt.saude.sp.gov.br, ou através do telefone 0800 16 25 50.

Dicas de prevenção de ISTs

– Use camisinha do começo ao fim da relação sexual;

– Nunca utilize o mesmo preservativo por mais de uma vez;

– Não compartilhe objetos perfuro-constantes, como seringas e agulhas;

– Gestantes devem realizar os testes de sífilis e Aids, prevenindo e evitando a transmissão das doenças ao feto.

Dados

A sífilis pode ser transmitida através de relações sexuais desprotegidas (sífilis adquirida), que pode acometer a população adulta e as gestantes; por transmissão vertical (sífilis congênita), quando ocorre a transmissão da doença da mãe para o bebê durante a gravidez (sífilis gestacional). No Estado de São Paulo, foram notificados, em 2019, 37.299 casos de sífilis adquirida, 4.013 de sífilis congênita e 12.676 casos de sífilis em gestantes.

Já a Aids, ou Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, é uma doença infectocontagiosa causada pelo vírus HIV (Human Immunodeficiency Virus). Pode ser transmitida através da relação sexual desprotegida, assim como a sífilis, ou por meio do contato com mucosas ou área ferida do corpo, além do compartilhamento de seringas e agulhas. O primeiro caso da doença ocorreu em 1980 e, até junho de 2019, foram notificados 105.422 casos de pessoas infectadas pelo HIV em SP.

PASTA DE RICOTA


Siga @rosangelalsnutri
🛒 Ingredientes
👉 🏻 250g de ricota
👉 🏻 1/2 pote de iogurte natural⁣
👉 🏻 3 colheres (sopa) de azeite extra virgem
👉 🏻 1/2 cebola picada
👉 🏻 1 dente de alho picado
 👉🏻 Azeitonas picadas a gosto
👉 🏻 Sal, orégano e pimenta do reino a gosto

⁣⁣👇🏻 Modo de preparo

⁣Amasse bem a ricota com um garfo, ou bata no liquidificador junto com o iogurte natural. Adicione os outros ingredientes, e tempere como preferir.⁣⁣Caso queira um patê colorido, você pode bater no liquidificador cenoura, espinafre ou beterraba e misturar com a receita acima 

Além de lindo e nutritivo, fica uma delícia!⁣⁣Sirva com pão, torradas, legumes, ou com o que a sua imaginação mandar.

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 703 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Jornada Valor em Saúde: Modelos assistenciais e remuneratórios

Totalmente online e gratuito, o evento é marcado por 4 encontros diferenciados, com palestrantes experientes e conteúdo inéditos

No dia 12 de novembro acontece o segundo encontro da Jornada Valor em Saúde Brasil 2020. Com o tema Modelos assistenciais e remuneratórios que de fato entregam valor em saúde, o evento acontecerá das 18h30 às 20h30, totalmente online e gratuito, e as inscrições já podem ser feitas pelo site www.valorsaudebrasil.com.br.

O evento é promovido pelo Valor em Saúde Brasil, powered by DRG Brasil, e tem o propósito de ir além da teoria ao mostrar de forma concreta o que fazer, como fazer e quais são os resultados de quem pratica a saúde baseada em valor no País.

Neste segundo webinar, a Dra. Tania Grillo, Presidente do Grupo IAG Saúde, fará a abertura, com a Fala da Plataforma sobre o tema “Complexidade assistencial hospitalar brasileira: refinamento dos algoritmos nacionais e como contribui para a jornada do paciente baseada em valor”. O objetivo desta fala é explicar como a estratificação dos pacientes pelo DRG Brasil Refinado contribui para a identificação de populações de maior risco assistencial, viabilizando a construção de linhas de cuidado para a jornada segura e o dimensionamento das necessidades de recursos relativos ao tratamento dos pacientes.

Logo em seguida, Marcelo Nita, Professor do curso Gestão Baseada Valor da Faculdade Unimed e Co-editor da revista Value in Health Regional Issues, da ISPOR Latam, aborda o tema “Gestão de custos e processos na Jornada de Valor em Saúde: transparência para a sustentabilidade”. Nesta fala do Ecossistema, o assunto refere-se à entrega de valor como entrega de resultados assistenciais, com menor custo pelo controle do desperdício garantindo uma melhor experiência para os clientes. Para entregar valor é preciso transformar os processos assistenciais e o gerenciamento de custos. Na apresentação, será mostrada a experiência internacional do professor adaptada às condições do sistema brasilei ro de saúde.

Na Fala da Comunidade de Clientes e Parceiros, o tema será “Diminuindo desperdícios, gerando resultados: uma experiência com DRG em hospital filantrópico”, com a presença de Cristina Rodrigues, Gerente Técnica da Planisa, que realizará as apresentações. O tema central será como a Santa Casa de Campo Grande, uma associação beneficente com o maior centro de alta complexidade de Mato Grosso do Sul mudou seus resultados econômicos e assistenciais pela Governança Clínica baseada em valor.

Lucas Martins (Membro do Conselho de Administração da Unimed BH e Coordenador da Medicina Interna do Hospital Unimed BH Contorno), juntamente com Walter Fonseca (Coordenador Geral Enfermagem e Equipe Multi do Hospital Unimed BH Contorno), abordarão “Remuneração de médicos e governança clínica baseada em valor: uma história de diminuição exponencial do desperdício”. Esta apresentação da Comunidade de Clientes parte de um estudo publicado pelo New England Journal of Medicine, em setembro de 2018, que valida o elevado impacto na entrega de valor pelo compartilhamento do controle de desperdício (shared savings) entre os médicos e os operadores do sistema de saúde. Em nove mbro de 2019, a Unimed BH implantou esse modelo no HU Contorno, com 250 leitos de alta complexidade, comprovando que, no Brasil, o shared savings também funcionou e garantiu resultados assistenciais e melhor remuneração para o médico.

Para falar sobre “Conhecimento inovador, transformador e compartilhado: a produção científica do Ecossistema Valor em Saúde Brasil”, representando a Fala da Comunidade de Ensino, é a vez de Marcelo Miranda, Diretor Acadêmico da Pós-Graduação da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais. O objetivo é mostrar como o setor de pós-graduação da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais realiza a capacitação de centenas de profissionais de saúde na metodologia DRG do Brasil, gerando o repositório nacional de produção científica do Ecossistema da plataforma de Valor em Saúde Brasil.

Também como Fala da Comunidade de Ensino, Ary Célio de Oliveira, Executivo de Educação da Faculdade Unimed, demonstrará que “A transformação do sistema de saúde brasileiro só é possível através do conhecimento”. Será apresentada a Revista Científica da Faculdade Unimed e o papel da instituição na capacitação do Sistema Unimed para a entrega de valor em saúde. Essa será a apresentação que concluirá o segundo webinar.

Além das apresentações, haverá a discussão com todos os participantes, com a mediação da Dra. Tania Grillo e do Dr. Renato Couto, ambos Presidentes do Grupo IAG Saúde.

Além do Grupo IAG Saúde, são co-realizadores do evento: DRG Brasil, SBAIS, Planisa, MK Saúde, ISEE Consultoria, Trevo Sistemas, Faculdade Unimed, Faculdade de Ciências Médicas de MG, Transforma Saúde e Deloitte.

A Jornada de Valor em Saúde Brasil, totalmente online e gratuita, acontecerá nos dias 5, 12, 19 e 26 de novembro, sempre com programação e conteúdo inéditos. A programação completa e o link para inscrição podem ser acessados em www.valorsaudebrasil.com.br.

RP amplia teste de covid-19 para moradores a partir de 12 anos

Doentes crônicos, profissionais da saúde ou segurança, e motoristas de transporte público, táxis ou aplicativos também podem fazer teste

A Prefeitura de Ribeirão Pires ampliou a testagem de covid-19 entre moradores da cidade. A partir desta segunda-feira, dia 9/11, pessoas com mais de 12 anos e/ou doenças crônicas; profissionais da saúde da rede pública ou privada (residentes na cidade); profissionais da segurança pública da cidade; motoristas de transporte público (RIGRAS), aplicativo (que residam na cidade) ou táxis (que residam ou trabalhem na cidade); podem fazer o teste gratuito na Escola Municipal Engenheiro Carlos Rohm I – Rua Ana Maria Rodriguez Fernandez de Lima 170 – Centro (antiga Rua 1º de Maio).

Diariamente, são distribuídas 550 senhas – quantidade limitada à capacidade de coleta e processamento dos exames. A ação é promovida todos os dias da semana, inclusive aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 18h.

Para a retirada da senha, é necessária a apresentação de documento com foto (RG ou CNH), Cartão SUS e comprovante de endereço no município. Para pacientes com doenças crônicas que não passam na rede municipal de saúde (e usam Cartão SUS) será necessária apresentação de receita de medicamento de uso contínuo. Profissionais da saúde da cidade, da segurança ou motoristas de transporte público, táxi ou aplicativo deverão apresentar identificação de trabalho (crachá).

A testagem na Escola Municipal Eng. Carlos Rohm I seguirá até dia 12 de novembro. Até o último sábado, dia 7, foram realizados 3.737 testes.

Reforço na testagem de covid-19 – A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires recebeu neste mês a doação de testes do Instituto Butantan. Além dos kits para testagem, o município foi contemplado com um novo sistema para enviar, via internet, as amostras coletadas, por meio de um leitor chamado Hilab, – dispositivo laboratorial desenvolvido pela Hi Tecnologies em sinergia da Intel e Microsoft.

O novo sistema funciona da seguinte forma: as equipes que estão aplicando o teste registram os dados do paciente no sistema, preenchem questionário com informações sobre a doença, coletam sangue e inserem a amostra no leitor, que envia os dados ao laboratório para análise.

Em cerca de 30 minutos, o resultado do teste é disponibilizado ao paciente por sms e/ou e-mail. Os testes realizados nesta nova fase são do tipo IGG/IGM.

Atividade física com seu pet reduz doenças cardíacas

Uma pesquisa da Associação Americana do Coração constatou que ter um animal de estimação e uma rotina de exercícios com o pet, em especial cães, promove a redução do risco de doenças cardíacas. Isso porque a prática de exercícios regulares estimula nos animais a aceleração do metabolismo, melhora da respiração e colabora para a digestão dos alimentos.

Segundo Karen Neves, especialista em pets e proprietária do Pet Shop Online Zen Animal, as atividades frequentes ajudam o animalzinho a diminuir o estresse de ficar em casa, muitas vezes sozinho e por períodos longos. Os exercícios podem ser os mais variados, desde uma caminhada na rua ou em um parque, pequenas corridas e até mesmo meditação. Tudo muito simples para se exercitar ao lado do seu pet de estimação.

Mas assim como nos humanos, antes de qualquer esforço fora do normal ou o início de uma programação de exercícios, é preciso tomar alguns cuidados e, sempre que possível, levar seu cãozinho ao veterinário para que seja avaliado e possa ter uma rotina saudável e divertida. Veja a seguir três dicas importantes:

   1. Corridas no parque ou pela rua

Existem algumas raças que não podem realizar atividades físicas intensas, por isso a dica é se informar e sempre passar por uma consulta com o veterinário antes de iniciar qualquer atividade com seu pet. Apenas esse profissional poderá afirmar se o seu cão está apto a realizar exercícios e qual o ritmo mais adequado.

    2. Brincadeiras também podem ser exercícios

Outra dica de atividades entre os donos e seus cães são as brincadeiras com bolinha e frisbee, que podem ser realizadas em parques ou áreas ao ar livre com bastante espaço. Além de divertidas, as atividades fazem com que o cão pratique exercícios e gaste energia de uma maneira bem agradável, sem estar preso à guia ou coleira. Vale lembrar que nesses casos é preciso cuidado em dobro.

3. Cuidados com a saúde do seu pet

Os exercícios são ótimos, mas é preciso tomar alguns cuidados para eles não acabarem prejudicando, ao invés de ajudar a saúde do seu pet. Dias quentes durante o verão podem causar insolação ou desidratação no pet devido ao calor intenso. Para essas ocasiões a dica é incentivar o pet a consumir água antes do passeio e se possível durante. Por último, é recomendado que os exercícios comecem aos poucos, aumentando gradualmente, para que o pet se acostume com a prática do esporte.

Começa segunda etapa do projeto Municípios Prato Cheio

Na nova etapa, 346 Municípios serão contemplados, com a previsão de mais 176.550 famílias beneficiadas

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) iniciou a segunda fase do projeto Municípios Prato Cheio para o Desenvolvimento – que é uma iniciativa com a proposta de – no contexto de crise com a pandemia da Covid-19 – auxiliar os moradores de pequenos Municípios com o menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil. Na nova etapa, 346 Municípios serão contemplados, com a previsão de mais 176.550 famílias beneficiadas. O investimento para a fase soma R$ 8.827.500.

A lista dos primeiros contemplados na segunda fase do Prato Cheio está disponível no site da iniciativa. Por isso, é recomendado que os gestores municipais confiram o documento e, se o Município estiver listado, entrem em contato com a entidade municipalista para mais informações, por meio do telefone (61) 2101-6000. Caso ainda não tenham recebido orientações por e-mail para cadastro das famílias.

Como Ajudar

Pessoa jurídica ou física pode contribuir com a iniciativa e doar qualquer valor. As compras serão feitas no comércio local, pois o objetivo, além de mitigar os efeitos sociais da pandemia, é fortalecer a cultura de solidariedade e da compra local. Para doar ou conhecer mais sobre o projeto basta acessar o site do projeto.

Fonte: Brasil 61

A IMPORTÂNCIA DA CASTRACÃO EM CÃES E GATOS

Será que a castração de cães e gatos traz benefícios, vale a pena fazer? Isto são perguntas frequentes  no consultório veterinário.

Quando falamos sobre castrar, o principal argumento que ouvimos é que a castração evita crias indesejadas e o aumento da população de cães e gatos sem dono. Isto realmente é um dos principais problemas que o procedimento reduz.

Mas temos outros benefícios que devem ser considerados.

As fêmeas felinas e caninas entram no cio até o final da vida.  Uma cachorrinha de 14 anos pode ter cio e pode ter crias. Na maioria das vezes, os animais mais velhos apresentam cio irregular, com intervalos maiores entre eles; os ciclos podem ser mais extensos e intensos (grande quantidade de sangramento por vários dias), em alguns casos isto já é uma indicação de alterações, a idade avançada dificulta  a realização de uma higiene adequada de seus órgãos genitais estando mais propensas a infecções uterinas.

 As infecções uterinas em sua maioria são silenciosas e os sinais clínicos não são claros como: a falta de apetite e episódios de vômitos. Se não diagnosticados a tempo, estas infecções resultam em quadros de septicemia grave levando o animal a óbito. A resolução destas infecções é cirúrgica. E os procedimentos cirúrgicos em animais mais velhos são sempre mais delicados.

O aparecimento de nódulos em mamas pode ser evitado com a castração. Estes nódulos sofrem influencias dos hormônios liberados no cio e por isso são mais frequentes em fêmeas não castradas a partir de 5 a 6 anos de idade

 Doenças reprodutivas e venéreas também são evitadas com a castração. Uma enfermidade comum é o Tumor Venéreo Transmissível (TVT) transmitido durante o acasalamento provocando  lesões nos órgãos genitais (pênis e vagina).

 Nos machos a castração reduz a marcação de território (urinar em todos os lugares) e  a agressividade. Para os felinos, reduz o índice de ferimentos por brigas, evita a transmissão de doenças virais e infecciosas, risco de atropelamentos, fraturas entre outros problemas decorrentes de suas voltinhas.

Com a idade os machos podem desenvolver tumores nos testículos e na próstata. Também apresentam aumento da próstata quando envelhecem, acarretando em dificuldade de urinar, dor, e em alguns casos colaborar para infecções urinarias e formação de cálculos.

A castração é um ato de amor e ajuda a prevenir inúmeras doenças

“Poderia se tornar uma grande fragilidade para o SUS”

Nesta semana, Executivo voltou atrás em decreto que permitia que o Ministério da Economia fizesse estudos sobre a inclusão de UBS no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), o que geraria uma grande fragilidade para o SUS.

Neste final de outubro, o Governo Federal editou um decreto que permitia ao Ministério da Economia fazer estudos sobre a inclusão de Unidades Básicas de Saúde (UBS) no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). Após a repercussão negativa do assunto, no entanto, Bolsonaro voltou atrás da decisão.

Para a professora em Saúde Coletiva da Universidade de Brasília (UnB), Carla Pintas Marques, há uma série de ressalvas na agenda de parceria público-privada na área de saúde. “Estamos falando de um sistema de saúde que é público, que tem sobre a sua égide a CF e Lei 8080, que diz que a participação privada deve ser complementar. Esse complementar não é muito bem especificado, mas entendemos que em especial, quando falamos de Parcerias Público-Privadas (PPP), imaginamos que o investidor vai obter lucro. Isso não é muito adequado quando falamos em saúde, em especial a atenção primária. Penso que poderia se tornar uma grande fragilidade para o SUS o andamento desse tipo de agenda por parte do governo”, destaca. 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que “jamais esteve sob análise privatizar o SUS” e que “seria uma insanidade falar isso”. Ele explicou que o decreto visava apenas promover a realização de estudos para que a iniciativa privada pudesse concluir obras inacabadas de UBSs e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). 

“Isso deve ter sido uma dessas inúmeras decisões que nós tomamos por dia, que chegam aqui. As coisas que são decisivas vão para o Congresso são examinadas. Uma privatização do SUS teria que ir para o Congresso e o Supremo também teria que opinar”, explicou o titular da pasta, em declaração na comissão mista do Congresso Nacional que trata das medidas de combate à pandemia da Covid-19. 

A lei que institui o Programa de Parcerias de Investimentos do governo afirma que a iniciativa é voltada para a ampliação e o fortalecimento entre o Estado e a iniciativa privada, por meio de celebração de contratos, parcerias para execução de empreendimentos públicos de infraestrutura e outras medidas de desestatização. 

O advogado especialista em Direito Público, Leonardo Memória, explica que o decreto que foi editado pelo Executivo é constitucional, embora seja um dos caminhos para a privatização do sistema público de saúde.

“Não é inconstitucional, é uma maneira possível (inclusão das UBS no PPI). Há a situação de passar alguns órgãos para o privado. Não quer dizer que vai ser cobrado, não quer dizer que vai virar privado. A questão é que se vai ter programa de investimento, nenhum privado vai investir sem que haja retorno, ou seja, vai ser praticamente uma concessão administrativa. A administração pública chama o privado para cuidar, porém paga o privado para fazer esse tipo de atualização. Isso é uma forma de privatização”, explica. 

Atualmente, algumas unidades de saúde do SUS já contam com a administração da iniciativa privada. É o caso do Hospital do Subúrbio de Salvador, do Hospital de Base de São José do Rio Preto (SP) e da Rede de Atenção Primária à Saúde de Belo Horizonte.
 

Fonte: Brasil 61

Labnews marca presença na SOBECC 2020

Indústria química traz lançamento do Biolux, equipamento de desinfecção de ambientes
Especialista Kelly Rodrigues palestra no Simpósio-Satélite

A Labnews, indústria química especializada no desenvolvimento de produtos para limpeza e conservação de instrumentais médicos, assim como o controle de infecção e esterilização hospitalar, participa mais uma vez do evento realizado pela SOBECC (Associação Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Centro de Material e Esterilização). Na oportunidade, a empresa traz grandes novidades com lançamentos de produtos inéditos para o mercado. Desta vez o evento será 100% virtual.

Em sua 12ª edição, paralelamente, acontece o Simpósio Internacional de Esterilização e Controle de Infecção Hospitalar Relacionado à Assistência à Saúde e terá como uma das palestrantes a enfermeira Kelly Lídia Rodrigues, gerente de Departamento Técnico e Científico da Labnews, entre participantes de renome no mercado nacional e internacional.

O evento atende aos protocolos de segurança recomendados pela OMS (Organização Mundial de Saúde), em função da pandemia pelo coronavírus, e ocorre de maneira virtual de 11 a 14 de novembro. Além das palestras, a programação inclui oficinas, mesa redonda e rodas de conversas.

Lançamento – A Labnews lançará na SOBECC o equipamento Biolux, um produto inédito para desinfecção do ar e superfície no touch. Em visita ao estande da empresa, 100% on line, será possível fazer o cadastro e receber informações de diversos materiais, entre os quais o e-book, um amplo guia que contém o passo a passo do processo de desinfecção e limpeza de superfície. Entre os materiais, estarão disponíveis conteúdos de toda a linha de produtos para limpeza e desinfecção de instrumentais, a apresentação da lavadora ultrassônica Prosonic Jet, além de sorteios.

Informação compartilhada

Durante o segundo dia do 12º Simpósio, Kelly Rodrigues será uma das palestrantes do Simpósio-Satélite. Com o tema Ambiente Seguro na Central de Material e Esterilização, a executiva trará orientações sobre protocolos corretos nesta área, considerada um dos ambientes vitais dentro de um hospital. A CME é responsável pela limpeza, esterilização, preparo, controle e distribuição dos equipamentos médicos e cirúrgicos.

A aula acontecerá de forma virtual, no dia 12 de novembro, a partir das 16h. O evento é gratuito para os associados. Para acessar a programação completa, acesse: programação SOBECC

55% dos trabalhadores de serviços essenciais têm depressão

Estudo conduzido por pesquisadores da Fiocruz tentou entender impacto da pandemia na saúde mental dos profissionais

Durante a pandemia da Covid-19, sintomas de ansiedade e depressão afetam 47,3% dos trabalhadores de serviços essenciais, no Brasil e na Espanha. Mais da metade deles sofre de ansiedade e depressão ao mesmo tempo. Além disso, 44,3% dos entrevistados têm abusado de bebidas alcoólicas; e 42,9% sofreram mudanças nos hábitos de sono. 

São esses os principais resultados apresentados no artigo “Depressão e Ansiedade entre trabalhadores essenciais do Brasil e da Espanha durante a Pandemia de Covid-19”.  A pesquisa contou com a participação de pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz, no Brasil, do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e da Universidade de Valência, na Espanha. 

Ao todo, o levantamento feito pela internet entrevistou 22.876 pessoas. Dessas, 16% eram trabalhadores de serviços essenciais, o principal foco da pesquisa. De acordo com o resultados preliminares, os sintomas de depressão e ansiedade são maiores entre os brasileiros, atingindo cerca de 55%, ante 23% dos profissionais espanhóis. 

A maior parte dos trabalhadores essenciais que respondeu à pesquisa no Brasil é de mulheres (72,2%), tem idade média de 39 anos e curso universitário (56,5%) ou mestrado/doutorado (28,5%). 

Fonte: Brasil 61

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 703 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Tema do primeiro webinar da Jornada Valor em Saúde 2020

Com 4 dias de conteúdo e casos de sucesso, o evento apresentará práticas e resultados que garantem a sustentabilidade para a saúde brasileira

O dia 5 de novembro será marcado pelo lançamento da Jornada Valor em Saúde 2020, evento formado por 4 encontros diferenciados, com temas e conteúdo inéditos, realizado todas as quintas-feiras de novembro, das 18h30 às 20h30. O primeiro encontro abordará o tema Um círculo virtuoso de entrega de valor em saúde no Brasil

Totalmente online e gratuito, o evento é promovido pela Valor em Saúde Brasil, powered by DRG Brasil, e tem o propósito de ir além da teoria ao mostrar de forma concreta o que fazer, como fazer e quais são os resultados de quem faz. 

Intitulado “Um círculo virtuoso de entrega de valor em saúde no Brasil”, o primeiro webinar, no dia 5, terá a abertura do Dr. Renato Couto, Presidente do Grupo IAG Saúde e um dos hosts do evento, que falará sobre a Plataforma Valor em Saúde Brasil: Ecossistema como caminho para a saúde baseada em valor no Brasil. Na apresentação, o Dr. Renato abordará a soma de competências como fator transformador do modelo assistencial e remuneratório, os avanços das comunidades de clientes, operadoras (SUS e saúde suplementar), hospitais, empresas de tecnologia e de consultoria, instituiç ;õ ;es de ensino, pesquisa e de qualificação da informação. 

Para falar sobre Cuidado baseado em Valor (Value-Based Health Care): o caminho da sustentabilidade do setor saúde no mundo, estará presente Maureen Lewis, CEO & Founding Director da Aceso Global. Maureen, que representa a Fala do Ecossistema Internacional,  foi líder na área de economia de saúde do Bando Mundial, onde ocupou diversas posições de gestão e supervisionou pesquisas e avaliações nos setores sociais e de saúde. No painel, ela irá discutir sobre os modelos incrementais de remuneração para sustentabilidade de sistemas de saúde. 

A jornada da entrega de valor do princípio ao fim envolvendo operadora e hospital é o tema abordado por Fernando Cesar Vicente de Paula, da Fundação São Francisco Xavier (FSFX), e que representa a Fala da Comunidade de Clientes. A apresentação mostrará um círculo virtuoso de maturidade desde a implantação da Plataforma DRG Brasil, entre operadora de autogestão e hospital recurso próprio, até a mudança do modelo remuneratório estruturado a partir da complexidade assistencial com bonificação por valor entregue.

Erick Rodrigues, Consultor Sênior da Deloitte, introduzirá o tema “Como efetivar a entrega de valor em um hospital verticalizado”. A apresentação abordará como a São Cristóvão Saúde, usando a Inteligência Artificial da plataforma de valor saúde DRG Brasil à beira do leito, melhorou resultados assistenciais e reduziu desperdícios significativamente. Essa apresentação refere-se à Fala de Clientes e Parceiros.

Roberto Moreira, Diretor Superintendente da Unimed Blumenau, falará sobre Redução de ICSAP pelo serviço de emergência. O destaque da fala será a alta segura da emergência através de uma jornada do paciente integrada ao sistema de saúde. Isso se traduz em mais segurança para o paciente e menos desperdício, evitando internações por meio de um sistema de saúde integrado e alinhado à entrega de valor. Essa é a Fala da Comunidade de Clientes. 

Entrega de valor em saúde na oncologia: o foco no paciente será o tema de Carla Martins, Diretora do Hospital Erasto Gaertner, e Robertson Ferreira, Diretor Comercial da ISEE Consultoria. A apresentação mostrará como um hospital oncológico, referência nacional para tratamento de câncer, aumentou o valor em saúde e garantiu recursos para sua sustentabilidade por meio do aumento de eficiência. Essa é a Fala da Comunidade de Clientes e Parceiros, que irá encerrar a primeira noite de evento.

Além das apresentações, haverá a discussão com todos os participantes, com a mediação do Dr. Renato Couto e da Dra. Tania Grillo, ambos Presidentes do Grupo IAG Saúde. 

Além do Grupo IAG Saúde, são co-realizadores do evento: DRG Brasil, SBAIS, Planisa, MK Saúde, ISEE Consultoria, Trevo Sistemas, Faculdade Unimed, Faculdade de Ciências Médicas de MG, Transforma Saúde e Deloitte.

A Jornada de Valor em Saúde Brasil, totalmente online e gratuita, acontecerá nos dias 5, 12, 19 e 26 de novembro, sempre com programação e conteúdo inéditos. A programação completa e o link para inscrição podem ser acessados em www.valorsaudebrasil.com.br

Consórcio ABC recebe mais 333 mil EPIs do Ministério da Saúde

Itens serão usados para proteção das equipes municipais de saúde para enfrentamento do novo coronavírus

O Consórcio Intermunicipal Grande ABC recebeu 333.840 equipamentos de proteção individual (EPIs) doados pelo Ministério da Saúde e distribuídos pelo Governo do Estado. Os itens serão destinados à proteção das equipes municipais de saúde no enfrentamento do novo coronavírus na região.

O novo lote de EPIs recebido pela entidade regional é composto de 170 mil máscaras cirúrgicas, 138 mil máscaras N95, 15,6 mil protetores faciais, 10 mil gorros e 240 óculos de proteção. O material foi encaminhado por meio do Departamento Regional de Saúde (DRS 1) do Estado de São Paulo e acondicionado no auditório do Consórcio ABC para retirada das sete prefeituras nesta quarta-feira (28/10), conforme critérios de distribuição definidos pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB), composta de representantes do governo estadual e dos municípios. 

O coordenador do GT Saúde do Consórcio ABC e secretário da pasta em São Bernardo do Campo, Geraldo Reple Sobrinho, explicou que os equipamentos vão contribuir para o combate à disseminação do coronavírus.

“Os materiais que recebemos vão reforçar o suprimento dos sete municípios. Eles serão usados para proteger profissionais de saúde e funcionários que estão na linha de frente de atendimento à Covid-19 na nossa região”, afirmou Reple.

Foto: Divulgação/Consórcio ABC

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 703 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Como reconhecer os sinais precoces de um AVC

Segundo dados do Ministério da Saúde, o Acidente Vascular Cerebral (AVC) leva a óbito mais de 100 mil pessoas por ano no Brasil. Estima-se que, neste ano, serão 18 milhões de casos no mundo e, em 2030, deverão ser 23 milhões. Cerca de 50% dos sobreviventes ficam com sequelas graves, por isso a necessidade de reconhecer precocemente o AVC e tratá-lo adequadamente.

Neste Dia Mundial do Combate ao AVC, 29 de outubro, a Dra. Caroline De Pietro Franco Zorzenon, neurologista do Hospital Sepaco, alerta que grande parte da população mundial está em risco pelo fato da incidência de pressão alta, diabetes e aumento do colesterol estar aumentando entre as pessoas. “É preciso estar atento a qualquer alteração do corpo, pois se trata de uma doença grave e que necessita de tratamento rápido”.

Mas com prevenção, o AVC pode ser evitado. Realizar acompanhamento médico regular é essencial para a prevenção do AVC e de duas doenças causadoras. Além disso, os pacientes acometidos pela doença podem melhorar sua qualidade de vida com tratamentos multidisciplinares adequados. “Assim como as pessoas realizam check-ups para evitar os problemas cardíacos, é fundamental realizá-los para prevenir os acidentes vasculares encefálicos”, avalia a especialista.

É importante estar alerta e aprender a reconhecer os sinais precoces do AVC. Se houver rapidez no atendimento inicial, é possível utilizar um medicamento para dissolver o coágulo que obstrui a artéria cerebral causadora dos sintomas em até 4,5 horas do início dos sintomas. “Desta forma, muitos pacientes tem uma boa recuperação neurológica com baixo índice de sequelas e boa qualidade de vida”, comenta a neurologista.

Entre os sinais mais comuns são fraqueza ou formigamento na face, no braço ou na perna e em um lado do corpo, confusão mental, alteração da fala ou compreensão da linguagem,  alterações visuais (perda súbita/escurecimento visual), alteração do equilíbrio, perda de coordenação motora, tonturas e dor de cabeça súbita e intensa, sem causa aparente. “Ao sentir qualquer um desses sintomas, anote o horário em que começaram e procure imediatamente atendimento médico”, explica a médica.

Já fatores de risco que podem ser facilitadores para um AVC são doença vascular periférica, doenças cardíacas, tabagismo, hipertensão arterial, diabetes, sedentarismo, colesterol alto, uso de anticoncepcionais, álcool e drogas ilícitas. Para a especialista, o controle adequado desses fatores de risco pode diminuir a probabilidade de uma pessoa ter um Acidente Vascular Cerebral e suas complicações.

Desta forma, tome alguns cuidados preventivos para garantir sua saúde, tais como adotar uma alimentação saudável, parar de fumar, praticar algum tipo de exercício físico regularmente. Para quem tem pressão alta, a dica é fazer um esforço para tomar seus remédios conforme prescrição médica e, já para os diabéticos, prestar atenção na dieta, para bom controle da glicemia e tomar os remédios regularmente.

Sobre o Sistema Sepaco de Saúde

O Sepaco, fundado em 1956, inicialmente para atender o setor papeleiro, transformou-se em um Sistema Integrado de Saúde, agregando hospital e operadora de saúde de autogestão. Pioneiro no controle de infecção hospitalar no Brasil, o Hospital Sepaco atualmente atende operadoras de saúde, assim como clientes particulares. Focado em alta complexidade e pediatria, o hospital está localizado na Vila Mariana, São Paulo, e possui 257 leitos, sendo 95 de UTI (40 para adultos e 35 Neonatais e 20 Pediátricos), um corpo clínico com alta qualidade profissional e modernos equipamentos para diagnósticos, como tomografia, ressonância magnética, hemodinâmica e uma área própria para oncologia. Para realização de pequenas cirurgias, com alta no mesmo dia, a instituição oferece ainda o Hospital Dia Sepaco, na região do Jardim Paulista, São Paulo/SP.

Acesse: www.sepaco.org.br
Facebook: www.facebook.com/hospitalsepaco

Fique atento porque câncer de mama pode surgir em seu pet

Foto de capa: Série Amor Animal 2 – 89 : Crédito Gustavo Araújo

Outubro Rosa, mês de conscientização e prevenção do câncer mamário também acomete animais. Vale o alerta aos tutores de pets sobre a prevenção da doença e a importância do diagnóstico precoce.

Segundo o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), a probabilidade da ocorrência do câncer de mama em cadelas atinge até 50% e, no caso das gatas, podem acometer até 30%. Consultas regulares ao veterinário e atenção aos sinais de inchaço, feridas e até secreção mamária são
condutas preventivas que os tutores devem ter em relação aos seus pets.

De acordo com dados do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP), a maior incidência da doença é em fêmeas adultas, entre 4 e 12 anos, mas cerca de 1% a 3% dos casos ocorrem também em machos.

Dr. Bruno Roque, veterinário parceiro da DrogaVET, destaca que cerca de 50% dos tumores mamários em cadelas são malignos e tendem a ter comportamento agressivo ou metastático. Já em felinos, é ainda mais grave a evolução. Segundo o veterinário, diagnosticar o câncer mamário com antecedência é a forma mais eficiente de viabilizar a cura, exatamente como ocorre em humanos.

“A dica é que assim como há o autoexame realizado pelas mulheres, as mamas do animal também devem ser examinadas. Aproveite o momento de interação e carinho na barriga do pet para palpar as mamas e verificar se não há nenhum nódulo. Nos gatos, que geralmente não apreciam o toque na barriga, pode ser um pouco mais difícil, mas o ideal é tentar acostumar o bichano com a palpação. E, ao identificar um volume diferente do habitual, levar o animal imediatamente ao veterinário, principalmente se esses ‘caroços’ aumentarem rapidamente”, explica Roque.

Segundo a Dra Urya Barbosa, médica veterinária da rede Petz/Seres, o diagnóstico precoce é de extrema importância.  “Em muitos dos casos os tumores são malignos, por consequência há chances de metástases e podem acometer pulmão, baço, fígado, por exemplo,” ressalta.

Por se tratar de uma doença com evolução silenciosa, é preciso ficar alerta com o surgimento de possíveis sinais, tais como apatia, vômitos, febre ou mudança no apetite. “O principal sintoma do câncer de mama em cachorro está no crescimento de um nódulo na região mamária”, destaca a Dra. Urya.

Série Amor Animal BH 124 : Crédito Edjane Madza

A orientação da médica veterinária é sempre verificar se a região das mamas está avermelhada, inchada, dilatada, com secreção e/ou odor desagradável e realizar check-ups para identificar qualquer doença ainda no estágio inicial e avançar com o tratamento adequado para ter resultados positivos e evitar o sofrimento do seu pet.

O tratamento para o câncer de mama é a cirurgia, preferencialmente com retirada total de toda a cadeia mamária. “Desta forma é possível prevenir o desenvolvimento de novos tumores nas demais mamas e, caso existam tumores nas duas cadeias mamárias, o indicado é realizar a mastectomia em dois estágios”, explica o Dr. Roque, complementando que a quimioterapia é indicada apenas quando for detectado um tumor mais agressivo, com indício de metástase e comprometimento dos linfonodos.

Seja responsável e crie uma rotina com seu pet para realizar o autoexame e garanta a saúde e qualidade de vida de seu animal de estimação!

Por Soraya Simón
e-mail: soraya3s.ss@gmail.com

Centros Imunológicos recebem incentivo de R$ 113 milhões

O investimento será repassado em parcela única do Fundo Nacional de Saúde aos Fundos estaduais, municipais e distrital, para execução das ações

Subsetores da Saúde pública como os Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIEs) que tratam pessoas com doenças imunossupressoras, tratamentos de síndromes respiratórias, as Unidades Sentinelas de vigilância de Síndrome Gripal (SG) e as Vigilâncias Municipais serão contempladas com o investimento de R$ 113 milhões repassados pelo Ministério da Saúde.

O investimento será repassado em parcela única do Fundo Nacional de Saúde aos Fundos estaduais, municipais e distrital, para execução das ações. 

Do total, cerca de R$ 26 milhões será transferido à revitalização dos CRIES. Pela primeira vez em 27 anos, os locais receberão o valor empenhado em reformas, manutenções e aquisição de insumos necessários.

De acordo com a técnica de Saúde da Confederação Nacional dos Municípios, Carla Albert, isso indica uma atenção especial que o governo quer destinar as pessoas com doenças imunossupressoras, um dos principais públicos de risco no caso do coronavírus.

“Esse tipo de serviço atende, por exemplo, pessoas que vivem com HIV/Aids, hepatite e outras doenças crônicas. A Confederação entende que todo reforço financeiro é de extrema importância”, avalia.

Outra parte do incentivo total, cerca de R$ 87 milhões, irá proporcionar o aprimoramento da detecção, análise e avaliação das síndromes respiratórias agudas, para prevenção e controle da influenza e outros vírus respiratórios, incluindo a Covid-19. 

A execução dos recursos deverá ocorrer até o final de 2021. O monitoramento da execução será feito pela Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações (CGPNI) e a prestação de contas via Relatório Anual de Gestão (RAG).
 

Fonte: Brasil 61

Brasil gasta R$ 1.398,53 com saúde pública por habitante

Gasto per capita diário no país com o SUS foi de R$ 3,83 no ano passado, ante R$ 3,79 em 2018

Pesquisa do Conselho Federal de Medicina (CFM) aponta que, em 2019, as esferas federal, estadual e municipal gastaram R$ 1.398,53 em despesas relacionadas à saúde pública por habitante. Em 2018, esse valor foi de R$ 1.382,29. Diariamente, o gasto per capita no país com o SUS foi de R$ 3,83 no ano passado, ante R$ 3,79 em 2018. O levantamento do CFM foi feito em parceria com a ONG Contas Abertas e considerou informações prestadas no Sistema de Informações sobre os Orçamentos Públicos em Saúde (Siops), mantido pelo Ministério da Saúde. 

A legislação brasileira estabelece que estados e o Distrito Federal devem gastar pelo menos 12% de seus orçamentos com Saúde. No caso da União, segundo a Constituição Federal, os gastos mínimos na área devem corresponder a 15% da receita corrente líquida. 

Donizetti Giamberardino, vice-presidente do CFM, afirma que o investimento público em saúde no Brasil está muito abaixo do observado em países ricos. Segundo ele, outro gargalo no setor está relacionado à má qualidade no atendimento na atenção primária em municípios pequenos, o que faz com que hospitais de cidades maiores fiquem sobrecarregados. 

“Se nós tivéssemos uma atenção primária eficiente, essas pessoas não precisariam se dirigir aos centros de saúde especializados, em busca de leitos hospitalares com a frequência que ocorre no Brasil.”

Mundo

Comparado a outras nações que possuem sistema público de saúde, os gastos na área por pessoa no Brasil são bastante inferiores. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2017, foram gastos US$ 389 por pessoa no país. No Canadá, esse valor foi de US$ 3.505; na França os gastos chegaram a US$ 3.376. No ranking, o Brasil perde até mesmo para a Argentina, onde o Poder Público gastou US$ 959 três anos atrás.

Carla Pintas, professora de Saúde Coletiva na Universidade de Brasília (UnB), afirma que o Governo Federal, estados e União precisam criar mecanismos para inverter o subfinanciamento no SUS. A docente acredita que, com a pandemia da Covid-19, foi demonstrada a importância de estados e municípios em reivindicar mais recursos na área. 

“A pandemia comprovou que novos recursos foram injetados na saúde, para a aquisição de materiais, insumos que, obviamente, aumentaram de forma exponencial, além de repasses para a construção de unidades de saúde e abertura de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI).” 

O CFM também afirma que os investimentos na saúde pública brasileira estão bem abaixo do necessário, especialmente diante do crescimento do desemprego e da crise econômica. Além disso, segundo a entidade, milhões de brasileiros estão abandonando os planos de saúde, por falta de dinheiro, o que gera um aumento na procura do atendimento público. 
 

Fonte: Brasil 61

COVID-19: Prefeituras paulistas investiram mais de R$ 3,5 bi

Levantamento feito pelo TCESP mostra, ainda, que 641 dos 644 municípios tiveram casos confirmados da doença

Dados do Tribunal de Contas do estado de São Paulo (TCESP) mostram que as prefeituras já empregaram mais de R$ 3,5 bilhões em ações de combate à covid-19. No total, 641 municípios paulistas tiveram casos confirmados da doença, o que representa 99,5% do total das 644 administrações jurisdicionadas pelo Tribunal. 

Até setembro, os recursos empenhados pelos municípios aumentaram em relação ao mês anterior. Até o momento, mais de 95% das cidades do estado decretaram situação de calamidade pública. Apenas 28 administrações não encaminharam à Assembleia Legislativa do Estado (Alesp) decretos que reconhecem a situação.

Ainda de acordo com o levantamento do Tribunal de Contas do estado, com base nas informações prestadas pelos municípios, 118 prefeituras suspenderam pagamentos de dívidas devido à situação de calamidade. Além disso, 37 não efetuaram pagamentos devidos no exercício de 2020 decorrentes de operações de crédito interno ou externo. 

A pesquisa completa e a situação dos municípios estão disponíveis no Painel Covid-19, que pode ser acessado dentro do site do tce.sp.gov.br

Fonte: Brasil 61

RP dá sequência à imunização contra pólio e multivacinação

Segue até 30 de outubro a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil) e a Campanha Nacional de Multivacinação para a atualização da caderneta de crianças e adolescentes. A ação acontece, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF) da cidade.

Crianças menores de cinco anos são o alvo da campanha contra a poliomielite. A multivacinação atenderá todas as crianças e adolescentes menores de 15 anos. O município teve data especial para o reforço das campanhas, em 17 de outubro, Dia “D” da vacinação. Nesta data, foram imunizadas 1384 crianças de 0 a 4 anos e 405 crianças de 5 a 14 anos.

O objetivo das campanhas é reduzir o risco da reintrodução do polivírus selvagem no país, oportunizar o acesso às vacinas, atualizar a situação vacinal e aumentar a cobertura de imunização, diminuir a incidência de doenças imunopreveníveis e contribuir para o controle, eliminação ou erradicação de doença.

A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires adota todos os cuidados sanitários e de segurança contra o coronavírus nas unidades municipais.  

Vacinação contra o sarampo – A vacinação acontece até 30 de outubro dentro da seguinte estratégia:

– Vacinação intensificada para população de 6 meses a 29 anos, de acordo com a avaliação da situação vacinal e vacinação conforme o calendário vacinal vigente;

– Vacinação indiscriminada (independente da situação vacinal) na faixa etária de 30 a 49 anos, em consonância com o Ministério da Saúde.

Pontos de Vacinação – segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 17h:

UBS CENTRAL

Rua Dr. Virgílio Gola, 24 – Centro

UBS CENTRO ALTO

Rua Aurora, 61 – Centro Alto

USF GUANABARA

Rua Fermino G. Pereira, 398 – Vila Gomes

USF JD. LUSO

Rua Julio Prestes, 22 – Jardim Luso

USF JD. VALENTINA

Rua Francisco Tometich, 905 – Jardim Valentina

USF JD. CAÇULA

Rua Fagundes Varela, 08 – Jardim Caçula

USF OURO FINO

Rodovia Índio Tibiriçá s/n, ao lado 2753 – Centro – Ouro Fino Paulista

USF QUARTA DIVISÃO

Estrada da Sondália, 520 – Quarta Divisão

UBS SANTA LUZIA

Rua Prof. Antonio Nunes, 551- Santa Luzia

USF VILA SUELI

Rua Antonio Zampol, 221 – Vila Sueli

Ribeirão Pires inicia testagem de covid-19 em idosos da cidade

Ação será realizada em etapas, por faixa etária, na E.M. Eng. Carlos Rohm I

A Prefeitura de Ribeirão Pires iniciará nesta quarta-feira, dia 21, testagem de covid-19 em idosos do município. A ação acontecerá por etapas, dividida por faixas etárias, na Escola Municipal Engenheiro Carlos Rohm I – Rua Ana Maria Rodriguez Fernandez de Lima 170 – Centro (antiga Rua 1º de Maio). Serão distribuídas 250 senhas/dia – quantidade limitada à capacidade de coleta e processamento dos exames.

Na primeira etapa da testagem, de 21 a 27 de outubro, serão testados os moradores com idade entre 60 a 64 anos. Dos dias 28 de outubro a 3 de novembro, serão testados os moradores com idade entre 65 e 69 anos. A terceira e última etapa acontecerá entre 4 e 12 de novembro, para moradores acima dos 70 anos.

A ação acontecerá todos os dias da semana, inclusive aos sábados e domingos, 8h às 18h. Para a retirada da senha, será necessária a apresentação de documento com foto (RG ou CNH), Cartão SUS e comprovante de endereço no município.

Reforço na testagem de covid-19 – A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires recebeu neste mês a doação de testes do Instituto Butantan. Além dos kits para testagem, o município foi contemplado com um novo sistema para enviar, via internet, as amostras coletadas, por meio de um leitor chamado Hilab, – dispositivo laboratorial desenvolvido pela Hi Tecnologies em sinergia da Intel e Microsoft. O novo sistema funciona da seguinte forma: as equipes que estão aplicando o teste registram os dados do paciente no sistema, preenchem questionário com informações sobre a doença, coletam sangue e inserem a amostra no leitor, que envia os dados ao laboratório para análise.

Em cerca de 30 minutos, o resultado do teste é disponibilizado ao paciente por sms e/ou e-mail. Na última semana, a ação foi iniciada entre profissionais da rede municipal de saúde. Os testes realizados nesta nova fase são do tipo IGG/IGM.

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 703 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Aos “casacos brancos”

Profissão abrangente com muitas especialidades, cada qual com sua particularidade, sua finalidade é cuidar, previnindo doenças, promovendo saúde, bem estar , tanto como físico, mental e social de um indivíduo.

Técnica milenar, usado por todos os povos desde a antiguidade, usando a técnica de observação e tratamento a base de ervas.

A ciência evoluiu, diagnostica, trata e previni, muitos estudos são realizados com muita dedicação dos muitos profissionais da área de saúde em diversos degraus.

A arte da cura, é a compaixão com o próximo, buscando manter viva a vida em um corpo.

Cuidando de suas engrenagens para um bom funcionamento, se fossemos comparados a máquinas, rsrs.

Dedicação extra, uma boa dose de amor.

Ter um olhar de raio x, compreender a olho nu, a causa física, e traçar se está ou não estar atrelada a um estado emocional, parece simples, mas se trata de ter um olhar diferenciado.

É usar um receituário com sabedoria, pois se tratam de vidas, é ter uma palavra sábia ao perceber que não é o corpo que está lesionado e sim a alma.
Quanta responsabilidade!!!

Tenho a sensação que médicos tem uma conexão divina, uma orientação espiritual intensa e constante para cuidar e salvar vidas.

E quem sabe um dia, através da ciência tenhamos a cura para todos os aspectos da humanidade (de dentro pra fora ou vice e versa).

Feliz dia do Médico e a todos os profissionais de saúde que se dedicam a cuidar e salvar vidas por Amor, diria que o verdadeiro amor ao próximo é expressado nesta profissão.

Uma boa semana à todos nós, ॐ∞

Atenção Dia “D” da vacinação contra a pólio e atualização

Não perca a data. É neste sábado, 17 de outubro, Ribeirão Pires realizará o Dia “D” da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil) e da Campanha Nacional de Multivacinação para a atualização da caderneta de crianças e adolescentes. A ação acontecerá, das 8h às 17h, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF) da cidade.

Crianças menores de cinco anos são o alvo da campanha contra a poliomielite. A multivacinação atenderá todas as crianças e adolescentes menores de 15 anos. O município terá data especial para o reforço das campanhas, em 17 de outubro, Dia “D” da vacinação.

Até 30 de outubro, as campanhas serão promovidas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, nas UBSs e USFs da cidade.

O objetivo das campanhas é reduzir o risco da reintrodução do polivírus selvagem no país, oportunizar o acesso às vacinas, atualizar a situação vacinal e aumentar a cobertura de imunização, diminuir a incidência de doenças imunopreveníveis e contribuir para o controle, eliminação ou erradicação de doenças.

A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires adota todos os cuidados sanitários e de segurança contra o coronavírus nas unidades municipais.  

Vacinação contra o sarampo – A vacinação acontece até 30 de outubro dentro da seguinte estratégia:

– Vacinação intensificada para população de 6 meses a 29 anos, de acordo com a avaliação da situação vacinal e vacinação conforme o calendário vacinal vigente;

– Vacinação indiscriminada (independente da situação vacinal) na faixa etária de 30 a 49 anos, em consonância com o Ministério da Saúde.

Pontos de Vacinação – segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 17h:

UBS CENTRAL
Rua Dr. Virgílio Gola, 24 – Centro

UBS CENTRO ALTO
Rua Aurora, 61 – Centro Alto

USF GUANABARA
Rua Fermino G. Pereira, 398 – Vila Gomes

USF JD. LUSO
Rua Julio Prestes, 22 – Jardim Luso

USF JD. VALENTINA
Rua Francisco Tometich, 905 – Jardim Valentina

USF JD. CAÇULA
Rua Fagundes Varela, 08 – Jardim Caçula

USF OURO FINO
Rodovia Índio Tibiriçá s/n, ao lado 2753 – Centro – Ouro Fino Paulista

USF QUARTA DIVISÃO
Estrada da Sondália, 520 – Quarta Divisão

UBS SANTA LUZIA
Rua Prof. Antonio Nunes, 551- Santa Luzia

USF VILA SUELI
Rua Antonio Zampol, 221 – Vila Sueli

COOKIE DE BANANA

Siga @rosangelalsnutri para receber mais posts como esse

Ingredientes
2 bananas nanicas maduras quanto mais maduras mais doces fica o preparo
1 xícara (de chá) de aveia em flocos

👉Modo de preparo
Amasse a banana com um garfo e misture com a aveia, aqueça o forno em temperatura alta. Em uma forma untada com manteiga coloque colheradas da massa e leve para assar em forno médio por 15 a 20 minutos ou até ficarem dourados.

Retire da assadeira e deixe esfriar, sirva após o resfriamento ou guarde em pote hermético por até 3 dias.Você pode fazer com outro tipo de banana mas a nanica é a que adoça mais.

Pode acrescentar também gotas de chocolate, lascas de amêndoas ou nozes picadas, fica uma delícia.

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 703 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

A criação do Outubro Rosa

Comemorado no mundo inteiro, o movimento do laço rosa popularmente conhecido como Outubro Rosa, simboliza a luta contra o câncer de mama.

A criação do Outubro Rosa

Ele teve inicio nos Estados Unidos, onde ações de apoio começaram a crescer.

Estas ações começaram graças a Fundação Susan G. Komen for the Cure, que organizou um evento chamado Corrida pela Cura, em 1990. Vendo que o evento foi um sucesso, todos os anos a fundação começou a promover esse evento, se tornando anual.

Depois disso, muitas entidades começaram a criar eventos com o mesmo tema, inicialmente as cidades eram decoradas com os laços rosas, depois surgiram outras atividades, como um desfile de modas com sobreviventes do câncer de mama, jogos e outros.

Quando estes movimentos chegaram aos ouvidos do Congresso Americano, em outubro, resolveram tornar o mês (americano) de prevenção do câncer de mama.

Já no Brasil, o movimento só ficou conhecido nos anos 2000, quando um grupo de mulheres simpatizantes da causa decidiram iluminar o Obelisco do Ibirapuera em um dia de comemoração do parque.

Esta ação repercutiu em jornais e revistas, fortalecendo o movimento e criando uma onda de ações parecidas com esta.

Foi apenas em 2008 que o movimento realmente ganhou força em várias cidades do Brasil, se tornando famoso até os dias atuais.

Mais informações aqui.

Jornal Grande ABC

A criação do Outubro Rosa

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 703 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!